Cidadeverde.com

Construção Civil em Teresina – entre Cila e Caríbdis

Os entraves, gargalos da Construção Civil em nossa Capital são muitos, mas em especial a ausência de saneamento básico e a não menos tormentosa limitação em edificar por conta do genérico e vetusto plano de voo de Teresina, são os campeões no item atraso em desenvolvimento.

Após dezenas de expedientes e reuniões frustrantes com os governos federal, estadual e municipal, o SINDUSCON – PI (Sindicato da Industria da Construção Civil do Piauí), capitaneado pelo seu aguerrido Presidente André Baia, adotou medida radical. A própria entidade, as suas expensas, confecciona – através de consultoria especializada – um novo plano de voo para a cidade e pretende apresenta-lo em breve para as autoridades.

Na Zona Sul, empreiteiros não podem edificar, pois inexiste saneamento básico para atender a demanda de verticalização. Na Zona Leste existe saneamento básico no entanto é proibido edificar em face do obtuso plano de voo imposto pelos chefões do COMAR (Comando Aéreo Regional) lá de Recife. Na Zona Norte em que pese alguma infraestrutura, a proibição é total em levantar prédios.

Cila e Caríbdis, como se extrai da mitologia grega, são dois monstros marinhos que afligem os mares percorridos pelo herói Ulisses/Odisseu. Para ultrapassar um determinado estreito, era preciso enfrentar as feras. Predica a lenda que para evitar Cila, tinha que deparar-se com Caríbdis e vice-versa.

Aqui, recorrendo a linguagem do homem comum - se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.

Lei Anticorrupção ainda não fora regulamentada

Editada em agosto de 2013, a chamada Lei Anticorrupção (Lei n. 12.846), que responsabiliza empresas por atos contra a administração pública ainda aguarda decreto regulamentador. A ausência de detalhamento de sua aplicação gera insegurança para empresas e revela a precariedade quanto ao trabalho dos órgãos fiscalizadores.

Uma das lacunas é a definição de que medidas empreendidas ou não pelas empresas serão consideradas atenuantes ou agravantes em caso de identificação de corrupção.

Enquanto a União elabora o referido decreto, Estados e Município já estão publicando seus atos normativos, pois a lei tem incidência em todo o país. Os municípios de São Paulo, Cubatão, Ilhéus, dentre outros, bem como o Estado do Espirito Santo estão na dianteira.

Com ou sem regulamentação no âmbito federal, no Município de Teresina e no Estado do Piauí, vai uma dica para as empresas, mesmo aquelas de pequeno e médio porte: investir mais na seleção de empregados, profissionais, parceiros, implantar um código de ética e, last but not least, um sistema de controle interno que de fato funcione, vez que ninguém quer ser multado em até 20% do seu faturamento. 

 

Alternativas para qualificação superior

Para quem não sabe, o VEDUCA é uma empresa brasileira de tecnologia cujo propósito é levar o ensino superior de qualidade a qualquer pessoa que queira qualificar-se. São mais de 300 cursos on-line gratuitos das melhores universidades (UnB, Unicamp, Unesp, Unisinos, Harvard, MIT, Berkeley, Princeton, Oxford, UCLA, entre outras) em 21 áreas do conhecimento (Administração e Negócios, Direito, Economia, Matemática e Estatística, Meio Ambiente, Medicina, Política, Biologia, etc.). Recentemente a Universidade de São Paulo firmou parceria com o VEDUCA para oferecer o primeiro MOOC ( cursos virtuais, gratuitos e de nível superior) da América Latina.

Uma outra alternativa é a Fundação Getúlio Vargas, que é membro do OpenCourseWare Consortium – OCWC –, um consórcio de instituições de ensino de diversos países que oferecem conteúdos e materiais didáticos sem custo, pela internet. Cursos na área de Finanças Pessoais; Sustentabilidade; Inovação, Venture Capital e Empreendedorismo.

Como dizia KANT, o homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. Então, vamos estudar! 

Pólo logístico de Teresina já!

Cia das Empresas - Qual a principal prioridade do SINDICAPI (Sindicato dos Transportadores de Cargas e Logística do Piauí) no ano de 2015?

Humberto Lopes de Sousa (Presidente) – Nossa principal bandeira para o ano que se inicia é a implantação do Polo Logístico de Teresina. Toda a legislação já fora aprovada na Câmara Municipal e estamos agora conversando com a Prefeitura de Teresina visando ultimar a execução das obras e serviços de engenharia necessários à instalação das empresas naquele local. A situação é insustentável no Centro de Teresina e na Zona Sul, não existem mais espaços para carga e descarga de mercadorias e para piorar, convivemos com sérios problemas de mobilidade urbana. Uma das missões do SINDICAPI é cooperar com os poderes públicos na adoção de medidas que resolvam estes problemas. Vamos conversar novamente com o Secretário Fábio Nery da SEMDEC e também com o Prefeito Firmino Filho. 

 

Saúde no Piauí: os gringos estão chegando

 

Com a entrada em vigor da Lei Federal n. 13.097, de 20 de janeiro de 2015, empresas estrangeiras poderão adquirir hospitais, clinicas no Piauí. Até então os investimentos estrangeiros restringiam-se na área farmacêutica e planos de saúde. 

 

Expectativa de incremento de aquisições e fusões de empresa de saúde, pois mesmo antes da edição da lei já existia um interesse do mercado externo. 

 

A inovação permite a participação e controle de empresas ou de capital estrangeiro em algumas atividades da assistência à saúde, como hospitais, e em atividades de apoio à assistência à saúde — laboratórios de genética humana e de análises clínicas, e produção e fornecimento de medicamentos e produtos para saúde.

 

Em que pese as críticas de um eventual monopólio estrangeiro de hospitais e clinicas, com certeza a referida permissão irá desencadear uma maior profissionalização e competitividade, o que é bom para os usuários no que diz respeito a atendimento de qualidade e preços.

 

Com o aumento do interesse nestas aquisições e fusões locais, estima-se que os preços a serem pagos nas operações que hoje variam de oito a dez vezes o lucro operacional de um hospital, pode aumentar para doze vezes. Mês passado duas grandes transações do setor aconteceram capitaneadas pela Rede D´Or, que já refletem esta tendência.

Posts anteriores