Ministério Público empossa novos promotores de quatro cidades

A Procuradoria Geral de Justiça do Piauí (PGJ) realizou, nesta segunda-feira (20), a solenidade de posse dos promotores de Justiça substitutos Leonardo Monteiro, Fabrícia de Oliveira, Edgar Bandeira Filho e Gerson Pereira. Eles assumirão as comarcas de Bom Jesus, Uruçuí, Monte Alegre e Gilbués.

Fotos: Divulgação
 
Durante a solenidade, que foi realizada na sede da PGJ e conduzida pelo procurador geral de Justiça em exercício, Luís Francisco Ribeiro, os empossados realizaram a assinatura do termo de posse e o juramento oficial. O novo promotor Gerson Pereira discursou representando os colegas.
 

“Escolhemos a importante missão de ser promotor porque não conseguimos viver com o desrespeito aos direitos básicos do cidadão. O cargo no qual agora tomamos posse não nos tira a condição de cidadão comum pertencente à sociedade e sensível aos problemas da comunidade, mas nos torna protagonistas da restauração da ordem”, destacou Gerson Pereira.
 

Após a solenidade, os novos promotores de Justiça participaram de uma palestra sobre o perfil do Ministério Público. O presidente da APMP, Paulo Rubens Parente Rebouças, ministrou a palestra, que faz parte do curso de adaptação realizado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), com aulas até a próxima quinta-feira (23).

 
Durante a palestra, o Paulo Rubens destacou a necessidade de ações efetivas do MP para o combate da criminalidade. “O MP passou a ser um burocrata em processo penal. Não está correta a atuação de pegar um processo e passá-lo para frente. Precisamos de ações conjuntas que revertam o quadro de criminalidade em nosso país”, enfatizou o promotor.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

MP aponta irregularidades e entra com ação para garantir reforma do presídio

A 1ª Promotoria de Justiça de Bom Jesus ajuizou ação civil pública contra o Estado do Piauí, após vistoria do Ministério Público na Penitenciária Regional de Bom Jesus. Segundo a Promotora de Justiça Gabriela Almeida de Santana, no local foram diagnosticadas várias irregularidades, entre estas, a superlotação, instalações precárias, celas insalubres e segurança falha. 

De acordo com a representante do MP, o presídio tem capacidade para 76 detentos, mas atualmente abriga 164, sendo que 115 são presos provisórios. Gabriela Diniz aponta também a manutenção de presos provisórios com detentos condenados por sentença definitiva, como outro grave problema.

“Os presos não são classificados segundo os antecedentes e a personalidade, o que dificulta a individualização da pena e, por consequência, a ressocialização, tendo em vista que presos condenados por crimes mais graves são mantidos na mesma cela daqueles que cometeram crimes mais leves, ou, até mesmo, daqueles que sequer foram condenados”, argumenta a Promotora de Justiça", disse a promotora ressaltando ainda que a situação situação desrespeita o Código Penal Brasileiro, as Regras Mínimas da ONU e a Convenção Americana de Direitos Humanos. 

A representante do Ministério Público destaca também deficiências na assistência material aos detentos, que consiste no fornecimento de alimentação, vestuário e instalações higiênicas. 

"As roupas de cama e uniformes estão em péssimo estado de conservação, o que se soma à situação das celas, onde ficam restos de lixo e de alimentos. A assistência à saúde também é deficiente, já que a farmácia do estabelecimento não conta com medicamentos básicos. Constatou-se também que não há um procedimento específico para troca de roupas de cama, de banho e o uniforme caso algum dos detentos seja acometido por doença", reitera.

De acordo com o MP, faltam materiais básicos para desenvolvimento de atividades educacionais e para o trabalho. A penitenciária tem uma padaria e um instrumento capaz de produzir leite de soja, mas ambos estão desativados. Atualmente, os presos desenvolvem um trabalho de artesanato, que consiste na confecção de pulseiras de linha, mas para Ministério Público, o serviço, além de não ter expressão econômica, não é passível de fiscalização e não viabiliza a efetiva capacitação dos detentos. 

