Cidadeverde.com

Prefeitura de Teresina antecipa o 13º

A Prefeitura de Teresina confirma a antecipação do pagamento da segunda parcela o pagamento do 13º salário do servidor municipal para o próximo dia 15. Em meio à incerteza do pagamento em milhares de prefeituras, Teresina está diante de uma boa notícia, pois, com essa medida, haverá uma injeção de mais R$ 43 milhões na economia da capital neste final de ano.

A primeira parcela saiu ao longo do ano, no mês do aniversário do servidor. Os servidores que ainda não gozaram férias receberão o 13º  integralmente no dia 15.

Não dava para esperar outra coisa do prefeito Firmino Filho, um economista de mão cheia.

Este ano, para arrecadar recursos extras, ele arrochou na taxa de limpeza pública; arrochou também na taxa de licença e fiscalização; e arrochou ainda na taxa de iluminação pública, que teve aumentos estratosféricos.

Além disso, ainda contou com a mão amiga do senador Ciro Nogueira, que mandou de Brasília dinheiro à mão cheia para o prefeito tocar as suas obras.

Não bastasse, o prefeito, imitando o seu guru Wellington Dias, deixou meio mundo de empreiteiro, prestadores de serviços e fornecedores na mão, sem pagamento.

Se, com tudo isso, a Prefeitura não tivesse dinheiro em caixa para pagar o 13º salário do funcionalismo, então seria melhor o prefeito mudar de ramo.

 

Foto: Marcos Correa/Agência Brasil

O deputado Átila Lira acompanha apresentação de cartilha sobre a Previdência

Cartilha do Temer

O presidente Michel Temer anda apelando para tudo, com o objetivo de aprovar a reforma da previdência. Faz jantares, almoços, oferece café, emendas orçamentárias, cargos e o que mais for preciso.

Agora, ele preparou uma cartilha explicativa alertando os deputados que votar a favor da reforma previdenciária não vai influenciar negativamente nas eleições de 2018.

Reeleição

A iniciativa mira os deputados que pretendem se reeleger e alegam que não votarão a favor da reforma por medo de comprometer sua imagem junto ao eleitorado nas próximas eleições.

“Vote a favor da reforma da Previdência. Foi o certo em 1998. É o Certo a se fazer hoje”, diz a cartilha, também chamada de panfleto.

Cabo eleitoral

O governo lembra, nessa cartilha, que a reforma da Previdência na época mencionada foi aprovada em período próximo das eleições. O presidente, na ocasião, era o tucano Fernando Henrique Cardoso.

De acordo com informações do jornal O Globo, a peça do governo também ressalta que 69% dos que votaram a favor do substitutivo do Senado à proposta naquele ano conseguiram se reeleger.

No caso dos deputados contrários à proposta, apenas 50% se reelegeram.

É aguardar para ver quem vai ler nessa cartilha de Michel Temer.

Atraso

O Piauí vai virar o ano sem pagar o seguro-safra de 110 mil famílias O deputado Rubem Martins (PSB) voltou a cobrar do governo o pagamento em atraso dos trabalhadores inscritos no Programa Seguro Garantia Safra. As parcelas estão em atraso desde julho, conforme o parlamentar, que foi secretário de Desenvolvimento Rural.

Rodoanel

A empreiteira que trabalhava na construção do Rodoanel de Teresina abandonou a obra.

O Governo do Estado anunciou uma nova licitação para conclusão de um trecho de apenas 600 metros – correspondentes a 3% da obra.

Não há prazo para a retomada do projeto, um trecho de 28 quilômetros que já vem atravessando três governos.

Lá e cá

O deputado Robert Rios disse ontem, após conversa com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, que uma parte do PMDB já está na oposição.

O mesmo raciocínio vale também para o PDT – o partido do deputado – que tem uma parte no governo.

 

Foto: Divulgação

Cabecinha no ombro – As apostas estão abertas: a quem este afetuoso abraço mais provoca ciúmes - ao PT ou ao PMDB do Piauí?

 

 * Na avaliação do Tribunal de Contas do Estado, a decisão da ministra Carmén Lúcia, do STF, tornou sem efeito a liminar do Tribunal de Justiça do Piauí sobre a subconcessão dos serviços de água e esgoto de Teresina.

* O Governo do Estado entende que, ao contrário, a ministra chancelou a decisão do TJ-PI ao manter a Aguas de Teresina na gestão do sistema até o julgamento do mérito.

* O secretário de Segurança, deputado Fábio Abreu, ainda não comunicou se voltará a Brasília para votar a reforma da Previdência. Ele disse que estaria presente às votações mais importantes.

* O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira,   profere hoje,  às 17h, na sede da Fiepi, a palestra “Modernização trabalhista”.

 

De filho para pai

O presidente regional do PSD, deputado federal Júlio César, recebeu críticas na campanha eleitoral de 2014 por ter lançado seu filho Georgiano Neto à Assembleia Legislativa, com a distribuição de sua votação em vários redutos. O parlamentar não se intimidou com as críticas:

- É o contrário. O Georgiano é que está me ajudando em vários municípios.

 

Progressista avança no interior

Foto: Divulgação

O Progressista puxa 18 prefeitos para seus quadros

Indiferente ao mimimi do PMDB do Piauí, o Progressista avança como maior partido do Estado. Ontem, a sigla realizou em Teresina um ato de filiação em massa de prefeitos e outras lideranças, no qual o governador Wellington Dias e o prefeito Firmino Filho fizeram coro pela reeleição do senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressista.

Com as filiações de ontem, o Progressistas passa de 44 para 62 prefeitos filiados no Piauí. Os novos filiados saíram principalmente de legendas que hoje são adversárias do governo. Como a esmagadora maioria dos políticos piauienses, esses novos filiados ao PP também não vivem sem governo, independente de qual seja o partido no poder.

