Cidadeverde.com

Perdido da mãe, filhote de peixe-boi encalha em praia de Luís Correia

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

 

Um filhote de peixe-boi encalhou entre as praias de Atalaia e Peito de Moça, em Luís Correia, município do litoral piauiense. O animal estava vivo e foi encontrado por turistas no fim de semana. Liliana Sousa, coordenadora do projeto Pesca Solidária, acredita que a espécie marinha tenha se perdido da mãe e por isso foi parar na praia após ser levado pela correnteza. 

"A gente acredita que a fêmea pariu em alto mar, uma vez que a espécie procura águas mais tranquilas, protegidas por manguezais para dar à luz. A mãe deve ter parido no mar e o filhote acabou se desprendendo, sendo levado pela correnteza e acabou encalhando. Com certeza, a mãe ficou à sua procura", acredita Sousa.

O filhote teria menos de um mês de idade e ainda estava com o cordão umbilical. Por se tratar de um 'bebê', o animal ficará em cativeiro por cerca de dois anos. 

"Ele não sabe procurar alimento e nem nadar ainda. A mãe é que tem esse cuidado parental. Se a mãe não tá, os técnicos têm que fazer o trabalho inteiro até o momento que ele possa se alimentar sozinho para ser reintroduzido no mar. Ter encontrado um filhote vivo foi um registro histórico. Isso nunca aconteceu antes. Já tivemos dois encalhes de animais mortos, mas filhote vivo foi a primeira vez.", disse a coordenadora do projeto. 

Liliana Sousa conta ainda que os próprios turistas reintroduziram o filhote na água, mas ele acabou encalhando novamente, até ser resgatado por uma equipe do projeto. Recentemente, um outro peixe-boi foi encalhou no litoral do Piauí, mas estava morto. A coordenadora do projeto diz que a situação é preocupante e que, cada vez menos, tem se percebido a presença de peixes-bois no estuário de Timonha e Ubatuba ( PI/CE). 

"O encalhe de um filhote triplica essa preocupação e aumenta os esforços para a conservação da espécie. O estuário Timonha e Ubatuba é considerado o mais bem preservado do Brasil e abriga diversas espécies ameaçadas de extinção, mas temos observados fluxo de embarcação de médio e grande porte em uma área considerada prioritária para conservação dessas espécies. Isso pode estar afugentando os animais para áreas mais desprotegidas, que acabam parindo em alto mar, ocasionando o encalhe de seus filhotes por não conseguirem nada", alerta Liliana Souza que orienta como proceder ao encontrar um peixe-boi encalhado vivo ou morto.

Animal vivo

-Se aproxime devagar, com cuidado para não assustá-lo;
-Certifique-se de que o animal esteja respirando e se mexendo;
-Informe imediatamente ao órgão atuante na região;
-Proteja-o do sol, fazendo uma sombra, molhe a pele sempre, tomando cuidado para não cobrir as narinas;
-Cuidado para não jogar água nas narinas, quando estas estiverem abertas;
-Afaste os curiosos. Chame policiais e bombeiros caso necessário;
-Não devolva o animal para o mar;
-Não alimente.

Animal morto

-Aproxime-se e veja se o animal respira ou se mexe;
-Informe imediatamente ao órgão atuante na região;
-Não toque-o;
-Se for captura acidental, leve-o para a praia.

 

bicharada@cidadeverde.com