Cidadeverde.com

Mudança na equipe do governador é curiosa

Foto: Divulgação/CCom

O governador Wellington Dias dá posse a novos auxiliares

O governador Wellington Dias deu posse ontem aos seus novos auxiliares, em mais uma mudança em sua equipe. Entender a mexida no time do governador não é para qualquer um, não.

Ele tira da Secretaria de Saúde um auxiliar que estava dando certo, o médico e ex-prefeito Francisco Costa, para acomodar na pasta um petista derrotado nas urnas, o ex-prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, que é advogado.

O ex-secretário de Saúde foi empossado na presidência do fantasmagórico Instituto de Águas e Esgotos do Piauí.

Uma curiosidade: Florentino Neto é servidor da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e talvez fosse mais lógico ele cuidar da área de água e saneamento. Mas este é um setor que está em grave crise no Piauí e, pelo visto, o governador não quis arriscar.

Tem mais: o ex-presidente do Instituto das Águas e Esgotos, Herbert Buenos Aires, vai presidir o Instituto de Terras do Piauí (Interpi).

Todos lembram que, no início de seu mandato, o governador moveu céus e terra para trazer o dr. Hebert para o Piauí, com a missão de presidir o Instituto das Águas. Ele é funcionário da Caixa Econômica e trabalhava fora do Estado.

O esforço desprendido pelo governador, na ocasião, dava a entender que Herbert Buenos Aires era o técnico mais gabaritado do Brasil nessa área. E está se vendo que não é, pois o governador se desfaz dele sem nem pestanejar.

Por fim, a novidade de ontem. O também economiário Emanuel Veloso Filho, ex-superintendente da Caixa Econômica no Piauí, assume a presidência da Agespisa, empresa que está só arquejando.

Ora, o que é mesmo que ele vai fazer no comando de uma companhia que está com os dias contados para fechar suas portas?

Está claro, pois, que entender todas essas mudanças não é tarefa para amador.

Colapso no abastecimento de água

Teresina está ameaçada de um colapso no abastecimento de água no segundo semestre. É que a Agespisa simplesmente está imobilizada. Nunca mais a empresa fez uma licitação para execução de obra ou serviço na capital.

O propalado Instituto das Águas do Piauí, criado há um bom tempo, até hoje ainda não se instalou. Ou seja, ainda não disse a que veio. E, antes mesmo de começar a funcionar, já está é mudando de diretor.

A empresa Aegea, que ganhou a concorrência da subconcessão da Agespisa em Teresina, ainda não assumiu a gestão dos serviços, apesar de já ter assinado o contrato com o Governo do Estado. A licitação ainda não recebeu o sinal verde do Tribunal de Contas do Estado e o caso está na Justiça.

Os representantes da Aegea que se apresentaram à Agespisa, para se inteirar da gestão da empresa e iniciar a administração compartilhada, foram expulsos de lá pelos funcionários da companhia. E não voltaram mais.

Assim, não se tem notícia de um plano de ação para Teresina, quando ao abastecimento de água, para o chamado período do br-o-bró. Como se sabe, é o período mais quente do ano, o de maior consumo e também o de maior problema na rede de abastecimento, com o estouro de canos a toda hora.

Foto: Pablo Cavalcante

O deputado Themístocles Filho nos estúdios da Rádio Cidade Verde

PEC dos Promotores

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, afirmou ontem que recebeu com tranqualidade a decisão do ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal, suspendendo os efeitos da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) alterando o processo para eleição do cargo de procurador-geral de Justiça.

Ele garantiu que a Assembleia recorrerá da decisão, através de sua assessoria jurídica.

Os efeitos

Os efeitos da liminar estão mantidos até o julgamento do recurso dos promotores de Justiça o plenário do STF.

Conforme a decisão do ministro, a PEC aprovada pela Assembleia Legislativa do Piauí é inconstitucional.

Promotor fora

A PEC proibiu os promotores de Justiça de participar da eleição para o cargo de procurador-chefe do Ministério Público. Conforme a mudança, apenas procuradores podem votar para eleger o chefe da Procuradoria Geral de Justiça do Piauí.

A aprovação da PEC ocorreu no último dia 24, em segunda votação.

Reeleição

O promotor de Justiça Cleandro Moura, atual procurador-geral de Justiça, anunciou que será candidato à reeleição na lista tríplice que será apresentada ao governador. Mesmo com a aprovação da PEC, o direito dele de concorrer a um novo mandato já estava assegurado.

Ele se afasta hoje do cargo, para efeito de desincompatibilização.

Caminhada

Voluntários da Caminhada da Fraternidade estão com um quiosque de venda de kits no Teresina Shopping até amanhã. A 22ª edição do evento acontecerá este ano no dia 11 de junho e terá como tema “Somos da Paz”.

A renda obtida anualmente é revertida em doações para projetos sociais. Lar da Esperança, Lar da Fraternidade e Abrigo São Lucas foram alguns dos beneficiados nas últimas edições.

Carta de Salvador

Os governadores do Nordeste, reunidos ontem na Bahia, divulgaram a Carta de Salvador, dirigida ao Governo Federal cobrando a liberação de créditos para investimentos em infraestrutura em condições de gerar emprego e renda.

Os Estados deverão autorizar suas procuradorias a ingressar com ações junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para obter o cumprimento da Lei Federal complementar 94, que prevê o aumento do tempo para o período de carência das dívidas dos estados junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

Acordo descumprido

“Esse acordo foi aprovado há bastante tempo. O Governo vem já há um ano, desde que costuramos esse entendimento, sem cumprir essa regra. O Piauí perdeu cerca de R$ 150 milhões apenas nos últimos 12 meses. Dinheiro que seria aplicado em investimentos. Essa é uma situação que não pode continuar”, posicionou-se o governador Wellington Dias.

Portas fechadas

A Igreja Católica fechou as portas da Catedral de Curitiba para os petistas que foram à cidade prestar solidariedade ao ex-presidente Lula, durante seu depoimento à Lava-Jato. Eles planejaram fazer sua vigília lá.

A senadora Gleisi Hoffman , que é do PT do Paraná, lamentou o gesto da Arquidiocese de Curitiba. Ela lembrou que a Igreja sempre apoiou os movimentos sociais.

Marcha dos Prefeitos

Antes de organizar mais uma Marcha dos Prefeitos a Brasília, a Associação Piauienses de Municípios deveria era promover um seminário aqui mesmo em Teresina para que os poucos prefeitos que estão com suas contas equilibradas ensinem aos demais como se consegue esse tipo de gestão.

Em Brasília, os prefeitos vão é gastar mais do pouco que os municípios têm.

*O presidente da Assembleia Legislativa, deputdo Themístocles Filho, disse que a PEC sobre a eleição no MP foi aprovada a pedido dos procuradores de Justiça.

*O Ministério Público Estadual tem 171 membros na ativa, sendo 20 procuradores e 151 promotores de Justiça.

* O deputado Robert Rios (PDT) anunciou que entrará com requerimento na Assembleia Legislativa pedindo informações sobre a viagem do governador a Curitiba.

* A assessoria de Wellington Dias informou que a viagem foi de caráter particular. O deputado quer as notas fiscais das despesas com passagem e hospedagem. 

Chapa branca

Do seu Malaquias, ouvinte da Rádio Cidade Verde 105.3, sobre o PMDB do Piauí:

- No PMDB, metade quer ser governo e a outra metade não aceita ser oposição.