Cidadeverde.com

Ciro Nogueira acha natural Margarete Coelho pleitear reeleição como vice

A posição da vice governadora Margarete Coelho em defender seu nome para  a reeleição como vice de Wellington Dias em 2018, pode abrir uma nova frente de atrito com o PMDB, mas foi bem vistas pela direção do seu partido o PP. No final de semana os pemedebistas lançaram o nome do deputado estadual Themístocles Filho, presidente da Assembleia como um dos nomes para compor a chapa de vice-governador na chapa de Wellington Dias para 2018.

O posicionamento de Margarete Coelho foi considerado normal pelo senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP. Ele afirmou que mesmo entendendo a posição de Margarete, só vai conversar sobre eleições no ano de 2018. "Eu tenho um acerto com governador que só discuto com ele a eleição e o restante da composição da chapa, vice e a outra vaga  de senador vamos discutir em 2018", afirmou.

"Eu acho mais que justo a vice goveradnro pleitear a sua reeleição",  e segundo senador é perfeitamente normal que tanto Margarete Coelho como a senadora Regina Sousa desejem concorrer à reeleição aos cargos que exercem atualmente. "A senadora Regina Sousa já manifestou a sua vontade de concorrer à reeleição ao Senado". Mas o senador, deixou bem claro que o compromisso firmado com governador Wellington Dias é claro: a discussão sobre eleições deve acontecer somente em 2018. E segundo ele, o que está fechado segundo senador é que o Wellington Dias será candidato à reeleição para o Governo do Estado que ele, Ciro Nogueira será candidato à reeleição para o Senado da República.

Ciro Nogueira acha que não há problema  do seu partido o  PP indicar candidato a vice e um candidato a senador para chapa majoritária de 2018, desde que haja respaldo dentro da coligação para isso. " O PP é o partido para o PP hoje é o maior partido no estado do Piauí foi o que mais cresceu nas últimas eleições, se for possível e se couber dentro da coligação é perfeitamente viável essa montagem", mas o senador afirmou que pactuou com Wellington Dias só discutir isso no ano que vem.