Na briga pela vice

O presidente estadual do Progressista, deputado Júlio Arcoverde, afirmou que o PP continua apoiando o senador Ciro Nogueira como candidato à reeleição e vai se manter na briga para manter a vice-governadora Margarete Coelho no cargo. A posição de vice vem sendo reivindicada pelo PMDB.

O governador confirmou seu apoio à reeleição do senador, mas se esquivou quanto às demais posições da chapa majoritária, indicando que as definições ficam para o próximo ano.

Já o prefeito Firmino Filho foi além: ele disse que vota incondicionalmente no senador Ciro Nogueira, em 2018, independente de partido ou coligação.

O senador declarou, por sua vez, que o seu sonho para as próximas eleições é juntar no mesmo palanque o governador e o prefeito de Teresina, o que até o momento não parece uma das tarefas mais impossíveis nem das mais difíceis. Tanto Wellington quanto Firmino também querem isso.

 

Foto: Viviane Setragni/Portalcorrente

Ministério Público Federal faz audiência pública sobre Matopiba em Corrente

Matopiba

O Ministério Público Federal realizou em Corrente uma audiência pública para discutir o avanço da agropecuária, grilagem de terras e impactos socioambientais na região do Matopiba.

O evento foi promovido pelo Grupo de Trabalho Cerrado, da 4ª Câmara do MPF, e contou com a participação de procuradores federais, representantes de ONGs nacionais e internacionais, de comunidades tradicionais e rurais situadas nas zonas de conflitos agrários, especialistas e representantes do poder público.

Licença u renúncia?

Surgiu uma dúvida sobre a ida do vereador Genival Sales (PT) para a presidência da Agespisa. Ele precisa apenas se licenciar ou renunciar ao mandato? A Lei Orgânica do Município de Piripiri, onde ele exerce o mandato, autoriza, mas a Constituição Estadual não é clara quanto a isso.

O vereador Dudu (PT), de Teresina, assumiu o cargo de ouvidor-geral do Estado, porém a pasta tem status de secretaria, o que não é o caso da Agespisa.

Primeira Capital

A Assembleia Legislativa realiza sessão solene em Oeiras, no próximo dia 15, em comemoração aos 300 anos de fundação da cidade, a primeira capital do Piauí.

A proposta foi do presidente da Casa, deputado Themístocles Filho. Várias personalidades serão homenageadas na ocasião.

Vapt-vupt

O presidente da Assembleia passou ontem, mais rápido que uma bala, no local das filiações ao PP. Saiu antes do início do ato, a pretexto de presidir a sessão da Assembleia.

Em outras palavras, deu por visto.

Foto: Divulgação

Reforma -  O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), e deputados receberam ontem o superintendente da Caixa Econômica Federal do Piauí, Elizomar Guimarães. Eles participaram da solenidade de entrega da obra de reforma da agência da Caixa que funciona no Palácio Petrônio Portela – sede da Assembleia- e é voltada para o atendimento dos servidores da Casa. A obra durou dois meses. 

 

 

* O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira,  vai proferir amanhã, às 17h, na sede da Fiepi, a palestra “Modernização trabalhista”.

 * Depois do Progresistas, é o PTB do Piauí que faz uma sessão de novas filiações. Será na quinta-feira, a partir das 19h, no Cine-Teatro da Assembleia Legislativa.

* Ao ato estarão presentes o presidente nacional da sigla, ex-deputado federal Roberto Jefferson, e o senador Armando Monteiro (PE).

* Um dos organizadores do evento é o ex-senador João Vicente Claudino, que, por sua vez, não vai se filiar ao partido. Pelo menos agora, não.

 

Sem vaias

Ouvido ontem na Assembleia Legislariva, após o encontro do Progressistas para filiações de novas lideranças:

Observador 1: - Dessa vez, o Ciro Nogueira se livrou das vaias.

Observador 2 – Sim, pois o único petista que apareceu lá nas filiações foi o governador.

PMDB não entrega os pontos

Foto: Divulgação

O governador e o presidente da Assembleia se reencontraram no final de semana, em inaugurações no município de Buriti dos Lopes

Não entra na cabeça da bancada estadual do PMDB que esteja fechada, com a sigla fora, a chapa majoritária do governo para as eleições de 2018 no Piauí. O líder do partido na Assembleia Legislativa, deputado João Mádison, jura que “muita água ainda vai rolar debaixo da ponte” até março.

“Não tem nada definido. O Progressistas precisa ter calma, pois já vai ficar com uma vaga ao Senado. A vaga de vice será naturalmente do PMDB, o partido novo e forte que está entrando na base do governo para as próximas eleições”, calcula.

O deputado garante que o PMDB está muito bem no governo e que ficará com a indicação do candidato a vice-governador sem trauma para a coligação. Nesse sentido, ele pede calma ao presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira, que está querendo abocanhar a vaga mais uma vez para o seu partido, como em 2014.

Ciro mal nas pesquisas

João Mádison avisa que não adianta o Progressistas se arvorar da condição de maior partido da base para avançar para cima de duas vagas majoritárias na chapa governista – senador e vice-governador. “Cada eleição tem a sua história. Com a de 2018 não será diferente”, opina.

O deputado disse que, mesmo tendo nas mãos o maior partido do Piauí e gozando de muito prestígio no governo federal, no governo estadual e na Prefeitura de Teresina, o senador Cigo Nogueira está muito mal nas pesquisas de intenção de voto, perdendo feio para o ex-governador Wilson Martins, presidente regional do PSB.

“Então, é melhor o senador sair do caminho do PMDB, deixar de fazer peripécias antes da hora, criando confusão desnecessária na base, e se unir a nós, na busca tanto da reeleição do governador Wellington Dias quanto da dele, Ciro, com o nosso apoio. Não é toda vez que megaestrutura ganha eleição no Piauí. Nós já temos vários exemplos disso, todos eles muito conhecidos do senador”, pondera o líder do PMDB.