“Aos presos – provisórios e definitivos – que se encontram recolhidos na Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Nunez, é negado o direito ao trabalho, e por conseguinte, a oportunidade de se capacitarem para a vida em sociedade”, declarou a promotora.

Outro tema crítico, segundo o MP, é a segurança. No presídio não há cercas eletrificadas, agentes penitenciários suficientes, armamentos, detectores de metais, rádios transmissores e coletes à prova de balas. 

"Falta ainda a instalação de tela de proteção, a fim de evitar fugas, mais câmeras de monitoramento", reitera Diniz. 

Na ação judicial, além de requerer a reforma imediata da penitenciária, o Ministério Público solicitou a ampliação da capacidade do presídio, bem como a transferência dos presos provisórios para a Penitenciária Regional de São Raimundo Nonato (PI).


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Homicidas e estupradores fogem de presídio no PI; Sete pulam teto

Presos da penitenciária Regional de Bom Jesus fugiram no início da tarde desta quinta-feira (2) pelo teto do presídio. Segundo o diretor do presídio, Gleidson da Silva Figueiredo, sete detentos conseguiram fugir do local.


Entre os foragidos estão Marcos Lene Abade do Nascimento, conhecido como Macaúba, acusados de vários crimes entre eles de assassinados e estupros em Bom Jesus.

O diretor Gleidson Figueiredo acrescenta que esta é a segunda vez que Macaúba consegue fugir do presídio. Ele informou que já solicitou da Secretaria de Justiça a colocação de telas, mas até agora não foi providenciado.

“A Polícia Militar e o grupo Tático estão na caça aos presos. Estou pessoalmente também procurando os foragidos”, disse Gleidson Figueiredo.
No presídio existem 170 presos quando a capacidade é para apenas 70.  
 
Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com
  

PF impede sequestro de filhos de gerente e assalto ao Banco do Brasil

A Polícia Federal conseguiu abortar um assalto que seria realizado ao Banco do Brasil do município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina. Os criminosos planejavam sequestrar os filhos da gerente da agência bancária para obrigá-la a entregar o dinheiro. Três suspeitos foram presos em um hotel e identificados pela Polícia como Paulo Pinto Barbosa, Marcos Antônio Meneses Silva e Carlos Frederico Guimarães Filho.

A ação da PF contou com o auxílio da Polícia Militar de Bom Jesus que informou que o sequestro deveria ter ocorrido na noite desta quarta-feira (01).

"Eles ficaram de 7h da manhã de ontem à meia-noite rondando a casa da gerente, mas sob comando da PF retiramos toda a família da residência, sem levantar suspeitas dos bandidos. Quando eles passaram pelo local, estava tudo escuro e acreditamos que o plano seria executado na noite de hoje. Eles sequestrariam as duas crianças para forçá-la a ir ao banco para levar todo o dinheiro", disse a PM.

Os acusados ainda não tiveram a identidade revelada e foram presos na madrugada desta quinta-feira (02), em um hotel. No local foram encontrados maçarico, máscara de proteção, macaco hidráulico, lona e dois veículos com suspeita de restrição de roubo, que estão sendo periciados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

A modalidade de crime pretendida pelo trio é conhecida como "Sapatinho", que consiste no sequestro de pessoas para posterior retirada de dinheiro.  Um caso semelhante ocorreu no município de Água Branca, a 98 km de Teresina, onde vizinhos, esposa e filho do gerente foram sequestrados e mantidos reféns por cerca de 15h. Os criminosos teriam levado R$ 678 mil da agência bancária. 

Atualizada às 14h40

A Polícia Federal, através de sua assessoria de imprensa, divulgou nota sobre a operação realizada na cidade de Bom Jesus que conseguiram impedir um assalto à agência do Banco do Brasil. 

A nota diz: 

A Polícia Federal no Estado do Piauí comunica que na madruga de hoje (02/10/2014) durante trabalhos de fiscalização decorrentes do período eleitoral abordou dois veículos suspeitos no município de Bom Jesus/PI e conseguiu prender três indivíduos de iniciais P. P. B., M. A. M. S. e C. F. G. F., oriundos dos Estados de Goiás e Tocantins, que estavam usando dois veículos roubados e com documentos falsos.

Nos veículos também foram encontradas ferramentas e equipamentos que seriam utilizados para assaltar a agência do Banco do Brasil no município.

A ação da Polícia Federal contou com o auxílio da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, cuja atuação conjunta possibilitou evitar uma ação criminosa contra uma instituição bancária.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil do município para a lavratura dos procedimentos legais, relativos aos crimes de receptação, uso de documento falso, posse de entorpecentes e associação criminosa.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Bandidos arrombam delegacia e levam armas e drogas

Bandidos arrombaram a Delegacia de Polícia Civil de Bom Jesus, a 632 km de Teresina. A ação criminosa ocorreu na madrugada desta terça-feira (10) e de acordo com o Delegado Regional Juciê dos Santos, um dos bandidos já foram identificados. 

"Por plantão temos apenas um policial e ele não percebeu a ação que só foi notada durante a manhã. Estamos em fase de investigação e apurando as circunstâncias", disse o delegado. 

Do prédio foram levados quatro revólveres sendo dois calibres 32 e dois 38, e ainda 36 pedras de crack que haviam sido apreendidas em operação. 

Juciê dos Santos não quis revelar detalhes sobre como os criminosos conseguiram arrombar e invadir a delegacia. 

"O foco deles era armas e drogas. Não chegaram a liberar nenhum dos presos", finaliza Juciê dos Santos. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Bandidos invadem banco pelo buraco do ar-condicionado e tentam arrombar cofre

O Banco do Nordeste do município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina, foi arrombado neste fim de semana. De acordo com informações do comandante da Polícia Militar na região, capitão Walter Pinto, os bandidos desligaram o alarme e tiveram acesso ao interior da agência após retirar o aparelho de ar-condicionado.


                              Fotos: Divulgação

O comandante explica que apesar do reforço do policiamento em razão do Festival de Rabeca, a agência não tem vigilante, o que facilitou a ação dos criminosos. 

"O alvo deles não eram caixas eletrônicos e sim o cofre, onde encontramos indícios de que eles teriam utilizado um maçarico, mas não conseguiram dinheiro. O arrombamento só foi percebido pela manhã, pois eles cortaram a eletricidade do local. O banco  está totalmente revirado", explica o capitão. 

De acordo com o comandante, a arma do viligante da agência bancária foi levada pelos bandidos. "O revólver calibre 38 estava em cima da mesa e eles se aproveitaram para levar a arma. O crime só foi percebido pela manhã quando o próprio vigilante chegou ao local e se deparou com a cena", reitera. 

Até o momento, ninguém foi identificado. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Multidão prestigia primeira noite do Festival da Rabeca

A Praça Nossa Senhora das Mercês ficou lotada durante a primeira noite do Festival da Rabeca, que ocorre em Bom Jesus, a 632 km de Teresina. O evento acontece até sábado (06) com atrações musicais e artísticas. De acordo com Polícia Militar, o evento reuniu cerca de 10 mil pessoas. 


A tradicional apresentação dos mestres rabequeiros com grandes clássicos da música nordestina atraiu a atenção do público durante a abertura do evento,  que contou com o grupo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Unicef. 

A cantora Patrícia Mellodi foi a atração principal da noite e subiu ao palco para apresentar sua nova turnê “Do outro lado da lua”. No repertório da artista, músicas como "Duas ou três coisas", "Noites em claro", "Últimas palavras" e "Motivos". 


“É sempre uma honra estar de volta. O público piauiense é muito caloroso e participativo e o festival a cada edição fica mais lindo. Muito obrigada pelo convite”, disse a cantora.

A cantora Taty Girl também empolgou a multidão com novos sucessos, além de interpretar canções do estilo conhecido como “forró das antigas”. A primeira noite do evento contou ainda com Lene Alves, Fábio & Cláudia e Dally Samba.




De acordo com o comandante da Polícia Militar na região, capitão Walter Pinto, policiais de Teresina estão em Bom Jesus para reforçar o policiamento. 

"Cerca de 20 policiais estão trabalhando por noite na praça da catedral. O Comando de Policiamento do Interior enviou reforços e estamos trabalhando para garantir a segurança durante todo o evento", destaca capitão Walter Pinto. 


Confira a programação para os próximos dias de festival



05.09 - Sexta-feira
 
19h - Mestres rabequeiros
21h - Orquestra  Parnaíba
22h - Jefferson Leite, Lilian Diniz
23h30 - Vando do Trombone  e Trombone e Cia
01h - Banda  Magníficos
03h - Clebinho dos Teclados
 
06.09 – Sábado
 
19h - Mestres rabequeiros
21h - Orquestra Acordes Do Campestre
22h - Mostra Oficina De Música Com Mestre Salim
23h - Forró Lance Novo
00h - Fabrícia E Banda
02h - Banda Pressão Total
 
 
Praça do Fórum
05.09 - Sexta-feira
 
17h30 - Dança
18h - Teatro “Quando o amor é assim e não assado”
18h30 - Companhia Cerrado de Teatro
 
06.09 – Sábado
 
17h30 - Dança
18h - Teatro “Maria feia”
18h30 - Mostra da oficina Clonw


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Sétima edição do Festival da Rabeca começa nesta quinta em Bom Jesus

Entre os próximos dias 4 e 6 de setembro, o município de Bom Jesus recebe a sétima edição do Festival da Rabeca. O evento reúne apresentações de dança, música, oficinas e pecas teatrais de vários grupos do Estado. Este ano as praças da Nossa Senhora das Mercês e do Fórum receberão as apresentações do Festival.


A rabeca, que é o violino produzido de forma artesanal, é um instrumento tradicional na região do Alto-Médio Gurgueia. De acordo com a produtora do Festival, Bid Lima, cerca de 10 mestres rabequeiros do Piauí e dos estados do Ceará, Goiás e Maranhão participarão do evento.

"A expectativa para essa edição é excelente, principalmente pelo bom número de mestres rabequeiros. Nesta edição teremos, também, várias outras atrações que valorizam a cultura popular do Estado", frisa.

Um dos idealizadores do festival, o deputado estadual Fabio Novo destaca as novidades para esta edição. "Quero parabenizar a organização desta edição pela diversidade nas apresentações. Além da rabeca teremos orquestra, forró, MPB, peças de teatro, dança e muitas outras atrações. Aproveitamos para convidar todos para prestigiar esse belíssimo evento”, conclui.

Confira a programação:

Praça Nossa Senhora das Mercês

04.09 – Quinta-feira

19h30 - Abertura oficial - grupo serviço de convivência e fortalecimento de vínculos – Unicef
20h30 - Mestres rabequeiros (Pedro da Rabeca , Valdecir Araújo, Mestre Erondino e Trio Chamego Mais , Mundico Silva  e Joaquim Carlota)
Convidados: Jefferson Leite, Lilian Diniz e Maquito
21h30 - Fábio e Cláudia
22h30 - Patricia Melody
23h30 - Lene Alves
00h30 - Taty Girl
02h30 - Pagode  Dally Samba

 
05.09 - Sexta-feira

19h - Mestres rabequeiros
21h - Orquestra  Parnaíba
22h - Jefferson Leite, Lilian Diniz
23h30 - Vando do Trombone  e Trombone e Cia
01h - Banda  Magníficos
03h - Clebinho dos Teclados

 
06.09 – Sábado

19h - Mestres rabequeiros
21h - Orquestra Acordes Do Campestre
22h - Mostra Oficina De Música Com Mestre Salim
23h - Forró Lance Novo
00h - Fabrícia E Banda
02h - Banda Pressão Total
 
