Cidadeverde.com

Campo Maior construirá creche para atingir 10 mil matriculas em 2018

A meta do prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, é matricular 10 mil alunos nas escolas da rede municipal de Educação em Campo Maior. Para isto, na manhã desta quarta-feira (16.08) ele e a secretária de Educação Conceição Lima e a vice-prefeita Liége Cavalcante assinaram ordem de serviços para a construção de uma creche Modelo, tipo 2, padrão FNDE, no Bairro Parque Estrela.

Por enquanto o número de alunos da rede é 9.024. A creche vai acomodar mais de 120 alunos da comunidade e região. Na semana passada, ele inaugurou mais uma escola, na comunidade São Joaquim, a Zenita Pires Ferreira, com capacidade para receber mais alunos, além dos 200 que já existem.

O recurso para a construção da creche no Parque Estrela é da ordem de R$ 1.235.108,3. A unidade que será construída na Avenida São Tomás de Aquino, com área total de 890,73 m², vai receber o nome da saudosa professora e escritora Marlene Mourão, que residia no Bairro.  O início da obra, segundo o prefeito, será nesta quarta-feira (16.08) com previsão de término em 17.08.2018.

"Esta creche vai mudar a vida de muita gente, e o nosso proprósito como gestor, o compromisso que  assumimos foi de melhorar, mudar, contribuir com a melhoria na vida das pessoas do município", disse o prefeito. Atualmente as crianças estudam na Escola Nossa Senhora de Fátima, que está pequena para acomodar o alunado do Bairro e da região.

"Esta obra vai criar condições e segurança aos professores e alunos; e às famílias, dar condição de colocarem seus filhos para estudarem numa creche com este padrão de qualidade. Vai ser a primeira da história de Campo Maior com este padrão", destacou o prefeito, anunciando que em breve Campo Maior vai ganhar outra no Conjunto Renascer, maior, tipo 1, no valor de R$ 1.800,00. "Em breve estaremos anunciando o início da obra", garantiu o prefeito.

A secretária Conceição Lima  disse que esta creche terá muita importância e um significado muito especial. "É na primeira infância que é formado o caráter de um ser humano e será aqui nesta creche onde os valores éticos e morais serão impregnados no comportamento e na personalidade destas crianças que vão adentrar neste espaço", refletiu a secretária Conceição Lima.

Presente a solenidade de assinatura da ordem de serviços o presidente da Associação do Bairro, José Francisco Costa, "O Zezinho", o vereador Luís Lima representando a Câmara, secretários municipais, presidentes de Associações Comunitárias, professores e populares.

A Dona de casa Maria Fernanda de Sousa e o seu marido, que tem uma criança de menos de seis meses e estavam na solenidade, contaram, que a construção da creche é uma ação maravilhosa. "A Escola mais próxima de quem mora no Bairro será interessante para todos", disse a dona de casa, que reside na Avenida Alto Longá. Ela tem uma filha com menos de seis meses e a levou para o ato, já com a certeza de que terá uma escola no futuro para ela estudar perto de casa e com um padrão de qualidade.

Fonte: Ascom

Campo Maior: imagem de São Francisco vai ganhar santuário

Santa Úrsula é uma comunidade da zona Rural de Campo Maior. Lá foi erguida uma curiosa imagem de São Francisco, de 5 metros de altura, que foi construída no mesmo lugar em que  foi achada uma miniatura do santo católico. O lugar já passa a ter uma visitação de fieis regular e a comunidade pediu ao poder público municipal que construa um santuário.

A comunidade Santa Úrsula festejou a sua padroeira (de mesmo nome) recentemente no período de 2 a 12 de agosto. O prefeito de Campo Maior Professor Ribinha esteve presente na festa religiosa da localidade e em conversa com a líder comunitária, Zildene Mourão,  recebeu a solicitação para a construção do santuário.

O prefeito participou da ultima novena e disse que vai enviar uma equipe técnica da Superintendência de Obras para elaborar o projeto do santuário. O prefeito disse que no local já foi construída, pela Prefeitura de Campo Maior, uma praça e agora a capela de Santa Úrsula está ganhando um adro.

A líder comunitária disse que pediu ao prefeito para que seja construído uma espécie de santuário para proteger a imagem e ainda dar um conforto maior aos fieis visitantes.

Zildene lembra que a imagem foi erguida pelo seu irmão, o comerciário Rilmar Mourão, após fazer a promessa de construir a imagem gigante de São Francisco, caso ganhasse a graça de encontrar a sua miniatura que havia perdido no local anos antes. A pequena relíquia católica foi encontrada enterrada. “Ele construiu a imagem de São Francisco porque é devoto”, finalisa Zildene.


Fonte: Ascom

Jovens que estão fora da escola em Campo Maior podem retornar aos estudos

A Secretaria de Educação de Campo Maior, por meio da coordenação de Educação de Jovens e Adultos- EJA Regular faz um chamado a todos os alunos a partir de 15 anos até a idade adulta, que não tiveram a oportunidade no tempo certo para se escolarizar e que estão fora da escola, a procurar uma unidade de ensino EJA para fazerem suas matrículas. Segundo a coordenadora do EJA no município - Isaura Lustosa, o índice de pessoas que não possui as instruções primárias (analfabeto) ainda é muito grande. 

"Aqui em Campo Maior existem sete escolas que funcionam com EJA municipal, cinco delas na zona urbana e duas na rural", disse a coordenadora, ressaltando, que na cidade são: A escola municipal Raio de Esperança (Flores), CAIC (Fripisa), Dr.Milton Soldani Afonso (Cidade Nova), Mariema Paz (Centro) e Águida Maria da Conceição (Alto do Meio).

Na zona rural: No Porção II, fica a escola Deinha Andrade  e na localidade Água Fria a Escola Lonoca Gaioso. O ensino funciona de segunda a sexta-feira, a partir das 19h, e vai até às 21h50. "Nós temos o primeiro ciclo que vai até o 5º ano e o segundo que vai do 6º ao 9º ano", explicou Lustosa. Os alunos que se matriculam recebem material didático gratuitamente.

"Atualmente existem 432 alunos matriculados nesta modalidade de ensino, um número considerado pequeno levando em conta a grande quantidade de jovens e adultos fora da escola, que precisam dar continuidade aos estudos. A EJA prepara o cidadão que está fora da escola para o mundo, o dando uma nova oportunidade de se profissionalizar e conquistar um espaço melhor no mercado de trabalho. No município temos até o nono ano, que corresponde ao ensino fundamental, na rede estadual tem o ensino médio", orientou Isaura Lustosa.

Fonte: Ascom

Estrada esperada há 70 anos acaba o isolamento e ajuda a escoar produção

Para alguns moradores é a redenção econômica e para outros é o instrumento que tira do isolamento centenas de pessoas. Mas todos concordam que os 14 quilômetros da estrada da comunidade Esmeralda, na região dos Corredores, em Campo Maior é uma grande ação do Município, que mudou a realidade da população local.

O prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, fez nesse sábado, 12.08, a visita técnica à comunidade Esmeralda e Cajazeiras, onde as máquinas e homens da Prefeitura de Campo Maior concluem os 14 quilômetros da estrada que tira da região do isolamento, proporciona o escoamento da produção agrícola e a interliga os municípios de Campo Maior e Coivaras.

O prefeito, que estava acompanhado dos secretários Lustosa (Limpeza e Iluminação) e Carlos Torres (Relações Institucionais), ouviu os agradecimentos dos moradores que esperavam pela estrada há 70 anos.

Ribinha visitou a casa do agricultor Francisco da Costa, de 76 anos, mais conhecido como Chico Coco. O chefe da família Costa disse que a estrada vai facilitar o acesso dos netos à escola. “Meus netos precisam ter a oportunidade estudar que eu não tive, por isso estou feliz com a estrada”, diz emocionado Chico Coco.

O produtor de melancias, José Matias, conhecido como Zezé, disse que já estava pensando em desistir de plantar melancias porque não tinha estrada para escoar, mas com a construção da vicinal mudou de ideia e já está planejando até em aumentar a produção. “A estrada é a porta do progresso, por isso vou continuar produzindo”, disse o produtor.

O jovem casal Paulo e Layane, que moram na comunidade há seis anos, já planejavam mudar para outra região, porque não suportavam mais viver isolados. Layane disse que a construção da estrada fez ela alterar os planos e resolveu seguir morando no lugar em que o marido nasceu. “Aqui moram os pais do meu marido e com a construção da estrada vejo outras oportunidades surgindo”, declara.  

Fonte: Ascom

Pescador morre afogado no Rio Longá

Um pescador, conhecido como Joaquim Leitão, morreu afogado na tarde desse sábado (12) no Rio Longá, na cidade de Campo Maior, distante 78 quilômetros de Teresina.    

Segundo o delegado plantonista Andrei Alvarenga, do 1º Distrito Policial de Campo Maior, Joaquim se distanciou do grupo que pescava com ele no rio, foi arrastado pela força da água para o local mais fundo e acabou se afogando. 

“Ele e um grupo de pessoas saíram de Capitão de Campos para pescar no Rio Longá em Campo Maior. Em determinado momento ele se afastou para um local mais fundo e terminou morrendo afogado. Nem mesmo deu tempo dos amigos tentarem salvar ele devido a distância que se encontrava dos demais”, disse o delegado. 

O corpo foi resgatado e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Teresina. 


Fonte: Portal Em Foco
redacao@cidadeverde.com 

Equipes da Prefeitura estão nas ruas trabalhando para manter a cidade limpa

Equipes de Limpeza da Prefeitura de Campo Maior se encontram no Bairro São João fazendo a retirada de matos e sujeira próximos aos meios que alguns transeuntes jogam quando passam pelas vias. A limpeza constante é importante para evitar a proliferação de mosquitos e doenças que podem comprometer a vida das pessoas.

O prefeito Ribinha, em sua gestão, juntamente com o secretário de Limpeza Lustosa têm mantido regularmente a cidade limpa. Eles pedem também os esforços da população em acondicionar lixo doméstico em locais adequados para o transporte recolhe-los nos dias que passam pelas ruas. Eles entendem, que com o apoio da população, fazendo também a sua parte, as pessoas ficarão menos suscetível as doenças por conta de sujeira. 

Fonte: Ascom

OAB Office será inaugurado em Campo Maior

A advocacia de Campo Maior/PI será contemplada com um espaço confortável e moderno para o exercício da atividade profissional. Trata-se do OAB Office “Jerônimo dos Santos e Silva” que será inaugurado nesta quarta-feira (09) em solenidade festiva com a presença dos dirigentes da OAB-PI. Localizado no Fórum Des. Manoel Castelo Branco – Centro, a inauguração do novo OAB Office marcará o início das comemorações pelo mês do advogado no município.

O escritório é o quarto a ser inaugurado pela OAB no Estado do Piauí, que já oferece os serviços na capital, Teresina, e nas cidades de Parnaíba e Altos. O espaço permite ao advogado prestar atendimento ao cliente e conta com computadores disponíveis nas duas estações de trabalho para o peticionamento eletrônico, além de impressora e scanner.

Para o presidente da Subseção da OAB em Campo Maior, Wilson Spindola, o escritório modelo representa mais uma conquista para a classe advocatícia da região. “Com a instalação do Processo Judicial Eletrônico, a OAB oferece uma nova estrutura com informatização para os advogados. O espaço auxiliará o desempenho das tarefas diárias, além de permitir a recepção aos jurisdicionados”, disse.

O presidente da OAB-PI, Chico Lucas, reitera que é papel da Ordem contribuir com o bom desempenho das atividades profissionais da classe. “Para comemorar o mês do advogado, entregaremos mais um espaço digno para o exercício profissional, que é o OAB Office, esse mais novo conceito de escritórios planejados para a advocacia”, afirma.

Confira a programação comemorativa para o mês do advogado em Campo Maior:

09/08 (quarta-feira), às 8h30 - Inauguração do OAB Office no Fórum Des. Manoel Castelo Branco e Compromisso de Novos Advogados
Endereço: Rua Siqueira Campos, 372, Centro, Campo Maior-PI;
10/08 (quinta-feira), às 16h - Passeio Ciclístico dos Advogados
Saída: Sede da Subseção OAB/Campo Maior;
11/08 (sexta-feira), às 19h - Curso de Combate à Violência contra a Mulher
Local: Câmara Municipal de Campo Maior
Inscrição: 1 lata de leite em pó;
19/08 (sábado), às 08h - Torneio de Futebol;
31/08 (quinta-feira), às 19h30 - Jantar com os Advogados
Local: Churrascaria Havaí

Fonte: Ascom

Prefeitura inaugura a 9ª Unidade Básica de Saúde em Campo Maior

A Prefeitura de Campo Maior através da Secretaria Municipal de Saúde entregaram nessa sexta-feira 4/8, mais uma Unidade Básica de Saúde. Dessa vez, a população do Bairro Santa Cruz e Fripisa foi contemplada com uma unidade moderna e totalmente equipada. A entrega foi feita pelo prefeito professor Ribinha e pelo secretário de Saúde, Marcelo Miranda.

A solenidade que foi bastante prestigiada por autoridades e populares, faz parte das comemorações do aniversário de 255 anos de Campo Maior.  Campo Maior passa a contar agora com nove Unidades Básicas de Saúde, todos em funcionamento.

Em sua fala o prefeito professor Ribinha, destacou a importância que a UBS vai proporcionar à população. “A existência desta UBS faz com que a população, possa se sentir cada vez mais valorizada, respeitada, porque de fato é mais uma unidade de saúde que entregamos com todo conforto, ambiente climatizado, equipamentos novos e o mais importante, profissionais qualificados para atender à população”, destacou Ribinha.

O secretário Marcelo Miranda falou da importância das novas Unidades Básicas de Saúde, ele destacou ainda o trabalho realizado com a humanização no atendimento e a motivação aos funcionários.

Fonte: Ascom

Estádio Deusdedith Melo é reinaugurado em Campo Maior

Valeu a pena esperar! O Estádio Deusdedith Melo foi reaberto, nesta sexta-feira (04), após dois anos fechado para reforma. Agora com uma nova cara, o caldeirão de Caiçarinos e Comercialinos retoma suas atividades com uma estrutura renovada e moderna.

Com capacidade para 4 mil pessoas, a reforma deu ao Deusdedith Melo um gramado com irrigação automática; iluminação para realização de jogos a noite; além da restauração geral de arquibancadas, cadeiras, cabines de rádio e vestiários. O Estádio pertence ao Governo do Estado, responsável pela reforma, realizada através da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi).

Ao todo, foram investidos R$ 351 mil. Deste valor, R$ 204 mil foram aplicados na obra de engenharia e R$ 147 mil na iluminação de led com subestação própria que possui capacidade de 75kva. Foi a mais ampla reforma realizada na praça esportiva nos seus 57 anos de existência.

Para o presidente da Fundespi, Paulo Martins, a reforma é motivo de muita alegria para toda a população de Campo Maior. “Fazer a recuperação do estádio em minha cidade é uma alegria dobrada. Ter uma praça esportiva motiva os times. De nossa parte vamos fazer o que for possível para que os times profissionais voltem a dar alegria aos seus torcedores. Sempre apoiamos o amador e o profissional”, destacou.

A festa de inauguração foi abrilhantada com a Abertura do Campeonato Amador 2017, realizado pela Liga Amadora de Futebol com o apoio da Prefeitura. A solenidade contou ainda com a escolha da Musa do Campeonato Amador 2017, tendo como vencedora a estudante Debora, Pereira de 16 anos, representando o Clube União São Paulo.

A solenidade contou com a presença do Prefeito de Campo Maior, professor Ribinha, do Deputado Estadual Aluísio Martins, a vice-prefeita, Dra. Liége, secretários municipais, vereadores, desportistas, torcedores e lideranças locais.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Prefeitura inaugura calçamento da Rua Mandubé em Campo Maior

A Prefeitura de Campo Maior inaugurou nesta quarta-feira (02/08) a pavimentação poliédrica e o Bueiro da Rua Mandubé no Bairro Horto Florestal em Campo Maior. Foram mais de mil metros de calçamento construídos com recursos próprios do tesouro municipal pela gestão do atual prefeito Professor Ribinha.
 
O bueiro que substituiu uma ponte de madeira que ligava o Horto Florestal ao Bairro de Flores foi construído pela gestão do ex-Prefeito Paulo Martins no ano passado em parceria com o Governo do Estado.
 
A solenidade de inauguração teve a presença dos lideres comunitários de Flores e do Horto, Boca e Marcinho, vereadores, secretários municipais e dos moradores que agradeceram o fim da lama e poeira que existia antes da obra.

Fonte: Ascom

Posts anteriores