Caravana 25 anos
  • Feira de Artesanato incrementa economia no Festival de Pedro II

    O Festival de Inverno não é só diversão, mas também é negócio! O exemplo disso é o sucesso da Feira de Artesanato, realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, que está bastante movimentada desde a última quinta-feira (23), quando teve início a oitava edição do evento.

    Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com


    A feira tem 80 expositores de várias cidades do estado e até do Distrito Federal. Nela, podem ser encontrados diversos objetos para serem comercializados, desde artesanatos a bolsas, sapatos, redes, objetos de decoração, bijuterias, brinquedos infantis, roupas, mas os estandes das jóias são os mais procurados, principalmente a opala. 

    As jóias de opala produzidas em Pedro II não deixam a desejar, nem no design nem na qualidade, às peças das melhores joalherias do país. 

    O prefeito de Pedro II, Alvimar Martins, disse que o Festival de Inverno movimenta toda a economia local. “Recebemos mais de vinte mil pessoas durante o evento, as quais injetam recursos no artesanato, no turismo e no comércio. Esse evento é espelho para todo o Estado”, declarou o prefeito.


    A artesã é Osmarina Uchoa, que juntamente com o marido, Cícero Oliveira, é proprietária da Pedra Jóia. Osmarina era beneficiária do Bolsa Família, do Governo Federal, mas com o crescimento da atividade joalheira em Pedro II, se desligou do programa.

    “Em 2006, fiz um curso de ouriversaria promovido pelo Sebrae. Foi quando resolvi montar minha oficina, sonho realizado em 2007. Como não precisava mais do benefício, devolvi o cartão para que o repasse pudesse ser dado a outra pessoa, que necessitasse mais do que eu. E minha vida melhorou bastante. A renda familiar, que era de menos de um salário, passou para cerca de R$ 5 mil. Me sinto realizada com essa minha conquista”, disse Osmarina.

    Cícero Oliveira, marido da artesã, é o atual presidente da Cooperativa de Garimpeiros de Pedro II, sendo responsável pela garimpagem e lapidação das opalas que compõem as cerca de 150 peças produzidas mensalmente na Pedra Jóia. “Essa feira contribui para que divulguemos o nosso trabalho. Ano passado, quando participamos pela primeira vez, conseguimos muitos clientes”, finaliza Osmarina.


    Caroline Oliveira
    Com informações da agência Sebrae
    carolineoliveira@cidadeverde.com

    Em 25/06/11, 14:18
busca
recentes
| © CidadeVerde.com 2017 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masávio |