Cidadeverde.com

Wilson assina decreto criando comitê de proteção do rio Gurguéia

O governador Wilson Martins e o secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hidricos (Semar), Dalton Macambira, assinaram neste sábado (22), às 8 horas, no auditório da Universidade Federal do Piauí, em Bom Jesus, decreto de criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia. Em reunião na última terça-feira (18), os membros do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH) aprovaram a indicação dos nomes dos membros que farão parte do comitê que tem como presidente o secretário do meio ambiente de Bom Jesus.


Para o governador, a criação deste segundo comitê possibilitará um melhor planejamento e uso da água no Estado. "A ideia é uma gestão compartilhada dos recursos hídricos do Estado, envolvendo toda a sociedade. A perspectiva também é que, apartir do comitê e das outras ações que o Governo vem desenvolvendo no setor, possamos tanto resolver os problemas relacionados à utlização da água, como preservar os manaciais e bacias", explica Wilson Martins.   

O comitê de bacia tem como finalidade reunir órgãos do poder público, sociedade civil e usuários de Água para planejar o uso dos recursos hídricos na área de abrangência da bacia. Formado em igual número por representantes governamentais e da sociedade, constitui-se de um verdadeiro parlamento das águas, onde os usuários de recursos hídricos, instituições de ensino e pesquisa, associações comunitárias, empresas operadoras de sistemas de saneamento, prefeituras e órgãos estaduais com atuação na área de recursos hídricos debatem e decidem sobre a melhor forma de resolver as dificuldades envolvendo o setor e também apontem os meios de preservação da bacia.

Segundo Dalton Macambira, “o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia faz parte de nossas ações em busca de melhorias na região do Semiárido, onde existe muito desperdício de água. O comitê é o espaço onde a sociedade, poder público e usuário de águas são consultados sobre toda e qualquer obra hídrica, seja na esfera estadual ou federal, envolvendo a bacia hidrográfica. Também é onde se debate e se propõe soluções para a preservação da bacia e também decidir sobre o uso das águas acumuladas nas barragens existentes no estado”.

O Estado do Piauí apresenta uma divisão hidrográfica em 12 bacias ou regiões hidrográficas que deverão ter comitês de bacias, cuja ordem de prioridade em sua criação e instalação depende do diagnóstico das condições hídricas, do nível de conflitos pelo uso da água e das demandas da sociedade civil, usuários e instituições públicas com atuação local. Este é o segundo comitê de bacia criado no Piauí. O primeiro foi o dos Rios Canindé-Piauí, no Semiárido do estado. Também está em processo de discussão, a criação do Comitê da Bacia do Rio Parnaíba.

Este é o segundo comitê de bacia criado no Piauí. O primeiro foi o dos Rios Canindé-Piauí, na região do Semiárido. Também está em processo de discussão, a criação do Comitê da Bacia do Rio Parnaíba.

Na programação da Semana da Água, o secretário Dalton Macambira e equipe técnica realizarão, na cidade de Oeiras, nesta sexta-feira (21), na Câmera Municipal, às 8h, reunião do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Canindé-Piauí. No dia 23, na cidade de Gilbués, a Semar realizará, às 8h, no Núcleo de Recuperação de Áreas Degradadas (Nuperade), a solenidade de conclusão da segunda etapa do trabalho de recuperação de áreas degradadas.

Na oportunidade, a Semar e Fundação Agente prestaram uma justa homenagem ao professor Luiz Gonzaga Carneiro. “O professor Luiz foi um dos idealizadores deste projeto. Seu trabalho foi primordial para conquistarmos êxito no Nuperade. O auditório do núcleo receberá seu nome”, ressalta o secretário.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Campus de Bom Jesus firma parceria no cerrado piauiense

Com a intenção de contribuir para o desenvolvimento e a consolidação da produção de grãos no Cerrado Piauiense, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio do Campus Professora Cinobelina Elvas do município de Bom Jesus, organizou uma comitiva-técnica formada por professores para percorrer algumas fazendas produtoras de grãos na cidade. As visitas tem o intuito de discutir com os produtores locais quais são os maiores desafios técnicos da produção de grãos nos Cerrados do Piauí e como a UFPI pode se inserir desenvolvendo novos conceitos que atendam à produção com características edafoclimáticas da região denominada MAPITOBA, formada pelos Estados do Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia.


