Cidadeverde.com

CCJ começa atividades nesta terça e deve definir relatoria para projetos

 

A Assembleia Legislativa do Piauí instalou hoje (03) a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O deputado  Evaldo Gomes (PTC) foi escolhido como presidente. Como meta o novo presidente destacou dar continuidade aos trabalhos, evitando acúmulos de projetos, e principalmente discutir amplamente as matérias. A primeira reunião da CCJ está marcada para esta terça (07). As matérias que serão impressindíveis para que o governador Wellington Dias, sacramentre sua reforma politica-adminitrativada devem passar pela Comissão, como as criação das nove Coordenadorias de Programas e Investimentos Estratégicos e a criação da Fundação Hospitalar do Estado. O primeiro passo é determinar a relatoria das matérias.  

Por compor a segunda maior bancada na Assembleia, Evaldo Gomes assume a principal comissão da Casa, a CCJ, por onde passam todos os projetos que tramitam no lesgilativo. A CCJ analisa a legalidade de todas as matérias. Ele assume a função após um acordo entre partidos que formaram um bloco desde o início do ano legislativo.  “Fico feliz pela confiança dos colegas deputados. Tenho um bom relacionamento com todos, de todos os partidos. Nos do PTC fizemos um bloco formado pelo PP e pelo PTB, com cinco parlamentares.  Como o PMDB possui 6 deputados, nós ficamos em segundo lugar, com 5. E, naturalmente, entramos em entendimento pela CCJ e meu nome foi o indicado do bloco”, afirmou Evaldo.

São os membros titulares: deputados Evaldo Gomes (PTC) – presidente, Edson Ferreira (PSD) – vice-presidente, Antônio Uchoa (PRTB), João Mádison (PMDB), Gustavo Neiva (PSB), Aluísio Martins (PT) e Firmino Paulo (PSDB). Foram eleitos suplentes os deputados: Liziê Coelho (PTB), Antônio Félix (PSD), Fernando Monteiro (PRTB), Severo Eulálio (PMDB), Rubem Martins (PSB), Marden Menezes (PSDB) e João de Deus (PT).