Cidadeverde.com

'Cavalos de lata' podem substituir jumentos em carroças no Piauí

Modelo simnilar ao que poderá ser adotado no Piauí 

O projeto que proíbe a utilização de asininos (jumentos) como propulsores de veículos movidos à tração animal já está tramitando na Câmara de Vereadores de Teresina para em seguida ser votado em plenário.
 
O texto do projeto Nº 74/2017, prevê a substituição dos veículos movidos à tração animal pelo chamado cavalo de lata, que é um veículo com estrutura metálica com carroceria para levar o lixo com a finalidade de acabar com a exploração dos animais e qualificar o trabalho dos catadores. 

Pelo projeto, o veículo, assim como a capacitação para seu uso, será subsidiado pelo município. A fiscalização da lei será realizada pelos órgãos competentes do executivo municipal. O animal que for encontrado sendo utilizado em carroças será retido pelo agente fiscalizador, que acionará o Centro de Zoonoses para recolhimento. O projeto prevê, ainda, multa a ser estabelecida pela prefeitura em caso de reincidência.
 
“O que não podemos mais permitir são os maus-tratos a esses animais, que são abandonados, machucados e muitas vezes desnutridos quando não têm mais força para suportar o peso da carroça. O executivo pode investir em qualificação ou até em subsidiar quem trabalha com carroça para que possam usar outros meios e trabalhar sem utilizar os asininos”, conclui a vereadora Teresa Britto, autora do projeto. 

 

bicharada@cidadeverde.com