Cidadeverde.com

Grupo explode banco no interior; nona ação criminosa em menos de dois meses

Matéria ampliada às 13h

Equipes do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) se deslocaram ao município de Altos para iniciar as investigações sobre mais um estouro de caixa eletrônico. Uma alavanca deixada dentro da agência bancária deve auxiliar na elucidação do caso, o nono no Estado em menos de dois meses. 

O delegado geral de Polícia Civil, Riedel Batista, acrescenta que as polícias Militar, Civil e Federal estão trabalhando em conjunto para localizar e prender os suspeitos. 

"A investigação está caminhando. Os grupos maiores estão se distribuindo em pequenos grupos e conseguindo explosivos em outros estados para efetivarem crimes no Piauí. Há o aumento de casos como esse em todo o país, mas o trabalho está sendo feito", disse Batista. 

 

Matéria postadas às 8h19

Nesta madrugada foi registrado o nono atentado a instituições financeiras no Piauí em pouco mais de um mês. A maioria das explosões a postos de autoatendimento tem ocorrido na região da Grande Teresina. Somente nos últimos quatro dias, foram três explosões a caixas eletrônicos. Boqueirão do Piauí, no último sábado (05), Monsenhor Hipólito, na terça-feira (08) e Altos nesta quarta-feira (09).

Pelo menos quatro assaltantes armados participaram da ação contra a agência do Banco do Brasil na madrugada de hoje. Após o roubo, eles se dividiram em um carro e uma moto e utilizaram como rota de fuga as cidades de Beneditinos e Teresina. 

Até o momento, ninguém foi preso. Não há informações sobre quantos caixas eletrônicos foram destruídos e do valor roubado. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Notícia da Manhã