João Mádison disse ainda que a definição da chapa só sairá em março ou abril do próximo ano e que o PMDB permanece fechado com o nome do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, como candidato a vice-governador na campanha da reeleição de Wellington Dias.

 

 

Energia solar

O deputado Heráclito Fortes registrou, na Câmara, a instalação do Parque solar no Piauí e destacou a importância do empreendimento.

Além disso, Heráclito também falou sobre sobre PEC de sua autoria que tramita na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) e cria royalties para os Municípios onde estão instaladas usinas de produção de energia eólica e solar.

Sabatina

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, deve marcar nesta semana a data para sabatina do novo presidente da Agespisa, Genival Sales, vereador do PT de Piripiri e funcionário da empresa.

A mudança no comando da Agespisa atende interesse do presidente regional do PT, deputado federal Assis Carvalho.

Foto: Francisco Leal/CCom

O governador Wellington Dias na Expoapi

Expoapi

O governador Wellington Dias participou, no sábado, da abertura da 67ª Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi), no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, em Teresina.

O evento prossegue até o próximo domingo, dia 10, com expectativa de aproximadamente 150 mil pessoas e movimentando cerca de R$12 milhões.

A 67° edição do evento conta com a participação de mais de 700 expositores de 16 estados. Cerca 5 mil animais estão no parque de exposições durante a semana.

Todos os dias serão realizadas atividades culturais e shows com entrada gratuita

Voz às bases

Decidido a levar até a convenção partidária a defesa da candidatura própria do PMDB a governador nas eleições do ano que vem, o vice-presidente regional da sigla, ex-ministro João Henrique Sousa, já discutiu o assunto, só este ano, com dirigentes e lideranças peemedebistas de 201 dos 224 municípios piauienses.

Encerramento

No sábado, ele se reuniu com dirigentes do PMDB de Floriano e municípios da região.

Na sexta (1º), passou por Picos e Oeiras, onde se reuniu com dirigentes de mais de 30 municípios, somando as duas regiões.

No próximo final de semana, fecha o Estado com reuniões em Bom Jesus e Corrente, ambas no sábado dia 9.

Foto: Divulgação

Cartão postal -  A Praça da Graça, no coração de Parnaíba, foi completamente reformada e voltou a ser um cartão postal da cidade. A praça estava abandonada até a posse do prefeito Mão Santa.

 

 

* A Assembleia Legislativa se instala no próximo dia 15 em Oeiras, para celebrar a passagem dos 300 anos da cidade.

* O governador Wellington Dias viaja amanhã à Filadélfia. Ele ficará nos Estados Unidos até 14 de dezembro, em viagem particular.

* Wellington estará acompanhado da esposa, Rejane Dias, para acompanhar tratamento da filha Daniele.

* O Grupo Carvalho anuncia para breve a inauguração, em Teresina, de mais uma megaloja no setor de supermercados. 

 

Pedido de eleitor

Quando vereador de Teresina, o humorista João Cláudio Moreno foi cercado por um cidadão que queria a qualquer custo falar com ele. E avisou logo que era para lhe fazer um pedido. O vereador , impaciente, ficou então pensando qual seria o pedido: obra, serviço, emprego, vale-transporte... Atendeu ao cidadão todo armado, com medo da “facada”. O homem desembuchou:

- João Cláudio, o que eu quero de você é que, quando você se encontrar com o Chico Anysio, pelo amor de Deus peça pra ele fazer de novo o Pantaleão. Aquilo é bom demais!        

Dois pesos e duas medidas

Foto: João Albert/CCom

A usina tem um milhão de placas de energia solar no semiárido piauiense

 

O Parque Solar de Nova Olinda, inaugurado no início da semana no município de Ribeira do Piauí, na região de São João do Piauí, supera a capacidade elétrica da barragem de Boa Esperança, segundo o governo.  O investimento é de R$ 1 bilhão e foi feito por um grupo estrangeiro.

Apresentado como a maior usina solar em operação da América Latina, o empreendimento vem sendo saudado pelo governo como um marco histórico para o Piauí.

De fato, a usina modifica radicalmente a paisagem no sertão árido do Piauí, com quase um milhão de painéis fotovoltaicos instalados em 690 hectares.

Por maiores que sejam os benefícios desse projeto – e eles inegavelmente são muitos – eles trazem também danos ao meio ambiente. Se não provoca os estragos ambientais de uma hidrelétrica, o parque solar causa outros impactos negativos.

Impactos e benefícios

Para a sua implantação, por exemplo, foi desmatada uma área equivalente a 700 campos de futebol, em pleno no semiárido, uma região de pouca vegetação.

É preciso saber, portanto, que proveito o Piauí vai tirar desse empreendimento. Qual será o retorno econômico e social dele para o estado?

Quanto de sua megaprodução 600 Gigas Watts Hora (GWh) de energia por ano fica para o Piauí? Ou toda a carga simplesmente entra no sistema elétrico nacional e vai embora, como acontece com a energia eólica?

Além disso, os royalties dessa energia vai para o consumo.  Dessa forma, será beneficiado o Estado consumidor. 

Incentivo fiscal

O Governo do Piauí informou que deu R$ 80 milhões em incentivos fiscais à empresa responsável pela implantação e operação da usina, a Enel Green Power Brasil Participações Ltda.

Ora, se o Piauí é tão favorável à instalação desse tipo de empreendimento – e tudo indica que é mesmo, pois existem outros projetos de energia solar na fila – por que o Estado tem que pagar por eles, ao invés de receber?

Compreende-se o esforço gigantesco do governo para atrair grandes investimentos para o Piauí e alavancar o seu desenvolvimento. Mas a este custo?

Não é correto nem justo o governo abrir mão de uma receita de quase R$ 100 milhões de ICMS da empresa que instala no Estado o maior projeto de usina solar da América Latina e, ao mesmo tempo, aumentar, sucessivamente, a alíquota do imposto para os consumidores piauienses, ao ponto de tornar a energia do Piauí a mais cara do Brasil.

 

PT banca reeleição de Margarete e Regina

Foto: Divulgação

O governador Wellington Dias com lideranças do PP e do PT

O caso é mais sério do que supõe o PMDB do Piauí: na reunião de segunda-feira passada, no Palácio de Karnak, entre o governador Wellington Dias, o senador Ciro Nogueira e lideranças estaduais do PT e do Progressistas, chegou a ser lançada a proposta de anúncio, já agora, da chapa majoritária governista para as eleições de 2018 no Piauí.

Pelo que foi discutido na reunião, a chapa seria encabeçada, naturalmente, pelo governador Wellington Dias, tendo a vice-governadora Magarete Coelho disputando novamente o cargo e os senadores Ciro Nogueira e Regina Sousa como candidatos à reeleição.

A proposta de lançamento da chapa foi apresentada com muita segurança e firmeza pelo presidente regional do PT, deputado federal Assis Carvalho. Ela só não prosperou porque o presidente estadual do Progresistas, deputado Júlio Arcoverde, sugeriu que se esperasse um pouco mais para o anúncio.

Ele ponderou que era preciso conversar antes com o PMDB, até para evitar problemas futuros para o governador Wellington Dias na Assembleia Legislativa, sobretudo na votação de matérias de seu interesse. Sua sugestão foi acatada.

PMDB sobra

O PMDB é a sigla que está na disputa com o PP pela indicação do candidato a vice-governador na campanha de reeleição de Wellington Dias. O partido entrou com os dois pés no governo, no início do ano, certeza de que indicaria o vice-governador.

O nome escolhido pelos peemedebistas para ser companheiro de chapa de Wellington, em 2018, foi o do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho. Desde o início, o PT vinha apresentando resistência ao nome do parlamentar, mas de forma discreta. Agora, ela se torna mais enfática.

Um parlamentar que participou da reunião de segunda-feira, em Karnak, observava ontem que não entendia a fúria do PMDB com o senador Ciro Nogueira, já que é o próprio PT que abraça e defende a candidatura da vice-governadora Magarete Coelho à reeleição.

 

 

Foto: Piripirinews

Vereador Genival Sales (PT), novo presidente da Agespisa

Mudança na Agespisa

De surpresa, o governador Wellington Dias decidiu mudar o comando da Agespisa. O novo presidente da empresa será o vereador Genival Sales, do PT de Piripiri, em substituição a Emanoel Lopes Veloso, técnico da cota pessoal do governador.

A indicação é do presidente estadual do partido, deputado federal Assis Carvalho. Genival é funcionário da Agespisa há 30 anos e entra no comando da empresa na cota do PT.

Empréstimo

A bancada federal do Piauí se reuniu ontem com o governador Wellington Dias, em Brasília, e prometeu apoiá-lo na liberação de dois empréstimos, um no valor de R$ 600 milhões – cuja primeira parcela já saiu – e outro de R$ 300 milhões.

 

Jornalista Elivaldo Barbosa com João Henrique, nos estúdios da TV Cidade Verde

Nas bases

Alheio ao curto-circuito de seu partido com o Governo do Estado, o ex-ministro João Henrique Sousa dá continuidade hoje às suas viagens pelo interior, em busca de apoio das bases para sua candidatura a governador.

Ele estará hoje com os delegados do PMDB das regiões de Picos e de Oeiras. Amanhã, se reunirá com os peemedebistas dos municípios da região de Floriano.

Greve

Ontem foi o último dia do prazo para pagamento da primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores da iniciativa privada. Em Teresina, até o fim da tarde as empresas de ônibus não haviam feito o pagamento.

O Sindicato dos Rodoviários comunicou que se o dinheiro não cair hoje na conta dos trabalhadores todo o sistema de transporte será paralisado na capital.

O presidente Figueiredo e o ministro Waldir Arcoverde

Luto

Faleceu ontem, em Brasília, aos 85 anos, o médico sanitarista Waldir Arcoverde, ministro da Saúde no Governo João Figueiredo.

Ele nasceu em Amarante e era irmão do ex-governador e ex-senador Dirceu Arcoverde.

Era tio do presidente regional do Progressistas, deputado estadual Júlio Arcoverde.

Foto: Divulgação

Homenagem - A Câmara Municipal de Campo Maior criou, através do Projeto de Resolução 13/2017, o Diploma do Mérito Educacional Vereador Olímpio Castro de Oliveira. A honraria vai homenagear personalidades que tenham contribuído para o desenvolvimento da educação no município. O autor do projeto instituindo o Diploma é o vereador Hamilton Segundo. Ele destacou que o nome do diploma homenageia um dos maiores tribunos e educadores de Campo Maior, o professor Olímpio Castro, que foi também vereador de Teresina e diretor do Liceu Piauiense. O jornalista José Olimpio Castro representou o pai no lançamento do diploma.

 

 

* Mais 150 aprovados no concurso para agentes penitenciários realizarão o curso de formação para ingresso na categoria.

* A autorização foi dada pelo governador Wellington Dias, em despacho com o secretário de Justiça, Daniel Oliveira.

* O presidente regional do PSB, ex-governador Wilson Martins, prestigiou ontem o Congresso Estadual do PPS, realizado em Teresina.

* A secretária de Educação, deputada federal Rejane Dias, está num pé e noutro para voltar a Brasília para votar contra a reforma da Previdência.

 

Loucura total

"Cem piadas sem palavrões" é o título de um dos livros do escritor Assis Fortes, professor aposentado do IFPI. É um livro de humor. Entre tantas piadas, traz esta: um doido estava debruçado sobre uma mesa, com lápis e papel. Um enfermeiro passa, pergunta o que ele estava fazendo, e sai a resposta:

- Estou escrevendo uma carta.

- Pra quem?

- Pra mim mesmo!

- E o que você diz nessa carta?

- Só vou saber depois que recebê-la.

O que o Piauí ganha com a maior usina solar da América Latina?

Foto: João Albert/CCom

Inauguração da usina solar Nova Olinda, em Ribeira do Piauí

O Governo do Piauí faz festa com a inauguração, no município de Ribeira do Piauí, do Parque Solar Nova Olinda, apresentado como a maior usina solar em operação da América Latina. Com quase um milhão de painéis fotovoltaicos instalados em 690 hectares, a usina tem capacidade para produzir 600 Gigas Watts Hora (GWh) de energia por ano.

As placas fotovoltaicas de Nova Olinda possuem sistema de autoajuste informatizado. Dessa forma, elas acompanham a direção da radiação solar, captando assim mais energia e por mais tempo.

O parque solar de Nova Olinda, na região de São João do Piauí, supera a capacidade elétrica da barragem de Boa Esperança, segundo o governo. Por isso, a inauguração vem sendo tratada como um marco histórico para o Piauí.

Benefícios

Muito bem! São inegáveis os benefícios desse projeto, especialmente pelo aproveitamento da energia solar, com poucos danos ao meio ambiente. Trata-se, afinal, de energia limpa, implantadas em uma área equivalente a 700 campos de futebol, no semiárido piauiense.

Mas vamos lembrar que se trata de um empreendimento privado, no valor de R$ 1 bilhão. Boa Esperança foi construída com recursos públicos. E serve ao Piauí há 45 anos.

É preciso saber, então, em relação à megaprodução de energia da nova usina, quantos quilowatts vão ficar no Piauí.  Ou ela vai funcionar como o sistema eólico, a energia dos ventos, cuja produção do Piauí vai toda para fora do Estado?

Nesse caso da usina de Nova Olinda, o Piauí vai ficar apenas a conta de R$ 80 milhões em incentivos fiscais que o Governo do Estado deu à empresa responsável pela sua implantação e operação ou o Estado vai tirar proveito com a sua instalação?

Por fim, é preciso saber: com a maior usina solar da América Latina, o Piauí vai continuar pagando a energia mais cara do Brasil?

 

 

Pesquisas

O prefeito Firmino Filho vem recebendo várias pesquisas sobre as eleições de 2018 no Piauí, realizadas por diferentes institutos.

Ele disse que fará suas próprias pesquisas a partir de janeiro, indo até março, para balizar suas decisões.

O prefeito tem chance de ser candidato a governador? Sim, se ele aparecer com pelo menos 90% das preferências em todas as pesquisas.

Eleições 2018

A advogada piauiense Geórgia Nunes, especialista em Direito Eleitoral, participou da audiência pública no TSE sobre a elaboração das instruções para as eleições de 2018.

Representando a Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (ABRADEP), a advogada apresentou sugestões de mudanças para o prazo de divulgação e penalidades referentes à Pesquisa Eleitoral.

Foto: Divulgação

Advogada Geórgia Nunes, no TSE

Conferência

Já o advogado Norberto Campelo, ex-membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), participou ontem, como palestrante, da Conferência Nacional dos Advogados. O evento reuniu em São Paulo as maiores autoridades do país na área jurídica.

Norberto falou no painel Transparência Pública, Ética e Orçamento, abordando o tema Poder Judiciário: Orçamento e Transparência.

Entre os demais palestrantes da Conferência destacam-se o ministro do STF Luis Roberto Barroso e o advogado Antonio Claudio Mariz, que defendeu o presidente Temer.

Empréstimo

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Olavo Rebelo, informou ontem que será aberta uma Tomada de Contas Especial para apurar o uso do empréstimo de R$ 600 milhões que o Governo do Piauí fez com a Caixa Econômica Federal. O conselheiro Kennedy Barros será o relator.

A medida foi aprovada pela Assembleia Legislativa, por requerimento dos deputados Gustavo Neiva (PSB), Robert Rios (PDT) e Rubem Martins (PSB).

Audiência

Os vereadores Luiz Lobão, Teresinha Medeiros e Teresa Britto realizam amanhã, por meio do projeto Câmara Itinerante, audiência pública na Santa Maria das Vassouras, para discutir sobre a regularização fundiária do bairro e pendências das indenizações dos moradores da Avenida Poti Velho.

A audiência acontece às 15h, na Associação de Moradores da Santa Maria das Vassouras, localizada na Rua Tenente Araújo.

Perigo no ar

O novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2017 aponta que 40 cidades encontram-se em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya no Piauí.

Desse total, 3 estão em risco de surto das doenças. Outros 37 aparecem em alerta e 148 estão em situação satisfatória.

Duplicação

O senador Ciro Nogueira informou que o edital para contratação da empresa que atuará nas obras de duplicação da BR- 343 foi aberto.

“Venho me dedicando cotidianamente para a concretização dessa demanda de nossa capital. As obras são essenciais para aumentar a segurança e a fluidez no tráfego de acesso a Teresina”, acrescenta.

 

 

* Será hoje o Congresso Estadual do PPS do Piauí. De 9 às 13 horas, na sede do partido, na Avenida Higino Cunha, bairro Ilhotas.

* O presidente da sigla no Estado, Celso Henrique, disse que o tema do Congresso é “Uma nova agenda para o Piauí”.

* Não saiu ainda o ato de nomeação do professor Washington Bonfim para o cargo de secretário-executivo do Ministério das Cidades.

* Começa hoje, em Teresina, a 6° edição da Feira Hospitalar Piauí. O evento prossegue até sábado, promovendo negociações no setor da saúde.

 

Caminhada

Do humorista Fraga:

- A esteira ergométrica é meio caminho andado para parar de andar.

Ciro dá um nó no PMDB do Piauí

Foto: Cidadeverde.com

Deputado Marcelo Castro, presidente do PMDB do Piauí: desconforto

O PP renovou seu compromisso com o governador Wellington Dias e vive uma nova lua de mel com ele. Nessa situação, quem acha que o partido vai abrir mão da candidatura de vice-governador, nas próximas eleições, é melhor esperar sentado.

Dizendo de outro modo: a bancada estadual do PMDB vai ter que suar muito para emplacar o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, como companheiro de chapa do governador. Hoje os ventos sopram a favor do Progressistas, que já tem o cargo de vice.

Plano ousado

O presidente do PP, senador Ciro Nogueira, esta com um plano ousado: juntar no mesmo palanque, na eleição do ano que vem, o governador Wellington Dias e o prefeito Firmino Filho. Nesse caso, não se incomodaria em ceder a vice para um indicado do prefeito, que é seu aliado.

Para facilitar as coisas, o senador filiou ao seu partido dois tucanos ligados ao prefeito, a primeira-dama Lucy Silveira e o ex-prefeito Silvio Mendes.

O PP se acha cacifado para manter a vice-governadoria, pois se tornou um partido maior que o PT no Piauí e com mais expressão que o PMDB, a outra sigla que reivindica a vaga.

Os peemedebistas partem do pressuposto de que o PP já tem uma posição na chapa majoritária, que é a do senador Ciro, candidato à reeleição. Então, se o plano do governador é ampliar a sua base, que ele divida os outros dois cargos – a vice e a segunda vaga ao Senado – com os aliados de maior expressão.

O governador sinalizou que está em outra direção. No episódio do recente rompimento de Firmino Filho com Themístocles, ele procurou o prefeito e não o presidente da Assembeia para uma visita. No PMDB, a situação é de desconforto.

 

 

Reforço de caixa

Os prefeitos brasileiros fizeram mais uma marcha a Brasília de pires na mão, na semana passada.

Desta vez, eles não retornaram às suas cidades de mãos abanando.

O presidente Michel Temer atendeu a reivindicação da Confederação Nacional dos Municípios e autorizou um reforço aos caixas municipais no valor de R$ 2 bilhões.

Gastança

Ou seja, os prefeitos terão neste final de ano os caixas reabastecidos com dinheiro extra.

Que eles possam fazer o melhor uso desses recursos adicionais, o que na esmagadora maioria dos municípios não ocorreu ao longo do ano.

Foi principalmente por isso que as prefeituras chegaram ao fim do ano em situação periclitante.

Acabou!

O processo dos R$ 180 mil, que tanta dor de cabeça deu ao governador Wellington Dias desde a campanha eleitoral de 2014, chegou ao fim ontem, com desfecho favorável a ele.

Por 6 votos a zero, o Tribunal Regional Eleitoral inocentou o governador e a vice-governadora Margarete Coelho (PP) d acusação de compra de votos nas eleições de 2014. 

A decisão atendeu a um pedido do próprio Ministério Público Eleitoral, que, por falta de provas, voltou atrás na acusação que havia feito.

Investigação

Após investigação feita pelo MPE e pela Polícia Federal, ficou provado que os R$ 180 mil encontrados na posse de José Martinho Ferreira de Araújo, primo e ex-assessor de Wellington no Senado, não tinham relação com a campanha de 2014.

A investigação concluiu que o dinheiro seria utilizado para comprar de terras da família de Martinho, no interior do Piauí.

Flagra

No dia 11 de setembro de 2014, Martinho foi abordado por uma blitz da Polícia Rodoviária Federal, na cidade de Barreiras (BA), transportando a quantia, debaixo do banco traseiro do seu carro, no qual viajava de Brasília, onde trabalhava, para o Piauí.

Logo após o episódio, o Ministério Público Eleitoral abriu investigação, pois suspeitava que o dinheiro seria utilizado na campanha eleitoral do senador petista.

Foto: Divulgação

Formatura - O presidente nacional do Sesi, João Henrique Sousa, participou ontem da solenidade de formatura os alunos Projeto ViraVida no Maranhão. O ato de entrega dos certificados foi realizado na Casa da Indústria do Maranhão, em São Luís, com a presença de líderes empresariais, familiares e autoridades. O ViraVida, voltado para a tecnologia social, trabalha com jovens e adolescentesem situação de vulnerabilidade.

 

 

* O governador Wellington Dias e o prefeito Firmino Filho prestigiam hoje, em Brasília, a posse do professor Washington Bonfim como secretário-executivo do Ministério das Cidades.

* O presidente do PMDB, deputado Marcelo Castro, refutou a ideia de realização de pesquisa para escolha do vice de Wellington Dias, em 2018.

* A proposta foi lançada pelo senador Ciro Nogueira, presidente do PP, no final de semana, em Teresina.

* O coronel John Feitosa retornou ao comando da Assistência Militar do Palácio da Cidade.

 

Deu bode!

Há alguns anos, um prefeito do sertão do Piauí foi a Brasília tentar destravar um projeto que estava enganchado na burocracia ministerial. Adentrou ao gabinete de um técnico graduado, em companhia de um deputado federal. Conversa vai, conversa vem, o técnico botando dificuldade para liberar os recursos. O prefeito apelou:

- Doutor, libere esse dinheiro para meu município que eu lhe dou um bode!

Foco de incêndio na base do governo

Foto: Cidadeverde.com

Wllington apresenta Ciro ao PT como candidato do governo ao Senado

Depois de apresentar o senador Ciro Nogueira ao PT como um dos dois candidatos do governo ao Senado nas próximas eleições, o governador Wellington Dias está às voltas com um foco de incêndio em sua base.

O PMDB, que entrou no governo com a promessa de indicar o candidato a vice-governador na chapa de reeleição de Wellington, não abre mão da candidatura. A bancada estadual do partido está fechada com o nome do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho.

Após o encontro com o governador e lideranças do PT, na sexta-feira passada, o senador Ciro Nogueira propôs que o nome do companheiro de chapa de Wellington saia de uma pesquisa de intenção de voto. Atualmente, o cargo de vice-governador pertence ao PP, que quer manter a posição.

Ontem, a bancada do PMDB reagiu à proposta de Ciro e defendeu enfaticamente o cumprimento do acordo com o governo que assegura ao partido a indicação do candidato a vice.  Os peemedebistas deixaram claro que, sem a vaga de vice, estarão fora do palanque do governo.

Cobrança 

O presidente regional do PMDB, deputado federal Marcelo Castro, recebeu a incumbência de lembrar ao governador que essa indicação pertence ao partido. O encontro de Marcelo com Wellington está anunciado para amanhã, em Brasília.

O Progressistas elegeu o senador Ciro Nogueira e a vice-governadora Margarete Coelho no mesmo palanque de Wellington Dias, mas em pleitos separados. Ciro se elegeu em 2010 e Magarete em 2014. Agora, o partido quer manter as duas posições na mesma eleição.

É aí que o caldo entorna, pois o PMDB está certo de que o lugar de candidato a vice-governador na chapa de Wellington pertence ao partido e não há o que negociar, mas só anunciar, como o governador fez em relação à candidatura do senador Ciro à reeleição.

 

 

TSE extingue zonas

Indiferente às ponderações e aos protestos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a resolução para que os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) cumpram as regras de adequação das zonas eleitorais, após ter decidido pela extinção de mais de 400 delas em várias capitais e no interior.

Retrocesso

No Piauí, o desembargador Edvaldo Moura foi a voz mais eloquente contra o rezoneamento.

O magistrado entende que a decisão é um retrocesso irreparável aos direitos cidadãos. 

No Piauí, serão extintas 24 zonas eleitorais. 

Mais cargos no TCE

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa deverá votar hoje o Projeto de Lei nº 116, de 21 de novembro de 2017, que dispõe sobre a criação de cargos nas unidades integrantes da Secretaria do Tribunal de Contas do Estado do Piauí nas cidades polos de Parnaíba, Picos e Bom Jesus.

Ao todo, são 27 cargos, sendo 11 cargos de provimentos efetivos de auditor de controle externo, 13 cargos em comissão e 3 funções de confiança.  

PIB maior

O ministro da Fazenda, Henrique Meireles, informou em seu perfil no Twitter que o Boletim Focus divulgado ontem ampliou a previsão de crescimento do PIB brasileiro para o ano que vem.

Em 2016, o PIB teve um crescimento negativo de 3,60%; este ano, o crescimento foi de 0,73%, positivo, e para 2018 a previsão é de 2,58%, também positivo.

“Voltamos a crescer depois da pior recessão da história. O mais importante é que estamos no caminho certo”, comemorou o ministro.

Foto: Divulgação

Escola no teatro - Alunos de seis escolas municipais de Teresina e uma convidada de Demerval Lobão subiram ao palco do Teatro do Boi, ontem, para participarem da I Mostra de Trabalhos Teatrais do Programa Novo Mais Educação, organizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), em parceria com o produtor cultural Moisés Chaves. Para a maioria dos alunos essa foi a primeira vez que entraram em um teatro. O evento marcou o encerramento das oficinas de teatro realizadas este ano nas escolas como forma de ampliar as práticas pedagógicas e inserir a arte no cotidiano das crianças e jovens de escolas públicas.

 

 

* O juiz aposentado e escritor Márlon Reis, idealizador da Ficha Limpa, será candidato a governador do Tocantins, seu estado natal, pela Rede.

* O apresentador Luciano Huck jogou a toalha. Ele divulgou carta comunicando que não será candidato a presidente em 2018.

* É muito curiosa essa desaprovação do governo Temer, atestada por diferentes institutos de opinião pública.

* Mesmo com ela, o presidente vem aprovando suas polêmicas matérias no Congresso e recolocando a economia nos eixos.

 

Ruínas 

Do humorista Fraga:

- Arqueólogos, que adoram ruínas, estão com seu futuro garantido: nossas cidades já se encontram praticamente arruinadas.

Brincando de ser deputado

A Assembleia Legislativa apresentou nova composição na semana passada. Oito deputados estaduais que ocupam cargos de secretário de  Estado reassumiram os mandatos temporariamente. O retorno dos parlamentares à Casa foi para apresentação das emendas individuais impositivas ao Orçamento Geral do Estado para 2018.

Segundo o deputado Hélio Isaías (PP), que até terça-feira (21) ocupava a Secretaria de Defesa Civil, em 2017 ele repete o mesmo gesto do ano passado. “Por determinação legal tenho que destinar 30% para a Educação e os 70% restantes vou destinar às obras de infraestrutura nos municípios que represento”, explica.
Além de Hélio Isaías, também reassumiram os mandatos os deputados Fábio Novo (PT), secretário de Cultura; Nerinho (PTB - Empreendedorismo), Flávio Nogueira (PDT - Turismo), Pablo Santos (PMDB – Fundação Hospitalar do Piauí), Zé Santana (PMDB - Sasc), Francisco Limma (PT – Desenvolvimento Rural) e Fábio Xavier (PR – secretário das Cidades).

Apesar de todos os deputados terem reassumido os seus mandatos, eles já estão de volta às secretarias, por um acordo de cavalheiros com o governador Wellington Dias.

Brincadeira cara

O Piauí não está inovando neste aspecto. Na Câmara Federal também se registra esse tipo de malabarismo com frequência entre os parlamentares. É uma aberração do sistema político brasileiro que não foi tocada em nenhuma das reformas feitas pelo Congresso Nacional.

O que há de diferente, no Piauí, é que, na atual legislatura, pela primeira vez na história da Assembleia, 15 suplentes já tiveram a oportunidade de serem convocados para o exercício do mandato. Ou seja, um número que correspondente exatamente à metade dos eleitos.

No Piauí, brinca-se de ser deputado. Trata-se de uma brincadeira que não custa pouco.

 

Foto: Cidadeverde.com

Senador Ciro Nogueira, presidente do PP

Ciro é Lula

O senador Ciro Nogueira não se preocupa se não é correspondido pelo PT do Piauí, que, no termo mais polido, só o chama de golpista.

Neste final de semana, o parlamentar garantiu que o seu candidato a presidente é o ex-presidente Lula.

Aulas aos sábados

Uma carta-manifesto pelo fim das aulas aos sábados nas escolas particulares de Teresina foi redigida e lançada ao final da audiência pública realizada na semana passada, na Assembleia Legislativa, para tratar da questão.

A audiência, realizada na Comissão de Educação, Cultura e Saúde, foi proposta pelo deputado Francis Lopes (PRP).

Abuso

A carta foi lida no final do debate pelo juiz federal Márcio Braga, que deu início ao movimento contra o que ele considera um "abuso" das escolas particulares, no tocante à carga horária das escolas com aulas aos sábados.

Últimas consequências

O debate foi acalorado e o juiz Márcio Braga chegou a ameaçar de entrar com ação em organismos internacionais contra o que considera uma flagrante agressão às crianças e adolescentes piauienses, já que este tipo de exigência das aulas aos sábados e da carga horária excessiva só existe no Piauí.

Fora da prisão

O delator-mor da República, Joesley Batista, dono da empresa J&F (Friboi), vai sair da cadeia.

Ele foi convocado para depor amanhã em duas comissões parlamentares de inquérito.

Preso desde setembro, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), Joesley Batista deve falar a senadores e deputados da CPI do BNDES e da CPMI da JBS.

 

 

* O PPS do Piauí realiza na próxima quinta-feira, dia 30, o seu Congresso Estadual. O evento será realizado na sede do partido, na Ilhotas.

* O presidente regional da sigla, Celso Henrique, disse que na ocasião o PPS fará um exame do cenário político nacional e estadual.

* O Senac do Piauí inaugura, no próximo dia 7, em José de Freitas, o Centro de Educação Profissional Governador Freitas Neto.

* Uma delegação de piauienses se prepara para assistir à posse do professor e cientista político Washington Bonfim no Ministério das Cidades.

* Ele vai assumir o cargo de secretário-geral da pasta. O ato de posse está anunciado para quarta-feira.

 

Ou isto ou aquilo

Do humorista Alberto Piauhy, que vive um autoexílio em Parnaíba:

- O teresinense vai ter que escolher: ou a chuva ou a luz.

Uma chuva de verão

Foto: Divulgação

Wellington Dias e Firmino Filho: aparando arestas

O fato expressivo da semana, na política estadual, foi o rapapé do prefeito Firmino Filho ameaçando ser candidato a governador nas próximas eleições. Isso depois de ser derrotado na eleição da Mesa Diretoria da Câmara Municipal de Teresina, antecipada em mais de um ano.

A declaração do prefeito, admitindo a candidatura, até então impensável, animou as hostes oposicionistas. Vários líderes, como o ex-governador Wilson Martins, presidente regional do PSB, se manifestaram com entusiasmo sobre a disposição de Firmino, destacando a sua liderança.

O prefeito estava no exterior e viu na antecipação da sucessão na Câmara uma manobra política para engessá-lo na eleição para governador. Firmino enxergou nessa articulação as digitais do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, e do próprio governador Wellington Dias.

Themístocles foi aliado do prefeito na campanha pela sua reeleição, no ano passado, oferecendo o seu vice, o ex-reitor da Universidade Federal do Piauí, professor Luiz Júnior, indicado pelo PMDB. O presidente da Assembleia se movimenta para ser candidato a vice-governador na chapa de reeleição de Wellington, no próximo ano.

Mãos atadas

Com a reeleição do tucano Jeová Alencar para um novo mandato de presidente da Câmara, à sua revelia, inicialmente, e, depois, contra a sua vontade, Firmino identificou uma interferência indevida do presidente da Assembleia e do governador no processo, com o objetivo de imobilizá-lo no Palácio da Cidade para as eleições de 2018.

Ora, o próprio prefeito deu um nó nele mesmo ao ceder o cargo de vice-prefeito a um partido aliado do governador. Repetiu o mesmo erro de 2008, que levou o PSDB a pagar um alto custo na sucessão estadual de 2010 e também na eleição municipal de 2012.

Themístocles Filho negou categoricamente a acusação do prefeito e, saindo de sua habitual postura arredia a polêmicas, partiu para o contra-ataque, acusando o prefeito de mau companheiro. Confessou, inclusive, que estava arrependido de ter votado nele e feito campanha pela sua reeleição.

Wellington tira o corpo de banda

O governador Wellington Dias, por sua vez, procurou imediatamente jogar água na fervura e foi bater à porta do prefeito, a pretexto de discutir a antecipação de metas para o abastecimento de água em Teresina, cujo sistema foi entregue no meio do ano à iniciativa privada.

Em conversa privada com Firmino, nessa ocasião, Wellington também negou interferência na eleição da Câmara. Com isso, a conta política do episódio ficou apenas nas costas do presidente da Assembleia. Foi Themístocles, no final, quem acabou pagando o maior preço no episódio, já que o PMDB foi posto para fora da prefeitura e o presidente reeleito da Câmara já se recompôs com o prefeito.

Ciro cacifado

Já o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas e aliado tanto do governador quanto do prefeito de Teresina, saiu cacifado dessa crise. Ele acalmou o prefeito e, por enquanto, este já não fala mais em sair candidato a governador. Fez mais: disse que seu plano é botar Firmino e Wellington no mesmo palanque em 2018.

Isso chega a ser um alívio para o governador, até aqui franco-favorito na sucessão estadual. Mas Wellington está de orelha em pé. Chegou às suas mãos uma pesquisa de intenção de voto na qual o prefeito de Teresina aparece surpreendentemente bem posicionado, antes de se declarar candidato.

Nestes tempos de instabilidade política, quando as eleições têm potencial para virar uma roleta-russa, chega a ser tranquilizador para Wellington saber que a eventual candidatura do prefeito, o principal nome das oposições, não passou de uma chuva de verão.

Foto: divulgação

O senador Ciro Nogueira usou até ambulância para acalmar o prefeito de Teresina

Posts anteriores