Cidadeverde.com

Orquestra Sinfônica de Teresina sobe ao altar da Igreja do Amparo

A Orquestra Sinfônica de Teresina, um dos maiores tesouros culturais da cidade, abre sua temporada oficial amanhã, com um concerto na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, às 19h30. A apresentação é também uma forma de homenagear os 190 anos da Igreja, celebrados agora em 2017.

Durante uma hora, a Orquestra fará uma espécie de apresentação dos trabalhos que serão executados ao longo do ano. O concerto começa com duas peças sinfônicas: uma de Bethoven, denominada “Egmont”; e outra de Tchaikovsky, chamada 1812. Na sequência , os músicos se apresentarão ao lado de cantores como Soraya Castelo Branco, Luana Campos, João Cláudio Moreno e Gislene Danielle.

O público ouvirá um pouco dos vários projetos previstos para 2017, a começar pelo rock sinfônico, passando pelas trilhas sonoras de cinema, o concerto junino e encerrando com a sinfonia nos bairros, com música popular e religiosa. É o momento em que todos os cantores se juntam no altar, transformado em palco de música da mais alta qualidade nessa noite, provando que a música é uma arte divina, fruto de inspiração celestial.

A Orquestra Sinfônica de Teresina começou ainda como um projeto social, idealizada pelo professor Wall Ferraz, para trabalhar com a musicalização de crianças carentes. Depois, virou Orquestra de Cordas, Orquestra de Câmera, até atingir o nível de sofisticação de Orquestra Sinfônica, como a conhecemos hoje, com a participação de setenta músicos. A OST se distingue não apenas pela qualidade excepcional das suas apresentações clássicas, mas também pela aproximação com o popular, em concertos como a Cantata Gonzaguiana e o Rock Sinfônico. Um presente musical para nossa cidade, cada vez mais carente de boa audição.