A comitiva começou sua incursão pelo Cerrado visitando inicialmente a Fazenda Cantagalo, localizada no município de Baixa Grande, cujas atividades de produção de soja e milho tiveram início há três anos. A recepção do grupo de professores ficou a cargo do engenheiro agrônomo Deivid Carlos Signor que apresentara à comitiva dados históricos e técnicos acerca da fazenda e quais os maiores desafios para a consolidação das culturas de grãos no Cerrado Piauiense. Deivid Signor afirmou aos participantes que sua vinda ao Piauí devera-se à grande oportunidade profissional que a região tem apresentado nos últimos anos quanto à produção de soja e milho, compartilhando, ainda, seu visionamento quanto à produção de algodão como mais uma cultura que poderá fortalecer o agronegócio na região.

De acordo com a Prof.ª Dr.ª. Luciana Barboza, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia do Campus, "a visita superou as expectativas, haja vista a abertura do grupo gestor da fazenda quanto ao apoio e desenvolvimento de pesquisas em suas áreas de plantio. Pensando especificamente em minha área de pesquisa, o manejo integrado de pragas, pude vislumbrar a possibilidade de contribuir para a promoção de ações relacionadas ao controle de pragas, que hoje afeta fortemente a produção de grãos", disse.


Para o Diretor do Campus, Prof. Dr. Stélio Lima, que compusera a comitiva, "esta é uma ação que visa estabelecer parcerias entre a Universidade e o setor do Agronegócio Piauiense, com o propósito de respaldar técnica e cientificamente a produção de grãos nos Cerrados Piauienses", afirmou.

A próxima visita será feita à Serra do Quilombo, em Bom Jesus, local em que algumas fazendas receberão a comitiva e novas parcerias serão firmadas. O projeto conta, ainda, com reuniões técnicas, no Campus, com empresas de insumos agrícolas, sementes e máquinas; com a implantação de experimentos na Fazenda Escola da UFPI, em Alvorada do Gurguéia; além de oferecer à comunidade produtora a prestação de serviços de análise de solo por meio do Centro de Análise de Solos do CPCE.

Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Comitê da Bacia Hidrográfica do Gurguéia será assinado neste sábado em Bom Jesus

No próximo sábado (22), na ocasião em que se comemora o Dia Mundial da Água, um grande passo a caminho da preservação ambiental da bacia do Rio Gurguéia será dado. Trata-se da assinatura do governador Wilson Martins em que autoriza a criação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Gurguéia, em solenidade que acontecerá no auditório da UFPI de Bom Jesus.

No início desta semana, Dalton Macambira, secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) e presidente do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, se reuniu com os conselheiros que aprovaram as indicações de membros que farão parte da direção do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gurguéia, na mesma ocasião, o conselho também renovou a resolução de criação da comissão gestora do açude de Piaus.

“O comitê do Gurguéia faz parte de nossas ações em busca de melhorias na região do Semiárido. O comitê é o espaço onde a sociedade, poder público e usuário de águas são consultados sobre toda e qualquer obra hídrica, seja na esfera estadual ou federal, envolvendo a bacia hidrográfica. É onde se debate e se propõe soluções para a preservação da bacia e também decidir sobre o uso das águas acumuladas nas barragens já existentes ou que por ventura sejam construídas”, explicou o secretário, Dalton Macambira.

Características do Rio Gurguéia

O Rio Gurguéia, maior afluente do rio Parnaíba pelo lado direito, nasce no município de Corrente, na cota de 500 m, entre as serras de Alagoinhas e Santa Maria. No trecho inicial, o rio é intermitente e se torna perene a partir do quilômetro 82. Sua extensão total é de cerca de 532 quilômetros e apresenta uma declividade média de aproximadamente 2,1 m/km.

Ele é alimentado por poucos afluentes, em geral temporários, o que não impede a regularidade do regime na maior parte da calha principal. Entre os principais afluentes estão os rios Paraim, Curimatá, Fundo, Corrente, Canhoto e Esfolado e os riachos da Tábua e de Santana.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

OAB-PI solicita ao TJ-PI construção de novo Fórum em Bom Jesus

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, Willian Guimarães, esteve reunido nesta quarta-feira (12) com a presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), Desembargadora Eulália Pinheiro para tratar sobre a Comarca de Bom Jesus. Acompanhando o presidente da OAB-PI, estiveram o conselheiro federal Sigifroi Moreno; a presidente da Subseção da OAB-PI em Bom Jesus, Patrícia Barilli; o prefeito da cidade, Marcos Elvas; e o advogado e procurador do município, Vicente Orlando Borges.

Na reunião, o procurador do município Vicente Borges informou que o terreno para a construção de um novo Fórum em Bom Jesus já está sendo providenciado junto ao Governo do Estado e que estará à disposição do Tribunal ainda no mês de março.

Segundo a presidente do TJ-PI, a construção é viável e os recursos financeiros estão assegurados, mas a demora no processo é inevitável. “Temos condições de atender, porém temos cinco projetos prontos em fase de licitação, que é o mais demorado, e não podemos fugir desta burocracia. Mas vamos, sim, dar encaminhamento ao projeto de Bom Jesus”, afirmou.

Willian Guimarães afirmou que a região de Bom Jesus é extensa e possui uma alta demanda judicial, e o novo Fórum será essencial para a boa prestação jurisdicional. “A nossa Subseção em Bom Jesus é a que mais cresce no Estado, sem falar que lá temos duas Varas instaladas e uma unidade penitenciária, sendo necessário, portanto, um Fórum que atenda a demanda da região”, informou.

Ainda durante a reunião, a presidente da Subseção, Patrícia Barilli, solicitou providências do TJ-PI em relação à Comarca de Redenção que está com o Fórum fechado por conta de problemas no teto, e a Comarca de Cristino Castro, onde já foi alugado outro local para a instalação do Fórum, mas a mudança nunca aconteceu.

O Tribunal informou que em Redenção não foi encontrada casa para alugar, e solicitou o apoio da Subseção para encontrar um imóvel disponível na cidade. Em Cristino Castro, o TJ-PI informou que a mudança não foi realizada porque a empresa Oi, responsável pela rede de internet ainda não fez a mudança do link. Mas que em breve a situação será regularizada.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Hospital está sem água e tem corte de alimento e material

O Hospital Regional de Bom Jesus ( a 632 km de Teresina) vive uma grave crise financeira. Desde sexta-feira, o hospital “Manoel de Sousa Santos”, que atende 28 municípios do Sul do Estado, está sem água, sendo abastecido com carros-pipa.


Sem material para cirurgias, os pacientes reclamam da falta de atendimentos. O diretor do hospital de Bom Jesus, médico Gladstone Dantas da Fonseca disse que está em Teresina tentando uma solução junto a Secretaria Estadual de Saúde.

O médico informou que o hospital está sem material de limpeza, com falta de medicamentos, já que os fornecedores de alimentos e remédios suspenderam os atendimentos.  

“Ressalto que não é um problema de gestão, mas de crise financeiro. O hospital está inadimplente e estamos tendo boa vontade em resolver o problema”, disse Gladstone Fonseca, que já foi prefeito de Bom Jesus.

Ele explicou que um raio caiu no hospital e queimou a bomba de água que faz abastecimento do local, além de quatro computadores e a máquina de esterilização.

Sem ambulância
Todas as ambulâncias do hospital estão quebradas. Informou o diretor. Ele disse que encaminhou ofício a Secretaria Estadual de Saúde pedindo providência urgente no conserto das quatro ambulâncias. Um dos veículos já tem mais de um milhão de quilometragem e está sucateada.
 
Gladstone Fonseca ressaltou que o governo precisa aumentar os repasses para atender as necessidades do hospital que é referência no Sul do Estado.

