Cidadeverde.com

Antecipar as eleições de 2018 resolve a crise?

Com a prolongada crise política decorrente das investigações da Lava-Jato, muitos se apressaram a defender, nos últimos dias, a antecipação das eleições de 2018. Quem iria concorrer a essas eleições fora de época? Os mesmos que aí estão denunciados pela força-tarefa.

Afora esses, a outra hipótese é a de também se apresentassem para o pleito aventureiros políticos de plantão que estão por aí vendo o circo pegar fogo. Estes se fantasiam de ‘salvadores da pátria’ e são muito ao gosto do eleitorado brasileiro, sempre muito crítico com os políticos, mas pouco exigente em relação às suas escolhas nas urnas.

O mais prudente seria, portanto, assegurar os meios para que o julgamento dos implicados na Lava-Jato ocorra o quanto antes. Somente isso poderá separar o joio do trigo – ou seja, quem está na lista da força-tarefa injustamente e quem efetivamente tem culpa no cartório.

O Brasil está mergulhado em dúvidas, quanto ao seu futuro político. Mas existe uma certeza – é a de que o mandato do presidente Michel Temer não vai além de 2018. Até porque, com a popularidade que ele desfruta, não seria capaz de se eleger nem a inspetor de quarteirão.

Então, se a proposta da antecipação das eleições vingasse, ela seria na verdade uma crise a mais para o país, que já vive sufocado em tantas outras.

Foto: Cidadeverde.com

Hugo Napoleão defende a lista dos mais votados

Os mais votados

O ex-senador e ex-deputado federal Hugo Napoleão é contra a proposta da lista fechada, apresentada no bojo da reforma política em tramitação no Congresso.

Ele disse que seria mais razoável adotar-se a eleição dos candidatos pela ordem de votação.

Com isso, chegariam ao fim as surpreendentes eleições de candidatos com pouco voto, derrotando os que obtiveram muito mais votos que eles.

Espalhando brasa

Sem que os interessados pedissem, a Assembleia Legislativa entendeu de emendar a Constituição Estadual para proibir que promotores de Justiça concorram ao cargo de chefe do Ministério Público Estadual.

Pela PEC 02/216, em tramitação na Casa e já aprovada em primeiro turno, apenas os procuradores de Justiça poderiam chefiar o MP.

O Piauí tem hoje 171 membros do Ministério Público em atividade, sendo 151 promotores de Justiça e apenas 20 procuradores.

"PEC do Retrocesso"

A Associação Piauiense do Ministério Público está atrás de demover a Assembleia de aprovar a “PEC do Retrocesso”, como os promotores de Justiça chamam a proposta.

A eleição para a chefia do MP será em maio.

Previdência

Integrante da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara Federal, o deputado federal Maia Filho (PP-PI) vai participar do café que o presidente Michel Temer oferece hoje aos parlamentares. Ele destaca que o deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA) apresentará o seu relatório sobre a reforma da Previdência ainda hoje, às 11 horas. 

Obras

O deputado Luciano Nunes (PSDB) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando informações do Governo do Estado sobre o andamento das obras de mobilidade em Teresina, como a Ponte do Meio da Frei Serafim, Rodoanel, duplicação da BR 316 e BR 343 e o Viaduto da Avenida Miguel Rosa.

Segundo o parlamentar, o atraso e a paralisação dessas obras têm causado prejuízos para a população piauiense, em especial aos moradores da capital.

Nova coluna

A coluna “Semanário Jurídico”, escrita há 29 anos pelo jurista e professor Josino Ribeiro Neto, passou a ser veiculada no Cidadeverder.com.

A estreia foi ontem, tendo a tornozeleira eletrônica como um dos temas abordados pelo articulista, um dos mais acatados de sua área. Confira: http://cidadeverde.com/semanariojuridico

O jurista Josino Ribeiro Neto traz a sua coluna para o Cidadeverde.com

*O presidente Michel Temer toma o café da manhã, hoje, no Palácio da Alvorada, com lideranças de vários partidos da base aliada.

*Foram convidados membros da Câmara dos Deputados. Na pauta, a reforma da Previdência.

*Durante a Semana Santa, a Polícia Rodoviária Federal flagrou um carro andando a 206km/hora no Piauí.

*A Operação Semana Santa, da PRF, registrou 17 acidentes nas rodovias federais que cruzam o Piauí, com três mortos e 16 feridos.

Bomba-relógio

Do deputado federal Átila Lira (PSB), à Rádio Cidade Verde, assombrado com a velocidade da sucessão de fatos políticos e policiais após a deflagração da Operação Lava-Jato:

- Já estou em Brasília há muito tempo e nunca vi um período tão turbulento. O Brasil tá para explodir.