Cidadeverde.com

Obra da orla do Açude de Campo Maior entra em nova fase

A Prefeitura de Campo Maior, através da Superintendência de Obras, iniciou mais uma etapa da obra de Revitalização da Orla do Açude de Campo Maior. Nessa nova etapa da obra será feita a regularização do aterro, complemento das ciclovias, construção da passarela elevada em concreto armado, proteção do talude com plantação de capim e a implantação das bordas da passarela.

O prefeito Professor Ribinha, que visitou o local nessa segunda-feira, (04.12), acompanhado do superintendente Dibes Ipiabina, detalhou que nessa nova fase da revitalização será feita a regularização do talude do açude (aterro das margens) para implantação da vegetação (tipo capim) para evitar as erosões.

Ribinha continua detalhando e informou que também serão instaladas as bordas do canteiro central, (meios-fios), para implantação da vegetação e ainda a conclusão do passeio com lajes ornamentais. “Todo esse serviço será feito com recursos próprios da Prefeitura de Campo Maior”, comunica o prefeito.

Em uma outra fase da revitalização a iluminação da orla será totalmente revitalizada, onde serão colocados novos postes e luminárias de LED. “Vamos cumprir o que está no projeto inicial, a medida que forem sendo disponibilizados os recursos do município”, prevê Ribinha. 

Fonte: Ascom

Câmara dos Vereadores muda regimento e antecipa eleição da Mesa Diretora

Na última terça-feira (28), a Câmara dos Vereadores aprovou por unanimidade dos vereadores a readequação do regimento interno da casa. Mas o que causou estranheza foi a decisão de antecipação da eleição para mesa diretora. A eleição era prevista anteriormente para o final do ano de 2018, faltando um ano, mas os vereadores decidiram antecipar.

O vereador Edvaldo Lima disse que com as novas regras da casa fica permitida a antecipação da eleição para o próximo biênio, no caso, 2019-2020. O atual presidente, com mandato até o final de 2018, é o vereador Fernando Miranda. Não se sabe ao certo se o petista vai querer concorrer à reeleição. Um dos nomes cotados para assumir a presidência é o do vereador Luís Lima, um dos mais experientes da casa. Também cogita-se a eleição de nomes mais jovens, que poderia trazer um novo dinamismo ao legislativo municipal.

A mesa diretora pode baixar o edital até segunda-feira (04). As chapas que desejarem concorrer, devem registrar-se na secretaria da Câmara com até uma hora antes do início da sessão, ou seja, até as 18:30 do dia 05 de Dezembro. O que pouca gente entendeu foi o motivo da antecipação de uma eleição que pode acontecer no prazo de um ano, e cujo eleito só assumirá em janeiro de 2019. Ainda estamos em 2017.

Fonte: Ascom

Parceria Público-Privada de Campo Maior é exemplo para todo o Brasil

A Parceria Público-Privada para a instalação o sistema de iluminação pública por LED foi tema de um dos painéis do 1º Seminário de Consórcios e Permissões: Instrumento de Gestão Compartilhada, que está sendo promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília. A apresentação do tema foi feita pelo prefeito Professor Ribinha, na tarde dessa quinta-feira, dia 23.

Durante a apresentação, o prefeito campomaiorense explicou que a cidade aderiu a uma PPP em que permitiu a redução de custos na prestação do serviço. Segundo o gestor, a adoção de iluminação de Led foi benéfica para o fluxo direcionado da iluminação, aumento da vida útil das lâmpadas 40% a 60% e permitiu fluxo melhor direcionado na iluminação da sua cidade.

“Com esse modelo pretendemos reduzir também os índices de violência, otimizar os recursos públicos e garantir um serviço mais eficiente para a população”, relatou.

O Seminário, que começou na quinta com uma palestra sobre casos de Inovação na Gestão Compartilhada, acontece na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília, até o final da tarde dessa sexta, 24.

O evento visa apresentar e discutir a aplicação de novas ferramentas de gestão que surgiram nos últimos anos e poderão contribuir para tornar a gestão mais eficiente.

Fonte: Ascom

2º SALICAM de Campo Maior acontece de hoje até o dia a 25

A Prefeitura de Campo Maior, por meio da Secretaria Municipal de Educação, numa parceria com o Governo do Estado, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Aluísio Martins realizará de 23 a 25 de novembro o 2º Salão do Livro de Campo Maior - SALICAM, no Espaço da Galeria do Complexo Valdir Fortes.

A programação que inicia hoje 21 horas consta de exposições, comercialização e lançamento de livros, apresentações culturais das escolas com culminância e encerramento do Projeto de Leitura Heróis do Saber, palestras para toda a população e outras atividades culturais.

"Teremos também recitais, apresentações de danças, bate papos envolvendo adolescentes, pessoas da terceira idade, a participação de artistas locais da música, e a cantora Soraya Castelo Branco como convidada", contou a professora Alcélia Ramos, coordenadora do evento.

A programação do SALICAM quer envolver ainda os desenhistas, pintores, pessoas que possuem telas, trabalhos concluídos, para expor em um espaço específico para isto.

"O prefeito Professor Ribinha, bem como a secretária de Educação Conceição Lima e o deputado Aluísio Martins, estão envolvidos neste projeto para fazer desta programação cultural, um grande evento em Campo Maior, envolvendo o máximo de pessoas neste momento cultural", frisou a coordenadora.

Fonte: Ascom

MPPI ingressa com ação por improbidade administrativa contra médico que deixou plantão em Campo Maior

O Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Campo Maior, ingressou com ação civil por improbidade administrativa contra o médico César Barros Rebelo, que é servidor do hospital regional de Campo Maior.

 Segundo o promotor de Justiça Maurício Gomes, autor da ação, o profissional de saúde, com escala presencial de 24 horas, em outubro de 2014, saiu do plantão médico sem aguardar a chegada do profissional que ficaria na próxima escala. Para Maurício Gomes, o médico César Barros Rebelo “simplesmente deixou o HRCM, assim como os pacientes em tratamento médico de urgência e emergência, sem se importar com eventuais desventuras ou intempéries médicas que viessem a ocorrer, afrontando diretamente seu dever moral de aguardar seu substituto legal, conforme escala de médico plantonista”, afirma o membro do MPPI na ação.

Entre os pedidos apresentados pelo Ministério Público está a realização de audiência de conciliação, a fim de se discutir eventual TAC, conforme sugere a resolução CNMP n.º 179/2017; além disso o MPPI solicita que o Estado do Piauí e a diretoria seja informados sobre a ação de improbidade a fim de que tomem as medidas administrativas cabíveis para o caso.

 Por fim, o Promotor de Justiça requer ao Poder Judiciário a condenação do médico, com base no artigo 12 da Lei Federal Lei n.º 8.429/92, por prática de ato de improbidade administrativa, tendo em vista que o mesmo deixou o plantão médico que exercia, sem realizar a passagem, para o profissional que o sucederia, dando conhecimento do quadro clínico dos pacientes, violando os princípios da legalidade, eficiência e moralidade.  

Fonte: Ascom

Casa de Detenção de Campo Maior é inaugurada com vagas para 160 presos

A Casa de Detenção de Campo Maior, que tem capacidade para 160 presos, foi inaugurada nessa segunda-feira, 13, pelo governador Wellington Dias, pelo secretário de Justiça, Daniel Oliveira, pelo deputado Aluísio Martins e pelo prefeito Professor Ribinha e ainda outras autoridades.

Os presos começam a chegar na próxima quinta-feira, 16, e a preferência será para presos provisórios da região de Campo Maior com bom comportamento. “Vamos ainda ter reuniões estratégicas para montar o esquema de segurança para a chegada de presos, mas já a partir de quinta-feira devem chegar nossos primeiros 10 presos até completar 150 detentos e ainda vão ficar 10 vagas rotativas”, informou o diretor do presídio, Hermógenes Paz.

O governador Wellington Dias destacou que a Casa de Detenção Provisória de Campo Maior é o segundo presídio inaugurado em sua gestão criando 400 novas vagas no sistema prisional do Piauí.

No local, que foi construído segundo o padrão do Departamento Nacional Penitenciário, existem três pavilhões (um para presos especiais e dois para carceragem de presos), anexo administrativo, com salas de aula, parlatório e sala para visitas.

O deputado Aluísio Martins anunciou que por causa da abertura do presídio, a região terá a logística de segurança pública reforçado e informou que o governador Wellington Dias vai destinar seis novas viaturas para o 15º Batalhão da Polícia Militar. “Serão duas para Campo Maior e quatro para serem distribuídas nos municípios da região”, declara o parlamentar.

Fonte: Ascom

Penitenciária Regional de Campo Maior será inaugurada segunda-feira

O Governo do Estado através da Secretaria de Justiça (Sejus) irá inaugurar na próxima segunda-feira 13/11 a Penitenciária Regional José de Arimateia Barbosa Leite em Campo Maior. A solenidade terá a presença do governador do Estado, Wellington Dias, do prefeito Professor Ribinha, do deputado estadual Aluísio Martins, do secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, entre outras autoridades.

Localizada na zona rural de Campo Maior, a Casa de Detenção abri 160 novas vagas no sistema prisional do Piauí. São dois pavilhões, com um total de 47 celas. Na sua estrutura, o local ainda abriga módulos de ensino, consultório odontológico e setor administrativo.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, observa que a Casa de Detenção José de Arimateia Barbosa Leite de Campo Maior vai colaborar para reduzir o excedente prisional. “Nossa meta é diminuir a superlotação, tornando o sistema mais seguro e efetivo, do ponto de vista da humanização”, destaca.

Fonte: Ascom

TJ autoriza início da construção do novo Fórum de Campo Maior nessa quinta

O presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Erivan Lopes, assinará nessa quinta-feira, 09.11, a ordem de serviço para a construção do novo Fórum de Campo Maior, que inicia ainda no mês de novembro. O novo prédio tornará o acesso aos serviços da justiça mais céleres e permitirá aos operadores do direito uma melhor e mais eficiente prestação jurisdicional.

A construção do novo prédio custará aos cofres públicos cerca de R$ 5 milhões. O novo Fórum de Campo Maior vai ocupar área de 1.290 m². Será composto por Juizado Especial Cível e Criminal com secretaria, sala de audiência, gabinete de juiz, recepção, assessoria, 2 salas de juízes leigos, 2 salas de juízes conciliadores. Também terá 2 Varas, cada uma com secretaria, sala de audiência, gabinete de juiz, recepção e assessoria.

No local vai funcionar ainda salas para a Defensoria Pública, OAB e Ministério Público. Contará com auditório, estacionamento interno e externo.

O prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, que foi convidado para a solenidade disse que a construção de um novo fórum para atender os munícipes é um sonho que está prestes a se tornar realidade.

Já o desembargador Erivan Lopes ressaltou que, além de melhorar o atendimento para quem procura a Justiça, o novo prédio também trará mais conforto e qualidade de vida aos servidores do Poder Judiciário e toda população no município.

Fonte: Ascom

Prefeitura estimula troca de garrafas pet por mudas de plantas.

A Prefeitura de Campo Maior através da Secretaria de Meio Ambiente continua promovendo campanhas em prol do verde, como a troca de mudas por garrafas pet, que estimula a população a preservar o meio ambiente.

A ação consiste na troca sustentável de garrafas pet por mudas de plantas. As pessoas podem trocar garrafas plásticas por uma muda dos três tipos disponíveis: frutíferas, medicinais e ornamentais, a cada 3 garrafas pet, a pessoa pode escolher 1 muda de planta.

A troca é realizada das 8hs até as 11horas, na primeira segunda-feira de cada mês, na praça da Prefeitura.

Segundo o gerente de Meio Ambiente, Lucas Ribeiro, a campanha objetiva conscientizar a população de que atitudes corretas contribuem para preservação do meio ambiente e reduzem a agressão à natureza, “O intuito é demonstrar para as pessoas as vantagens de preservar o meio ambiente, contribuindo para a redução do volume de lixo no aterro sanitário e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas, bem como a arborização da cidade”. disse ele.

Fonte: Ascom

Prefeitura conclui obra de pavimentação do Conjunto José Francisco Bona

O sonho de ter uma rua pavimentada era esperado há 24 anos pelos moradores das quadras F,G e H do Conjunto José Francisco Bona, em Campo Maior.

Agora esse  sonho está sendo possível porque a Prefeitura de Campo Maior está investindo R$ 250 mil dos cofres municipais para pavimentar os 130 metros de cada uma dessas ruas.

Com o trabalho, que está sendo executado pela Superintendência Municipal de Obras, o Conjunto José Francisco Bona fica totalmente pavimentado, o que era um pedido antigo  dos moradores. 

O prefeito Professor Ribinha visitou as ruas contempladas e deu os serviços por concluído, recendo do povo o carinho e a gratidão por essa tão importante obra. “Vejo nos rostos e no aperto de mãos dos moradores aqui do José Francisco Bona que a Prefeitura de Campo Maior está realizando uma grande obra”, destaca o prefeito.

O morador Antônio Francisco Saraiva disse que a Prefeitura está retirando uma grande preocupação dos moradores, uma vez que está acabando com a poeira, a lama e com muitas doenças provocadas pela falta de calçamento nas ruas do conjunto. “Agora sim, podemos respirar mais aliviados”, disse o morador.

Fonte: Ascom

Posts anteriores