Cidadeverde.com

PSB pede Adin contra reforma de Wellington Dias

O ex-governador Wilson Martins critica PEC "Pablo Santos"

O presidente regional do PSB, ex-governador Wilson Martins, encaminhou solicitação à direção nacional do partido, para que ingresse com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a reforma administrativa do governador Wellington Dias recém-aprovada pela Assembleia Legislativa.

Em sua solicitação ao presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o ex-governador se fixa na PEC que alterou a Constituição Estadual para permitir que deputados estaduais assumam, sem prejuízo de seus mandatos, cargos de direção de fundações, autarquias e estatais.

A mudança na Constituição foi aprovada especificamente para que o deputado Pablo Santos possa assumir a direção da recém-criada Fundação Hospitalar do Piauí, dentro do acordo político que levou o PMDB para o governo. Hoje o governador dá posse aos titulares de nove coordenadorias criadas pela sua reforma para acomodar aliados e correligionários.

“O governador está abertamente loteando o governo em troca de apoio para a sua reeleição”, criticou Wilson Martins, arrematando: “Tudo isso na contramão da crise que vivemos, da necessidade de contenção de despesas”.

Apesar da crítica do presidente estadual do PSB, o seu partido apoiou integralmente a aprovação da reforma proposta pelo governador, inclusive o deputado Rubem Martins, irmão de Wilson, que foi um dos votos favoráveis à proposta.