Praça do Fórum

04.09 – Quinta-feira

17h30 - Dança
18h - Teatro “Palha assada”
18h30 - Companhia Cerrado de Dança
 
05.09 - Sexta-feira

17h30 - Dança
18h - Teatro “Quando o amor é assim e não assado”
18h30  Companhia Cerrado de Teatro

06.09 – Sábado

17h30 - Dança
18h - Teatro “Maria feia”
18h30 - Mostra da oficina Clonw

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Polícia busca acusado de furto que fugiu com algema em uma das mãos

A Polícia Civil do Piauí faz buscas para encontrar o homem identificado apenas como "Neo Paraibano", acusado de furto no município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina. Segundo José de Anchieta, chefe de investigação da 9ª Regional em Bom Jesus, o suspeito está com uma algema em uma das mãos, após ter fugido de uma abordagem da Polícia Militar.

O furto ocorreu no fim de semana, na frente de um bar no Bairro Cohab, no Centro do município. O acusado estava na companhia do irmão identificado como Fábio Paraibano e teria aproveitado um descuido da proprietária do bar para furtar sua motocicleta. 

"No dia seguinte ao furto, os familiares da esposa foram tentar localizar o veículo roubado e o encontraram em uma borracharia na cidade de Cristino Castro. A moto estava com o pneu furado e o borracheiro informou quem a teria deixado no local . A PM de Bom Jesus fez o levantamento das informações e conseguiu localizar a dupla", disse Anchieta. 

Durante a abordagem policial, o irmão tentou evitar a prisão de Neo Paraibano e arremessou uma cadeira contra uma policial militar. 

"Os policiais retornaram a Bom Jesus e, em seguida, voltaram para Cristino Castro com reforço de quatro viaturas e conseguiram apenas prender o Fabio Paraibano. O seu irmão saiu em disparada em um veículo e agora está sendo procurado. Ele ainda estava com a algema em uma das mãos", finaliza Anchieta. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com


Carro sem freio de mão desce e mata jovem que comprava gás

Um adolescente de 15 anos morreu atropelado por uma camionete no centro do município de Bom Jesus, a 632 km de Teresina. De acordo com informações da Polícia Civil, o condutor havia estacionado o carro e ido a uma metalúrgica, quando de repente o veículo desceu e atingiu o jovem que estava de costas.

                               Fotos: Portalshow1



O caso foi registrado neste sábado (17), na avenida Raimundo Santos. A vítima foi identificada apenas como "Jociel" e havia saído de casa para comprar um botijão de gás.

"O dono do carro é um servidor aposentado conhecido como Zé Garrinha e trabalha com serviço de frete. Ele havia estacionado o carro, que já era bastante velho e não tinha mais freio de mão, para pegar um portão e quando voltou a camionete já havia atropelado o garoto e o motorista saiu correndo", explica o chefe de investigação da Polícia Civil, da 9ª Regional em Bom Jesus, José de Anchieta.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, com o impacto do carro desgovernado, a vítima chegou a ser prensada contra uma árvore e em seguida caiu. Jociel ainda ficou cerca de 20 minutos a espera de uma ambulância do Samu e devido à demora, populares o transportaram em um carro de passeio ao Hospital Manoel de Sousa Santos, onde ele não resistiu e veio a óbito.


"Há um ano, o Zé Garrinha já havia se envolvido em um acidente entre os municípios de Bom Jesus e Curral, quando um motociclista veio a óbito", reitera Anchieta.

Revoltados com a morte do adolescente, moradores atearam fogo na camionete que havia sido levado ao pátio da delegacia. "Hoje de madrugada, o carro foi totalmente incendiado e por pouco o fogo não atingiu um carro que havia sido apreendido e também estava no local. Ainda não sabemos quem colocou fogo no carro. O proprietário da camionete continua foragido", finaliza o chefe de investigação.





Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores