Cidadeverde.com

Hospital de Bom Jesus implanta serviço de teste da orelhinha

Para reforçar a descentralização dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, o Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus, implantou o serviço de fonoaudiologia para a realização de testes da orelhinha em recém-nascidos. Inicialmente, serão atendidos os pacientes nascidos na própria unidade hospitalar, podendo ser ampliado para os municípios do entorno de Bom Jesus.

“Vimos a necessidade de abrir esse setor devido ao perfil obstétrico do hospital, que realiza uma média de 100 a 120 partos por mês. Agora, além da assistência humanizada já feita às mães, a população que é atendida nesta unidade, irá dispor de mais esse benefício”, disse o diretor-geral da unidade, Helder Meneses. E o primeiro exame já foi realizado, no filho da dona Lucineide Alves da Silva, de Redenção do Gurgueia.

Para tanto, foram investidos mais de R$ 14 mil na compra dos equipamentos necessários para a implantação do serviço. Os atendimentos tiveram início nesta semana e, segundo o diretor, “acreditamos que a produtividade vai ser muito boa, com uma média de três testes por dia, considerando o número de partos que realizamos. A perspectiva é que, ao longo do ano, consigamos ampliar os serviços de fonoaudiologia”.

Teste da Orelhinha

É realizado no segundo ou terceiro dia de vida. Esse exame consiste na colocação de um fone acoplado a um computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz.

O exame não tem contraindicações e pode ser feito com o bebê dormindo. Recomenda-se que o teste seja feito no primeiro mês de vida, mas todos os bebês devem passar pelo exame.

Município de Bom Jesus torna-se modelo no desempenho escolar

O investimento da prefeitura de Bom Jesus na educação está produzindo importantes resultados, e rapidamente. É o que mostra o último índice do Programa Alfa e Beto, voltado para a alfabetização na primeira infância e que atua na redução da evasão escolar. Os números mostram que Bom Jesus alcançou excelente desempenho – o que coloca a cidade como um modelo para outros municípios. ”Fico feliz com este resultado, porque é a resposta ao trabalho que realizamos e, mais que tudo, é um investimento seguro no futuro de nossa criançada”, diz o prefeito Marcos Elvas.

Segundos dados do Instituto Alfa e Beto (IAB), responsável pela execução do programa, nada menos que 75 dos alunos da rede municipal são alfabetizados já no primeiro ano. Esse desempenho cresceu em todos os cinco primeiros anos do ensino básico, de responsabilidade direta da prefeitura. Dos que estão no 5º, as escolas municipais conseguiram elevar esse índice a 94%.

Os dados do IAB mostram a grande evolução em relação a 2014. No 1º ano de estudo, o desempenho (nível de alfabetização) era de apenas 17% e passou para expressivos 75%. No 2º ano, a evolução foi de 30 para 71%. No caso do 3º ano, passou de 40 para 79% e, no 4º ano, de 63 para 83%. Na avaliação anterior, o desempenho do 5º foi de 85%, alcançando agora 94%.

“Conseguimos um grande avanço, resultado dos investimentos que estamos fazendo”, diz o prefeito Marcos Elvas. Ele observa que a qualificação da educação tem sido prioridade em sua gestão. “É gratificante ver que esse trabalho está dando certo, porque acreditamos na educação como compromisso na formação de nossa juventude e transformação de nossa cidade”, diz Marcos.

O prefeito afirma que a primeira preocupação é colocar a criança na escola, seguida da real qualificação da educação. “Estamos investindo em educação, em todos os setores”, ressalta Marcos. Isto implica na valorização do professor, na melhoria das escolas e acompanhamento dos resultados alcançados em sala de aula. “Além disso, acreditamos na escola como um espaço de vivência e socialização, o que se soma ao papel educativo formal. Ou seja: queremos uma escola que forme as pessoas adequadamente, inclusive com uma visão cidadã”, diz Marcos Elvas.

Programa Olhar Bem inicia atendimentos em Bom Jesus

No período de 14 a 18 de dezembro, a Secretaria de Estado da Saúde realiza, em Bom Jesus, os atendimentos do Programa Olhar Bem, ação itinerante de Oftalmologia, beneficiando os municípios do território Chapada das Mangabeiras.

Para esse território, serão realizadas quatro mil consultas e 1200 cirurgias de catarata. Os atendimentos serão realizados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Os pacientes que serão atendidos já foram cadastrados pelas secretarias municipais de Saúde.  

Residente na zona rural de Bom Jesus, seu Antônio Manoel do Nascimento, 70 anos, foi diagnosticado com catarata e confessa que já não enxerga há muito tempo. “Estou muito satisfeito com a oportunidade dessa consulta no meu município e, espero que amanhã, depois dessa cirurgia que vou fazer no olho direito eu possa ver tudo”.

Outra paciente que será beneficiada com o programa é dona Helena Oliveira, 67 anos, que mora na comunidade São Bento, também em Bom Jesus. Ela é agricultora e fez a primeira cirurgia de catarata em 2007, pela rede particular, em Teresina. Hoje, ela teve a oportunidade, através do programa, de fazer a consulta e, nesta terça-feira, 15, fará a cirurgia.

“Estou muito feliz com essa chance. Desde a hora que cheguei até o cadastro para a cirurgia gostei da rapidez e do bom atendimento. Amanhã, com fé em Deus, a minha perspectiva é de poder enxergar bem”, ressaltou dona Helena.

No primeiro roteiro, o Programa esteve em Picos, onde foram realizadas 2000 cirurgias de catarata.

Oferta de Oftalmologia

A oferta de serviços de Oftalmologia concentra-se basicamente na capital, onde dos 146 médicos oftalmologistas cadastrados no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde(SCNES), 114 estão em Teresina e os demais distribuídos em 17 municípios. 

Dos 27 estabelecimentos que realizam cirurgia de catarata pelo SUS, 12 estão localizados em Teresina, demonstrando que 44,4% da oferta do serviço é em único município.

“A ação objetiva exatamente isso: descentralizar os serviços, atendendo o maior número possível de pacientes, em um curto intervalo de tempo, e o mais próximo de sua casa”, afirma o secretário da Saúde Francisco Costa.

Calendário

Bom Jesus: 14 a 18 de dezembro de 2015
Local: UPA
Território: Chapada das Mangabeiras
Floriano: 10 a 16 de janeiro de 2016
Local: UESPI
Territórios: Tabuleiros dos Rios Piauí e Itaueira, Tabuleiros do Alto Parnaíba e Serra da Capivara 

Catarata

A catarata é uma opacidade do cristalino (lente natural do olho). Para pessoas que têm catarata tem a visão nublada, como se olhassem por uma janela embaçada ou enevoada. Essa visão nublada pode tornar mais difíceis tarefas como ler, dirigir um carro ou interpretar a expressão das pessoas.
A maioria das cataratas se desenvolve lentamente e não perturba a sua visão desde o início. Mas com o tempo, a catarata acabará por interferir na visão.

Dados Piauí

Dados do IBGE apontam que o Piauí possui mais de 350 mil com idade a partir de 60 anos de idade, fase em que a ocorrência da catarata senil começa a ser evidenciada.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Ministério Público pede interdição da cadeia pública de Bom Jesus

O Ministério Público do Piauí pediu à Justiça a interdição da cadeia pública de Bom Jesus, município a 632 km de Teresina. A promotora de Justiça Gabriela Almeida de Santana alega que as condições das celas da Delegacia do município são precárias.

Entre os problemas constatados estão instalações inadequadas, péssima iluminação, instalações elétricas sem qualquer segurança, paredes com reboco deteriorado, mobília sucateada, carência de equipamentos, insuficiência de armas, paredes sujas, úmidas e com mofo. O mais grave, no entanto, foram as condições encontradas nas duas celas existentes:  não oferecem a mínima segurança contra fugas; a parede onde se prende a porta da cela se encontra deteriorada, de modo que a porta pode ser facilmente forçada. Há, inclusive, relatos de fugas, já que os detentos facilmente escavam a parede, que não é de alvenaria. 

Em contato com o Cidadeverde.com, o delegado titular do município, Juciê Alisson, admitiu que a situação é caótica e afirma que o local não tem condições de receber os presos. "São duas celas que estão sem nenhuma condição mínima de ter presos. Uma das celas não tem sequer vaso sanitário. O cheiro de urina e fezes está muito forte e para completar tem uma infiltração há meses na parede das celas, fazendo com que ela possa vir abaixo. Ela não é uma cela feita de concreto e já houveram muitos furos por causa disso", explicou o delegado.

Além do pedido de interdição das celas da Delegacia de Bom Jesus, na Ação, a Secretaria Estadual de Segurança Pública foi citada a apresentar num prazo de 30 dias um projeto de reforma que contemple toda estrutura do local, sob pena de multa diária.

