Cidadeverde.com

2018 já começa a provocar racha na base do prefeito Firmino Fiho

O Palácio da Cidade ainda não digeriu a eleição antecipada para presidente da Câmara Municipal de Teresina, o que considerou uma deselegância com o Prefeito Firmino Filho, que se encontra em Barcelona, na Espanha, participando da Smart City Expo & World. O vereador Jeová Alencar, do mesmo partido do prefeito, foi reconduzido à presidência, antecipando um pleito que só deveria acontecer no próximo ano.

O Secretário Municipal de Governo, Charles Silveira, vê claramente a presença de forças políticas externas com o objetivo de criar dificuldades para a prefeitura no próximo ano, quando haverá eleições. “ Nós solicitamos que a eleição fosse realizada na terça-feira, quando o prefeito já estará aqui, mas tudo foi feito muito rápido, justamente para aproveitar a ausência dele.”

O secretário vai tentar marcar uma reunião entre o prefeito e os vereadores aliados já na segunda-feira para redefinir a base do prefeito na Câmara. “ Foi uma decisão política e que, por isso, trará consequências políticas”, resume. 2018, efetivamente, já começou.

Teresina leva o ouro em premiação no RJ

Teresina subiu ao pódio mais uma vez, na última terça-feira, no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, durante a solenidade de premiação das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas. Ao todo, a rede municipal de ensino teresinense abocanhou 25 medalhas, sendo duas delas  de ouro.

Os alunos Pablo Andrade, da Escola Municipal Valter Alencar, e Eric Manoel Ribeiro de Sousa , da Escola Municipal Barjas Negri, foram condecorados com o ouro olímpico da matemática, colocando Teresina já como referência nessa competição entre alunos da rede pública de ensino do Brasil. A OBMEP contou com a participação de cerca de 18 milhões de alunos de 47 mil escolas de norte a sul do país.

Ao final da premiação, o aluno Pablo Andrade, que já ganhou medalhas em anos anteriores, foi procurado pela direção do tradicional colégio Farias Brito, de Fortaleza, que lhe ofereceu bolsa de estudos integral, mais o custo das despesas com hospedagem na capital cearense. É o Brasil começando a reconhecer os nossos talentos.

Para o secretário municipal de educação, Kléber Montezuma, os ganhos dos alunos premiados se estendem por toda a escola. “Os professores se sentem mais motivados, porque sabem que os alunos respondem positivamente aos novos desafios; e os colegas da sala os veem como exemplo e fonte de inspiração. O resultado é tão bom que nós já ampliamos o número de turmas com alunos em estágio avançado para participar do programa Cidade Olímpica, que prepara esses meninos para participarem da competição”, comemora o secretário.

É uma lição inequívoca do poder transformador que a educação possui, proporcionando novas oportunidades aos meninos da periferia da cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

João Vicente já admite candidatura

Depois de passar um tempo afastado dos holofotes da política, o ex-senador João Vicente Claudino volta a dar as caras e assume a disposição de disputar um mandato nas próximas eleições. De preferência, um cargo executivo que, segundo ele, faz mais o seu perfil. As sondagens estão sendo feitas meticulosamente, para sentir onde há apoio efetivo em uma eventual disputa ao governo do estado.

O prefeito Firmino Filho (PSDB) declarou no final de semana que pode apoiar João Vicente, com quem tem um diálogo muito bom, nas palavras do próprio prefeito. É um apoio importante aqui na capital, governada pelo tucano por quatro vezes.

 

Otimismo em alta

 

O cenário econômico melhora gradativamente no Brasil e já traz esperança de um 2018 bem melhor. O Indicador de Clima Econômico está em alta, com índice de 91,7, em uma escala que vai de zero a duzentos. A Fundação Getúlio Vargas, responsável pela medição, registrou um aumento de 26,6 pontos de julho a outubro.

