Cidadeverde.com

Secretaria de Segurança instala 19º Batalhão Polícia Militar em Bom Jesus

  • 3ca81a93-1070-4cc7-a7e5-4862d17a2c1c.jpg Divulgação
  • 79fceb11-da1e-4e74-bc6b-4713a4d7177a.jpg Divulgação
  • 9b2a5e70-4811-49c7-88c2-b0a2ab4e21de.jpg Divulgação
  • 4d0392eb-62ed-4af9-b6be-6e98185dcc45.jpg Divulgação
  • b31bdbe5-e3c5-4bc5-9e1c-b6aa5fca1afb.jpg Divulgação
  • b320fdfc-5fe6-49bc-8082-b120e0f627bb.jpg Divulgação
  • fd7659d5-69f9-462a-ae0c-e7417bf99898.jpg Divulgação
  • 86338b57-aa37-4ca4-b6db-ae43be2a6476.jpg Divulgação
  • 228ba49b-93f2-4a4c-8bf0-b07c5cfe01dd.jpg Divulgação
  • 06df32be-de83-442a-bc2e-9112de84561a.jpg Divulgação
  • 9319e481-63e5-45d2-b32f-cad295bda19d.jpg Divulgação
  • 40bb4587-b774-4de6-94ab-64add997ae58.jpg Divulgação
  • e3f39e07-68c2-44b7-bf6a-91190beacf28.jpg Divulgação

O Secretário de Segurança e o Comandante da PMPI comemoraram o Dia do Soldado em Bom Jesus com a instalação do 19° Batalhão de Polícia Militar e a entrega de nova viatura para a Polícia Civil. A solenidade foi prestigiada por representantes municipais dos poderes executivo, legislativo e judiciário, além de crianças do Pelotão Mirim e de escolas públicas e particulares.

O secretário Fábio Abreu parabenizou os policiais pela data e lembrou da importância do Batalhão para a região.

"A 2a CIA fazia parte do 7° BPM e agora foi elevada a Batalhão sob o comando do Major Evandro Gomes. Temos aqui 68 PMs, mas o efetivo receberá 10 novos policiais para atender Bom Jesus e os demais municípios da região. 

Por determinação do Governador Wellington Dias estamos descentralizando as ações da segurança. Iniciamos com a instalação dos BPMs de José de Freitas, Água Branca, Paulistana e agora Bom Jesus, além da Companhia de Piracuruca. Isso implica em mais efetivo e respostas mais rápidas às demandas", disse o Secretário.

O Comandante Geral da PMPI ressaltou a parceria com a SSP-PI e o apoio do Governador. O Cel Carlos Augusto também parabenizou a tropa informando que solicitou novo concurso público para Polícia Militar.

"Entregamos ao Governador Wellington Dias a solicitação de concurso para 500 vagas na PMPI em 2017.  

Nesta gestão já contratamos 724 novos Policiais Militares e entregamos 136 viaturas, apenas no interior do Estado. Estamos fazendo todo o esforço para dar mais segurança à sociedade, mas também melhores condições de trabalho para a tropa, como acontece hoje com a instalação do 19°BPM de Bom Jesus", afirmou.

Em seguida, Fábio Abreu visitou a delegacia de Bom Jesus, onde fez a entrega de uma viatura e confirmou reforço para Polícia Civil, elogiando a gestão do titular da DPC, que reformou toda a estrutura do local. O delegado Aldely Fontinele agradeceu o apoio do secretário e da Delegacia Geral.