Secretaria de Segurança responde

Em nota, a Secretaria Estadual de Segurança Pública diz que ainda não foi notificada mas afirma que um processo de licitação será aberto para reforma do local. Leia a nota na íntegra:

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informa que ainda não foi notificada oficialmente sobre a interdição do prédio onde funciona a Delegacia Regional de Bom Jesus. Em outubro desse ano, o secretário Fábio Abreu esteve no local no dia 31 de outubro, visitou as instalações e reconheceu a necessidade urgente de reforma. A Secretaria ainda informa que está sendo aberto um processo de licitação para a realização da obra no valor de R$ 800 mil.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com 

Detentos da Penitenciária de Bom Jesus recebem certificados do Pronatec nesta quinta (10)

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) entrega, nesta quinta-feira (10), às 15h30, certificados a 20 detentos da Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Núñez, em Bom Jesus, que concluíram o curso de Preparador de Doces e Conservas, ministrado por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec.


 
O Pronatec, programa do Governo Federal, é executado nas unidades penitenciárias do Piauí através de parceria entre a Secretaria de Justiça e a Secretaria de Educação do Estado. Cerca de 50 cursos profissionalizantes são disponibilizados, com cargas horárias entre 160 e 200 horas/aula, com duração de dois a três meses.
 
Outras unidades onde o Pronatec já acontece são as de Floriano e Parnaíba. A próxima etapa será nas penitenciárias Feminina de Teresina (Artesã de Pintura em Tecido), Irmão Guido (Mecânico de Bicicleta), Esperantina (Horticultor Orgânico), Masculina de Picos (Salgadeiro) e Major César (Artesão de Pintura em Tecidos e Horticultor Orgânico).
 
Além da entrega dos certificados, a Secretaria de Justiça vai assinar autorização para realização do Registrar na Penitenciária de Bom Jesus, projeto da Diretoria de Humanização e Reintegração Social da Sejus que garante a expedição gratuita de documentos a pessoas privadas de liberdade no sistema prisional do Piauí.
 
Para o secretário de Justiça, Daniel Oliveira, essas iniciativas, ao promoverem a qualificação profissional vislumbrando o trabalho dentro e fora nas unidades prisionais, dão sentido e efetividade ao processo de ressocialização das pessoas privadas de liberdade e à humanização nas penitenciárias do Estado.
 
Roteiro da viagem a Bom Jesus
 
Quinta-feira (10)
 
9h – Audiência com o prefeito Marcos Elvas
Local: Prefeitura de Bom Jesus – Rua São João, 14, Centro
9h30 – Visita ao Fórum, Ministério Público e Defensoria Pública do Estado
Local: Praça Marcos Aurélio, s/n, Centro
11h30 – Visita à OAB
Local: Rua Antonino Coelho, 165, sala 12, Centro, Bom Jesus
15h30 – Solenidade na Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Núñez
Local: BR 315, km 37, Localidade Vila Stela
17h00 – Visita ao Arcebispo de Bom Jesus

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Bom Jesus adere a sistema para simplificar abertura de empresas

A Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi) firmou parceria com Prefeitura de Bom Jesus para a adesão do município à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim).

Em reunião nesta quarta-feira (18), a presidente Alzenir Porto apresentou ao prefeito Marcos Elvas e seu secretariado as ações a serem implantadas para simplificar a abertura de empresas. Participaram do encontro a vice-presidente da Jucepi, Simone Senise, a coordenadora dos postos do interior e o secretário-geral, Monteiro Júnior.

“Em Bom Jesus, a aceitação foi muito grande, e o prefeito abriu as portas do município para implantar a Rede, de modo a facilitar a vida dos empreendedores daquela região, incentivando a geração de emprego e renda”, explicou Alzenir. De acordo com a presidente, a implantação das ações da rede começa ainda esse ano. “Já temos um posto de atendimento no município, para protocolo e recebimento de documentos, que será ampliado e integrado com órgãos da Prefeitura, oferecendo um serviço diferenciado até pelo grande crescimento dessa região”, anunciou a presidente.

O prefeito Marcos Elvas elogiou a iniciativa da Junta Comercial para facilitar a abertura de empresas. “Nesse processo, o município é parceiro para ajudar a Jucepi nas ações de desenvolvimento, facilitando a geração de empregos em toda a região”, afirmou.

Para aderir a Redesim, Bom Jesus deve adotar medidas de simplificação e desburocratização das regras para licenciamento e formalização de empresas, tornando o ambiente de negócios mais atraente e seguro para os empreendedores.

A Redesim é um programa de políticas públicas, criado pela Lei 11.598 de 2007, para racionalizar os processos de registro e licenciamento empresarial. No Piauí, a implantação é uma ação conjunta da Junta Comercial e Sebrae-PI por meio de um subcomitê gestor estadual.

Além de Bom Jesus, já aderiram a rede os municípios de Teresina, Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri e Campo Maior. A meta é que o programa esteja implantado até dezembro de 2015.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

CRM leva curso de urgência e emergência cardiológica para Bom Jesus

A coordenação do Programa de Educação Médica Continuada do Conselho Regional de Medicina do Piauí - CRM-PI levará mais uma etapa do Curso de Suporte Avançado em Cardiologia – SAC para médicos do interior do Piauí. 

O município de Bom Jesus, a 632 Km ao Sul de Teresina receberá os especialistas na área de cardiologia para ministrarem o curso e podem participar médicos de municípios vizinhos. O curso acontecerá nos dias 06 e 07 de novembro, no auditório da UFPI – Campus Professora Cinobelina Elvas.

Médicos de várias especialidades podem participar, pois o objetivo do curso é levar atualização na área de urgência e emergência hospitalar e todo médico deve estar preparado para qualquer eventualidade, tanto dentro como fora dos setores de urgência e emergência. Os ministrantes serão os cardiologistas Elisiário Cardoso Júnior, Ivo Canamary e Luiz Bezerra Neto, que é o coordenador do programa de Educação Médica Continuada no Piauí.

A programação está pronta e as inscrições podem ser feitas com antecedência no CRM-PI ou ainda antes da abertura do curso, na UFPI de Bom Jesus. No dia 06 de novembro, a partir das 18h30 será a abertura do curso. De 19 às 20 horas, o curso será iniciado com o tema ‘Infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST’, ministrado por Elisiário Cardoso Júnior. De 20 às 21 horas, o tema em destaque será “Suporte Avançado de Vida em Insuficiência Cardíaca – SAVIC’, com o ministrante Luiz Bezerra Neto. No dia 07, de 8 às 10 horas, o tema será ‘Urgência e emergências hipertensivas’, com o Dr. Ivo Canamary.  De 10 às 11 horas, ‘Arritmias supraventriculares’ e de 11 às 12 horas será abordado ‘Arritmias ventriculares’, ambos com o Dr. Elisiário Cardoso Júnior. Para finalizar, de 14 às 18 horas, acontece a aula prática de reanimação cardiovascular com modelos e simulações, com o Dr. Luiz Bezerra Neto.

Inscrições pelo email: cursos@crmpi.org.br, com as seguintes informações: nome completo, número do registro CRM, RG, CPF e telefones de contato. Outras informações: (86) 3216-6100.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Policial militar é baleado em operação em Bom Jesus: "achei que ia morrer"

Um policial militar foi baleado e um bandido foi morto em uma troca de tiros durante uma operação na tarde desta terça-feira (13) em Bom Jesus, município a 632 km de Teresina. O policial ferido, cabo Luís Araújo, da 2º companhia 7º Batalhão da Polícia Militar, descreveu ao Cidadeverde.com os momentos de terror vividos no tiroteio e afirma que foram incontáveis tiros disparados pelos criminosos, que atiraram assim que notaram a movimentação da Polícia no quintal da residência onde estavam.

“Na hora eu não sabia onde o tiro tinha acertado só pensei que ele tinha me baleado. Eu achei que ia morrer eram muitos tiros. Eles me acertaram na mão logo de cara e não sabia onde o outro tinha acertado, foi muita sorte os outros companheiros não terem sido baleados. Como houve o revide tivemos que pedir reforço e só então conseguimos concluir a ação”, descreveu o policial.

O major Hortêncio Santos, comandante do 7º Batalhão da PM explica que os três policiais diligenciaram até a residência após a denúncia de que uma moto roubada estaria sendo escondida e foram recebidos a tiros pelos bandidos.  

“Ontem por volta das 17h os policiais foram atender a ocorrência de que uma moto roubada a mão armada na segunda estava escondida em uma residência. Ao chegar lá, adentraram no quintal e quando os bandidos perceberam a ação já dispararam imediatamente. No meio do tiroteio o cabo Araújo, que comandava a guarnição foi baleado na mão e na altura do peito, mas ele estava de colete, o que salvou sua vida. Entre os criminosos, um acabou morto na troca de tiros e outro baleado na coxa conseguiu fugir armado, os outros dois foram presos”, descreveu o major.

Haviam quatro pessoas na casa, entre elas uma adolescente, que não teve a identificação divulgada e seria namorada de um dos bandidos e conhecida da Polícia da região. “Nenhum deles era de lá. Um era de Água Branca, outro era foragido da Major César e outro era de Brasília. Eles estavam vivendo na região de furtos, assaltos e venda de drogas”, acrescentou o major.

Os dois presos foram levados para a delegacia de Bom Jesus onde se encontram a disposição da Justiça. Segundo o major, a calça usada pelo criminoso que fugiu foi encontrada em uma residência próxima ao local do tiroteio. “Acreditamos que ele fugiu pelos quintais das casas vizinhas e perdeu muito sangue. A calça estava furada e muito suja, ele não deve estar longe”, afirmou o major.

Com os criminosos foram apreendidos, uma pequena quantidade de drogas, um revólver calibre 32 e a motocicleta. O fugitivo está com um revólver de calibre 38.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

 

Carreta carregada de algodão tomba na saída de Bom Jesus para Redenção do Gurgueia

  • Bom_Jesus_Carreta.jpg Polícia Civil
  • Bom_Jesus_Carreta_5.jpg Polícia Civil
  • Bom_Jesus_Carreta_4.jpg Polícia Civil
  • Bom_Jesus_Carreta_3.jpg Polícia Civil
  • Bom_Jesus_Carreta_2.jpg Polícia Civil

Uma carreta carregada de algodão tombou na saída de Bom Jesus para Redenção do Gurgueia. O susto, que não deixou ninguém ferido, mas prejudicou o trânsito na BR-135, aconteceu nesta sexta-feira (2).

De acordo com o chefe de investigação da Delegacia de Bom Jesus, José de Anchieta, o acidente aconteceu após o compartimento de carga da carreta sair da pista e puxar o cavalo para fora do asfalto.

"No momento do acidente, só havia o motorista no caminhão. Ninguém ficou ferido gravemente. O condutor ficou seguro por causa do cinto de segurança e, em seguida, saiu à procura de ajuda para desvirar a carreta", contou José de Anchieta.

O tombamento, que ocorreu próximo à Rodoviária de Bom Jesus, não deixou feridos, mas prejudicou o trânsito no local.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com

Festival de Rabecas de Bom Jesus começa na quinta-feira

Começa na próxima quinta-feira (10) a oitava edição do Festival de Rabecas de Bom Jesus. O palco Mestre Joaquim Carlota, na praça da Catedral, receberá a abertura oficial do evento, a partir das 20 horas, com a Orquestra de Rabecas de Bom Jesus e os mestres rabequeiros, acompanhados por Jefferson Leite e Trio Gavião. Mais cedo, no palco Queijinho Mestre Beija, na praça do Fórum, tem teatro e dança, a partir das 17 horas.

As Fulô do Sertão( Foto: Divulgação)Com atrações diversificadas, que unem referências da cultura local e nacional, o Festival de Rabecas vem se consolidando como um dos festivais culturais mais importantes do Estado. O primeiro dia de festival, que segue até o próximo sábado (12), terá a Cia. de Teatro da Tribo, com o espetáculo “Cinderela” e o grupo Harém de Teatro, com “Um bico para velhos palhaços”, no palco Queijinho Mestre Beija. Por lá, acontece apresentação de dança com a Cia do Cerrado, da cidade de Bom Jesus.

À noite tem os shows de Lene Alves e o Forró de Todos os Tempos, Banda Encantus e Dally Samba, no palco Mestre Joaquim Carlota. Já o segundo dia contará com a dança, teatro, apresentação da Orquestra de Rabecas de Bom Jesus e os shows da cantora Mara Pavanelly, As Fulô do Sertão e Voo Livre. Uma das atrações mais esperadas se apresentará no último dia de Festival, a cantora Elba Ramalho, que levará toda sua agitação e boa música para o público no palco Mestre Joaquim Carlota, a partir das 22h. Em seguida, ainda terá apresentações de Valdo e Felipe e a banda local Pressão Total que fará o encerramento do festival.

Segundo o produtor cultural do evento, Carlos Anchieta, o Festival de Rabecas engloba todos os estilos musicais, dando importância aos artistas da terra. Para o produtor, o objetivo é diversificar, com apresentações que contemplem os artistas locais, e promover a integração com artistas de outras cidades e de outros estados, que estarão presentes no festival. Nesta edição terá ainda a apresentação de Duo Recanto, de Portugal.

“O Festival de Rabecas tem uma parte toda de cultura popular, trazendo o Chagas Vale que é manipulador de bonecos, além da Orquestra de Rabecas de Bom Jesus e dos mestres rabequeiros. De Teresina, terá apresentação da banda As Fulô do Sertão, que cantam forró pé de serra. Tem também Lene Alves, que está fazendo um trabalho de resgate dos forrós tradicionais, e vamos ter um grupo de incelência de uma comunidade quilombola se apresentando no evento”, diz.

Carlos cita ainda a presença de Lília Diniz, com os Sertanejares. “Ela é uma poetisa do Maranhão que realiza um trabalho autoral junto aos rabequeiros”, explica o produtor. A cantora Mara Pavanelly também é presença confirmada em Bom Jesus. “E no domingo tem o grande show com a Elba Ramalho”, diz Carlos Anchieta.

O secretário estadual de cultura, Fábio Novo, que é um dos idealizadores do Festival de Rabecas, exalta também a importância de valorizar a cultura local no Festival. “Com o apoio às escolas de rabecas, em Bom Jesus, de sanfonas, em São Raimundo Nonato, e de bandolins, em Oeiras, vamos fomentar a cultura e ajudar a preservar as riquezas presentes nessa região. O Piauí terá a primeira orquestra de rabecas do Brasil”, afirma o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo. 

PROGRAMAÇÃO
10/09 – quinta-feira

Palco Queijinho Mestre Beija (Praça do Fórum):
TEATRO
17h – Cia Teatro da Tribo, com a peça “Cinderela”
19h – Grupo Harém Pictures, com a peça “Um bico para velhos palhaços”
DANÇA
18h – Cia do Cerrado da cidade de Bom Jesus

Palco Mestre Joaquim Carlota
(Praça da Catedral)
20h – Abertura oficial
20:30 – Apresentação da Orquestra de Rabecas de Bom Jesus mestre “Joaquim Carlota” e os mestres da rabeca Erundino, Pedro da rabeca, Mundico Silva e Joaquim Carlota, acompanhados de Jefferson Leite e Trio Gavião
21:30 – Vagner Ribeiro e grupo Valor de PI
22:30 -  Duo Recanto, de Portugal
23:00 – Lene Alves e o Forró de todos os tempos
00:30 – Banda Encantus
02:30 – Dally Samba

11/09 – sexta-feira
Auditório da Universidade Federal do Piauí (UFPI)
TEATRO
17h – Grupo Teatro de Pesquisa – GRUTEPE, com a peça “Itararé: a República dos Desvalidos”

Palco Queijinho Mestre Beija
(Praça do Fórum)
TEATRO
17h: Cotejoc, com “A verdadeira história de Romeu e Julieta”
19h: Grupo Utopia, com a peça “Chapeuzinho Vermelho”
DANÇA
18h: Oficina de Dança Betty Batalli

Palco Mestre Joaquim Carlota
(Praça da Catedral)
20h: Orquestra de Rabecas de Bom Jesus e mestres rabequeiros
21h: Puxadores de incelência da comunidade quilombola costaneira, de Paquetá do Piauí
21:30: Lilia Diniz (MA) - sertanejares
11:30: As Fulô do Sertão
01:30: Mara Pavanelly
03:30: Voo livre

12/09 – sábado

Espaço mestre Salim “Mercado Central”
8h: Pâmela dos teclados e mestres rabequeiros

Palco Queijinho Mestre Beija
(Praça do Fórum)
TEATRO
17h: “As aventuras de Cassimiro Coco”, teatro de bonecos, com Chagas Vale
19h: Oficina de Teatro de Bom Jesus, com a peça “Teresinha de Jesus”
DANÇA
18h: Apresentação da escola de dança Lenir Argento

Palco Mestre Joaquim Carlota
(Praça da Catedral)
20h – encerramento com Orquestra de Rabecas de Bom Jesus, mestres rabequeiros, Jefferson Leite e trio Gavião e participação de Pâmela dos Teclados
20:30: Vando do Trombone e resultado de oficina musical com a terceira idade
22h – Elba Ramalho
00:30 – Valdo e Felipe
03:00 – Pressão Total

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores