Cidadeverde.com

Teresina cancela repasse às escolas de samba e prioriza carnaval de rua

 

O novo presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC), Luiz Carlos Martins, anunciou, na manhã desta sexta-feira (06), que a Prefeitura de Teresina não fará repasse financeiro para as escolas de samba no carnaval deste ano. A justificativa do executivo municipal é a crise financeira que assola o país. 

Luiz Carlos Martins disse que o tesouro municipal deve priorizar outros setores nesta época de austeridade fiscal. A PMT, segundo o gestor, também teme que órgãos fiscalizadores questionem judicialmente um suposto recurso destinado às escolas de samba. 

No carnaval do ano passado, a prefeitura de Teresina dispôs R$91 mil para cada agremiação de samba da capital, além de custear  as atrações musicais do desfile. 

Com a falta do incentivo financeiro é provável que o desfile das agremiações de samba não ocorra neste carnaval. Sobre os rumores do cancelamento dos desfiles, o presidente da Ziriguidum, Marquinhos Monteiro, disse que os presidentes das escolas  irão se reunir da próxima segunda-feira (9) para tomar um posicionamento oficial sobre o assunto. 

Blocos de Rua 

Apesar de cancelar o repasse às escolas de samba, a Prefeitura de Teresina resolveu apostar no carnaval de rua neste ano e já anunciou, nesta sexta-feira (6), a abertura das inscrições para Rei e Rainha da Folia de Momo.  Já a data para o início das inscrições para o Corso de Teresina está marcada para o dia 16 de janeiro. 

"O Carnaval de 2017 em Teresina vai ser o melhor possível. As inscrições para Rei e Rainha foram abertas hoje e as inscrições para o Corso ficarão abertas do dia 16 de janeiro a 17 de fevereiro - mesmo período dos blocos de rua", detalha o presidente da FCMMC. 

Uma das justificativas para reduzir o investimento é devido a crise financeira por qual passa o país. 

"Pensamos num Carnaval bom para a população. O Corso, por exemplo, que será no dia 18 de fevereiro, será ainda mais seguro e estruturado. Queremos a melhor festa e o melhor Carnaval possível para a cidade", finaliza Luís Carlos Martins.

 

Izabella Pimentel (com informações de Elivaldo Barbosa)
Especial para o cidadeverde.com
redacao@cidadeverde.com