Resposta
A Secretaria de Saúde divulgou a seguinte nota sobre o assunto:

O Governador Wilson Martins e o secretário de saúde, Ernani Maia, nunca deixaram de atender as solicitações do Hospital Manoel de Sousa Santos, dentre elas, o repasse de recursos para o pagamento de dívidas de gestões passadas.  A unidade de saúde, inclusive, foi duplicada e equipada. A Superintência de Assistencia à Saúde da Sesapi atesta que o hospital sofre um sério problema de gestão. A atual direção chegou ao ponto de não acompanhar as duas ações da Força Estadual da Saúde realizadas no local. A Sesapi lamenta a forma como o assunto foi colocado e reitera que o caso será resolvido pelo governador.
 
Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Mais de 15 mil foliões agitam último dia de carnaval de rua

O último dia da festa de momo 2014 no município de Bom Jesus, distante 632 km de Teresina, foi comemorado ao som de Kuarto de Empregada,  Dandinha e Banda e Fervendo Frevo. O carnaval de rua, organizado pela Associação dos Filhos e Amigos de Bom Jesus e pela prefeitura, completou 10 anos e reuniu mais de 15 mil foliões por noite, nos cinco dias de festa.
 


“Esta é a nossa maior manifestação de alegria. O carnaval é, sem dúvida, a mais bela das nossas festas populares, pois vem diretamente do anseio do povo”, pontua o deputado estadual Fábio Novo (PT), incentivador dos investimentos em cultura no Piauí e natural do município de Bom Jesus.

 
O carnaval de rua de Bom Jesus aconteceu do dia 28 de fevereiro até essa terça-feira (4), e contou com apresentação de bonecões, trenzinho para as crianças, blocos e corso.
 
As bandas Fervendo Frevo, Nairê e companhia do Forró também agitaram o evento, que aconteceu na avenida Josué Parente e na Praça Marcos Aurélio, centro da cidade.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Carnaval de rua completa 10 anos ao som de vários ritmos

Mais de 15 mil foliões lotam, por noite, a avenida Josué Parente e a Praça Marcos Aurélio no carnaval de rua de Bom Jesus, distante 632 km de Teresina. A festa de momo, uma das mais tradicionais na região Sul do Piauí, completa 10 anos e é comemorada ao som de marchinhas, axé e até música eletrônica.


As bandas Fervendo Frevo, Nairê e Dandinha e banda agitaram a noite de ontem (02), que contou ainda com bonecões e trenzinho para a criançada. Nesta segunda-feira (03), o carnaval será comandado pela Companhia do Forró anima a festa. A banda Kuarto de Empregada será atração do último dia do carnaval 2014.


O deputado estadual Fábio Novo, incentivador das manifestações culturais no Piauí, prestigia o carnaval de Bom Jesus e destaca a data como o "ápice da alegria do povo brasileiro".

 
"Valorizar o carnaval é reafirmar o que a própria Constituição Federal diz a respeito da felicidade, quando determina que o povo tem direito ao lazer, à alegria", observa Novo.
 
Para o prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, o apoio do poder público ao carnaval, organizado pela prefeitura e Associação dos Filhos e Amigos de Bom Jesus, representa um investimento no desenvolvimento da cultura popular.
 

Confira a programação
 
Dia 03 (Segunda-feira)
 
17h - Concentração Corsona avenida Doutor Raimundo Santos no bairro Aeroporto .
16h - Carnaval do Senhor
19h – Banda Local
23h – Companhia do Forro
03h – Dandinha e Banda
 
Dia 04 (Terça-feira)
 
16h – Concentração da Banda Fervendo Frevo na Praça Marcos Aurélio. Desfile de bonecões, palhaços, trenzinho até a Avenida Josué Parente.
18h30 - Matines
22h – Banda Local
0h –Kuarto de empregada
3h - Dandinha e Banda



Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Força Estadual do SUS realiza cirurgias em Bom Jesus

A Força Estadual do SUS esteve em Bom Jesus para a realização de cirurgias e atendimentos. Uma equipe com 3 cirurgiões pediatras, 2 anestesistas, 3 enfermeiras, 4 técnicos em enfermagem e 1 enfermeira chefe de Teresina somou-se a 1 um cirurgião geral, 3 enfermeiras, 4 técnicas em enfermagem e demais funcionários do Hospital Regional “Manoel de Sousa Santos” de Bom Jesus para realizarem cirurgias pediátricas.