"É com alegria que recebemos esta viatura de grande porte para facilitar nossas incursões nos cerrados. Agora, vamos poder contar com mais um delegado para dinamizar ainda mais nossas ações", concluiu o delegado.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia tomam posse

Os novos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia  para o biênio 2016-2018 tomaram posse nesta quarta-feira (17), no auditório da Câmara Municipal de Bom Jesus. Foram eleitos trinta representantes, assim distribuídos: dez membros representantes do segmento de usuários de água; dez do poder público e dez da sociedade civil. A solenidade de posse foi presidida pelo secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ziza Carvalho, que reconduziu ao cargo de presidente, o secretário municipal do Meio Ambiente de Bom Jesus, Ariderson Alves de Moura, que já havia sido eleito em 2014, na primeira gestão do comitê e reeleito este ano.

Com a participação de representantes de vários municípios, a solenidade foi a oportunidade para que Ziza Carvalho enfatizasse a importância do trabalho dos gestores municipais no gerenciamento dos recursos hídricos no Piauí. “A Semar, como órgão do Governo do Estado responsável pela gestão das águas, está sempre procurando meios de, se não resolver,  mas pelo menos minimizar os efeitos da escassez e desperdício de água. No entanto, é preciso um bom gerenciamento nos municípios e atuação no desenvolvimento de programas de educação ambiental. Os comitês de bacias é um dispositivo que a sociedade dispõe para disciplinar o uso da água. A Semar estará aberta para total apoio aos gestores e às comissões”, ressalta o gestor.

O comitê tem grande importância para as discussões sobre os problemas da bacia hidrográfica a qual representa e os membros que tomaram posse terão que renovar o trabalho que já vem sendo desenvolvido. Novas discussões e ações devem ser implementadas no sentido de buscar meios para amenizar os efeitos da escassez de água.

De acordo com o novo presidente, o comitê será o espaço onde, efetivamente, os setores da sociedade se reúnam para tratar sobre os problemas que enfrentamos na região. “Temos a garantia da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí para que as ações à frente do comitê aconteçam a contento”, disse Ariderson Alves de Moura.

O comitê

O comitê de bacia tem como finalidade reunir órgãos do poder público, sociedade civil e usuários de água para planejar o uso dos recursos hídricos na área de abrangência da bacia. Formado em igual número por representantes governamentais e da sociedade, constitui-se de um verdadeiro parlamento das águas, onde os usuários de recursos hídricos, instituições de ensino e pesquisa, associações comunitárias, empresas operadoras de sistemas de saneamento, prefeituras e órgãos estaduais com atuação na área de recursos hídricos debatem e decidem sobre a melhor forma de resolver os problemas e também apontam meios de preservação da bacia.

O Estado do Piauí apresenta uma divisão hidrográfica em 12 bacias ou regiões hidrográficas que deverão ter comitês de bacias, cuja ordem de prioridade em sua criação e instalação depende do diagnóstico das condições hídricas, do nível de conflitos pelo uso da água e das demandas da sociedade civil, usuários e instituições públicas com atuação local.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia foi criado por meio de decreto, em 22 de março de 2014. Este é o segundo comitê de bacia criado no Piauí. O primeiro foi o dos Rios Canindé-Piauí, no Semiárido do estado. Também está em processo de discussão a criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Parnaíba, que abrange os estados do Piauí, Maranhão e Ceará.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Bom Jesus tem três candidatos na disputa pela prefeitura

As eleições de Bom Jesus, município a 632 km de Teresina prometem trazer a tona rivalidades antigas e devem ser acirradas na região conhecida como a última fronteira agrícola do Piauí. O atual prefeito Marcos Elvas (PSDB) concorre a reeleição na chapa "Bom Jesus Seguindo em Frente", com dez partidos coligados e tendo como vice a enfermeira Cláudia Bem-vindo.

"Avançar na educação é nossa meta. No resultado preliminar da prova Brasil as escolas tivemos 20% das escolas no nível 4 que é um dos mais altos, e agora nosso objetivo principal é avançar", declarou o candidato.

Prefeito de Bom Jesus por oito anos Alcindo Piauilino, o Dr. Alcindo (PP), volta a concorrer as eleições com um plano de governo bem recheado. Segundo ele a educação municipal precisa ser recuperada e o assunto também promete ser um dos primeiros temas abordados em uma futura gestão caso eleito. Outro assunto relevante para Alcindo é a pavimentação do município.

