Cidadeverde.com

Paulo Martins: "Novo presidente da APPM deve ter capacidade de diálogo com todos"

O candidato a presidência da Associação Piauiense de Municípios (APPM) e prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, defendeu a elaboração de projetos para que os prefeitos do interior do Piauí possam conseguir recursos e implementar melhorias nos municípios. Em entrevista ao Jornal do Piauí, desta quinta-feira (20), o prefeito ressaltou problemas históricos enfrentados pelos gestores e a necessidade de diálogo com órgãos de fiscalização das contas públicas. 


"Há um dilema quando se quer chegar aos governos estadual e federal porque os municípios não têm organização suficiente de planejamento em relação a projetos. Os prefeitos precisam também de uma relação melhor com o Tribunal de Contas, que tem que ser parceiro em relação as lutas pelas políticas públicas dos municípios, com o Ministério Público", disse. 

O prefeito defendeu ainda a necessidade de um diálogo permanente do novo presidente da APPM com os demais gestores, no intuito de se implementar uma visão empreendedora.

Paulo Martins destacou os gastos de R$ 121 mihões com estradas vicinais, que deveriam ter sido investidos em outras áreas, segundo o prefeito.

"Todos os municípios piauienses receberam máquinas pelo PAC que estão paradas devido a falta de recursos para a manutenção. O custo é de R$ 50 mil mensal e os gestores não tem como fazer isso. O Estado continua aplicando recursos nos municípios sem necessidade e deveria ajudar no custeio dessas máquinas que trabalhavam muito mais do que fazendo ações nas próprias cidades", finaliza.

Mesmo com o apoio do governador eleito, Martins destaca que o fator determinante para ser o novo presidente da APPM é a capacidade de diálogo com todos os prefeitos. 

"Trabalharei de maneira autônoma, com projetos de articulação, implantação de Samu em todas as cidades do interior, retomar o Provab, programa similar ao Mais Médicos, que garante que o município receba R$ 10 mil para bancar despesas com a contratação de médicos. Nosso papel será indicar aos prefeitos de cada cidade, o que se aplica à sua realidade", finaliza Paulo Martins.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Paulo Martins afirma ter apoio de 82 prefeitos para a APPM

O prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, candidato a presidente da APPM (Associação Piauiense de Prefeitos Municipais), afirma que já consolidou o apoio de 82 prefeitos na sua campanha. Ele inicia nessa quinta-feira (20) uma série de reuniões regionais com gestores do Piauí. A maratona começa pela região de Campo Maior.

O encontro com os prefeitos do Território dos Carnaubais será às 17 horas. Em seguida, Martins vai no sábado (22) reunir-se com prefeitos da região de Bertolínea, Floriano e Oeiras. No domingo (23), a reunião será com prefeitos de Paulistana e de Picos. Na segunda-feira (24), as reuniões encerram-se nas regiões de Corrente e São Raimundo Nonato. 

“Estamos empenhados em conversar com o maior número de prefeitos possível e mostrar o nosso desejo de ver uma APPM mais voltada para o municipalismo”, disse Paulo Martins. O prefeito informa que nos encontros com os gestores, além da eleição da APPM, também vão ser debatidas pautas como práticas de relações com os governos Federal e Estadual e ainda a conjuntura econômica e política do Piauí e do Brasil.


redacao@cidadeverde.com

UPA de Campo Maior está prevista para ser concluída em junho

Em Campo Maior, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA)  deverá ser inaugurada em junho de 2015. Com atendimento 24h, a obra beneficiará municípios da região dos carnaubais. 


“A UPA é uma obra de grande importância não somente para Campo Maior como também para toda a região norte do estado. No município, temos carência de fato de um serviço de urgência. Atualmente, trabalhamos em Campo Maior com a atenção básica, agora vamos ter este hospital intermediário, a UPA 24 horas”, destaca o secretário municipal de Saúde Marcelo Pereira.

As Unidades de Pronto Atendimento – UPA 24h são estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, onde em conjunto com estas compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências.

“Temos que integrar a rede municipal de Saúde com a rede estadual e ter uma relação boa com o setor privado em relação a saúde. A ideia é integrar o hospital municipal e o Hospital Regional de Campo Maior a rede municipal de saúde para fazermos uma regulação melhor de saúde no município. O nosso interesse é ter uma harmonia maior com o HRCM para oferecer atendimento de qualidade a população”, destacou o prefeito Paulo Martins.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Campo Maior sedia congresso estadual da Ordem Demolay

O Congresso Estadual da Ordem Demolay do Piauí será realizado pela primeira vez em Campo Maior nos próximos dias 21, 22 e 23 de novembro. Essa é a VI edição do evento que irá reunir Maçons e Demolays de pelo menos sete cidades do Piauí como: Parnaíba, Teresina, Fronteiras, Floriano, Valença, Alagoinha, Pedro II e Campo Maior. Os três dias de congresso serão realizados no Espaço de Eventos Getsêmani.

Entre os assuntos que serão discutidos estão a escolha dos novos líderes juvenis da ordem no estado, a eleição para a escolha do grande conselheiro estadual da Ordem Demolay no Piauí e cerimônia de posse do novo mestre estadual da Ordem.

A Ordem DeMolay é um grupo de jovens patrocinado e apoiado pela maçonaria desde 1919, que foi criado nos Estados Unidos por um Maçom chamado Frank Sherman Land.

Nossa Ordem tem por objetivo criar bons cidadãos, que respeitam as leis, que convivem em harmonia com a sociedade, que auxiliam o próximo em suas necessidades básicas e educacionais e que, por meio do exemplo, sirvam como modelo a ser seguido por todos os jovens.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Prefeitura revitaliza iluminação pública com troca de lâmpadas e reatores

A prefeitura de Campo Maior, por meio da Secretaria de Limpeza e Iluminação Pública, realiza a reposição de lâmpadas queimadas e reparos na fiação nas ruas e avenidas da cidade. Técnicos estão trocando reatores e lâmpadas. 


"Estamos substituindo os equipamentos ultrapassados por material mais moderno. Algumas ruas ainda apresentam deficiência na iluminação, mas na maioria foram colocados lâmpadas e reatores novos", disse Antônio Lustosa, secretário da pasta. 

A equipe da secretaria já realizou a operação nas avenidas Demerval Lobão, Siqueira Campos, Santo Antônio, trechos da BR 343 e na Avenida da ponte que liga ao Bairro de Flores. Segundo o técnico da secretaria conhecido popularmente como “Flor”, está ação irá percorrer toda cidade de Campo Maior.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Jovem é esfaqueado e pedreiro morre por engano em seresta

O pedreiro Geovane Pereira da Silva, 30 anos,  morreu após ser esfaqueado no peito durante uma seresta na localidade Porção II, em Campo Maior, a 78 km de Teresina. O chefe de cartório do 1º DP do município, Baker Martins, diz que as investigações apontam que a vítima foi assassinada por engano. 

"A vítima estava na festa e o sobrinho do acusado foi lesionado no braço. O tio foi tentar se vingar, mas acabou assassinando a pessoa errada. Geovane Pereira não teve nada com a discussão", explica Martins. 

O crime ocorreu na noite deste domingo (16). O acusado, identificado como 'Antonio da Isabel', continua foragido. O sobrinho do suspeito e outras testemunhas estão sendo ouvidos neste momento. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Eleição da Câmara terá votação aberta pela primeira vez

Com a mudança de seu regimento, a Câmara de Campo Maior vai realizar, pela primeira vez, uma eleição aberta para a sua mesa diretora, ou seja, os vereadores terão que declarar em quem votam no momento em que forem convidados para escolher os novos diretores do parlamento municipal.


Por causa da mudança de regime, a data da eleição foi alterada para o próximo dia 26 de outubro. Nessa data os vereadores escolherão o novo presidente, vice-presidente e secretário geral da Câmara.  Até o momento somente dois vereadores manifestaram sua candidatura. Fernando Miranda, que tenta chegar ao cargo a primeira vez, e Josenaide Nunes, que pretende ser reeleita.