O médico Edinaldo Miranda e mais dois colegas cirurgiões pediatras se deslocaram de Teresina para atender as crianças que necessitam de cirurgias e foram cadastradas pelas secretarias municipais de saúde. A parceria com os municípios, através das secretarias municipais de saúde tem por objetivo fazer o levantamento de crianças que necessitam de cirurgias de baixa complexidade para agilizar os atendimentos. O médico Ângelo Sena, que é filho da região e trabalha no hospital, também participou do mutirão. 

Os procedimentos realizados são de baixa complexidade, onde a pessoa sai do hospital no mesmo dia da operação. Os casos de maior complexidade serão encaminhados para Teresina, o paciente é analisado e havendo a necessidade é marcada a cirurgia para o Hospital Infantil.



O diretor geral do Hospital Regional de Bom Jesus, médico Gladstone Fonseca, a secretária municipal de saúde de Bom Jesus, Nádja Falção, o prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas junto com o deputado Fábio Novo pretendem solicitar outra etapa da Força Estadual do SUS para outras especialidades nas áreas de oftalmologia, ortopedia, cirurgia-geral, ginecologia e urologia para o município de Bom Jesus e região.




Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Prefeitura de Altos prorroga prazo de cadastro no programa Passe Legal

A prefeitura de Altos prorrogou para o período de 26 de fevereiro a 31 de março o prazo de cadastramento de estudantes no programa Passe Legal.
 
De acordo com o secretário municipal de Educação, Kiko Fontenelle, o novo prazo atende à reivindicação dos estudantes que perderam o primeiro prazo, encerrado no dia 8 deste mês.
 
A prefeita de Altos, Patrícia Leal, observa que a prorrogação representa o intuito da prefeitura em cadastrar o maior número de estudantes possível, garantindo, desse modo, amplo acesso ao benefício.
 
O cadastro no programa Passe Legal pode ser feito no Centro Artesanal Poeta Zé da Prata, no centro da cidade, ou no site da prefeitura, www.altos.pi.gov.br.
 
Os documentos necessários são: RG, CPF, comprovante de residência, comprovante atualizado de matrícula em instituição de ensino de Teresina e foto 3x4 (para os que vão fazer o cadastro pela primeira vez).
 
Passe Legal
 
O Passe Legal faz parte do Programa de Subsídio ao Transporte Intermunicipal, que dá desconto de 20% na passagem de ônibus entre o município e Teresina.
 
Foi criado pela Lei Municipal 305/2013, a qual instituiu o Fundo de Subsídio ao Transporte Intermunicipal e o Conselho de Transporte Intermunicipal de Estudantes.
 
Altos foi o único município do Piauí a criar um fundo para subsidiar recursos ao transporte intermunicipal. Para a prefeita Patrícia Leal, o programa abre caminhos para melhorias no setor do transporte público.

Da Editoria de Cidades
codades@cidadeverde.com

Produtores realizam Dia de campo na Serra do Quilombo

Os produtores da Serra do Quilombo estão animados com o retorno das chuvas e com a esperança de uma boa safra para este ano. Durante a última sexta-feira (21) foi realizado o II Dia de Campo promovido pela associação de apoio, infraestrutura, pesquisa e desenvolvimento da Serra do Quilombo com vasta programação voltada para os produtores e trabalhadores. 


O presidente da associação dos produtores da Serra do Quilombo, Leivandro Fritzen destaca a importância do Dia de Campo que serve para reunir os produtores para trocar conhecimento, as novas tecnologias, atualização do manejo das pragas, doenças e nutrição nas culturas de soja e milho, otimização da produtividade com o uso de bioestimulantes, entre outros temas.


O Dia de Campo tem a finalidade de discutir os problemas da Serra do Quilombo e cobrar das autoridades competentes mais infraestrutura para melhorar o escoamento da produção. Os produtores reivindicam a continuidade do asfaltamento iniciado no Governo Wellington Dias e a expansão e melhoria da rede elétrica.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores