Caravana 25 anos
  • 19 de Outubro, 24 de Janeiro ou 13 de Março?

    A certa confusão em torno da data em que se comemora a Independência do Piauí é natural, afinal, mesmo havendo uma lei que institui o 19 de outubro como o marco do nosso Estado no rompimento de seus laços com Portugal, existem ainda outras duas datas marcantes: 24 de janeiro e 13 de março. Mas qual delas é a correta?


    Segundo o professor de História, Junior Vianna, natural de Oeiras, conta que a data correta, é realmente o 24 de janeiro, embora o 19 de outubro esteja outorgado em Lei e o 13 de março estampado na bandeira estadual.



    Professor Júnior Viana

    “O 19 de outubro de 1822 foi o dia em que Simplício Dias declarou a Independência em Parnaíba, mas o dia 24 de janeiro foi quando ela foi oficialmente declarada e reconhecida, em Oeiras”, pontua. O professor explica que o militar João José da Cunha Fidié saiu de Oeiras com destino a Parnaíba assim que a cidade declarou independência, mas deixou a então capital da província desprotegida.


    “Mandaram o Fidié para resguardar as terras do norte. Parnaíba, por ser litorânea e ter proximidade com o Ceará tinha um espírito mais libertário que Oeiras, onde o conservadorismo não permitiu o impacto da notícia da Independência. Mas quando Fidié sai de Oeiras, a cidade fica desguarnecida. Então Manuel de Sousa Martins recebe um convite direto de D. Pedro I para aderir à Independência.


    Uma data marcante foi o dia 13 de dezembro de 1822 quando eles tomam a casa da pólvora, símbolo do trono português. Foi neste dia que aconteceu o meio-dia da chibatada, quando uma espécie de milícia do Manuel de Sousa Martins atacaram os guardas da casa. Finalmente no dia 24 de janeiro é declarada a Independência em Oeiras. O que diferencia de Parnaíba é o ar de oficialidade”, pontua Vianna.


    Ele acrescenta que até o ano de 1937, nos anais da Assembleia, constava o dia 24 janeiro como o dia oficial da Independência. “Foi quando um deputado teresinense José Burlamaqui Auto de Abreu que sugeriu a lei para mudar a data e desde então ela permanece”, finaliza.


    O 13 de março está ligado à data na qual aconteceu a Batalha do Jenipapo, na região onde hoje está situada a cidade de Campo Maior. O embate aconteceu após o encontro das tropas de Fidié - que retornavam de Parnaíba - com um grupo de piauienses, em sua maioria vaqueiros e camponeses, no qual se travou a mais sangrenta luta pela liberdade do Brasil de Portugal.


    Carlos Lustosa Filho
    redacao@cidadeverde.com

    Em 24/01/11, 00:37
  • Governador outorga comendas do Mérito Renascença em Oeiras

    O governador Wilson Martins vem nesta segunda (24) a Oeiras para cumprir uma vasta agenda alusiva aos 188 da declaração oficial de Independência do Estado em relação ao trono português, três meses após o gesto de D. Pedro I, às margens do riacho do Ipiranga, em São Paulo.


    Às 8h está programado o hasteamento das bandeiras e o desfile militar na Praça da Vitória, a principal da cidade, palco de importantes cerimônias desde o surgimento da província do Piauí.


    Meia hora depois ocorre um culto em Ação de Graças, na Primeira Igreja Batista. Às 10h está programada uma missa em Ação de Graças na catedral de Nossa Senhora da Vitória e em seguida, haverá a solenidade de outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença do Piauí no Cine Teatro Oeiras.


    Da Redação
    redacao@cidadeverde.com

    Em 24/01/11, 00:30
  • Universitários mineiros passam por Oeiras antes de cumprir missão no Piauí

    Após chegarmos à tarde em Oeiras, nos deparamos com uma comitiva muito especial vinda do norte de Minas Gerais. Eram alunos e professores da Universidade de Montes Claros (Unimontes) que vieram ao Piauí com destino às cidades de São Miguel do Fidalgo e São Francisco do Piauí. Eles têm como objetivo auxiliar a comunidade destes municípios prestando serviços, ministrando cursos, palestras e oficinas, mas pararam um pouco a viagem na primeira capital do Piauí para almoçar.

    Fotos: Thiago Amaral/CidadeVerde.com


    Ao todo, o projeto Expresso Solidário trazia 38 pessoas – 35 alunos e três professores –de diversos cursos como Medicina, Odontologia, Letras, História, Geografia e Ciências Sociais. “Este projeto já era realizado nas cidades próximas a Montes Claros que possuíam IDH baixo, mas é a primeira vez que ele é feito a nível interestadual”, explica o professor de Filosofia, Gilson Froes. Ele é o coordenador da caravana e explica que o Piauí foi escolhido porque ele já conhecia as cidades-destino piauienses, porque trabalhara nelas durante o programa Brasil Alfabetizado, quando do governo FHC.


    “O nosso projeto visa um contato direto com a população, queremos nos aproximar ao máximo do povo”, pontua. A comitiva vai passar cinco dias em São Miguel, outros cinco em São Francisco e finalizará o circuito piauiense visitando o Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato.


    Daniela de Mattos, veio pela 1ª vez ao Piauí e se forma
    em Enfermagem ainda este ano.


    Uma das estudantes que participa do Expresso Solidário é a acadêmica de enfermagem Daniela de Mattos Lemos, de 27 anos, que veio pela primeira vez ao Piauí, apesar de já ter participado do Expresso Solidário nas cidades mineiras. “É uma ótima oportunidade de conhecer lugares diferentes, novas vivências, nos enriquecer com a experiência. O que mais me impressionou foi ver como a vegetação se modificava ao longo do percurso”, admira-se a jovem.


    Estudantes tiraram fotografias em frente à Igreja de N. S. da Vitória.




    Carlos Lustosa Filho
    redacao@cidadeverde.com

    Em 23/01/11, 23:48
  • Caravana 25 Anos inicia onde o Piauí começou

    Para comemorar os 25 anos de existência, a TV Cidade Verde marca sua trajetória com uma caravana que percorrerá diversas cidades do Estado, mostrando o que há de melhor no povo, cultura e geografia piauienses. Nenhum lugar seria mais marcante que Oeiras, primeiro núcleo de povoamento e primeira capital do Piauí.


    Fotos: Thiago Amaral/ CidadeVerde.com





    Nossa equipe, formada por mais de 30 profissionais, preparou sua estrutura na praça da Vitória ponto zero do município, monumento vivo de feitos e prédios históricos e de importância ímpar para o nosso Estado. A data em que o programa vai ao ar, 24 de janeiro, também remete ao mesmo dia do ano de 1823, quando Manuel de Sousa Martins, que viria a ser o Visconde da Parnaíba, decretou oficialmente a independência do Estado. 



    “A história da nossa caravana começa onde começou a história do Piauí. É uma forma de valorizar o Estado e o povo de Oeiras, a capital da fé”, declarou o jornalista Amadeu Campos, que apresentará o Jornal do Piauí diretamente do município, nesta segunda a partir do 12h.











    Carlos Lustosa Filho (Direto de Oeiras)
    redacao@cidadeverde.com

    Em 23/01/11, 23:20
busca
recentes
| © CidadeVerde.com 2017 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masávio |