Cidadeverde.com

Prefeito de Campo Maior divulga programação e convida para Festival

Acontece neste feriadão do Dia das Crianças a 7ª edição do Festival Sabor Maior em Campo Maior, município a 78 km de Teresina. Criado em 2009, o festival atrai, todos os anos, um público de aproximadamente 10 mil pessoas por dia.

"Nós elaboramos uma programação para que em 2017 ele possa ser ainda melhor que as outras edições. É um evento grandioso que já faz parte do calendário cultural do Estado. Nesta crise nós vamos criar oportunidades de negócios para que todo mundo faça desses dias essas oportunidades"< pontuou o prefeito José de Ribamar Carvalho, o Ribinha.

Quem passar pelo Festival Sabor Maior poderá conferir competições gastronômicas entre os restaurantes, se deliciar com as comidas tipicamente nordestinas e assistir a apresentações artísticas regionais e nacionais. A novidade é que neste ano haverá visitação aos pontos turísticos da cidade, que vão de patrimônios históricos às belezas naturais. 

Confira a programação:

12 de outubro

8h - Visita ao Cento Histórico de Campo Maior
9h - Visita ao Museu da Igreja Católica
10h - Visita ao Monumento Heróis do Jenipapo
15h - Visita à Fazenda Abelheiros
18 - Concurso Sabor Maior
20h - Show com Atração Local
22h - Show com Biquíni Cavadão 
0h - Show com Eliane

13 de outubro

8h - Visita a Fábrica Via Corpus
10h - Visita a Fábrica Gugê de Jeans
15h - Visita a Fazenda Trabalhado
20h - Desfile Moda Maior
22h - Show com Atração Local
0h - Show com Fernando Mendes

14 de outubro

07h - Serra de Santo Antônio com trilhas, esporte de aventura, escalada e rapel
19h - Apresentação Pole Sports com Clara Pacheco
20h - Show com Cesinha do Acordeon
22h - Show com Paula Fernandes
0h - Show com Solange Almeida 

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Mãe do garoto achado em cela pode ser indiciada por três crimes

 

A mãe do garoto de 13 anos que foi deixado na cela de uma unidade prisional no Piauí deve ser indiciada por três crimes. O indiciamento ocorre mesmo após decisão judicial que negou a prisão de Sebastiana Rodrigues Gomes, 48 anos, na semana passada. 

O delegado Jarbas Lima, titular do 14º Distrito Policial, explica que a mulher pode responder por abandono de incapaz, submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou constrangimento e o crime de perigo a vida ou saúde de outrem. 

"Embora não tenha sido presa e acredito que também não será, ela vai responder, basicamente, pelos mesmos crimes do seu companheiro, que é pai da criança. A juíza não concedeu a prisão preventiva da mãe fundamentando que ela tem bons antecedentes, trabalha, tem residência fixa e não quis que o menor ficasse na cela. Embora, no meu entendimento, a mãe tenha sido omissa", disse o delegado que investiga o caso. 

Na semana passada, Gilmar Francisco Gomes, 48 anos, pai do garoto, teve a prisão preventiva decretada. Já detento José Ribamar Pereira Lima, que chegou a esconder o menino debaixo de sua cama na cela, saiu do semiaberto e voltou para o regime fechado.

"O pai foi preso porque ele obrigou a criança a ficar na cela. Além disso, tanto ele como o detento já respondem por estupro de vulnerável. Eles foram presos pela atitude em si e por terem antecedentes criminais", acrescenta Lima. 

O delegado ressalta que os irmãos do garoto serão ouvidos nos próximos dias. 

"Eles serão ouvidos para que possamos confirmar se alguma das crianças foram estupradas, para nos resguardar, bem como avaliar a questão dos presentes que eles teriam recebido, saber a frequência da ida deles a Major César e se também dormiram por lá", finaliza Jarbas Lima

O inquérito policial será finalizado ainda este mês. 

Matérias relacionadas:

Pai do garoto achado na Major César e o preso podem ir para a mesma penitenciária
Governador reconhece que garoto em cela é grave, mas mantém Daniel na Sejus
Comissão de promotores vai à Major César e constata falhas na fiscalização
Delegado investiga se irmãos do garoto deixado em cela foram abusados
Juíza decreta prisão do pai do garoto encontrado em cela da Major César
Garoto encontrado em cela ganhava chinelo e biscoito do estuprador
Presídios terão novas regras após garoto ser encontrado em cela na Major César
"Não há fiscalização alguma após às 17h", diz promotor sobre Major César
Deputados na Alepi pedem afastamento de Daniel Oliveira da Sejus

Caso Major César: juíza afasta adolescente dos pais e o manda para abrigo

Estuprador ajuda família de menino deixado com ele em cela na Major César

Promotora defende afastamento de agentes da Major César; Sinpoljuspi reage

Delegado investiga se garoto deixado em presídio pode ter sido abusado

Polícia Civil abre inquérito para investigar caso de criança encontrada em presídio

Garoto de 13 anos é encontrado dentro de cela na penitenciária Major César

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Caso do garoto achado em presídio será comunicado a organismos internacionais

O caso do garoto de 13 encontrado em uma cela com um detento no Piauí será comunicado a organismos internacionais de Direitos Humanos. O advogado Roberto Freitas, membro da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), considera a situação como um escândalo e diz que não pode ser 'levada para debaixo do tapete'

"O assunto não pode ser esquecido. Não é uma ocorrência pequena, mas um escândalo que deve ser devidamente apurado. Estamos estudando mecanismos próprios para comunicar o caso a organismos internacionais de Direitos Humanos para demonstrar a seriedade do assunto", disse Freitas em entrevista ao Notícia da Manhã, desta sexta-feira (06). 

O advogado criticou a omissão da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) que tem um núcleo específico para monitorar presídios no Estado. 

"Todo esse escândalo aconteceu e ninguém falou no conselho penitenciário. Esse conselho que tem reuniões regulares e existe para fazer o acompanhamento prévio para monitorar problemas e impedir que problemas se agravem. Quem está no controle? Como não se pode ter percebido a fragilidade desse sistema todo? Dentro da Secretaria de Justiça, temos um sistema próprio para mapear tudo isso e nunca houve nenhuma referência a ele", questionou Roberto Freitas.

Para o advogado, o caso não é isolado e representa o descontrole do Estado. 

"Esse  escândalo acontece por uma desestrutura no serviço do Estado. Estamos assistindo um completo descontrole. Presos em área aberta e pessoas transitando... o sistema está fora de controle. A legalidade não está sendo cumprida", reitera.

Ontem (05) foi decretada a prisão preventiva do pai do garoto e do detento que estava na cela onde o menino foi encontrado. O advogado Roberto Freitas chama atenção para a situação da família com a prisão do pai. 

"As reações são tão indignadas que passamos a temer pela vida do pai, pois sabemos como são tratados presos acusados desse crime. Dentro da Casa de Custódia, ele já deve significar um alerta para a proteção dele. A indignição é geral e a Ordem não pode estar distante disto. Outra preocupação é com a família que tem que ter um acompanhamento, pois bem ou mal, o pai era provedor daquela família. O Estado tem que chegar junto a família", finaliza Roberto Freitas.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Após série de assaltos, suspeito morre durante troca de tiros com a PM

Um suspeito de cometer uma série de assalto na noite dessa quarta-feira (04) na cidade de Altos, distante 40 quilômetros de Teresina, foi morto após trocar tiros com a Polícia Militar. 

O comandante da PM de Altos, capitão Aristeu Fernandes, informou que o suspeito, identificado apenas pelo apelido de “ligeirinho”, roubou celulares de moradores da cidade, além de tomar de assalto uma motocicleta. 

O suspeito teria praticado os crimes com um comparsa, que fugiu durante a abordagem da polícia.  Durante a fuga eles tentaram assaltar um camioneiro  que estava parado por conta de um problema no veículo na BR-343, no trecho entre Altos e Campo Maior. 

Através de denúncia de populares, a Polícia Militar conseguiu, por volta das 5h da madrugada desta quinta-feira (05), localizar o suspeito de assalto na saída da cidade de Altos. 

De acordo com o capitão Fernandes, a dupla atirou contra a guarnição da Força Tática da PM, que reenvidou e acertou um tiro no peito de “ligeirinho”. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o suspeito não resistiu e morreu. 

A viatura da PM foi atingida com tiros, mas nenhum policial foi ferido durante a ação. 

Com o suspeito, a polícia encontrou celulares, uma pistola 635 e recuperou a motocicleta roubada. 

 

Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com 

TRE-PI cassa vereadora acusada de usar combustível para comprar votos

Foto: Wilson Filho

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) decidiu cassar, por unanimidade, a vereadora Rosineide Pereira dos Santos Macêdo, conhecida como Neide da Barroquinha (PDT). Ela foi acusada de distribuir notas de combustível para obter votos nas eleições de 2016. 

A decisão foi tomada em sessão nesta terça-feira (3) e também suspende os direitos políticos de Neide da Barroquinha por oito anos. O procurador regional eleitoral Israel Gonçalves Santos Silva também se manifestou pelo desprovimento do recurso da vereadora. 

Nas últimas eleições municipais, Neide da Barroquinha foi a 20ª candidata mais votada, com 517 votos, e entrou na Câmara de Altos através da legenda de sua coligação. 

O suplente José Edson Dias das Neves, o Edson do Raio X (PMB), deve assumir a vaga na Câmara. 

Neide da Barroquinha foi cassada em abril pela juíza Carmem Maria Paiva Ferraz Soares, da 32ª Zona Eleitoral, mas se manteve até agora no cargo porque o juiz Astrogildo Rodrigues de Araújo, do TRE-PI, concedeu liminar para suspender a decisão, até que o caso fosse julgado pela corte. 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Pai diz que deixou filho em presídio com "compadre" e não viu perigo; assista vídeo

  • 1669dab0-2001-48ec-8ec3-9aa0e6bf16ee.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 1a0184a4-c352-49d8-af63-cf0d40ee00c6.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • bb68d1b2-8ed4-43a2-a04e-6b0015221eae1.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 766264a0-73d6-4e70-b5f0-feaf13fdad5a1.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 15511a96-134e-47b5-81be-448fb7e0381c.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • e8fe40a7-b4ae-4c56-9c1a-343cb56677c7.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 02ad1da9-2596-4c09-b70c-d9c54b8545ec.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • bf351fc0-409d-4ddd-8065-ad7504014913.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 123a5aa1-88c3-4deb-881e-736421d1caad.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • afd3feeb-e049-4706-a9b4-463bcaefb530.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • ca4964ca-6a52-4cda-b278-7226bc80632b.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 70ca3267-9944-4fbf-a055-7372a3ef281e.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 3c45add5-5385-4e91-8549-818266ae6dc1.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • c271ee68-df03-42f7-86d8-2b72c7ccd9c1.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 8b9e7b5a-5cf8-4ab3-a7d5-eb023634de4d.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com
  • 732778e9-f911-40a3-a477-7a320d9435b3.jpg Wilson Filho/Cidadeverde.com

Ao prestar depoimento na tarde desta terça-feira (3) na delegacia de Altos, o pai do garoto - que foi encontrado em uma cela no presídio Major César - disse que deixou o filho com um "amigo e compadre". Segundo ele, não havia perigo e por isso deixou o garoto no presídio. 

"Foi o menino que pediu para ficar com ele [o preso]. Eu deixei porque no outro dia ia trabalhar lá [no presídio]. Não sabia que ia dar o BO. Eu não sabia que ele era estuprador, ele me enganou e me disse que tinha apenas matado a mulher", disse.

Atualizada às 17h

O pai do garoto de 13 anos deixado dentro de uma cela da penitenciária Major César já responde por um estupro. Ele prestou depoimento no início da tarde desta terça-feira (03) na delegacia de Altos, município a 42 km de Teresina. Identificado pela polícia como Gilmar Francisco Gomes, de 48 anos, o agricultor admitiu ter deixado o filho no local por ser "compadre" do preso José Ribamar Pereira Lima, de 65 anos, que estava na cela com a criança. José seria padrinho de um dos cinco irmãos  do garoto.

Em seu depoimento, o pai afirma que não viu nenhum perigo em deixar o filho na cela com o detento. Ele diz que não sabia que o preso já respondia por estupro. "Estou muito arrependido e não sabia que ia dar essa confusão. Eu deixei o meu filho a pedido dele porquê eu ia voltar no outro dia", disse Gilmar.

 

A mãe do garoto, Sebastiana Rodrigues Gomes, de 48 anos,  também prestou depoimento e disse que não autorizou o filho a ficar no presídio e que foi uma decisão do pai. 

O casal mora no povoado Mucuim, a cerca de 20 km da zona urbana de Altos, e já cumpriu pena na Penitenciária Major César de Oliveira. Ele foi condenado há 10 anos de prisão pelo crime de estupro em 2012 contra uma menina de 12 anos em Alto Longá, mas está em liberdade há seis meses. O pai revelou em depoimento que conheceu o preso há dois anos quando respondia pelo crime em regime semi-aberto.

Eles fizeram amizade e o pai reforça que não sabia que o preso havia praticado dois estupros, um em 2008 e outro em 2009.  José Ribamar estava preso no presídio de Picos e foi transferido para a Major César.

O delegado Jarbas Lima, colheu os depoimentos dos pais do garoto separadamente, impedindo assim que haja combinação nos relatos, que segundo ele, já apresentaram contradição. A criança e o detento da Major César, que já foi levado para a delegacia, também foram ouvidos.

 

Flash de Yala Sena (Direto de Altos)
Rayldo Pereira ( Da Redação)
rayldopereira@cidadeverde.com

Prefeitura de Altos inicia coleta de lixo na zona rural

A Prefeitura de Altos deu início ao programa de coleta e transporte de lixo na zona rural do município. A medida objetiva diminuir os prejuízos ao meio ambiente e os riscos à saúde da população rural.

A princípio, 20 assentamentos serão contemplados com o serviço. Para isso, coletores de lixo de metal já foram distribuídos e as rotas dos caminhões definidas pela prefeitura.

De acordo com a prefeita de Altos, Patrícia Leal, a medida representa um importante avanço para a preservação do meio ambiente e a prevenção de acidentes e doenças nas famílias do campo.

“Sem esse trabalho de coleta, os moradores da zona rural acabam optando por queimar ou enterrar o lixo, prática que pode provocar doenças e que também prejudica o meio ambiente. Com este programa que implantamos, certamente diminuiremos os riscos”, observa a gestora.

Ainda segundo a prefeita, um trabalho de conscientização também está sendo feito nos assentamentos. “Estivemos nos locais para informar a população sobre a importância do programa e dar orientações sobre o descarte dos resíduos. Nosso entendimento é que as pessoas precisam se voltar cada vez mais para as questões do meio ambiente, de forma que este programa está apenas iniciando e mais comunidades rurais certamente serão beneficiadas”, acrescenta.

Os assentamentos serão atendidos nas quintas e sextas-feiras, e as rotas dos caminhões já foram informadas aos moradores.

Fonte: Ascom

5º Festival Cultural de Altos começa nesta quinta, 20

Começa nesta quinta-feira (20) o 5º Festival Cultural de Altos. Por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, a Prefeitura de Altos realizará o evento de 20 a 22 de Julho, no Calçadão da Praça Cônego Honório, centro da cidade.

Grandes nomes da música nordestina animarão o festival. Alcymar Monteiro, conhecido como “O rei do forró”, se apresentará no último dia do evento. Na mesma data, as bandas Desejo de Menina e Top Gun também sobem ao palco.

O 5º Festival Cultural também contará com os shows de Dirceu Andrade, Os Versáteis, Noda de Caju, Forró Leal, Forró Dmais e Forró Coisado.

Para a prefeita de Altos, Patrícia Leal, o evento já se tornou tradição na região, sendo uma grande oportunidade para a divulgação de importantes culturas populares. “A cultura do povo nordestino é muito rica, e nós fazemos parte dela. São tradições que precisam ser valorizadas, como as festas de quadrilhas, bumba meu boi, reisado e tantas outras manifestações culturais que fazemos questão de colocar em evidência.”, destaca a gestora.

Ainda durante o festival, a coordenação de cultura do município realizará o concurso de calouros “Nossos cantos, nossa gente”, com o objetivo de valorizar e divulgar os grandes talentos musicais da cidade.


Fonte: Ascom

Gestantes de Altos ganham enxovais da Secretaria de Assistência Social

Mais de 50 gestantes do município de Altos receberam enxovais da Secretaria Municipal de Assistência Social na manhã desta sexta-feira (14). A entrega dos kits aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS II), com a presença da prefeita de Altos, Patrícia Leal.

O projeto atende gestantes beneficiárias do programa Bolsa Família. Com recursos do município, a prefeitura disponibiliza uma equipe composta por enfermeiros, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos e educadores físicos durante três meses.

Durante a solenidade de entrega dos enxovais, Patrícia Leal falou sobre a importância do acompanhamento que é dado às futuras mamães de Altos. “A fase da gravidez é muito especial para a mulher. Ela precisa de acolhimento e toda a atenção necessária. Através deste projeto, as gestantes recebem informações de especialistas sobre o assunto por meio de palestras sócio-educativas e até mesmo atendimento individual. Elas são orientadas sobre a importância do pré-natal, amamentação, higiene e outros cuidados importantes”, explica a prefeita.

Francisca Ribeiro, Gerente de Proteção Social Básica do Município, destaca que o projeto acontece de forma contínua, e que mais gestantes serão atendidas pela secretaria. “Iniciaremos um novo ciclo no início de agosto. Para isso, as gestantes interessadas deverão procurar o CRAS. Também é importante ressaltar que o atendimento do município não se restringe a este período de três meses. Após a gravidez, nosso acompanhamento continua, afinal, o trabalho da secretaria objetiva a promoção social das famílias em todas as suas frentes”, destaca.

A Secretária Municipal de Assistência Social, Fátima Leal, coordenadores, técnicos e outros servidores da secretaria também estiveram presentes na solenidade.

Fonte: Ascom

Conferência discute garantias de direitos do Sistema de Assistência Social em Altos

Na última quarta-feira (05) o município de Altos realizou a IX Conferência Municipal de Assistência Social. O evento aconteceu no auditório da biblioteca pública João Bastos, Praça Cônego Honório, e contou com as participações da prefeita Patrícia Leal, do secretário de administração, Warton Lacerda, da secretária municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, Fátima Leal, entre outras autoridades.

Com o tema “Garantias de direitos no fortalecimento do SUAS”, várias questões foram discutidas com vistas à efetivação do trabalho do Sistema de Assistência Social em Altos.

“Os profissionais do Sistema Único de Assistência Social (Suas) trabalham incansavelmente para garantir direitos e cidadania às famílias do nosso município. O papel do poder público é dar condições para que estas ações aconteçam, de forma que as pessoas em situação de vulnerabilidade social sejam efetivamente amparadas”, explica a prefeita de Altos.

Ao comentar sobre a importância da conferência, Warton Lacerda enfatizou o trabalho preventivo que a Secretaria de Assistência Social tem feito em Altos. “Seja qual for o segmento, o aspecto ‘prevenção’ precisa ser considerado. E esse cuidado social felizmente tem acontecido por parte da secretaria, que atua de forma técnica e estratégica para garantir a entrega de benefícios assistenciais”, destaca o secretário de administração.

Apresentações de grupos de dança e capoeira também foram feitas durante a conferência. Secretários municipais, assessores da prefeitura, vereadores e assistentes sociais prestigiaram o evento. 

Fonte: Ascom

Posts anteriores