"O grande deficit de Bom Jesus é a pavimentação e foi feita uma rua e meia de calçamento nessa administração e aí o deficit ficou bem grande, investimento na segurança pública com o projeto cidade guardiã, mais a implantação da guarda municipal", explicou  o candidato entre outros projetos.

E pela terceira vez o PSOL oferece um candidato como opção para as eleições municipais. O empresário Mazim, Lourismar de Oliveira Lima, da coligação "A Mudança que o Povo Quer" vem com chapa pura e pretende manter o foco na Saúde. A candidata  a vice-prefeita é a professora Jercina Clementino. "A saúde  aqui é muito crítica no que tange a saúde municipal, principalmente porque o o munciípio deixa muito a desejar, e essa deve ser uma das nossas bandeiras de campanha", pontuou Mazim.

O município tem este ano um total de cerca de 60 candidatos a vereador.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Coordenadoria da Mulher desenvolve ações em Bom Jesus e Pajeú do Piauí

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí – CEPM desenvolverá ações de assistência jurídica, social e psicológica nos municípios de Bom Jesus e Pajeú do Piauí, nos dias 27 e 28 de julho. As atividades serão realizadas através das Unidades Móveis, que são ônibus adaptados da Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência do Campo e da Floresta, nas comunidades, Eugenopólis e Nova Esperança, das mencionadas e respectivas cidades.

Em parceria com a Coordenadoria Estadual da Juventude – Cojuv, da OAB-Secção-Piauí, da Secretaria do Trabalho, Emprego e Esporte – Setre, e dos órgãos de cada município, serão realizadas oficinas de artesanato e dança, cidadania e direito das mulheres, e de autonomia e empoderamento, bem como, serão ofertados atendimentos, psicológico e social para as mulheres. As crianças também participarão das atividades, através do projeto “Quem Ama Abraça Fazendo Escola”, desenvolvido pelo CRM- Francisca Trindade.

De acordo com a gerente de promoção da autonomia das mulheres, Conceição Silva, as equipes irão reforçar a importância de denúncias de casos de violência contra as mulheres, por meio de rodas de diálogo e palestras.

“Iremos distribuir material informativo e educativo sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres. Conversaremos com estas mulheres com o objetivo de esclarecer a respeito de suas dúvidas quanto aos seus direitos, além disso, reforçaremos o uso do número 180 que atende às denúncias de violência”, disse a gerente.


Da Redação
redacao@cidadeverde.com 

Coordenadoria da Mulher desenvolve ações em Bom Jesus e Pajeú do Piauí

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí (CEPM) desenvolverá ações de assistência jurídica, social e psicológica nos municípios de Bom Jesus e Pajeú do Piauí, nos dias 27 e 28 de julho. As atividades serão realizadas por meio das Unidades Móveis, que são ônibus adaptados da Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência do Campo e da Floresta, nas comunidades Eugenopólis, em Bom Jesus, e Nova Esperança, em Pajeú do Piauí.

Em parceria com a Coordenadoria Estadual da Juventude (Cojuv), OAB - Secção Piauí, Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) e órgãos de cada município, serão realizadas oficinas de artesanato e dança, cidadania e direito das mulheres, autonomia e empoderamento, bem como, serão ofertados atendimentos psicológico e social para as mulheres. As crianças também participarão das atividades, por meio do projeto “Quem Ama Abraça Fazendo Escola”, desenvolvido pelo Centro de Referência para as Mulheres Vítimas de Violência “Francisca Trindade” (CRM).

