Cidadeverde.com

Piauí é o estado que menos investe em segurança pública

Não é a toa que a população piauiense sente os efeitos do aumento da violência urbana, com o crescente número de assaltos e sequestros relâmpagos praticados à luz do dia. Levantamento feito pela Revista Exame mostra a redução nos investimentos com segurança pública no estado.

Segundo a reportagem, em um ano, R$ 35 milhões deixarem de ser aplicados na segurança do Piauí, o que corresponde a uma diminuição de quase 40% no período. O total gasto com segurança pública aqui, ao longo de um ano, foi de pouco mais de R$ 59 milhões.  O investimento por habitante é de apenas R$18, enquanto que no estado de São Paulo, por exemplo, esse valor é de R$ 235.

O Piauí, entre todos os estados brasileiros, é, de longe, o que menos aplicou dinheiro para proteger seus cidadãos. O segundo menor investimento ficou a cargo do Amapá, ainda assim com um total de R$ 80 por pessoa, uma diferença significativa.

 

O ENCONTRO DE HERÁCLITO E O MINISTRO TOFFOLI

O deputado federal Heráclito Fortes (PSB) foi visto, ontem, em um restaurante em São Paulo, na companhia do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, e do Secretário da Casa Civil do governo de São Paulo.

O encontro foi no restaurante Santo Colomba. Mas o deputado piauiense logo tratou de explicar que já estava saboreando a sobremesa quando o ministro chegou ao restaurante e foi convidado a dividir a mesa mesma. Ainda segundo Heráclito, as conversas trataram apenas de “amenidades”, tema cada vez mais raro nestes tempos difíceis no Brasil.

Obras paradas; economia, idem.

O anúncio do governo do Estado de que vai paralisar as obras em virtude de ter chegado ao limite de despesas é preocupante. Primeiro, porque deixa um estado já pobre, carente de obras, em inércia, estagnando a economia. Quando  maior realizador de obras cruza os braços, as construtoras, lojas de material de construção, operários, e toda a cadeia do setor produtivo sente o impacto negativo.

A crise econômica que abalou o país desde o final de 2014 finalmente começa a ceder. As notícias já são um pouco mais animadoras. Ontem,  o Ministério do Trabalho divulgou que o país entrava no quinto mês seguido de geração de empregos formais. A inflação deve fechar o ano em torno de 3% e a taxa Selic deve ficar perto de 7%. Tudo isso aponta para uma retomada do crescimento. Menos aqui, onde as coisas parecem caminhar em sentido contrário.

MEDIDAS AMARGAS

Se o governo não investe, a economia como um todo fica abalada. Por isso, a declaração do governador Wellington Dias preocupou os piauienses que esperam ver a volta das ações do estado para que o crescimento econômico e social comecem a melhorar.

Mas, como já se  disse, o estado ainda gasta muito com a própria administração e, assim, acaba faltando para as áreas fins. Esta é uma prática, aliás, costumeira em todo o Brasil, e não apenas no Piauí. O que é uma lástima, como diria o saudoso jornalista Deoclécio Dantas.

Ainda mais, se somarmos todos os recursos que já foram tomados de empréstimo pelo estado este ano. A população esperava que esse dinheiro se transformasse em obras e serviços que viessem em socorro à sociedade. Pelo visto, não é isto que está acontecendo.

Seis dicas para manter a saúde do coração

As doenças cardíacas são responsáveis pro 29% de todas as mortes no Brasil. Só de janeiro a primeiro de setembro deste ano já foram registradas 240 mil mortes no país, vítimas do coração. Esse número significa o dobro de mortes causadas por todos os tipos de câncer. São números expressivos demais para passarem despercebidos.  E é por isso que a Sociedade Brasileira de Cardiologia está promovendo uma campanha de prevenção e esclarecimento sobre o tema.

Aqui em Teresina , o dia de mobilização será no próximo sábado (23), na Praça da Bandeira, de 8h às 12h. Durante a manhã inteira, haverá distribuição de material educativo, aferição de pressão arterial, glicemia capilar e índice de massa corporal – IMC. O sentido da campanha é mostrar que boa parte dessas mortes pode ser evitada com mudança de hábitos.

Se não dá para mudar a genética, convém ficar de olho em quem possui história familiar. Filhos de pais que sofrem ou morreram de doença cardíaca, devem redobrar os cuidados com uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas regulares.

DICAS PARA A SAÚDE DO CORAÇÃO

Alguns cuidados são bem simples e podem ser adotados por todas as pessoas:

  1. Evitar frituras, excesso de gordura saturada, açúcar e embutidos;
  2. Preferir frutas, legumes e verduras da estação;
  3. Substituir a carne vermelha por frango e, principalmente, peixes;
  4. Praticar atividade física regular, pelo menos, 3 vezes por semana;
  5. Medir a pressão arterial e ataxa de colesterol periodicamente;
  6. Evitar o consumo de álcool e tabaco.

Falta de recursos deixa gestão pública engessada

A tímida recuperação econômica que o Brasil vem acompanhando no setor privado ainda não chegou ao setor público. Olhemos aqui para o Piauí. Tanto o Estado quanto o município sofrem com a falta de recursos e enfrentam grandes desafios na administração.

Cada um, a seu modo, está correndo atrás do prejuízo para tentar fechar as contas. O Estado, por meio do Secretário de Administração, Franzé Silva, já adiantou que não vai conceder reajustes aos servidores, e isso inclui os agentes penitenciários, em greve há vários dias.

O Prefeito Firmino Filho foi ontem ao Rio de Janeiro atrás de uma cobrança judicial que cobra créditos financeiros referentes a supostas perdas da instituição com a transferência do controle acionário da Cepisa para a Eletrobrás.

ESCASSEZ DE OBRAS

Com o dinheiro minguado, os gestores estão se limitando, praticamente, a manter os serviços essenciais e pagar a folha de pessoal. As obras estão paradas, não surgem novos programas e a vidinha segue monotonamente.

A população, no entanto, se questiona por que, em meio a tanta carência financeira, os gestores não lembram de diminuir a máquina pública, reduzindo o número de órgãos , secretarias e coordenadorias, algumas completamente desnecessárias, ou cortam os excessivos cargos comissionados .

 

LITERATURA NOS BAIRROS

A boa notícia de hoje vem do Dirceu Arcoverde, bairro da zona sudeste, que é quase uma cidade independente. Começa hoje por lá o 2° Saliceu – Salão do Livro do Dirceu, no Campus Clóvis Moura da Uespi. O evento tem a duração de três dias com bate-papos literários, lançamentos de livros e espaço para as crianças ouvirem estórias.

Uma iniciativa fantástica para levar arte à população, promovendo intercâmbio cultural entre escritores e leitores. Quanto mais gente lendo nos bairros, menos pessoas praticando violência nesses mesmos espaços.

 

Energia solar começa a gerar riqueza no Piauí

Nem só para aumentar o calor serve o sol que nos queima. O excesso de luz solar agora é fonte de riqueza e energia. Já está funcionando no Piauí, mais precisamente no município de Ribeira do Piauí, um dos dois maiores parques de energia eólia da América do Sul.

O Parque Nova Olinda tem capacidade para produzir 292 MW de energia e pertence à multinacional ENEL. Aqui, ele é mantido pela subsidiária Enel Green Power Brasil Participações Ltda. A empresa investiu U$ 300 milhões na construção do parque, que ocupa uma área de 690 hectares na região do semiárido, com mais de 900 mil painéis solares.

Posts anteriores