Os bons números se devem a uma inflação controlada a 2,5%, superávit comercial de R$ 60 bilhões, taxa básica de juros a 7,5%. As vendas no comércio brasileiro subiram 6,4% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo o IBGE.Com isso, o desemprego já começa a diminuir e a confiança do investidor reaparece. Certamente, este Natal não será igual àquele que passou.

 

Atenção, eleitores: o show vai começar !

Em tempo de descrença política, quando os maiores líderes estão presos ou sob investigação por desvio de dinheiro público, surge todo tipo de alternativa para quem quer fugir do elenco dos chamados políticos profissionais. Mas aí, o que parece ser uma solução, pode esonder outro problema. Aventureiros de toda ordem, com competência, ou não, se apresentam com chances de ganhar o apoio dos eleitores.

Nesse cenário, as figuras midiáticas, embora sem qualquer experiência administrativa ou conhecimento de gestão pública, tiram partido da sua popularidade como artistas para tentar encampar o discurso do novo, do diferente. Primeiro, foi o apresentador de TV, Luciano Huck. Apesar de ainda não ter assumido publicamente sua pré-candidatura, mobiliza-se com desenvoltura nos bastidores para tentar emplacar seu nome em 2018 para disputar a vaga mais cobiçada da República. Incensado pelo movimento Agora, Huck já vem conversando animadamente com o ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, seu guru na área econômica.

Outro que resolveu pegar carona na popularidade da TV é o Doctor Rey, à frente do reality show Dr. Hollywood. Este, mais desenvolto ainda, já confirma sua pré-candidatura. Totalmente performático, ele repete a cada instante que estudou em Harvard. Não apresenta uma proposta convincente, confiado apenas na audiência do seu programa. O cenário político brasileiro está mesmo se tornando um show de bizarrices. Acorda, eleitor!

Desvalorização da Eletrobrás revela a baixa qualidade da empresa

A Eletrobrás Piauí está em situação tão crítica que seu valor de leilão foi estipulado em irrisórios R$ 50 mil. Isso em função das muitas dívidas acumuladas pela empresa ao longo dos anos, o que a impossibilitou de investir, como deveria, na manutenção e melhoria do fornecimento de energia elétrica do estado.

O governo federal pretende leiloar seis distribuidoras da Eletrobrás, inclusive a do Piauí. Juntas, elas acumulam uma dívida de R$ 20,8 bilhões. O poder público se mostrou incompetente para administrar essas concessionárias. Melhor mesmo que sejam privatizadas e administradas com a eficiência que o setor requer para oferecer energia de qualidade, insumo indispensável para o desenvolvimento do estado.

Aqui no Piauí, as oscilações e faltas de energia são constantes. O prejuízo acumulado por donas de casa e empresários é enorme. O único setor beneficiado é o de venda e aluguel de geradores, já que quase todas as empresas são obrigadas a adquirir um destes equipamentos se não quiser ficar no escuro com frequência.

 

Combustíveis explosivos

 

O piauiense foi tomado de assalto, quer dizer, de surpresa, com mais um aumento no preço dos combustíveis. O litro da gasolina está beirando os R$ 4, um valor exorbitante para quem tem que percorrer distâncias cada vez mais longas e com trânsito congestionado, o que faz o veículo consumir mais combustível.

Como se não bastasse, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto do governo do estado para aumentar a alíquota de ICMS que incide sobre os combustíveis. Este aumento deve entrar em vigor a partir de janeiro do ano que vem.

O piauiense, e em particular o teresinense, não dispõe de um serviço de transporte público de qualidade. As queixas dos usuários de ônibus são constantes. Eles reclamam que passam muito tempo nas paradas, completamente desconfortáveis, e ainda andam em veículos superlotados. O que se chama de metrô em Teresina não passa de uma lata velha que cobre um único trajeto.

Para completar, o serviço de integração, com os novos terminais, nunca ficou concluído. Enquanto os passageiros olham para aqueles terminais bonitos, ainda sem uso, continuam no sol quente à espera do ônibus que custa a chegar.

Posts anteriores