Cidadeverde.com

PRF flagra motorista dirigindo a 176 km/h em Campo Maior

Flagrantes de excesso de velocidade nas rodovias que cortam o Piauí

O segundo dia da operação Corpus Christi foi marcado por uma grande quantidade de infrações de trânsito e condutas perigosas. Somente nas rodovias federais que cortam o Piauí foram três mortes nesta quinta-feira (26), sendo duas em Parnaíba e uma em Teresina, ambas na BR-343. 

O balanço parcial da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta que 472 motoristas foram autuados e 50 veículos irregulares recolhidos, nos dois dias de operação. Destas infrações, 80 foram flagrantes de ultrapassagem proibida e apenas oito por excesso de velocidade. A pesar de poucos motoristas terem sido flagrados dirigindo acima da velocidade recomendada, os casos são considerados graves. Em Campo Maior, por exemplo, um motorista foi multado por dirigir a 176 Km/h.

Somente neste ano, a PRF flagrou 85 pessoas conduzindo veículo sob efeito de álcool apenas no litoral do Piauí e, em todo o Estado, esse número chega a 238. No acidente fatal ocorrido em Parnaíba, ontem (26), o condutor do veículo que causou a colisão estava sob efeito de álcool, conforme comprovado por meio do bafômetro. 

Ao todo, cerca de 300 PRFs reforçam a segurança nas estradas do Piauí, com foco na BR-343, rodovia que leva ao litoral piauiense e também à cidade de Pedro II, onde ocorre o Festival de Inverno. 
 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Campo Maior: Festejos de Santo Antônio têm programação definida

Na próxima terça-feira, a cidade de Campo Maior, a 86 km da capital, inicia uma das suas mais tradicionais festas religiosas: os Festejos de Santo Antônio. O evento, que homenageia o padroeiro do município, conta com uma programação mista com atividades esportivas, missas, procissões e shows com João Cláudio, Romim Mata, Brasas do Forró, entre outras atrações locais.

Em entrevista ao Jornal do Piauí, o prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, destacou que o evento pretende alavancar a economia da cidade, já que tem um enorme público que vem de outros municípios e da capital. “Campo Maior é uma cidade receptiva pela culinária, que é fantástica, carne de Sol, Capote, paçoca, galinha caipira e churrasco é tradição forte. O povo também se entusiasma e a população dobra no fim de semana”, destaca.

Segundo Martins, a cidade já está preparada para receber os visitantes, com obras de infra estrutura que melhoram os acessos a diversas regiões. Ele destaca ainda o maior atrativo da festa, que são as atrações: “São 14 bandas locais e oito nacionais que cria condição de muita atratividade. Tem torneio ciclístico, de motocross, festa do vaqueiro, todo dia tem uma atração cultural, um torneio, passeio na serra, corredores, visita ao monumento”, frisa.

Segundo a programação, que acontece no Espaço Cultural, na terça-feira (31) a festa começa com a procissão do padroeiro da cidade e, em seguida, um show com o humorista João Cláudio Moreno. Na quinta-feira (2), será realizado o show com o cantor Romim Mata. Na quarta-feira (8) quem comanda o palco é a banda Forró Real, enquanto na quinta (9) é o Forró Pé de Ouro. A sexta-feira (10) o suingue e descontração de Leo Cachorrão e Lene Silva fazem a animação. O evento será encerrado na segunda-feira, dia 13, com show do grupo Brasas do Forró.

Além das atrações, o evento conta ainda com a presença de grupos locais como Contágio, Farra Nodestina, Mister Tharles, Diogo Rossi, Arlene Mel, Neguinho Beija-Flor e Forró Pra Cima.

Redação
Redacao@cidadeverde.com

Dono de loja de celulares é preso com quase 200 aparelhos roubados

Fotos: Portaldecampomaior

A Polícia Civil de Campo Maior apreendeu quase 200 celulares, alguns produtos de roubo e furto, na região Norte do Piauí. A apreensão ocorreu nesta segunda-feira (23), no bairro São João, município de Campo Maior, a 78 km de Teresina. Os suspeitos foram identificados como John Cleiton Pereira de Carvalho, conhecido como Chico Doido, Artur Pereira da Silva e Francisco Wellington Costa Luna, conhecido como Pitanga. 

O delegado Andrei Alvarenga, titular do 1º DP da cidade, explica que o trio agia há pelo menos dois meses no município. Ele explica que John Cleiton e Arthur Pereira seriam responsáveis por abordarem transeuntes nas ruas e roubarem os aparelhos telefônicos. Por meio de denúncias anônimas, os policiais foram informados que os suspeitos utilizavam uma motocicleta modelo Titan para praticar os crimes. 

O Pitanga tem uma loja de venda, revenda e consertos de celulares, onde comercializava também produtos de roubo. 

"Uma pessoa comprou um celular sem nota fiscal, fomos até à casa dela e ela disse de quem havia comprado e responderá por receptação culposa. Ainda estamos verificando a procedência de todos celulares, mas alguns são roubados. As demais apreensões foram feitas em cumprimento a mandado de busca e apreensão na loja do Pitanga, onde localizamos a grande parte dos aparelhos telefônicos", explica Andrei Alvarenga. 

Os suspeitos de assalto foram autuados por roubo qualificado e o Pitanga por receptação majorada, com pena de três a oito anos de prisão. O trio permanece preso na delegacia de Campo Maior. 

O delegado orienta que as pessoas que tiveram os celulares roubados, compareçam à delegacia munidos da nota fiscal do aparelho para terem os bens restituídos. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Suspeito de roubo fica preso em teto de casa em Campo Maior

O suspeito de arrombamento e roubo, Valdinar Cardoso Santos, 37 anos, precisou da ajuda da polícia para ser resgatado noite desta segunda-feira (16). Ele tentou entrar em uma residência do Conjunto Lucídio Portela no Bairro Fripisa, mas ficou preso na estrutura de madeira do telhado. Valdinar foi preso. 

A polícia informou que o homem teria aproveitado que não havia ninguém na casa para praticar o roubo. Vizinhos escutaram o barulho do teto sendo destruído e chamaram a polícia. Ao chegar à residência, a polícia ajudou o homem a sair do teto, onde ficou preso.

Valdinar foi levado pela Força Tática para a delegacia, onde está preso. A casa é de propriedade do homem identificado como Francisco Lira, que chegou ao local logo após a prisão do suspeito. 

Ele teve apenas ferimentos leves e não precisou receber atendimento médico. 

 

Da Redação com informações do Campo Maior em Foco
redacao@cidadeverde.com


 

 

Montadora de tratores será instalada no Piauí gerando mais de 500 empregos

Fotos:Marcelo Cardoso

Com o objetivo de captar investimentos da iniciativa privada, fomentar a agricultura familiar e modernizar a produção de alimentos, o Governo do Estado e a empresa Budny Indústria e Comércio Ltda, fabricante de tratores e equipamentos agrícolas, assinaram, nessa quinta-feira (12), um protocolo de intenções que irá viabilizar a instalação de uma unidade de distribuição e montagem da empresa no estado. A fábrica será instalada no município de Campo Maior.

O secretário de Estado do Governo, Merlong Solano, representou o governador Wellington Dias na solenidade de assinatura do termo de intenções e afirmou que, com a implementação do projeto, a Budny garantirá a contratação de mão de obra local, gerando 200 empregos diretos e 500 empregos indiretos.

Merlong Solano explica que o convênio com a empresa visa estimular a mecanização agrícola e fortalecer a produção de alimentos. “Ao firmar este tipo de parcerias com a iniciativa privada, o governo busca garantir mais investimentos para o estado e, com isso, promover o desenvolvimento sustentável e aumentar a renda da população”, declarou Solano.

O secretário acrescenta que a empresa contará com a participação do Estado no apoio de políticas de crédito e aplicação direta de recursos por meio de programas de investimentos no agronegócio do estado. “A Budny iniciará suas atividades com a implantação de um moderno centro de distribuição e assistência técnica no Piauí, com investimentos da ordem de R$ 30 milhões”, informou o secretário.

Carlos Budny, diretor da corporação, destaca que a indústria Budny oferece maquinaria para a produção de milho, feijão, hortaliças e pecuária. “Nossa intenção é levar a tecnologia para os pequenos produtores, para que seja aplicada nos arranjos produtivos locais”, explicou o empresário. O empresário ressalta que os investimentos terão escala crescente na ordem de R$ 10 milhões por ano, entre 2016 e 2018, quando a unidade de montagem estará totalmente concluída.

A assinatura do protocolo de intenções é resultado de uma pactuação da Assessoria Estratégica para Investimentos, da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), para captação de fontes de recursos financeiros para o Estado. Estiveram presentes na solenidade representantes de órgãos como a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR), Junta Comercial do Piauí (Jucepi), Emater, Codevasf, Associação Industrial do Piauí e Prefeitura Municipal de Campo Maior.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

PF apreende 4,3 quilos de cocaína após denúncia anônima

A Polícia Federal prederam no final da tarde de ontem (10), L. S., de 33 anos, em sua própria residência, na cidade de Campo Maior (a 80km de Teresina), com 4,325Kg de pasta base de cocaína. A prisão foi em flagrante após denúncia anônima. 

A droga tinha como procedência a cidade de Rio Branco/AC e seria comercializada em Campo Maior.

Após a lavratura do auto de prisão em flagrante no âmbito desta Polícia Federal, o preso foi encaminhado à Penitenciária Irmão Guido, nesta Capital, onde ficará à disposição da Justiça. 

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com

UTI do Hospital de Campo Maior deve funcionar no 2º semestre

O deputado estadual, Aluísio Martins, se pronunciou durante sessão na Assembleia Legislativa, sobre a implantação da UTI do Hospital Regional de Campo Maior e revelou que o recurso já foi liberado pelo Ministério da Saúde e a licitação autorizada pelo governador Wellington Dias.

O parlamentar revela que a implantação da UTI do Hospital Regional de Campo Maior é um processo irreversível e que o seu tramite deu importantes progressos. “Após a visita que fizemos ao Ministério da Saúde, em Brasília, semana passada, tivemos o inicio do processo licitatório”, comentou o deputado.
A diretora do Hospital Regional de Campo Maior, Jardênia Ribeiro, informou que a UTI do HRCM deverá funcionar ainda no segundo semestre de 2016 e anuncia que o Hospital Regional passará por uma reforma estrutural para se adequar à Unidade de Terapia Intensiva.

A diretora acrescenta que a Unidade de Saúde passa por transformações para melhorar o atendimento e anunciou outras ações como a instalação de um mamógrafo com o objetivo de realizar de prevenção contra o câncer o mama e a aquisição de uma nova ambulância.

Governador faz entrega de ambulâncias em Campo Maior

O governador Wellington Dias entregou na tarde deste sábado, quatro ambulâncias na região norte do Piauí, a solenidade de entrega foi realizada na sede do Complexo Esportivo do Caiçara, na cidade de Campo Maior (localizada a 84 km da capital).

Na oportunidade, foram contemplados com os novos veículos o Hospital Regional de Campo Maior; o Posto de Saúde de Sigefredo Pacheco; o Posto de Saúde de Cocal de Telha e o Posto de Saúde José Pereira da Mata, de Capitão de Campos. Ao todo foram investidos recursos da ordem de R$300 mil oriundos do Tesouro Estadual.

“Tivemos aqui a oportunidade de entregar ambulâncias para municípios de Cocal de Telha, Capitão de Campos, Sigefredo Pacheco, ou seja, poder ter aqui esses municípios que agora podem dar uma melhor atenção às suas comunidades e é claro que vamos trabalhar um conjunto de outros projetos”, disse Dias.

As ambulâncias são automóvel modelo Fiat Doblô, com motorização 1.8 e equipadas com maca e itens como respirador de oxigênio, colares cervicais, bandagens e soro. Os veículos devem realizar o atendimento em saúde para remoções, que fazem o transporte de pacientes de um hospital para outro ou para realizar exames em clínicas ou hospitais.

O prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, ressaltou que o governador foi muito sensível ao pedido dos prefeitos da região para a entrega das ambulâncias novas, os municípios precisavam desses equipamentos para poder levar pacientes aos hospitais como o daqui, como também de Teresina.

De acordo com Wellington Dias, a entrega dos veículos para o atendimento a saúde não termina neste sábado. “A meta agora é entregar ambulâncias para os municípios que estão faltando.

Seleção Brasileira de Master
Na oportunidade, a Seleção Brasileira de Master de futebol participou de uma partida amistosa contra o time KLB no campo do Caiçara e craques que vestiram a camisa da seleção brasileira, tais como o meio campista Zenon e o zagueiro Ronaldão estiveram em Campo Maior. O evento chamado de “Jogo do Trabalhador” foi realizado para homenagear os trabalhadores da cidade.

Antes da partida, uma solenidade de entrega de placas comemorativas homenageou os craques e as pessoas que contribuem com o esporte da cidade. Dentre elas, o governador Wellington Dias foi homenageado e aproveitou o momento para falar dos projetos em prol do esporte na região. “Acertamos aqui com o município que a gente já no mês de junho, se Deus quiser, vai aprontar para inaugurar a reforma do estádio de futebol Deusdeth de Melo. Então é isso, é ter bons equipamentos, boas oportunidades para os atletas, para os times profissionais e garantir que o esporte também seja um instrumento de desenvolvimento”, informou Dias.

A partida terminou empatada em 1X1.

Alunos participam de projeto em combate ao mosquito Aedes Aegypti em Campo Maior

Cerca de 140 alunos do 1° ao 5° ano do Lar da Criança Dom Abel Alonso Nuñes apresentaram nesta sexta-feira (15) uma série de trabalhos escolares voltados para o combate a proliferação do mosquito Aedes Aegypti que tem gerado além da dengue, também outras doenças como Chicungunya e Zika Vírus que provoca a microcefalia.

Mariana do 5° ano foi a vencedora e contou o que fez. “Fiz um desenho de um homem fechando a caixa d’agua e um pneu com o mosquito da dengue” e completou a estudante Williane dizendo como combater o mosquito, que segundo ela é “não deixar água parada”.

O secretário de relações institucionais, Cesar Robério coordenou a atividade que foi executada através da Prefeitura de Campo Maior. “É uma guerra contra um mosquito que não pode destruir nosso país”, disse o secretário informando que cerca de 100 trabalhos foram apresentados e todos feitos na escola.

“Criança é a formiguinha que vai levar esse cuidado para dentro de casa”, destacou a irmã Natividade que coordena a escola. O Prefeito Paulo Martins comentou que quando assumiu a cidade tinha dificuldade com limpeza principalmente porque o lixão era dentro da cidade e agora está isolado. “Fizemos um trabalho com agentes comunitários e endemias e servidores de limpeza e reduzimos em 90% o número de casos. Estamos em um nível controlado, mas estamos em uma campanha em parceria com o Parque São Francisco que doou 3 mil ingressos e em contrapartida os alunos tem que fazer trabalhos voltados no combate ao mosquito”, frisou.

O evento teve a presença da ex-secretária de Desenvolvimento Social, Conceição Lima e do Vereador Edvaldo Lima.

TJPI assina convênio para construção de novo fórum

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, desembargador Raimundo Eufrásio Alves Filho assinou convênio junto à prefeitura de Campo Maior (84 km ao norte de Teresina) para a construção das novas instalações do Fórum da Comarca. Signatários, como parceiro, o prefeito de Campo Maior, Paulo Martins; e como testemunha, o presidente eleito do TJPI para o biênio 2016/2018, desembargador Erivan Lopes. 

O novo fórum de Campo Maior vem juntar-se à lista de obras em andamento nas cidades de Parnaíba, Floriano, Picos, Oeiras e Corrente. Em conversa com os presentes, o desembargador Raimundo Eufrásio ressaltou a preocupação em dar estruturas dignas de trabalho e atendimento a todos os que precisem reportar-se ao Judiciário. 

“Campo Maior merece, pela sua dimensão e seu povo, e também pelas necessidades da Justiça no interior do Estado”, enfatizou o desembargador Raimundo Eufrásio. “Cidades do porte de Campo Maior precisam de melhoras no atendimento judicial, e começamos pelas estruturas físicas, para consequentemente partirmos para as necessidades seguintes de distribuição de pessoal”, explicou.

Outra preocupação na construção do novo fórum é a polarização de serviços. “Hoje Campo Maior tem dois juizados cíveis e criminais, e nós temos que construí-los próximos, para facilitar o acesso ao cidadão à Justiça”, prosseguiu o desembargador presidente, enquanto mostrava ao prefeito Paulo Martins a planta da construção, que abrigará varas cíveis e criminais, tribunal do júri e dois JECCs, além de ampla área de estacionamento.

“Vamos construir não somente um belo prédio, mas um prédio para acolher não somente quem trabalha na Comarca, mas também quem precise dos serviços da Justiça. Em doze meses, Campo Maior terá um belo fórum”, ratificou o desembargador Raimundo Eufrásio. O novo fórum terá custo em torno de 8 milhões de reais, recurso provenientes do Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Poder Judiciário – FERMOJUPI.

Posts anteriores