Cidadeverde.com

O que está por trás da apreensão de ônibus

O empresário Marcelino Lopes, vice-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut) e presidente da empresa Dois Irmãos, declarou ao Cidadeverde.com que o motivo da apreensão de 16 ônibus da frota da capital, no sábado passado, é individual de cada empresa, mas que “certamente é fruto da crise econômica brasileira”.

Sim, mas é consequência também da falta de uma política para o segmento de transporte público, tratado sempre com muita indiferença e demagogia pelos governantes. Há anos, os prefeitos das grandes e médias cidades reivindicam um tratamento diferenciado para o setor. O governo faz ouvido de mercador.

Os empresários de ônibus ganharam a fama de exploradores de seus usuários e pagam por isso. A conversa deles não sensibiliza os governantes. Muito menos a população. E há gestores, como os de Teresina, que agravam a situação.

Em 2012, o então prefeito Elmano Férrer, acuado por um ato público dos estudantes, congelou a meia passagem de ônibus em 1 real e 5 centavos. A diferença da equiparação com a passagem inteira seria paga pela Prefeitura.

Esse congelamento foi mantido pelo prefeito Firmino Filho. E não ficou só nisso. Além de não reajustar a meia passagem, a Prefeitura atrasou os repasses para as empresas de ônibus. A dívida da prefeitura junto às empresas já chega perto de R$ 20 milhões.

O resultado desse pacote – falta de política pública para o setor, crise econômica, com perda crescente de passageiros, congelamento prolongado da meia passagem e inadimplência da Prefeitura – é que, das 13 empresas que ganharam a licitação dos ônibus em Teresina, duas já quebraram – a Teresinense e a Asa Branca, cada uma com mais de 30 anos de existência. Outras duas estão só arquejando na UTI.

Foto: Pablo Cavalcante

O deputado Assis Carvalho na Rádio Cidade Verde

Reforma não passará

O deputado federal Assis Carvalho, eleito presidente do PT do Piauí, garantiu ontem, na Rádio Cidade Verde, que, como está, a reforma da Previdência não passará.

Ele disse que muitos pontos devem ser alterados, como a regionalização da idade para aposentadoria.

Novo laudo

Saiu um novo laudo sobre a qualidade da água distribuída em Teresina pela Agespisa. Das 17 amostras coletadas, apenas uma teria apresentado problema.

O laudo da Vigilância Sanitária Estadual foi divulgado ontem, durante audiência pública no Ministério Público do Piauí.

PP com Firmino

Ciro Nogueira, Júlio Arcoverde, Mainha e Iracema Portela e outras lideranças do PP almoçaram ontem com o prefeito Firmino Filho (PSDB). Discutiram a atuação do partido em Brasília na aprovação de projetos de infraestrutura urbana da Prefeitura de Teresina, em tramitação nos organismos do Governo.

Foto: Divulgação

A cúpula do PP com o prefeito Firmino Filho

Voto fechado

O deputado federal Mainha, presidente do Diretório Municipal do PP em Teresina, garantiu que os três vereadores do partido vão votar fechado nos projetos de interesse do prefeito. Também participaram do almoço os neopepistas Sílvio Mendes e Washington Bonfim.

Bacalhau da Páscoa

A crise financeira que afeta os municípios não atingiu o bacalhau dos servidores da Prefeitura de Teresina na Semana Santa.

Os servidores com vencimento de até R$ 1,3 mil vão receber o Abono Páscoa, tradição mantida na Prefeitura de Teresina. 

No Sebrae

O presidente do Sistema Fecomércio, Valdeci Cavalcante, assume a presidência do Conselho Deliberativo do Sebrae com o falecimento do ex-presidente Carlos Augusto Carneiro da Cunha, o Caú.

Valdeci ficará interinamente no comando da instituição, até à posse do novo presidente.

Quem vem lá!

Pelo critério de rodízio, até 31 de dezembro de 2018 o Sebrae deve ser conduzido pelo segmento da agricultura.

Ontem, o deputado federal Júlio César (PSD) assumiu a presidência da Federação da Agricultura do Piauí, em substituição a Caú, e deve comandar também o Sebrae no Estado.

Academia

Há mais de dois meses, esta academia de ginástica está montada na Poticabana. E interditada. Desconfio que a demora na liberação do uso dos equipamentos tem a ver com a inauguração. Ou seja, aguarda uma brecha na agenda das autoridades.

A nova academia de ginástica montada na Poticabana está sem uso

Na falta de obra

Como obra pública anda escassa no Piauí, não duvido que haja quem se habilite a inaugurar oficialmente essa pequena e modesta academia com pompa e circunstância.

Pelo visto, ela foi montada com dinheiro de empresa privada e doada ao parque.

*Os deputados Antônio Félix  e Georgiano Neto (PSD) aprovaram Voto de Pesar na Assembleia Legislativa pelo falecimento, dia 5, de Carlos Carneiro da Cunha, o Caú.

*A Assembleia também aprovou Voto de Pesar de autoria do deputado Wilson Brandão (PSB) pelo falecimento do ex-governador José Raimundo Bona Medeiros, ocorrido dia 6.  

*O Consório Teresina acionou ônibus da frota de reserva, ontem, para substituir os que foram apreendidos por ordem da Justiça.

*O consórcio é formado pelas empresas Dois Irmãos, Emtracol,  Santa Cruz e Taguatur, e atende ao Grande Dirceu.

Quando a derrota ajuda

O vice-presidente do Tribunal da Contas da União, ministro José Múcio Monteiro, em missão do TCU no Piauí, fez visita de cortesia ao Tribunal de Contas do Estado, na sexta-feira (7). Conversava com o presidente, conselheiro Olavo Rebelo, e outros membros do TCE-PI. Com cinco mandatos de deputado federal e um ministério (das Relações Exteriores) no currículo, ele disse que começou na política concorrendo ao Governo de Pernambuco, em 1986, contra Miguel Arraes, um mito das esquerdas na época. Foi derrotado fragorosamente.

- Mas foi a melhor derrota da minha vida! - contou, para surpresa dos ouvintes.

Ele explicou:

- Concorrendo contra uma liderança como Miguel Arraes, eu virei celebridade em todo o Pernambuco. É tipo o River daqui jogar contra o Barcelona - fica conhecido no mundo inteiro.