Cidadeverde.com

Cavalo esfaqueado comove moradores no Grande Dirceu

  • e94d8919-e7e8-42a8-ba16-a23b902aa6fc.jpg Cavalo esfaqueado no peito comove moradores no Novo Horizonte
  • ce4e74ae-2297-4878-8225-9c7400dc9089.jpg Cavalo esfaqueado no peito comove moradores no Novo Horizonte
  • c7e704ab-6f28-41ad-9be3-c84bb031c8b0.jpg Cavalo esfaqueado no peito comove moradores no Novo Horizonte
  • b5ec8866-a01a-41ef-8f85-4d6b44054c4c.jpg Cavalo esfaqueado no peito comove moradores no Novo Horizonte

Maria Romero e Graciane Sousa
bicharada@cidadeverde.com

Um cavalo- que já foi batizado de Abandonado- apareceu há cerca de uma semana na praça do Novo Horizonte, localizada na rua Jaime Fortes, região do Grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina. A situação tem comovido moradores do bairro, porque o animal apresenta um enorme ferimento no peito e há a suspeita de que ele tenha sido esfaqueado. 

"Isso é uma perversidade. Se você não quer ou não gosta, deixa o animal no canto dele. Não faça maldade", disse uma moradora que não quis se identificar. 

Ribamar Ribeiro, supervisor de gráfica, é quem tem cuidado do Abandonado. Ele comprou uma medicação e tem aplicado vários vezes ao dia no ferimento, embora o animal não aceite bem a aproximação. 

"Ele tenta virar de costas e me dar um coice, mas é porque ele deve estar sentindo muita dor. Agora é que ele está melhorando, porque eu não aguento ver isso e estou tentando tratar pra ele ficar bom, usando um antiséptico e cicatrizante", disse Ribeiro. 

O morador conta que é comum aparecer cavalos, jumentos, cães e gatos vítimas de maus-tratos na região. Ele atribui as ações violentas, principalmente, a usuários de entorpecentes. 

"Esse pessoal usa drogas, sai na rua e maltrata o que vê pela frente. Aqui é comum ver cachorro ferido com faca", disse. 

Ribamar informou ainda que vizinhos chegaram a ligar para o Centro de Zoonoses, mas até o momento não obtiveram resposta. 

Apesar do ferimento, o animal está aparentemente saudável, caminha normalmente e está se alimentando e bebendo água sem dificuldades. Não há informações sobre o antigo dono do cavalo. 

 

bicharada@cidadeverde.com