De acordo com a gerente de Promoção da Autonomia das Mulheres, Conceição Silva, as equipes irão reforçar a importância de denúncias de casos de violência contra as mulheres, por meio de rodas de diálogo, palestras e oficinas. “Iremos distribuir material informativo e educativo sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres. Conversaremos com estas mulheres com o objetivo de esclarecer a respeito de dúvidas quanto aos seus direitos, além disso, reforçaremos o uso do número 180 que atende às denúncias de violência”, diz a gerente.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Campus de Bom Jesus recebe seminário sobre Violência, Direito e Cidadania

O primeiro Seminário “Violência, Direito e Cidadania”, promovido pela Universidade Estadual do Piauí, por meio da Pró-reitoria de Extensão, Assuntos Comunitários e Estudantis, aconteceu na última sexta (15), no Campus Dom José Vasquez Dias, no município de Bom Jesus.  O evento contou com o apoio do Ministério Público através do Núcleo de Defesa da Mulher Vítima de Violência-Nupevid.

 O seminário abordou questões relacionadas à mulher no cotidiano, ligadas ao feminicídio, violência doméstica, estupro, e outras violências às quais o público feminino é submetido, conforme informações do Pró-reitor de Extensão, prof. dr. Raimundo Dutra. “Baseados na legislação brasileira, apresentamos os instrumentos que garantem o direito da mulher à proteção, ferramentas dos órgãos governamentais no combate às práticas, como também no atendimento e acompanhamento da mulher violentada. ”, explicou.

O público pôde acompanhar as palestras da Promotora de Justiça e coordenadora do Nupevid, Amparo Paz, sobre “Violência contra Mulher”, e da coordenadora estadual do Forúm das Mulheres no Mercosul, Joselda Nery, sobre “Direito e Cidadania”. Participaram também das discussões os órgãos representativos da comunidade: o Centro de Referência em Assistência Social-CRAS, a Coordenadoria de Mulheres de Bom Jesus e o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher do município, além de partidos políticos.

Amparo Paz falou que é essencial desconstruir a cultura do machismo e da violência contra mulher nesses espaços de diálogo.  “A comunidade vai ser multiplicadora desses temas expostos, promovendo uma cultura de paz e igualdade de gênero”, destacou.

Um fator positivo apontado pelo Pró-reitor Raimundo Dutra foi a grande participação de homens no evento. “ Eles estavam participando de forma ativa nas discussões. Mais uma vez, isso mostra que é uma preocupação de toda sociedade. E a população masculina tem entendido que deve se preocupar com esse problema”, afirmou.

Outros campi receberão o seminário ainda este ano:

Campus Heróis do Jenipapo, em Campo Maior: agosto
Campus Antônio Geovane Alves de Sousa, em Piripiri: setembro
Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina: outubro.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Polícia apreende quase 200 kg de maconha em assoalho de van

  • bc381413-2a86-4ba3-893f-bb2d058f9546_(1).jpg Polícia Civil do Piauí
  • 57cb6861-b7cb-4c58-bbf6-9e1c725056b7.jpg Polícia Civil do Piauí
  • ff59dd31-9f95-4921-9a5b-277b74df90331.jpg Polícia Civil do Piauí
  • 19b9bac9-e5fb-48d6-b75a-e7523f461467.jpg Polícia Civil do Piauí
  • 23950a51-5df0-4245-8069-70e5cf6488f6.jpg Polícia Civil do Piauí
  • 73787944-0b77-4b15-be89-2d9604ff2392.jpg Polícia Civil do Piauí
  • b2b0b224-bc0e-407f-a554-6eea94a465d7.jpg Polícia Civil do Piauí
  • b6ccc45f-2af6-4543-af16-1778016df883.jpg Polícia Civil do Piauí
  • bf08a99a-fdf6-4b53-905e-ea576a2e3d47.jpg Polícia Civil do Piauí
  • ff59dd31-9f95-4921-9a5b-277b74df9033.jpg Polícia Civil do Piauí

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) apreendeu quase 200 quilos de maconha dentro de uma van na BR-135, no município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina. A apreensão ocorreu por volta das 6h, desta sexta-feira (15). De acordo com o titular da Delegacia de Bom Jesus, Aldely Fonteneli, o entorpecente estava escondido no assoalho do veículo. 

