Caravana 25 anos
  • Prefeito Jos√© Hamilton quer Parna√≠ba refer√™ncia na sa√ļde, educa√ß√£o e turismo

    O prefeito de Parna√≠ba, Jos√© Hamilton Castelo Branco (PTB), afirmou, durante entrevista na Cavarana 25 anos, direto do litoral, que trabalha para transformar a cidade em um centro de refer√™ncia em sa√ļde, educa√ß√£o e turismo.

    Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com

    ‚ÄúNa d√©cada de 40, Parna√≠ba estava entre as 60 cidades de maior destaque na economia do pa√≠s. Esse movimento era promovido pela for√ßa da cera de carna√ļba. Agora, queremos voltar a cidade para esse patamar‚ÄĚ, explica o gestor.

    Outro ponto defendido pelo prefeito é capacitação dos profissionais. Segundo o prefeito, cerca de 12 mil parnaibanos estão matriculados em cursos superiores. Isso representa quase 7% da população acreditando na força do ensino.


    ‚ÄúParna√≠ba quer se transformar em referencia na sa√ļde, educa√ß√£o e turismo e para isso, temos que investir em educa√ß√£o. O delta do Parna√≠ba tem uma preserva√ß√£o ambiental que impressiona, teremos em breve um curso de medicina. Isso nos estimula a crescer‚ÄĚ, disse Jos√© Hamilton.

    Al√©m do desenvolvimento econ√īmico, o prefeito defende o revigoramento da cultura e da pol√≠tica no munic√≠pio litor√Ęneo que √© a segunda cidade mais importante do Piau√≠. 

    Caravana 25 anos
    O prefeito Jos√© Hamilton parabenizou a iniciativa da TV Cidade Verde em cair na estrada e mostrar os tra√ßos do Estado escondidos pelas cidades do interior. Na oportunidade, o gestor se solidarizou com Amadeu Campos e desejou sa√ļde e um regresso breve.


    ‚ÄúAproveito para mandar um grande abra√ßo ao Amadeu. Ele √© uma pessoa que tem prestado grandes servi√ßos ao Estado do Piau√≠ atrav√©s da comunica√ß√£o. Que ele possa se restabelecer logo. Boa sorte‚ÄĚ, desejou.

    Lívio Galeno
    liviogaleno@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 14:29
  • Cabesativa √© atra√ß√£o musical no Jornal do Piau√≠ especial de Parna√≠ba

    Quem j√° foi a Parna√≠ba e n√£o viu um show da Cabesativa n√£o aproveitou bem a cidade. A banda √© uma das mais conhecidas por fazer m√ļsicas pol√™micas que falam de temas como impunidade, consci√™ncia e liberdade de express√£o. Nesta segunda-feira (5), o grupo se apresentou ao vivo no Jornal do Piau√≠ e falou um pouco sobre sua hist√≥ria.

    Thiago Amaral/Cidadeverde.com

    Cabesativa surgiu há 11 anos e faz questão de não ter uma definição quanto ao seu estilo. "Costumo dizer que a banda não tem uma definição, só sentimento. Não posso defini-la, só senti-la", disse um dos vocalistas, Caetano Neto.


    Atualmente com nove m√ļsicos, Cabesativa est√° se preparando para a produ√ß√£o do seu primeiro DVD, que ser√° gravado aqui mesmo em Parna√≠ba, no Porto das Barcas, onde o Jornal do Piau√≠ est√° sendo apresentado. "O projeto ainda n√£o tem um nome, mas j√° h√° bastante expectativa em torno dele. Acreditamos que at√© o final do ano conseguiremos produzi-lo e em 2012 vamos comemorar seu lan√ßamento", disse Caetano.

    Cabesativa j√° lan√ßou dois CDs, "De ambas as partes" e "Lados positivos". Ao vivo no Jornal do Piau√≠, os m√ļsicos cantaram as m√ļsicas "Volta por cima", que trata do tema da supera√ß√£o; "Rabo preso", que fala da liberdade de express√£o e "Piau√≠ terra boa", uma homenagem ao Estado.



    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 14:14
  • Bernardo Carranca, o folclore vivo de Parna√≠ba, se apresenta no Jornal do Piau√≠

    Natural de Esperantina, mas criado em Parnaíba, Bernardo Carranca é praticamente um folclore vivo da cidade. Ele ficou conhecido desde cedo, por ser o vocalista da banda Os Grilos, criada em 1967. Ao vivo no Jornal do Piauí, ele mostrou aos telespectadores o motivo de tanta fama.

    Thiago Amaral/Cidadeverde.com

    A banda surgiu em um momento de grandes transforma√ß√Ķes para a juventude parnaibana. Os filhos de fam√≠lias influentes, herdeiros de fortunas, formavam suas bandas com a novidade da √©poca, as guitarras el√©tricas, um luxo para os anos 60. Eles cantavam at√© em ingl√™s, imitando seus √≠dolos. Nesse momento surgiu a banda Os Grilos, na qual Bernardo Carranca era o vocalista e sua principal caracter√≠stica era a arte do improviso: Cheio de carisma, nunca se incomodou em atender ao pedido de um f√£ sobre essa ou aquela m√ļsica.

    Com o fim da banda, Bernardo começou sua carreira solo. Depois de algum tempo criou a banda "Os meninos de ouro", depois "Embalo 2000", "Quarta Dimensão" e os famosos esquemas, em cinco épocas diferentes. Atualmente forma um desses esquemas com o filho Marconi e o pianista Zé Airton.


    Hoje, aos 64 anos, Carranca acabou de gravar um DVD, com mais de 3 mil c√≥pias vendidas, onde interpreta os grandes nomes da MPB, em sucessos novos e antigos, passeando pelo bolero, rock, forr√≥, brega e at√© marchinhas de carnaval, mas como ele mesmo diz: "a paix√£o √© o reggae"! 

    Ao vivo, Bernardo cantou a m√ļsica "A desconhecida", de Fernando Mendes, e fez sucesso entre o p√ļblico presente no Porto da Barca, centro de Parna√≠ba.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com 

    Em 05/09/11, 14:05
  • Parna√≠ba comemora anivers√°rio tr√™s vezes no ano. Veja o motivo!

    A cidade de Parnaíba (350 km de Teresina) comemora seu aniversário em três datas diferentes no ano. São elas 11 de junho, de 1711, 18 de agosto de 1762 e 14 de agosto de 1844. Para entender o motivo de tanta comemoração, o Jornal do Piauí ao vivo da Caravana 25 anos apresentado direto da terrinha faz um aparato histórico do município.


    Thiago Amaral/Cidadeverde.com




    Em 18 de agosto de 1762 foi criada a Vila de S√£o Jo√£o da Parna√≠ba. A transfer√™ncia da sede do povoado da Fazenda de Gado, conhecida como Testa Branca, para as proximidades do entreposto da guarda de animais e acondicionamento da carne bovina, impulsionou a ind√ļstria de charque e acelerou o desenvolvimento da regi√£o.


    Outra data comemorativa é a dos 300 anos de criação da Vila Nossa Senhora do Mont Serrat, oficializada em 11 de junho de 1711. O terceiro dia do aniversário de Parnaíba é dia 14 de agosto, quando se festeja a emancipação política do município. Parnaíba foi elevada à categoria de cidade há 167 anos e naquele período já era referência na Europa e no mundo pela influência comercial e política.





    Outros momentos históricos


    Outra data é ainda mais importante para a história do Piauí e do Brasil do que para a própria Parnaíba. Foi aqui que em 1822 piauienses se reunirão e declararam a adesão à Independência do Brasil, proclamada dias antes por Dom Pedro, às margens do Ipiranga. Era 19 de outubro, data que depois se tornou o Dia do Piauí.





    Por ter sido a primeira vila do Norte do Brasil a proclamar a independência, Parnaíba foi agraciada pelo imperador Dom Pedro I, com o título de "A metrópole das províncias do Norte" e Simplício Dias da Silva foi convidado a ser o primeiro presidente dessa província.





    A posição geográfica favorável e a comunicação marítima com a Europa trouxeram à Parnaíba as linhas de pensamento, a moda, as novidades e até as características da construção civil que era tendência no outro continente. Era um trampolim intelectual que facilitava a formação de líderes importantes na cidades.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 13:22
  • Pedra do Sal: conhe√ßa as curiosidades do local mais rom√Ęntico do munic√≠pio

    Thiago Amaral/Cidadeverde.com


    Localizada a 18 km de Parnaíba, a praia Pedra do Sal atrai a todo tipo de gente, especialmente os turistas, surfistas e ambientalistas.Dos ovos de tartaruga ao intenso vento que gera a energia eólica, tudo ali é marcado por magia e riquezas naturais. A Pedra do Sal fica no bairro Ilha Grande de Santa Isabel e chama atenção pelo conjunto de rochedos e lendas que circulam por suas redondezas.




    A praia divide seus 6 km de extensão em dois lados completamente distintos: o lado da praia mansa, que fica de frente para o nascente e é um incrível balneário que atrai famílias de todos os lugares e o lado da praia brava, de frente para o poente, ideal para as práticas de esporte, como o surfe. A Pedra do Sal recebeu esse nome porque é possível ver o sal depositado em buracos nas pedras quando a água evapora.




    Lenda do Morro do Gemedor


    Entre os in√ļmeros contos dos pescadores, uma das principais est√≥rias contadas na Pedra do Sal √© a lenda do Gemedor. Segundo ela, a √≠ndia Int√£, da tribo Trememb√©, gostava de passear pela praia deserta e em um desses passeios encontrou desmaiado um n√°ufrago de pele branca, que logo a encantou. Sabendo do perigo que seu pr√≠ncipe corria, caso sua tribo o encontrasse, a √≠ndia o arrastou at√© uma cabana. Alguns dias se passaram e o jovem se recuperou e correspondeu ao amor de Int√£, mas a praia foi invadida por altas mar√©s e tempestades de dunas soterraram a cabana. A lenda conta que Int√£ continua a gemer nos bra√ßos de seu amor e diz que quem visita o morro consegue escutar esses gemidos.





    Ninhos de Tartarugas


    A Pedra do Sal tamb√©m √© palco de um dos mais belos fen√īmenos naturais: o nascimento de tartarugas marinhas. Nas areias da praia h√° ninhos de duas esp√©cies do animal. A menor √© a Tartaruga de Oliva e a maior √© a Tartaruga de Couro. Ambas as esp√©cies est√£o em extin√ß√£o e seus ninhos s√£o monitorados e preservados por bi√≥logos e volunt√°rios.





    Potência em energia eólica


    Outro fator interessante da Pedra do Sal é a existência dos 20 cataventos da usina eólica, que têm capacidade de 18 mega Walts. Eles foram construídos em 2008, depois de um estudo relacionado às correntes de vento que atingem o litoral piauiense. A energia captada é comercializada para a empresa Eletrobrás.





    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 13:14
  • Te√≥filo canta ao vivo a m√ļsica "Pedra do Sal"

    E j√° que falamos na praia de Parna√≠ba, nada melhor do que ouvir ao vivo no Jornal do Piau√≠ desta segunda-feira (5) o cantor, parnaibano da gema, Te√≥filo Lima, com a m√ļsica "Pedra do Sal", inspirada nas belas paisagens do local mais rom√Ęntico do munic√≠pio.



    "Estava havendo um festival para escolher o hino da Pedra do Sal e eu estava com saudades, porque estava h√° muito tempo em Teresina. E hoje essa m√ļsica faz parte do meu repert√≥rio, eu a canto com todo o carinho onde eu vou", explicou o cantor.



    Te√≥filo Lima e banda s√£o uma das mais conhecidas atra√ß√Ķes da regi√£o. Eles agitam as f√©rias e as noites do litoral do Estado. Atualmente o m√ļsico est√° finalizando o seu terceiro √°lbum, que leva seu nome "Te√≥filo" e traz letras fortes nas quais o artista fala de suas origens, regionalismo e ainda viaja pela mistura de ritmos com a indiscut√≠vel batida  rock'n'roll, estilo j√° conhecido pelos f√£s que o acompanham. A previs√£o √© que o novo CD seja lan√ßado nos pr√≥ximos dias.



    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 13:14
  • Parna√≠ba torna-se centro m√©dico para cidades e Estados vizinhos

    O munic√≠pio de Parna√≠ba (350 km de Teresina) √© hoje um promissor centro de atendimento m√©dico para as cidades vizinhas do Norte do Piau√≠ e dos Estados do Cear√° e do Maranh√£o. Com a autoriza√ß√£o da instala√ß√£o do curso de medicina da Universidade Federal do Piau√≠ (UFPI), a cidade passou a vivenciar ainda mais avan√ßos no mercado econ√īmico.


    Os cursos profissionalizantes e de n√≠vel superior na √°rea da Sa√ļde t√™m garantias no mercado local e geram a cada dia novos investimentos na cidade. A Saude √© hoje uma das √°reas mais promissoras de Parna√≠ba. S√£o ao todo 25 cursos, mais de 6.500 alunos, distribu√≠dos em tr√™s institui√ß√Ķes p√ļblicas e tr√™s institui√ß√Ķes privadas de n√≠vel superior.


    Para melhorar a qualidade de atendimento, h√° quatro meses o Pronto Socorro e o Samu (Servi√ßo M√©dico de Urg√™ncia) se uniram e passaram a funcionar em conjunto, como um complexo de sa√ļde. Dados do IBGE mostram que a cidade possui hoje 85 estabelecimentos m√©dicos, entre particulares e p√ļblicos. Recentemente foi inaugurado o Centro de Especialidades Odival Resende, que atende de forma programada os pacientes dos Postos de Sa√ļde da Fam√≠lia (PSFs) que necessitam de consulta especializada. O estabelecimento conta com 16 profissionais entre 11 especialidades m√©dicas.


    Saneamento B√°sico


    Cerca de 70% da popula√ß√£o urbana de Parna√≠ba j√° recebeu o sistema de esgotamento sanit√°rio, instalado pela Agespisa nos bairros centrais e pela prefeitura nos bairros mais afastados, como Alto Santa Maria e Joaz Souza. Para terminar a instala√ß√£o e garantir a sa√ļde dos parnaibanos, o sistema aguarda o t√©rmino das obras da Lagoa de Estabiliza√ß√£o, necess√°rio para o processo de tratamento do esgoto.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 13:12
  • Banda centen√°ria √© atra√ß√£o do programa especial

    A primeira atra√ß√£o musical do Jornal do Piau√≠ desta segunda-feira (5) foi a Banda Simpl√≠cio Dias, que em 2011 completa 125 anos de exist√™ncia. A banda j√° √© considerada patrim√īnio hist√īrico, art√≠stico e cultural de Parna√≠ba (350 km de Teresina).


    Thiago Amaral/Cidadeverde.com



    S√£o ao todo 30 integrantes da Simpl√≠cio Dias, uma das mais antigas bandas do Piau√≠. O grupo possui uma trajet√≥ria marcada pela atua√ß√£o de grandes profissionais da m√ļsica de Parna√≠ba. Originalmente era chamada de "Lira de Pedro Braga", por conta de seu fundador, Pedro Jos√© Braga, clarinetista, compositor e mestre de obras.


    A banda surgiu em 1886 e em 1918 ficou sob a tutela do poder p√ļblico e passou a se chamar "Banda de M√ļsica Municipal". No mesmo ano, com a constru√ß√£o da Pra√ßa da Gra√ßa, os m√ļsicos se tornaram a principal atra√ß√£o do local e animava a popula√ß√£o todos os finais de semana, contribuindo para os momentos de lazer dos parnaibanos.





    Em 2009, através de um projeto de lei, o grupo passou a ser chamado de "Banda Simplício Dias", em homenagem ao parnaibano Simplício Dias da Silva, coronel de milícias e rico proprietário de terras que fundou, no início do século XIX, a primeira Orquestra do Piauí. O homenageado é também considerado o primeiro mecenas (financiador e apioador das artes) do Piauí.


    Atualmente, a banda mantêm seu sucesso, sendo vista com frequência nas mais diversas solenidades cívicas e culturais de Parnaíba. No palco do Jornal do Piauí a banda tocou com estilo o Hino da Parnaíba.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 12:52
  • Pol√≠ticos parnaibanos governaram Piau√≠ por 19 anos

    A secular cidade de Parnaíba é berço de grandes nomes da política piauiense recente. Três de seus políticos filhos da cidade governaram o Estado por 19 anos durante o século XX e início do século XXI.
     
    No final dos anos 1950, Chagas Rodrigues assume o Pal√°cio de Karnak, mais precisamente em 1958. Dez anos depois ele perdeu seus direitos pol√≠ticos por diverg√™ncias com o regime militar, mas antes disso conseguiu se eleger como deputado federal.  Nos anos 1980 lan√ßou-se senador e assumiu seu cargo em Bras√≠lia. 






    Na d√©cada de 1970 Alberto Tavares Silva foi nomeado governador pelo regime militar e acabou se tornando um carism√°tico l√≠der de apelo popular e um mito na pol√≠tica piauiense, sobretudo na capital Teresina, onde obtinha grande percentual de votos que lhe elegeram duas vezes senador e deputado federal. 


    Em 1986, Alberto Silva volta ao governo atrav√©s de elei√ß√£o direta, uma das mais disputadas da hist√≥ria do Piau√≠, na qual derrotou seu advers√°rio Freitas Neto com menos de 1% dos votos de diferen√ßa. 


    A dinastia parnaibana no Karnak retorna oito anos depois com a elei√ß√£o de Francisco de Assis Moraes Sousa, o M√£o Santa, rec√©m-sa√≠do da prefeitura de Parna√≠ba. Contra um forte esquema pol√≠tico, M√£o Santa venceu no segundo turno de uma elei√ß√£o inusitada. Em 1998 ele se reelege com pequena margem de votos, sendo cassado em novembro de 2001, mas voltando ao poder em 2002 quando elegeu-se senador. 

    Atualmente outro parnaibado em destaque √© o vice-govenador Moraes Sousa Filho. 

    Elivaldo Barbosa (TV Cidade Verde)
    Carlos Lustosa Filho

    Em 05/09/11, 12:14
  • Associa√ß√£o atribui crescimento econ√īmico de Parna√≠ba a pol√≠ticas p√ļblicas

    Parna√≠ba vem registrando uma mudan√ßa no seu perfil econ√īmico. Essa mudan√ßa, segundo o presidente da Associa√ß√£o Comercial local, Luis Pessoa, deve-se √† implantan√ß√£o de pol√≠ticas p√ļblicas na regi√£o.


    Thiago Amaral/Cidadeverde.com



    Antes, o que era caracterizado pelo com√©rcio, marcado pelas importa√ß√Ķes e exporta√ß√Ķes, agora vem sendo puxado pelo turismo e os Tabuleiros Litor√Ęneos, com a produ√ß√£o de frutas t√≠picas da regi√£o.


    Em entrevista ao programa especial da Caravana 25 Anos, Luis Pessoa explicou que a função da Associação Comercial é levar informação e conhecimento aos empresários, ajudando-os a desenvolver seus negócios, trabalhando pela geração de emprego na região.


    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 12:27
  • Conhe√ßa Parna√≠ba, a quarta cidade do Nordeste em desenvolvimento do com√©rcio


    A história de Parnaíba (350 km de Teresina) é contada no Jornal do Piauí desta segunda-feira (5) a partir da trajetória de vida do seu Liduíno Aragão, que veio do Ceará há 42 anos, com a noiva. Aqui no município, conseguiu a tão sonhada realização profissional, teve 4 filhos e trouxe os pais e oito irmãos, além de sogros e cunhados.


    Thiago Amaral/Cidadeverde.com



    A segunda maior cidade do Piau√≠ lhes deu abrigo, emprego e uma hist√≥ria de vida.  "Eu gosto muito de Parna√≠ba, at√© minha carne eu quero que seja enterrada aqui. Daqui eu n√£o saio, aqui √© bom demais", enfatizou o parnaibano de cora√ß√£o.





    Economia


    Seu Lidu√≠no viu Parna√≠ba crescer e se tornar o que √© hoje: a quarta cidade do Nordeste em desenvolvimento do com√©rcio. Por aqui, quase 95% dos moradores vivem na zona urbana, o que reflete nos √≠ndices econ√īmicos. A agropecu√°ria responde por apenas 3% do produto interno bruto, sendo que a ind√ļstria representa 17% e a presta√ß√£o de servi√ßos 80% do PIB.




    A construção civil é também um ramo desse ciclo de desenvolvimento. Além de gerar emprego, a expansão imobiliária confirma o aumento do poder aquisitivo da população. Cada vez mais, construtoras investem em empreendimentos particulares em Parnaíba e há também os programas habitacionais do governo, como o conjuto Raul Barcelar, onde encontramos mais de 800 casas novas.





    Segundo o secret√°rio municipal de Desenvolvimento Econ√īmico, Alberto Teles, aproveitando essa brecha no crescimento do com√©rcio, grupos empresariais nacionais tamb√©m avaliam a possibilidade de se instalarem no munic√≠pio.


    Turismo


    Cheia de pontos tur√≠sticos, a cidade foi escolhida pelo governo federal como um dos 65 destinos indutores do turismo regional. O t√≠tulo de "Portal para o √ļnico delta em mar aberto das am√©ricas" alimenta a possibilidade de gerar neg√≥cios em diversas atividades, de forma cont√≠nua e sustent√°vel. Fora isso, a perspectiva de ser sede da Copa do Mundo d√£o aos 145 mil habitantes a certeza de que Parna√≠ba est√° cada vez melhor. "Tudo que atrai o turista √© importante, porque turista atrai dinheiro para a cidade e a popula√ß√£o daqui cresce, fica melhor", avalia o comerciante Genildo Nascimento.





    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 05/09/11, 12:14
  • Jornal do Piau√≠ leva caravana 25 anos a Parna√≠ba; veja ao vivo

    O Jornal do Piauí desta segunda-feira (5) está sendo exibido ao vivo de Parnaíba (350 km de Teresina). Tony Trindade apresenta o programa especial direto do Porto das Barcas, centro financeiro da Vila de São João da Parnaíba. Esta é a oitava parada da caravana comemorativa dos 25 anos da TV Cidade Verde.

    Clique aqui para ver ao vivo

    Do lado de fora do est√ļdio, N√°dja Rodrigues apresenta aos telespectadores um cen√°rio que √© hoje um dos pontos tur√≠sticos do munic√≠pio: as lojas de artesanato. No passado, enquanto entreposto comercial, por ali passavam todos os produtos que iam e vinham do exterior, como por exemplo a carne de charque.


    A jornalista Indira Gomes est√° posicionada na Pra√ßa da Gra√ßa, no cora√ß√£o cultural de Parna√≠ba. O local, maior ponto de encontro dos moradores da cidade, tamb√©m √© conhecido como Pra√ßa da Fofoca e Senadinho, por conta das habituais discuss√Ķes sobre pol√≠ticas travadas naqueles bancos.

    Na Pra√ßa da Gra√ßa podemos encontrar o monumento constru√≠do em homenagem √† Independ√™ncia do Brasil e a Igreja Matriz, que inclusive est√° no meio de seus festejos anuais. O Senadinho era originalmente dividido em dois, mas j√° h√° um processo de licita√ß√£o para ser reformado, segundo as orienta√ß√Ķes do Iphan, Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional.

    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com 

    Em 05/09/11, 11:39
  • Parna√≠ba recebe hoje a Caravana 25 anos Cidade Verde

    A Caravana 25 anos da  TV Cidade Verde est√° em Parna√≠ba para mostrar toda a riqueza e o potencial da segunda maior cidade do Estado. A jornalista Indira Gomes fez um link ao vivo no jornal Not√≠cia da Manh√£ desta segunda-feira (5) direto do Porto das Barcas, local onde ser√° apresentado o especial, dentro do Jornal do Piau√≠ a partir das 12h15.




    Pedra do Sal


    Porto das Barcas

    O munic√≠pio est√° localizado ao norte do Piau√≠, na regi√£o do Delta do rio Parna√≠ba e est√° distante 350 km de Teresina. √Č banhado pelo rio Igara√ßu e limita-se ao Norte pelo Oceano Atl√Ęntico; ao Sul por Buriti dos Lopes, Cocal e Bom Princ√≠pio; a Leste por Lu√≠s Correia e a Oeste pela Ilha Grande de Santa Isabel. Neste cen√°rio, o Porto das Barcas foi o centro financeiro da Vila de S√£o Jo√£o da Parna√≠ba. 


    Parna√≠ba foi elevada √† categoria de cidade em 1844 e hoje possui 40 barros e o n√ļmero de habitantes gira em torno de 150 mil. √Č a segunda e mais rica cidade do Estado, com o Produto Interno Bruto (PIB) ficando atr√°s apenas de Teresina, segundo dados do IBGE. 


    A jornalista destacou que o munic√≠pio √© p√≥lo regional do com√©rcio e da ind√ļstria. Em fun√ß√£o da paisagem marcada pelo solo irrigado, pelas lagoas e carnaubais, a produ√ß√£o e gera√ß√£o de renda local em muito se vinculam √†s caracter√≠sticas do extrativismo e do turismo. Entretanto, a principal atividade econ√īmica da cidade √© a exporta√ß√£o de recursos vegetais, em especial da cera de carna√ļba, do √≥leo de baba√ßu, da gordura de coco, da castanha e caju, do algod√£o e do couro.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com 

    Em 05/09/11, 08:34
  • TV Cidade Verde chega a Parna√≠ba

    A equipe da TV Cidade Verde já está no município de Parnaíba (350 km de Teresina), na oitava parada da caravana comemorativa dos 25 anos da emissora. Nesta segunda-feira (5), o Jornal do Piauí será apresentado ao vivo do Porto das Barcas, centro financeiro da Vila de São João da Parnaíba, e fará uma viagem pela história da segunda maior cidade do Estado.

    Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com

    Parna√≠ba √© uma cidade surpreendente por suas in√ļmeras belezas naturais, o que a torna o maior atrativo tur√≠stico do Piau√≠. No programa especial, voc√™ conhecer√° tamb√©m as caracter√≠sticas culturais do litoral do nosso Estado, seus encantos e suas lendas.

    A equipe da TV Cidade Verde vai mostrar curiosidades de v√°rios pontos tur√≠sticos de Parna√≠ba, como a Pedra do Sal, a Pra√ßa da Gra√ßa e o Delta, al√©m de atra√ß√Ķes musicais ao vivo. O Jornal do Piau√≠ vai ao ar a partir de 12h15.


    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com 

    Em 04/09/11, 16:01
  • Prefeito de Paulistana anuncia curso de Engenharia de Minas

    O prefeito de Paulistana, Lu√≠s Coelho (PMDB), ressaltou as melhorias realizadas no munic√≠pio e anunciou a cria√ß√£o do curso superior de Engenharia de Minas. As informa√ß√Ķes foram dadas na tarde desta sexta-feira (8), ao vivo de Paulistana, no programa especial da Caravana 25 anos - TV Cidade Verde.

    Foto: Thiago Amaral/Cidadeverde.com
     
    ‚Äú√Č importante investir no estudo. Esta regi√£o √© um verdadeiro tesouro, temos que prioriz√°-la e assim melhorar a renda do Estado como um todo. Com a cria√ß√£o desse curso, teremos uma sociedade especializada‚ÄĚ, comentou o prefeito.
     
    Lu√≠s Coelho enfatizou que melhorias como saneamento b√°sico e esgoto, infraestrutura e campanhas de conscientiza√ß√£o no tr√Ęnsito s√£o os principais motivos para o crescimento da expectativa de vida.
     
    ‚ÄúQuando eu cheguei aqui, as mulheres carregavam latas d‚Äô√°gua na cabe√ßa e s√≥ existiam 20 po√ßos na cidade. Hoje, faltam apenas 300 cisternas para cobrir 100% das casas. Com isso tamb√©m aumentou a cria√ß√£o da ovinocaprinocultura. Al√©m disso, estou concluindo o projeto de saneamento. Cumprimos 65% e o Governo Federal enviar√° verba para chegarmos aos 100%‚ÄĚ, explicou o gestor.

     
    O prefeito disse ainda que a popula√ß√£o de Paulistana aumentou seu poder aquisitivo nos √ļltimos tr√™s anos. ‚ÄúN√£o existe mais nenhuma casa de palha em todo o munic√≠pio. Terminarei meu mandato com compromisso cumprido‚ÄĚ, constatou.
     
    Novas medidas
    O prefeito destacou que est√° trabalhando no cal√ßamento das ruas da cidade. ‚ÄúPrecisamos cal√ßar Paulistana. Estou tentando conseguir um empr√©stimo para isso. Pretendo cal√ßar 85 ruas de uma s√≥ vez‚ÄĚ.

     
    Em rela√ß√£o ao min√©rio de ferro, uma das principais riquezas da regi√£o, Lu√≠s Coelho disse que o foco √© escoar a produ√ß√£o. Ele espera que com a Transnordestina esse trabalho seja intensificado. ‚ÄúCom o transporte de mercadoria pela linha f√©rrea, ser√° a combina√ß√£o que precisamos, escoar√° a produ√ß√£o para as capitais nordestinas. Acredito que em 2013 esse seja um sonho realizado‚ÄĚ, finalizou.
     
    Jordana Cury (Especial para o Cidadeverde.com)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 08/07/11, 15:58
busca
recentes
| © CidadeVerde.com 2017 | Todos do Direitos Reservados - Site by MasŠvio |