Cidadeverde.com

Setrans pavimenta novas vias no município de Campo Maior

O Governo do Estado do Piauí, através da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans-PI), está realizando a pavimentação de novas vias do município de Campo Maior, região Norte do estado. No total, serão beneficiadas doze ruas em seis bairros do município, totalizando mais de 3.300,00 metros de vias pavimentadas.

No bairro São João, as obras de pavimentação da Rua Motorista Luciano já foram concluídas, totalizando 149,9m de calçamento. Na Rua Minas Gerais, no bairro Califórnia, já foram executados 350m, de um total de 756m. Já na Rua Cícera Gama, no bairro Cidade Nova, foram implantados 200m, de um total de 460m. O contrato inclui, ainda, obras de pavimentação em vias dos bairros, Flores, Conjunto José Francisco de Almeida e Parque Estrela.

O secretário de Estado dos Transportes, Guilhermano Pires, destacou a importância das obras para a comunidade. “Com esse conjunto de obras vamos contribuir de maneira expressiva para o desenvolvimento desses bairros, tanto com relação à mobilidade urbana, quanto pela melhoria da qualidade de vida dos moradores, que passam a ter mais dignidade e atenção do poder público”, destacou o secretário, enfatizando que as obras fazem parte do projeto de Mobilidade Urbana que vem sendo executado pela Setrans-PI em todo o estado.

Setrans pavimenta vias em Campo Maior( Foto: Ascom Setrans)A obra está orçada em R$ 2.672.339,87 com recursos provenientes de empréstimo junto ao Banco Mundial. Já o prazo para conclusão das obras é de cinco meses, a partir da assinatura da Ordem de Serviço.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Seduc realiza revisão para o Enem em Campo Maior no sábado (24)

A Secretaria do Estado da Educação (Seduc) promove, neste sábado (24), a 4ª revisão preparatória para o Enem no interior. A revisão será realizada na escola Patronato Nossa Senhora de Lourdes, em Campo Maior, a partir das 8h. É a 10ª revisão que a Seduc realiza no estado.

Além de ser direcionada aos alunos da 5ª Gerência Regional, composta por 13 munícipios, devem participar também da revisão os estudantes de outras regiões adjacentes, que terão à sua disposição transporte gratuito. A expectativa da Seduc é que compareçam 1.500 estudantes.

A revisão vai englobar as disciplinas de matemática, química, física, linguagens, redação e biologia, todas ministradas por professores especialistas.

“Cada professor trabalhará dez questões da sua disciplina, na qual cada uma será contextualizada com o conteúdo que ela aborda”, afirma a técnica da Unidade de Educação Tecnológica de Educação e Mediação Tecnológica, Laiane Cunha.

Mesmo com toda a revisão sendo gratuita, a gerência teve iniciativa de começar uma campanha para arrecadação de alimentos para serem doados às instituições locais. “Eles pediram para que os alunos, que puderem, doem um quilo de alimento que será doado para instituições de caridade da região que necessitam dessa ajuda”, conta Laiane.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Ex-engenheiros do Hawaii é atração do Sabor Maior nesta sexta (16)

O ex-Engenheiros do Hawaii, Humberto Gessinger, é a atração nacional do Festival Sabor Maior desta sexta-feira (16). No Piauí, o artista apresentará o mais recente trabalho “Louco pra ficar legal”. O cantor  tem mais de 30 anos de carreira, acumula quatro DVDs de ouro, oito discos de ouro, um disco de platina e milhares de fãs pelo Brasil.

O evento gastronômico reúne turismo, cultura, gastronomia e música e visa valorizar a culinária campomaiorense. 

O Festival Sabor Maior segue até este domingo (18). Além de Humberto Gessinger, a banda piauiense Top Gun será uma das atrações na noite de abertura. 

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Ex-prefeito de Campo Maior é condenado por improbidade em ação do MPF


O Ministério Público Federal condenou na 1ª Vara Federal o ex-prefeito de Campo Maior, João Félix de Andrade Filho, ao pagamento de multa civil no valor de R$ 5.000,00 sob acusação de improbidade administrativa cometida nos anos de 2009 e 2010. Além da multa, ele foi condenado à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 5 anos, a contar do trânsito em julgado; e honorários advocatícios arbitrados em R$ 1.000,00.

De acordo com a ação do procurador da República Tranvanvan Feitosa, relatório da CGU apontou que, em relação ao Programa Brasil Escolarizado (em que há participação da União a título de complementação na composição do Fundeb), não estava sendo descontado o INSS de grande parte dos professores e servidores do município.

O relatório especificou as seguintes situações: a) Folha de Professores do Ensino Fundamental Fundeb efetivos - valores do INSS são retidos e recolhidos parcialmente; b) Folha de Professores do Ensino Infantil, EJA, Administrativo e Administrativo Infantil- valores do INSS são retidos e não são recolhidos; c) Folha de Professores do Ensino Fundamental Fundeb, Infantil, EJA, Administrativo e Administrativo Infantil Serviços Prestados- valores do INSS não são retidos.

Cabe recurso contra a decisão e João Félix, que atualmente é candidato a prefeito em Campo Maior garantiu que recorrerá assim que notificado da decisão. "Isso não atrapalha nossa campanha de maneira nenhuma e com certeza vamos recorrer. Não se pode julgar ninguém sem antes serem zeradas todas as instâncias", pontuou.

Rayldo Pereira
Com informações do MPF
rayldopereira@cidadeverde.com

Corpo de mecânico é achado próximo ao rio Surubim

A Polícia Militar de Campo Maior localizou o corpo do mecânico, Carlos Roberto Gonçalves Ferreira ,45 anos, às margens do rio Surubim, próximo ao conjunto Parque Recreio. Os moradores acionaram a PM ao perceberem que o homem caído no local. 

De acordo com o comandante do 15º Batalhão de Campo Maior, major Etevaldo Alves, não há nenhuma marca de violência no corpo encontrado. 

“Ainda estamos aguardando o resultado da perícia, mas aparentemente não foi constatado nenhuma perfuração ou sinal de disparo de arma de fogo e a família relatou que ele tinha problemas com dependência de álcool”, afirmou o major Etevaldo. 

O comandante disse ainda que a vítima sofria de cirrose hepática e já havia sido internado várias vezes, mas fugia do hospital. 

O corpo foi recolhido e submetido a exame cadavério na cidade. 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Caso Castelo: julgamento é suspenso após ausência de testemunhas

O Tribunal Popular do Júri ouviu as primeiras testemunhas arroladas pela defesa e acusação do acusado de ser o mentor do estupro coletivo em Castelo do Piauí, em 2015. Adão de Sousa é o réu e único adulto acusado do crime. O julgamento começou nesta segunda-feira (12), no Fórum Desembargador Manoel Castelo Branco, em Campo Maior, mas foi interrompido após ausência de duas testemunhas sem justificativa.

Contudo, o promotor de Justiça Ricardo Trigueiro- responsável pela acusação- informou que os depoimentos podem ser dispensados e uma nova audiência de instrução- ainda sem data definida- será marcada nos próximos dias.


O crime

O estupro coletivo contra quatro jovens ocorreu no dia 27 de maio. Elas foram amarradas em árvores, agredidas e atiradas do alto de um morro de cerca de 10 metros. Uma das vítimas, Danielly Rodrigues Feitosa, 17, morreu após passar dez dias internada.

Quatro adolescentes foram condenados pelo crime e três cumprem medida sócio-educativa. O outro jovem- Gleison Vieira da Silva, 17 anos- foi morto seis dias após a condenação pelos três menores infratores. Eles dividiam a mesma cela em um Centro Educacional Masculino (CEM) em Teresina. 

 

Matérias relacionadas

Adão, suspeito de liderar estupro coletivo em Castelo, é julgado em Campo Maior


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Notícia da Manhã

Vídeo de carreata causa polêmica e pode parar na Justiça

Atualizada as 14h08 em 13 de setembro

Um vídeo da carreata do candidato a vereador de Campo Maior, Edvaldo Lima (SD), ganhou repercussão nas redes sociais e tem causado polêmica podentdo até parar na Justiça do Piauí. Trata-se de duas mulheres que dançam em cima de um carro de som e acabam levantando a saia para os outros motoristas na rua. De um lado, acusações de excessos por parte do candidato e das apoiadoras, do outro a acusação de preconceito contra as as duas, que são transformistas que apoiam os eventos de campanha do candidato.

Em um dos quase 50 compartilhamentos do vídeo postado no Facebook por Izabel Carvalho, a moradora afirma que a manifestação é uma "falta de respeito e consideração com as famílias de bem de Campo Maior" e reforça ainda que proibiria o marido de participar de um evento como esses.

Por telefone, o candidato diz que concorda que houve excesso por parte dos artistas, mas segundo ele, as acusações não passam de preconceito. Edvaldo Lima defende ainda que os três jovens que se vestiram de mulher para participar do evento estão fazendo sucesso em sua campanha e que irão levar o caso para a Justiça por difamação.

"Eles estavam lá de livre e espontânea vontade - não tem o meu consentimento - apenas foi uma manifestação própria das tranformistas que tem participado da nossa campanha e tem sido super bem recebidas. O problema é que alguém com inveja do nosso sucesso achou por bem reclamar. Mas isso na verdade é preconceito e elas já se manifestaram até para levar até a justiça", explicou o candidato.

O Cidadeverde.com tentou contato com os artistas mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Em conversa com o Cidadeverde.com Izabel afirmou que não estava na caminhada e garantiu que sua postagem não teve cunho preconceituoso, apenas de crítica aos excessos cometidos.

"Não gravei, nem na caminhada eu estava me passaram o vídeo e eu postei. Nada a ver com as moças. Fiquei indignada com o atentado ao pudor em vias públicas. Política pra mim é proposta ...foi só. Só que nunca pensei que fosse causar indignação em tanta gente. Sou uma pessoa do bem . Não tenho preconceito e muito menos sou homofóbica. Aprova disso é a quantidade de amigos homossexuais que tenho e que me deram apoio porquê me conhecem. Jamais teria atitudes dessa natureza porquê sou defensora da causa", pontuou a internauta. 

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Vereadores tentam aumento de 40% no salário em Campo Maior

Um projeto de Lei aprovado pela Câmara de Vereadores criou polêmica nesta sexta-feira (09) na cidade de Campo Maior, a 98 km de Teresina. A proposta prevê um aumento dos salários dos parlamentares em 40%, em torno de R$ 4 mil. Entretanto, o projeto foi vetado pelo prefeito e segue para nova votação em plenário.

O Projeto de Lei nº 07, 08 e 09 / 2016 é de autoria da vereadora Josenaide Matos (PP), presidente da Câmara. Ele foi posto em votação na última semana e aprovado pela maioria, sendo levado para sanção do poder executivo. Nele, os salários dos vereadores aumentariam de R$ 6 mil para R$ 10 mil, sendo que o da presidência da casa saltaria de R$ 7 para R$ 11 mil.

O projeto chegou à mesa do prefeito Paulo Martins (PT) na manhã desta sexta-feira, o que ele classificou como “uma afronta à sociedade”. “Estamos em momento de crise e é, no mínimo, um desrespeito à população um projeto desses. Botar um projeto desses é vergonhoso”, destaca.

A mudança no salário seria válida somente para o ano que vem e incluiria o salário do prefeito.

Vetado, o projeto agora volta para nova votação na Câmara. E, de acordo com o prefeito, a expectativa é que ele não seja aprovado por conta da repercussão negativa junto à população.

Diego Iglesias
redacao@cidadeverde.com 

Confirmadas atrações da 6ª edição do Sabor Maior

A 6ª edição do festival gastronômico Sabor Maior acontece de 16 a 18 de setembro, em Campo Maior, a 78 km de Teresina. O lançamento do evento ocorreu no Palácio de Karnak e contou com autoridades como governador Wellington Dias, o deputado estadual Aluísio Martins, o deputado federal Assis Carvalho, secretários municipais e estaduais entre outros.

O governador ressalta que o festival gastronômico incentiva as cadeias produtivas e já faz parte do calendário nacional de eventos. 

“É um dos maiores eventos do Brasil nessa área da gastronomia e entra para o calendário nacional com grandes shows. Com este evento temos a condição de incentivar a produção de capote, caprino, bovino e galinha e além de tudo garante a geração de emprego”, disse Dias. 

Entre as atrações confirmadas estão Humberto Gessinger, José Augusto, Avneh Vinny, Mara Pavanelly, Taty Girl além de atrações estaduais como Top Gun e Gonzaga Lu e atrações municipais como Mister Tcharles, Neguinho Beija Flor, Marcelo Ferreira, Forró de Cabo a Rabo, Iolanda Miami, Silvio Cesar entre outras.

O Festival Gastronômico Sabor Maior acontece no Complexo de Eventos , às margens do açude grande. 


Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Suspeito de três estupros é linchado e morto

O ex-presidiário Antônio Manoel da Conceição Nascimento, 35 anos, foi linchado até a morte na comunidade Água Fria, zona rural de Campo Maior, a 78 km de Teresina. Ele é suspeito de violentar sexualmente, pelo menos três vítimas, incluindo uma idosa de 75 anos de idade. O linchamento teria ocorrido após mais uma tentativa de estupro.

A Polícil Civil informou que moradores teriam localizado o suspeito apenas de cueca e iniciaram as agressões com pedradas e pauladas. Antônio Manoel ficou com o rosto desfigurado.

O delegado regional de Campo Maior, Laércio Evangelista, disse que já havia solicitado o mandado judicial do investigado e que Antônio Manoel seria preso nesta segunda-feira (05). O crime ocorreu no fim semana. Pelo menos seis pessoas- que estão sendo identificadas- participaram do linchamento. 

O suspeito- que era também era acusado de por roubo e já havia sido preso-  teve morte imediata.  O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Com informações Notícia da Manhã

Posts anteriores