Dois homens- que não tiveram a identidade revelada- foram presos e serão encaminhados para Teresina. A operação foi comandanda pelos delegados Carlos César Camelo, coordenador do Greco, e Genival Vilela. 

"A placa da van tem placa de Maracanaú- CE e ainda será apurado se a droga seria levada para Teresina-PI ou Fortaleza-CE. Os dois vinham da cidade de Rendenção do Gurguéia-PI e abordagem ocorreu na BR-135. Há informações de que esse entorpecente possa ter vindo da Bolívia", disse Aldely Fonteneli, que deu apoio a operação. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Sem exame de DNA, juiz adia sentença sobre estupro coletivo em Bom Jesus

Após ouvir testemunhas de acusação e de defesa, o juiz de Bom Jesus, Heliomar Rios Ferreira decidiu nesta terça-feira (12) adiar a sentença contra os quatros adolescentes suspeitos de estupro coletivo na cidade.

Hoje, após 4 horas de audiência de instrução e julgamento, encerrando por volta das 15h30, o juiz anunciou que aguardará o resultado do exame de DNA para sentenciar os envolvidos.

O material foi colhido e enviado a um laboratório da Paraíba. Não tem prazo de quando sairá o resultado. 

Cerca de oito pessoas foram ouvidas hoje no fórum de Bom Jesus. A primeira a prestar depoimento foi à vítima, a jovem de 17 anos. Ela reafirmou que não lembra do que aconteceu, pois estava em coma alcoólico. No dia 20 de maio, a adolescente foi encontrada seminua e amordaçada em uma obra em construção no Centro da cidade.

Além da vítima foram ouvidos Roberto Silva de Sousa, de 18 anos, o policial que fez o atendimento, psicólogos, médicos peritos e duas pessoas que socorreram a vítima.

“Não foi anunciada nenhuma decisão, pois o juiz vai aguardar o resultado do DNA”, informou Osório Filho, que defende dois adolescentes.

Durante a audiência, Osório Filho requereu um laudo com base em depoimento do maior. Ao falar para o juiz, o rapaz informou que durante o crime a vítima teria mordido a parte íntima de um dos menores. Segundo o advogado, o exame foi feito e deu negativo.

O advogado esclareceu ainda que os menores não negaram a realização do exame de DNA. Segundo ele, não havia informação sobre o motivo da mudança de Pernambuco para a Paraíba realizar os testes, mas após esclarecimento foi consentido à retirada do material.

Com o resultado do DNA em mãos, o juiz dará prazo para a acusação e defesa apresentarem suas alegações. Em seguida dará uma sentença condenatória ou inocentando os adolescentes.

 

Atualizada às 13h01

O julgamento do estupro coletivo contra a jovem de 17 anos em Bom Jesus segue sem o resultado do exame de DNA, teste que ajudará na confirmação do crime. 

Na última audiência, os quatro adolescentes suspeitos de participação no crime, autorizaram a realização do exame, no entanto, voltaram atrás e negaram o teste.

Diante da resistência, o juiz Heliomar Rios ordenou que o exame seja feito. A polícia já coletou o material e encaminhou para laboratório em Parnaíba.

 

Atualizada às 10h

O juiz de Bom Jesus, Heliomar Rios Ferreira iniciou por volta das 9h30 desta terça-feira (12) a audiência de instrução e julgamento do caso do estupro coletivo contra uma jovem de 17 anos. 

Durante o julgamento, o juiz e o promotor de justiça, Eduardo Palácio, ouvirá pela primeira vez a vítima. A jovem prestará depoimento em local separado dentro do fórum da cidade. Ela está acompanha da tia e da advogada.

Os quatros adolescentes suspeito do estupro também se encontram no fórum para participar do julgamento.

Durante a audiência, serão ouvidas as testemunhas do Ministério Público e da defesa. 

No último dia 20 de maio deste ano, a jovem foi encontrada amordaçada e com a boca cheia de pedaços de isopor para evitar que gritasse por socorro. Ela estava no chão em uma obra em construção no Centro da cidade. Seu pescoço estava mordido e amarrado com a própria roupa. Havia lesões nas mãos, cotovelos e costas. Ela foi socorrida por uma pessoa que morava próximo e levada desacordada para o Hospital da cidade.

Os detalhes do crime ela não lembra, tudo aconteceu com a vítima desmaiada. O relato acima é feito pela polícia após colher depoimentos da equipe médica, que atendeu a jovem, e do rapaz que a encontrou no dia do crime.

Todos foram chamados para prestarem depoimentos em juízo.

Aguarde mais informações

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Na véspera de julgamento, MPE nomeia promotor para acompanhar caso de estupro

 

Atualizada às 11h

A Procuradoria Geral de Justiça confirmou nesta segunda-feira (11) ao Cidadeverde.com que nomeou o promotor de Justiça, Eduardo Palácio, para acompanhar o julgamento do estupro coletivo em Bom Jesus. Até às 9h da manhã de hoje, o processo estava sem promotor. Com o afastamento da promotora Gabriela Almeida Santana, o caso já foi acompanhado por dois promotores diferentes. Na última audiência, o promotor foi Francisco Santiago.

Atualizada às 9h

A indefinição sobre que promotor acompanhará o caso do estupro coletivo em Bom Jesus (632 km de Teresina) pode prejudicar o processo. O juiz Heliomar Rios marcou julgamento para amanhã (12) no fórum da cidade, mas segundo apurou o Cidadeverde.com o caso está sem promotor.

Gabriela Almeida, promotora nomeada para o caso, falou ao site que não irá acompanhar o processo e que o procurador geral de Justiça irá designar outro colega.

“Será designado outro promotor e eu não estando na comarca fica complicado”, disse Gabriela Almeida que responde pelas comarcas de Pimenteiras e São Raimundo Nonato.

O Cidadeverde.com entrou em contato com o Ministério Público de Bom Jesus e foi informado ainda não foi designado nenhum promotor para acompanhar o caso do estupro coletivo, marcado para amanhã.

A Polícia Civil do Piauí investiga se uma jovem de 17 anos foi vítima de um estupro coletivo em Bom. Para o delegado que apura o caso, não há dúvidas de que quatro menores de idade e um rapaz de 18 anos violentaram a menina. Ele aguarda os resultados de exames de DNA para comprovar o crime coletivo.

A jovem de Bom Jesus foi encontrada seminua e amordaçada com a própria roupa no dia 20 de maio, numa construção no centro da cidade.

 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Polícia Civil apreende máquinas "caça-níquel" em Bom Jesus

A Polícia Civil do Estado do Piauí, após inúmeras denúncias e levantamentos, apreendeu máquinas “caça-níquel”, dentre outros materiais, em dois estabelecimentos comerciais na cidade de Bom Jesus (632 km de Teresina) que exploravam jogos de azar durante muito tempo. 

Diante disso, os homens identificados como Gilmar Paes de Miranda e Gesimar Alves da Silva foram conduzidos à Delegacia Regional de Bom Jesus e prestaram esclarecimentos sobre as atividades ilícitas. 

Segundo o delegado titular de Bom Jesus, Aldely Fontineli, as máquinas “caça-níqueis” eram de propriedade de um terceiro contraventor, possivelmente de Canto do Buriti (405 km de Teresina), que as entregou sob a condição de perceber parte dos lucros gerados por elas. 

"A Delegacia Regional de Bom Jesus continuará fiscalizando e inibindo a exploração da jogatina ilícita", declarou o delegado.

 

Com informações da Polícia Civil
redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores