Cidadeverde.com

Polícia prende quadrilha de ladrões e encontra cães furtados

Em operação em Joinville, no Norte catarinense, a Polícia Civil prendeu nesta quarta (22) quatro pessoas e apreendeu diversos objetos furtados, como jóias, relógios, drogas e carro, além de dois animais - um Pug e um Bulldog - com uma quadrilha especializada em arrombamentos de residências.

Conforme a Polícia Civil, o grupo chegava a pratica seis invasões a casas por dia. A operação, batizada como Êxodo 22, foi deflagrada por volta das 6h. Havia um quinto mandado de prisão preventiva, mas até a publicação desta notícia, o suspeito estava foragido, conforme a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco/Deic).

Os dois cães estavam com um casal, que está entre os presos. O Pug foi identificado como um animal furtado em 2016 no município.

Ele foi entregue ao dono, que foi ouvido pela Polícia Civil, apresentou os documentos que comprovam o pedigree do cachorro e pode levá-lo para casa.
A polícia suspeita que o bull dog também tenha sido roubado e está a procura do proprietário.

Outras apreensões

Outros materiais utilizados para roubos foram encontrados com o grupo. Dois maçaricos e equipamentos usados em arrombamentos de caixas eletrônicos também foram apreendidos. Foram recolhidos ainda dois rádios.

O carro apreendido era um New Beatle e o grupo também estava com pequena quantidade de maconha.  Durante o trabalho, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão.

Prisões 

Um dos quatro presos foi detido em flagrante por tráfico de drogas. Três deles foram encaminhados ao Presídio Regional de Joinville e outro estava em audiência de custódia no fórum do município até a última atualização desta notícia.

A operação deflagrada pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco), sob a coordenação do delegado Antônio Carlos de Seixas, teve o apoio da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Joinville.

 

Fonte: G1.

Morre tartaruga que havia ingerido 915 moedas na Tailândia

Tartaruga ganhou apelido de 'Banco' após engolir 915 moedas (Foto: Athit Perawongmetha/Reuters)

A tartaruga tailandesa que ingeriu 915 moedas - jogadas pelos visitantes em um parque - morreu nesta terça-feira (21), vítima das complicações após a operação para a retirada das peças de metal.

Omsin, de 25 anos, foi enviada no início de março a uma clínica de Bangkok, onde os veterinários detectaram cinco quilos de moedas em seu estômago.

A história deu a volta ao mundo e a Tailândia acompanhou com emoção a volta da tartaruga para a água depois da cirurgia. Mas o estado de saúde do animal piorou de modo repentino e há dois dias os veterinários descobriram que estava com infecção no sangue.

"Às 10h10 se foi em paz", afirmou Nantarika Chansue, a veterinária responsável pelo centro de pesquisas aquáticas do hospital de Chulalongkorn.

Tartaruga engoliu moedas que eram lançadas por turistas em sua piscina na cidade de Sri Racha (Foto: Sakchai Lalit/AP)

"Era minha amiga, minha professora e minha paciente", disse, sem conter as lágrimas.

A tartaruga passou duas décadas em um pequeno parque público da província de Chonburi, onde os visitantes jogavam moedas, seguindo uma tradição tailandesa segundo a qual o ato provoca sorte e permite viver tantos anos quanto uma tartaruga.

 

Com informações G1
bicharada@cidadeverde.com

Vídeo: cão corre 3 km para acompanhar funeral de dona

Foto: Leong Khai Wai

Os cães não se cansam de mostrar o quanto são fiéis. Que o diga Bobby, cachorrinho sem raça definida, que acompanhou, correndo, o cortejo fúnebre de sua tutora, uma idosa moradora de uma vila da Malásia.

Enquanto os familiares se dirigiam, de carro, para o cemitério, a 3km da casa dela, o bisneto da senhora, Leong Khai Wai, notou algo de cortar o coração. No acostamento da estrada, Boddy corria, tentando alcançar o veículo.

“Acho que ninguém notou que ele estava nos seguindo”, contou o rapaz ao site The Dodo.

Ao chegar, Bobby se deitou ao lado da cova e, de lá, não saiu.

A atitude do cãozinho comoveu os presentes. “Eles disseram que foi a primeira vez que viram um ato de lealdade tão extremo”, recordou Leong. 

O rapaz também esclareceu que, agora, o avô e um tio-avô tomam conta do fiel amigo.

 

Com informações Blogmaisbichos
bicharada@cidadeverde.com

Dia Nacional dos Animais tem ação contra maus tratos em Teresina

Em homenagem ao Dia Nacional de Proteção aos Animais, comemorado nesta terça-feira (14), ativistas distribuíram material informativo com o objetivo de chamar a atenção da população quanto aos inúmeros casos de agressão e abandono de animais domésticos.

A campanha "Animais - eu amo, cuido e protejo" realizou a mobilização no cruzamento das avenidas Frei Serafim e Pires de Castro e foi organizada pela Fundação Verde Herbert Daniel.

"Trata-se de um dia para ser lembrado e incentivado em sua comemoração, já que se presta a repensar as atitudes que nós, humanos, temos para com o Meio Ambiente e a preservação dos biomas necessários à manutenção da vida animal e aos cuidados que precisamos ter com os animais mais próximos, os domésticos, que nos acompanham e nos trazem alegria, paz, carinho e amor", comenta  vereadora Teresa Britto (PV), que é membro da Fundação Verde Herbert Daniel.

Dia Nacional dos Animais

Instituído como o Dia Nacional dos Animais, 14 de março foi criado para conscientizar as pessoas sobre necessidades e direitos dos animais, a importância que têm na vida de todos e como ajudam na melhoria da qualidade de vida dos humanos.

Segundo o art. 32 da Lei Federal 9.605/98, maltratar animais é crime. O maltrato de animais compreende em bater, manter em cativeiro animais silvestres, prender o dia todo animais domésticos, não tratar os doentes, submetê-los a trabalho forçado, deixar sem água, comida e abrigo e abandonar animais domésticos.

No entanto, embora seja considerado crime, não há como obrigar o dono a ficar com o animal abandonado e, se responder pela acusação, poderá, no máximo, pagar penas alternativas.

 

redacao@cidadeverde.com

Cão vira celebridade após ser salvo de eutanásia

Reprodução: Facebook

Abandonado pelo antigo dono e colocado na fila para a eutanásia, um cachorro foi resgatado e hoje experimenta a fama nas redes sociais. O animal, recolhido pela organização sem fins lucrativos Luvable Rescue Dog, havia sido rejeitado por ter nascido com má-formação na mandíbula, o que o deixou com o focinho torto para a direita. Hoje amado e disputado por candidatos a novo dono, ele recebeu o melhor nome que poderia ter: Picasso — em referência ao pintor espanhol famoso pelas formas retorcidas.

A entidade colocou o cachorro para a adoção em sistema de "par casado" com o irmão dele, nomeado Pablo, também em homenagem ao artista europeu. A saga de Picasso viralizou tanto nas redes sociais que o bicho foi incluído em uma conta do Instagram que reúne os pets mais famosos e adorados. A postagem de sua foto, junto à campanha pela adoção, já recebeu mais de 122 mil curtidas.

Também fazem sucesso as publicações da Luvable sobre o dia a dia de Picasso.

Disputado, a decisão do novo dono só sairá assim que o tratamento de Picasso for concluído. Os veterinários planejam uma cirurgia para remover dentes da arcada inferior, que furam a mandíbula, apesar de a condição dele não interferir em nenhuma de suas funções vitais.

 

Com informações Extra
bicharada@cidadeverde.com

Cirurgiões removem 915 moedas do estômago de tartaruga marinha

© Reprodução

Jogar moedas em poços e fontes é uma superstição popular para trazer sorte e longevidade, mas essa crença quase custou a vida de uma tartaruga marinha na Tailândia. Por muitos anos, uma tartaruga-verde na cidade de Sri Racha teve que suportar essa superstição enquanto vagava por uma piscina pública. Ela consumiu 915 moedas no processo.

Nesta segunda-feira (6), veterinários em Bangkok operaram a tartaruga de 25 anos de idade, removendo cada moeda, uma a uma. A tartaruga-verde de 25 anos, apropriadamente chamada de “Bank”, vinha engolindo as moedas à medida em que turistas as atiravam nela enquanto ela nadava na piscina. Essas moedas eventualmente formaram uma bola pesada em seu estômago, chegando a pesar cinco quilos. O peso provocou uma rachadura no casco ventral, provocando uma infecção que poderia ser fatal.

Com a tartaruga doente e próxima da morte, a Marinha foi chamada para entregá-la a veterinários. Exames 3D revelaram todas as moedas, incluindo um par de anzóis. Uma equipe de cinco cirurgiões da faculdade de veterinária da Universidade de Chulalongkorn removeu as moedas enquanto Bank estava sob anestesia geral. Durante as quatro horas de operações, os cirurgiões tiraram cada moeda por vez, através de uma incisão de dez centímetros. Muitas delas estavam corroídas ou parcialmente dissolvidas. Cerca de 15 mil baht (R$ 1335) em doações foram levantados pelo público para bancar a cirurgia.

© Fornecido por F451 Midi Ltda

"O resultado foi satisfatório", disse o cirurgião Pasakorn Briksawan, em artigo da AP. "Agora depende da Bank o quanto ela pode se recuperar."

A tartaruga será colocada em uma dieta de líquidos — de um tipo diferente — pelas próximas duas semanas. Presumindo que Bank melhore e possa retornar ao seu lar em Sri Racha, não está claro se os turistas ainda poderão atirar moedas para ela. O que, considerando sua inclinação para trocados, provavelmente deveria parar.


Com informações Gizmodo
bicharada@cidadeverde.com

Jumento cai em buraco de 3 metros e é resgatado no litoral piauiense

Colaboração Carlienne Carpaso
bicharada@cidadeverde.com

Um jumento caiu em um buraco, de aproximadamente 3 metros, em uma residência na Praia Peito de Moça, no litoral piauiense. Ele foi encontrado por um grupo de turistas que estavam passando pelo local e acionaram o Corpo de Bombeiros de Parnaíba.  

O animal foi resgatado na manha de ontem (28) e não há informações de quanto tempo ficou no buraco, que era uma espécie de fossa. 

Os bombeiros conseguiram retirar o jumento utilizando um sistema de ancoragem com redução de forças. 

Apesar da gravidade, felizmente, o animal apresentou apenas alguns ferimentos na cabeça, possivelmente causados no momento da queda. 

 

 bicharada@cidadeverde.com

Cão-bomba coberto de explosivos é salvo no Iraque

Um vídeo perturbador que circula na Internet mostra o que seriam jihadistas do Estado Islâmico envolvendo o dorso de um cachorro com quatro garrafas contendo explosivos. De acordo com o site do Express, o vídeo foi carregado por combatentes das Unidades Populares de Mobilização do Iraque, que lutam contra a milícia. Os soldados conseguiram desarmar o dispositivo e salvaram o filhote, visivelmente assustado.

Na filmagem, os supostos milicianos falam sobre ataques suicidas enquanto terminam de montar os explosivos. Essa não é a primeira vez que se tem notícia de que o Estado Islâmico estaria usando cães-bombas em ataques — no Iraque, os principais líderes do grupo terrorista foram capturados pela coalização americana e os jihadistas tentam sobreviver às custas de práticas improvisadas.

Segundo os combatentes das Unidades Populares de Mobilização do Iraque, caso os explosivos não tivessem sido retirados do cãozinho, a bomba poderia ter matado até quatro pessoas.

 

Blog Mais Bichos
bicharada@cidadeverde.com

Brincar carnaval com os cães é uma delícia, mas requer cuidados

Cachorro fantasiado de lutador  (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

O carnaval, uma das festas mais populares do Brasil, já chegou. Nesta época, as pessoas cantam, dançam, pulam, se divertem. Como já são parte da família, nada melhor do que fantasiar os cães para acompanhar seus donos na folia. Mas vale lembrar que colocar fantasia nos pets satisfaz o gosto dos donos, porém nem sempre é uma escolha do animal. Por isso, é importante tomar alguns cuidados.

Para o especialista em comportamento canino Ricardo Tamborini, o uso de fantasias e roupas muito quentes, tecidos e adereços pesados causam desconforto e calor em excesso, o que pode prejudicar o animal. “É importante priorizar o limite do pet, não exagerando na fantasia, respeitando principalmente aqueles que não se sentem à vontade usando roupinhas ou adereços”, destaca.

As festas e bloquinhos geralmente acontecem na rua, então evite sair entre 10h e 16h, período em que o sol está mais quente, pois o calor em demasia pode desidratar o animal e o chão quente pode queimar suas patas. Além disso, é muito importante hidratar o cão. Leve bastante água fresca ou ofereça a ele água de coco. Cães idosos, filhotes e raças de focinho muito curto (braquicefálicos) merecem cuidado e atenção redobrados, pois desidratam muito rapidamente.

Cães e seus donos (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

Locais muito movimentados, com pessoas estranhas e outros animais, podem ser muito excitantes ou aterrorizantes para o cão. Portanto, nunca saia sem guia e coleira. “Usar o material de passeio vai prevenir a fuga do animal caso ele se assuste com pessoas ou com o barulho, além de evitar que ele se envolva em alguma briga com outro cão ou que fique pulando nas pessoas ao redor”, explica Tamborini.

O especialista também aconselha os donos de cães antissociais e desobedientes a não frequentar locais públicos e muito movimentados. “Caso o seu cão seja agressivo, procure circular com ele em locais menos movimentados e, de preferência, fora dos horários de maior movimentação”, ressalta.

Bruce com um chapéu parecido com o do Chaves  (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

Que tal uma juba de leão? Benjamim parece ter curtido a fantasia (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

Procure também ficar afastado das caixas de som. Músicas muito altas também são incômodas para os cães, já que a audição deles é muito mais apurada que a nossa e, por isso, eles conseguem captar sons que para os humanos são imperceptíveis. Esse barulho pode irritá-los e causar estresse ou medo, levando-os a tentar fugir.

A cadela Alice, vestida de Branca de Neve (Foto: Silvia Izquierdo/AP)

 

bicharada@cidadeverde.com

Impaciente, cachorro mete a pata na buzina ao ficar preso em carro

Cansado de esperar pelos tutores, um cachorro protagonizou uma cena “fofínea” em Grove City, Ohio. Ele simplesmente começou a buzinar e latir, o que chamou a atenção do casal Tim e Yvonne Blankenship. Eles passavam pela estação quando viram a cena e não pensaram duas vezes: filmaram e jogaram no Youtube. Yovnne contou que uma mulher chegou apressada, respondendo aos chamados do cãozinho. Ela explicou que o pet sempre fica muito #chateado quando não está ao seu lado.

Pelo Facebook, moradores da região contaram que o cachorro, que se chama Dimond, é muito bem tratado e “mimado como um anjo ou uma criança”. E revelaram que essa não é a primeira vez que o bravinho se descontrola no banco do motorista: vários usuários relataram que já viram Dimond dando suas buzinadas por aí.

O canal de TV WSYX ABC 6, que publicou a história, garantiu que o cão ficou poucos minutos sozinho. Mas é sempre bom lembrar que essa não é uma boa ideia. Além de sofrer com calor, o animal pode ser roubado,  caso levem o carro.


Com informações Correiobraziliense
bicharada@cidadeverde.com

Posts anteriores