Cidadeverde.com

Escola atrasa e é desclassificada do Carnaval de Teresina

  • santana-5.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • santana-4.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • santana-3.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • santana-2.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • santana-1.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • desfile00.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde

Atualizada às 20h24 (horário de Teresina)

O desfile das escolas de samba de Teresina desta terça-feira (09) nem começou e já teve polêmica. Previsto para ter início às 19h, a primeira escola a entrar na passarela, Unidos da Santana, ainda não estava posicionada na avenida Marechal Castelo Branco e foi desclassificada.

O presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, Lázaro do Piauí, frisa que o desfile é pautado em um regulamento que prevê punição para quem descumprir as regras.

"No primeiro dia de desfile problemas técnicos atrapalharam o início da apresentação no horário, mas nada justifica dar o horário da apresentação e não ter ninguém da Escola, que até o momento não deram justificativa", disse o presidente da Fundação.

O presidente da Unidos da Santana, Kal Angelus, chegou na avenida após a decisão e tentou negociar com a Comissão Organizadora do Carnaval (COC) a apresentação da Escola.

"Saímos da Usina Santana ao meio-dia para estar aqui às 16h, mas tivemos problemas no percurso. Agora eu só quero entrar na avenida sem competir. Tem 500 pessoas para desfilar", disse o presidente da Unidos da Santana.

Por outro lado, o presidente da FCMC está irredutível e afirma que a decisão sobre o desfile fica a cargo da COC. "O desfile tem um regulamento, mas as organizações das escolas querem me fazer de palhaço. O desfile estava marcado para começar às 19h e soube que eles combinaram por conta própria de começar com uma hora de atraso. O presidente da Skindô ainda está em casa. É a última vez que vocês me verão fazer desfile", desabafa Lázaro do Piauí.

Com a desclassificação, a primeira escola a desfilar é a Skindô. A programação prevê ainda Brasa Samba e Ziriguidum. Essas três escolas estavam com seus carros alegóricos posicionados na avenida desde a tarde desta terça-feira. Para a Unidos da Santana, restou ser a última a desfilar. 

Graciane Sousa (flash da avenida)
Fábio Lima (Da Redação)
redacao@cidadeverde.com