Cidadeverde.com

Estudante desmaia em sala de aula após confessar que participa do desafio Baleia Azul

Um adolescente de 17 anos foi internado no hospital Regional de Campo Maior (a 80 km de Teresina) após desmaiar em sala de aula e confirmar que estaria participando do suposto jogo da "Baleia Azul". 

O incidente causou preocupação na escola, após os colegas de sala de aula flagrarem o estudante tentando se automutilar. Ele usou um estilete para cortar os braços e foi impedido por outros alunos que estavam no local.

A diretora adjunta da escola, Cândida Mendes, contou ao Cidadeverde.com que foi acionada pelos colegas do estudante informando que o jovem estaria tentando se cortar.

“Conversei com ele, e o que me disse é que estava fazendo parte de um jogo chamado Baleia Azul. Eu questionei se ele sabia o que era o jogo e ele me respondeu dizendo que sabia e que entrou por um vacilo e que iria tentar sair do jogo”, contou a diretora.

Ao retornar para sala, depois da conversa, o estudante desmaiou e foi levado para a secretaria da escola, de onde a diretora acionou o Samu e a família do adolescente. 

Ele foi levado para o hospital de Campo Maior como se estivesse “dopado”, mas já recebeu alta e foi para casa. 

A diretora adjunta disse que o aluno é uma pessoa alegre, divertida e brincalhona que todos conhecem, mas que ontem teria chegado com o comportamento diferente, muito sério e calado. 

Ele faz a 5ª série do Ensino de Jovens e Adultos e na sua sala possui 25 alunos. 

Conselho Tutelar 

O vice-presidente do Conselho Tutelar de Campo Maior, Francisco de Assis Lima, o professor Assis, disse que o Conselho não foi acionado neste caso e que ainda está procurando ainda informações a respeito. O conselheiro, inclusive, disse que vai acionar o hospital e a escola sobre a não comunicação, já que o órgão deve ser chamado em qualquer incidente envolvendo criança e adolescente. 

“Não fomos notificados do caso, só ficamos sabendo pelos portais de notícia, estamos preocupados porque o conselho deve ser notificado e não houve nem por parte da escola e nem do hospital. Pode ser que um tenha achado que o outro tenha chamado, não sabemos, mas vamos acionar e procurar informações sobre esse adolescente”, explicou o professor Assis, que está de plantão neste feriado.

Baleia Azul 

O jogo Baleia Azul ficou conhecido como uma sequência de 50 desafios que envolvem isolamento social, automutilação e incentivo ao suicídio. Os sinais de alerta para saber se os adolescentes estão participando do jogo são: inscrições nas palmas das mãos, automutilação (braços, pernas e labios), interesse repentino por filmes de terror, atividades no meio da madrugada, exposição ao perigo com "visitas" a locais altos, desenhos de baleira e ficar sem conversar por longos períodos. 

Para os pais, as dicas são: diálogo aberto com a família, monitorar o uso da internet e das redes sociais e propor atividades e valorizar projetos dos filhos.


A gerente regional de Educação da 5ª Região, Lucimeire Barros, informou que na próxima semana irá fazer uma reunião com a equipe que acompanha as escolas para traçar um plano de orientar os estudantes. “Merece uma atenção nossa até para entender o que está acontecendo e temos que agir de forma madura, procurando ajuda de outros profissionais para entender esse fenômeno, independentemente de ter acontecido aqui”, afirmou a gerente.

A psicanalista Katiuscia Fonseca fala sobre os cuidados que os pais devem ter: assista aqui

 

Yala Sena e Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com 

Prefeito faz entrega oficial de veículo ao Conselho Tutelar

O Prefeito de Campo Maior, José de Ribamar entregou oficialmente na manhã desta quinta, (20), uma viatura nova ao Conselho Tutelar do município, o veículo modelo Citroen Aircross 1.6 – 2017,  vai subsidiar nas demandas do Conselho, a fim de ter uma melhor resolutividade.

Além do veículo, o Conselho também recebeu 05 computadores, 01 impressora multifuncional, 01 bebedouro, e uma geladeira, os equipamentos, foram adquiridos em parceria com Ministério Público, por meio de uma emenda da Senadora Regina Sousa. A aquisição do veículo faz parte das ações dos 100 dias do Governo Mais Mudanças.

Ao se pronunciar, o prefeito destacou os avanços no Conselho. “Melhorando a estrutura do Conselho, estamos atendendo as reivindicações, não só dos conselheiros, mas principalmente, do povo da nossa cidade, dando condições justas e necessárias, para que os conselheiros possam trabalhar de forma mais segura, ampliamos a equipe com a inclusão, de uma Psicóloga, e agora vamos melhorar ainda o salário desses profissionais”, disse o Prefeito.

Estiveram presentes na solenidade, a vice-prefeita Liége Cavalcante, a Primeira-dama, Nilzana Gomes, o ex-prefeito, Paulo Martins, vereadores, secretários, superintendentes, coordenadores, e representantes da sociedade civil, além de toda a equipe que compõe o Conselho Tutelar.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

100 DIAS DE GESTÃO: Prefeitura implanta sistema de abastecimento de água na localidade Realengo

Apenas 100 dias de gestão, e o Prefeito de Campo Maior, José de Ribamar  já mostra resultados positivos  em sua administração. Por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), a Prefeitura implantou o sistema simplificado de abastecimento de água na Localidade Realengo, beneficiando famílias que esperavam por essa melhoria há 40 anos.

“Como gestor nos sentimos realizados em levar os serviços de qualidade para a população, mais ainda, quando a gente consegue ver a mudança na vida dessas pessoas aqui de Realengo, que tiveram a paciência de quase 40 anos, esperar por essa reivindicação, essa melhoria tão necessária” disse o prefeito, José de Ribamar Carvalho.

Para atender toda a extensão da localidade Realengo foram implantados cerca de 1000 metros de distribuição de rede de água, com tubos de PVC (50mm), ligações de 7 ramais domiciliares, reservatório de 10 mil litros, bomba com equipamentos submerso, instalação de 100 metros de rede de energia elétrica para suporte de bomba.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

Criança de 6 anos morre e padrasto fica ferido em colisão entre moto e caçamba

Uma colisão entre uma moto e uma caçamba vitimou uma criança de seis anos, na tarde desta segunda(17), quando o padrasto a levava para a escola. A vitima, identificada como Amanda Vitória Monteiro de Moura, teria sofrido um traumatismo craniano com a queda. 

O acidente aconteceu nas proximidades do Samu de Campo Maior, quando o padrasto da vítima, identificado como Renato Alves, que conduzia a moto, seguia para deixar a menina na escola. 

O motorista do caminhão evadiu-se do local na hora do acidente, mas depois se apresentou à polícia e prestou depoimento, negando culpa no acidente. Ele foi identificado como Pedro e teria contado para a polícia que a colisão aconteceu quando foi manobrar a caçamba para sair da BR-343 e entrar para o Bairro de Fátima, na rua de acesso ao Samu.

O condutor da moto, Renato Alves, ficou gravemente ferido, foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Campo Maior e depois transferido para o HUT, em Teresina.  Amanda também foi socorrida, mas já chegou ao hospital sem vida.

O corpo da menina foi liberado já no final da tarde e será enterrado nesta terça.   

 

Da editoria de Cidades
Com informações do portal de Campo Maior 
cidades@cidadeverde.com

 

Campo Maior receberá Curso de reanimação cardiopulmonar no adulto e bebê

O Programa de Educação Médica Continuada que é oferecido pelo CFM/CRM-PI começou no último final de semana, sendo realizado no município de Valença do Piauí, no Sul do Estado. É o primeiro do ano em curso. A coordenação do Programa realizará o Curso de Urgências e Emergências Cardiológicas em vários municípios até o final do ano. A coordenação do programa, em reuniões com a diretoria do CRM-PI, inova, trazendo também o Curso de Reanimação Cardiopulmonar no Adulto e no Neonato, este aberto para todos os profissionais de saúde que atuam em maternidades ou em salas de parto em geral, como médicos, profissionais da enfermagem e fisioterapeutas. Este curso, ministrado pelo médico pediatra e neonatologista de Teresina, Marcos Bittencourt, que atua na Maternidade D. Evangelina Rosa, acontecerá em todos os municípios, em paralelo com o curso de Reanimação Cardiopulmonar para Adulto. O próximo curso acontecerá no dia 8 de abril, na Secretaria Municipal de Educação, no município de Campo Maior, para o qual a coordenação do Programa convida médicos inscritos no CRM-PI, médicos intercambistas e outros profissionais de Saúde de Campo Maior e municípios vizinhos a participarem. O curso é gratuito.

Em Valença, o ministrante do curso teórico e prático de Urgências e Emergências Cardiológicas foi ministrado pelo coordenador do Programa de Educação Médica Continuada, o cardiologista Luiz Bezerra Neto. O curso é voltado para médicos de qualquer área e intercambistas que atuam principalmente no setor de urgência e emergência.

Marcos Bittencourt, que também é instrutor do Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria, informou que atualmente existe uma grande preocupação em torno de algumas estatísticas, como a de que a cada 25% dos bebês que têm algum problema durante o nascimento morrem no dia em que nascem e a meta é reduzir esses índices para diminuir a mortalidade infantil no Brasil.

Ele afirmou que essa mortalidade infantil vem diminuindo no país, mas ainda é grande a mortalidade no período neonatal (recém nascidos – RN), principalmente por anoxia, que é a privação de oxigênio no momento do nascimento, por isso a grande importância das equipes de saúde estarem preparadas para saberem recepcionar o bebê durante o nascimento, porque em algum momento um bebê precisará de ajuda para iniciar a primeira respiração. Um em cada 10 bebês vai precisar de ajuda com massagem cardíaca, um em cada 100 precisará ser intubado, precisando de cuidados intensivos e um em cada 1000 precisará de reanimação avançada, onde será preciso massagem cardíaca, intubação e uso de medicações.

Os problemas respiratórios ocorrem porque o desfecho do nascimento na vida do ser humano é caótica, passa de uma vida intrauterina, onde não há nenhuma necessidade de respirar, porque a placenta faz todas as trocas gasosas, e logo após o nascimento o RN precisa manter uma respiração efetiva e quando isso não ocorre,surge algum grau de sequela, se o atendimento não for feito com eficiência nesse momento do nascimento. “É de suma importância que todo profissional que trabalha em sala de parto esteja munido de experiência e de uma boa prática de reanimação neonatal”.

A prática tem o fluxograma da reanimação, com passos iniciais da reanimação, aprendizagem sobre ventilação com pressão positiva, intubação, massagem cardíaca e saber quando se deve utilizar medicações. No curso o Dr. Bittencourt apresenta uma sequência de cuidados para que médicos e as equipes de saúde não se adiantem em uma tomada de decisões e nem deixem de fazer uma ação que é de suma importância. Ele afirmou que a frequência cardíaca é o parâmetro mais importante para que o profissional deve observar para que possa ter uma tomada de decisão no passo seguinte da reanimação neonatal. Informações: (86) 3216-6100 / (86) 98876-3216 ou pelo email: cursos@crmpi.org.br.

 

Junior Martins será empossado nessa sexta no Esporte de Campo Maior

O ex-diretor de Esportes da Fundespi, Junior Martins, é o novo gerente de Esportes de Campo Maior. Ele será nomeado pelo prefeito Professor Ribinha, nessa sexta-feira, 31.03, em solenidade de posse marcada para às 18 horas,  durante a solenidade de inauguração do Ginásio Poliesportivo, no Bairro São Luís.

Júnior Martins ficou na Fundespi até o inicio desse mês de março, onde adquiriu muita experiência e agora cuidará do esporte de Campo Maior, que agora é um departamento da Secretaria de Relações Institucionais.

 O prefeito Ribinha disse que o trabalho do campomaiorense Junior Martins na Fundespi foi bom para o Estado e que ele pode ter um desempenho ainda melhor no município, onde conhece as potencialidades esportivas.

A posse de Junior acontece com a presença de secretários municipais, coordenadores, superintendentes e desportistas de Campo Maior.  A solenidade também contará com a presença do presidente da Fundespi Paulo Martins e do deputado estadual Aluísio Martins.      

Fonte: portaldecampomaior
cidades@cidadeverde.com

 

Feira da Agricultura acontece dia 12 de abril em Campo Maior

Campo Maior vai receber no dia 12 de abril a Feira da Agricultura Familiar Economia Solidária e Sustentável. O evento visa expor e comercializar produtos orgânicos vindos da agricultura familiar, ou seja; direto do homem do campo e sem agrotóxicos. A feira terá ainda oficinas, venda de produtos artesanais, legumes, hortaliças, aves, peixe, palestras, serviços de saúde, degustação de produtos, apresentações culturais, capacitação para os agricultores e muito mais.

“Estamos fomentando através de políticas de combate a vulnerabilidade social por meio da inclusão produtiva, e a realização da Feira da Economia Solidária e Sustentável da condição para as famílias da zona rural terem uma renda a mais através da comercialização de seus produtos direto com o consumidor” pontuou Marcos Roberto,gerente da Secretaria de Desenvolvimento Social.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Maior, Francisco das Chagas “Chaguinha” disse que a data escolhida pela organização do evento ficou bem próxima da Semana Santa, período em que a população consome mais legumes, aves e peixe.

“Vamos aproveitar a Semana Santa para mostrar que os produtos do homem do campo possibilitam uma alimentação saudável por que não possuem agrotóxicos, são produtos orgânicos que levam mais sabor e segurança para a mesa da população” enfatizou Chaguinha.

O Gerente de Eventos da Prefeitura Municipal, Ulisses Raulino, apresentou o local que será realizado o evento para organização envolvida. Segundo Ulisses, o prefeito professor Ribinha garantiu apoio e estrutura necessária para realização do evento.

A feira irá acontecer no Complexo de Eventos a partir das 05h da manhã. O evento é uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social e Economia Solidária (SEMDES), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Adapi e Secretaria de Saúde (SMS).

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com

 

 

Morte entre bandidos ajuda Polícia a prender quadrilha no Piauí

Uma briga entre membros de uma quadrilha, que acabou em homicídio, ajudou a Polícia a desbaratar uma organização criminosa em Juazeiro do Piauí. A quadrilha com seis membros é responsável por roubos e assaltos a pelo menos cinco cidades da região Norte do Estado, entre elas Campo Maior, Sigefredo Pachêco e Juazeiro.

Durante uma operação desencadeada pela Polícia Civil na madrugada desta quinta-feira (2), os policiais se depararam com o corpo de Francisco Leonardo Dias Pinho (cearense), conhecido como Chuck, que foi executado pelos seus "parceiros" de crime, com um tiro de espingarda no peito.  De acordo com o delegado regional de Campo Maior, Anchieta Nery, Chuck praticou assaltos a dois comércios de Sigefredo Pachêco junto com Antônio Edson Rodrigues de Almeida, conhecido como peixe, ambos fugitivos do presídio de Crateús no Ceará e desde então era investigados pela Polícia.

"Após inúmeras denúncias na região, identificamos os dois cearenses como autores de roubos que aconteceram em uma padaria em Juazeiro, um bar em Castelo do Piauí, uma papelaria em São Miguel do Tapuio dentre outros. Na semana anterior, dia 15 de março, o bando se aventurou em Sigefredo Pacheco, desta vez sendo surpreendidos pela PM Houve perseguição, mas o elementos conseguiram fugir, abandonando uma moto roubada, desde então estamos nesta investigação", explicou o delegado.

Após investigação com apoio da Delegacia de Castelo do Piauí e do GPM de Sigefredo Pacheco, com apoio do Soldado Elias Jr, a Polícia conseguiu localizar os dois suspeitos em um matagal, mas acabou encontrando na verdade o corpo de um deles. “A partir deste fato passamos a investigar um homicídio e conseguimos descobrir a quadrilha do Piauí que era responsável por ajudar eos cearenses todo esse tempo que eles estão no matagal. Decididos a pegar todo o material roubado e ficar com o dinheiro da dupla, um deles atraiu os cearenses para um local onde levaria a comida e chegando lá, os dois seriam mortos, mas ‘peixe’ conseguiu fugir”, acrescentou.

Até o momento, três suspeitos foram presos, são eles: Fabrício da Silva Dantas, que planejou a morte, Salvador José da Rocha, o "Sapinho", que emprestou a arma para a execução e José Germano da Silva, que atraiu Chuck até o local da execução. Continuam foragidos, Peixe, que escapou do plano da execução e Francisco Rômulo da Silva, o executor.

Até o momento foram apreendidas duas armas, uma calibre 38 e uma espingarda 36, usada pra matar o "chuck". Foram recuperados seis celulares e desvendado o roubo desses celulares, inclusive "chuck" usava o relógio de uma vítima de Juazeiro do Piauí.

A Polícia continua em diligências que já duram mais de 14 horas a procura dos foragidos.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

 

 

Missa abre programação dos 194 anos da Batalha do Jenipapo

O governador Wellington Dias participou de uma missa em ação de graças pelos 194 Anos da Batalha do Jenipapo, realizada ao meio-dia desta segunda-feira, 13 de março. A celebração foi realizada na Catedral de Santo Antônio, centro de Campo Maior, sobre pregação do padre Benedito acompanhado do Monsenhor Paulo Mateus.

Em seu pronunciamento, Wellington Dias rememorou a luta histórica dos Heróis do Jenipapo. "Gostaria de agradecer, neste momento, por todos esses anos poder estar aqui. Relembrar a luta de homens e mulheres que, às margens do rio Jenipapo, tombaram pela independência do nosso país", disse.

Dias relembrou a importância da Batalha do Jenipapo como um marco importante não só para Campo Maior e para o o Piauí, mas para a história da independência do Norte e Nordeste do Brasil.

O governador participou também da abertura da Missa, carregando a imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. O prefeito de Campo Maior, professor Ribinha, manejou a imagem de Santo Antônio, padroeiro da cidade.

A abertura também contou com apresentação do Hino de Campo Maior, feita pelo coral da igreja. No final da celebração, houve a tradicional benção e distribuição de pães do dia 13 de março.

Logo mais, o governador participa de Culto em Ação de Graças na Igreja Batista Nacional Philadelfia, também em Campo Maior.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Batalha do Jenipapo será apresentada nesta segunda-feira (13)

Foto:Ascom Secult

A cidade de Campo Maior recebe, nesta segunda-feira (13), mais uma apresentação do espetáculo da Batalha do Jenipapo, celebrando uma das datas de maior importância na história do Piauí. Este ano, mais de cem atores participam da encenação que reúne grandes nomes do teatro piauiense e talentos da nova geração. A apresentação será realizada às 16h, no Monumento Heróis do Jenipapo.

Com direção de Arimatan Martins, texto de Ací Campelo e cenografia de Wilson Aquino, esta será a 21ª encenação da Batalha do Jenipapo.Entre atores profissionais e amadores estão nomes consagrados do teatro em Teresina e alunos da Escola Técnica Estadual de Teatro Gomes e da oficina Procópio Ferreira.

“A Batalha do Jenipapo é uma forma de expressão de grande alcance popular, porque é uma dívida histórica com a sociedade piauiense, com as novas gerações que têm na historiografia oficial e extraoficial um registro que eleve à real potência dos acontecimentos aqui realizados”, explica o diretor Arimatan Martins.

A encenação da Batalha do Jenipapo cumpre papel de registro e memória da construção social piauiense e também brasileira. 

“É gratificante participar dessa história marcante para o Estado que, às vezes, fica esquecida. Tudo é muito bonito, além de ser também um encontro de diferentes artistas. Isso reforça a energia do espetáculo”, conta o ator Roger Ribeiro, que participa há 15 anos da Batalha do Jenipapo.


Histórico

A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome no dia 13 de março de 1823, a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional. Consistiu na luta de piauienses, maranhenses e cearenses contra as tropas do major João José da Cunha Fidié, que era o comandante das tropas portuguesas, encarregadas de manter o norte da ex-colônia fiel à Coroa Portuguesa.


Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Posts anteriores