Fonte: Portal de Campo Maior

Julgamento por homicídio é adiado por falta de gasolina em viatura

O julgamento do acusado de homicídio Daniel Pereira de Sousa, conhecido como "Piu" foi adiado pelo juiz Edson Alves, da 1ª vara do Tribunal do Júri de Campo Maior, por falta de combustível no carro que faria o transporte do preso. "Piu "está preso desde 2010 e é acusado de participar da morte do jovem Paulo Henrique da Silva Carvalho, morto com dois tiros na cabeça. O julgamento estava previsto para esta sexta-feira (14) e foi adiado para o dia 9 de dezembro.


"Nós recebemos a comunicação de que o veículo estava sem combustível e não pudemos fazer nada, tivemos que adiar o julgamento", informou o juiz.

O promotor criminal do município, Cláudio Bastos, informou que o caso será denunciado à Promotoria dos Feitos da Fazenda Pública, para que haja uma atuação rigorosa responsabilizando o governo do Estado. O promotor pontuou o caso como omissão de gestão, ao deixar que as viaturas da Secretaria de Justiça, fiquem sem combustível.


O Cidadeverde.com tentou contato com a secretária de Justiça do Estado, Ana Paula Mendes, mas até o momento não obteve retorno.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Criança de 02 anos morre engasgada com uva

O pequeno Pedro Isnael dos Santos, dois anos, morreu em decorrência de dificuldades respiratórias após se engasgar com um pedaço de uva. De acordo com vizinhos, a mãe ainda chegou a socorrer a criança, que não resistiu e veio a óbito no hospital.

                                          Foto: Reprodução/ Facebook

O caso ocorreu no bairro São João, em Campo Maior, nesta quinta-feira (13). "Ela ainda tomou a fruta do filho e tentou reanimá-lo. A criança foi levada com vida ao Hospital Regional de Campo Maior (HRCM), mas não conseguiram salvá-lo", disseram vizinhos. 


Pedro Isnael já teria problemas na musculatura mastigatória, o que pode ter agravado o quadro. O corpo foi velado durante a noite e pelas redes socais, amigos da mãe do garoto e internautas lamentaram a fatalidade.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Campo Maior terá ação integrada para implantar projeto de alimentação Saudável

Para melhorar o acesso das famílias às informações sobre alimentação saudável e prevenção das doenças por carência nutricional três secretarias municipais de Campo Maior: Educação, Saúde e Assistência Social estão envolvidas no Planejamento de Ação de Educação Alimentar e Nutricional – EAN. As ações serão executadas até o final desta ano.


Presentes a reunião que aconteceu na manhã de quinta-feira (06/11) na Secretaria Municipal de Educação – SEMED, o secretário de Educação “Ribinha”, De Desenvolvimento Social Conceição Lima e representando o secretario de Saúde Marcelo Pereira a enfermeira Karine Bandeira Paz.

O projeto está sendo trabalhado por três alunas de cada uma das secretarias: A nutricionista Valdnea Marin (Da Secretaria de Desenvolvimento Social), a professora Zildene Mourão (Educação) e a nutricionista Nilzana Gomes (Saúde). Elas estão fazendo o curso a distância na Fundação Fio Cruz de Atualização em Educação Alimentar e Nutricional no Programa Bolsa Família.

“O objetivo geral do curso é estimular o consumo sustentável de frutas e hortaliças e valorizar pratos da cultura local, junto às famílias do PBF das crianças da creche Tia Angélica, no Bairro Santa Rita”, disse a professora Zildene. Elas pretendem com o apoio das três secretarias realizar várias atividades para despertar nas famílias alvos do projeto a conscientização da importância de uma alimentação saudável para o pleno desenvolvimento humano.

“A intersetorialidade é importante para trabalhar com as famílias, quem ganha é o município porque uma ação desta é importante para a saúde porque trabalha a prevenção”, disse a secretaria de Desenvolvimento Social Conceição Lima, que participou da reunião com os demeis envolvidos na ação.

“Na Educação municipal com certeza teremos resultados positivos porque a educação é fundamental para tudo o que você vai fazer na vida”, disse o secretário Municipal de  Educação, José de Ribamar, “Ribinha”.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores