Cidadeverde.com
Esporte

Com 'aditivos', jogador Neymar ganha mais que Lionel Messi

Imprimir
As supostas cláusulas secretas do contrato de Neymar com o Barcelona, publicadas nesta segunda-feira pelo diário espanhol El Mundo, fariam com que o salário do brasileiro supere o do argentino Lionel Messi, quatro vezes vencedor da Bola de Ouro da Fifa.



O jornal, que disse ter acesso aos contratos do jogador com o clube, publica que há nos acordos entre as duas partes uma série de cláusulas que aumentam o dinheiro repassado à N&N, empresa que o atleta mantém com seu pai, Neymar da Silva Santos.

De acordo com a reportagem, o valor total da contratação do brasileiro chegaria a 95 milhões de euros, 38 milhões a mais do que o divulgado oficialmente, e superando em um milhão a de Cristiano Ronaldo, pelo Real Madrid, em 2009.

Mais do que isso. Segundo informação obtida pelo ESPN.com.br, o salário anual do brasileiro, se agregadas as cláusulas "opacas" do contrato, é maior até do que o de Lionel Messi.

Para os cinco anos de contrato, há itens como "busca de novas promessas do Santos", no valor de 2 milhões de euros (R$ 6,8 milhões); "prospecção de publicidade de empresas brasileiras", com mais 4 milhões de euros (R$ 13,6 milhões); e "projetos sociais que se destinem a ajudar crianças de favelas em São Paulo", por mais 2,5 milhões de euros (R$ 8,5 milhões).

Nenhuma das cláusulas foi divulgada à época da assinatura do documento, em junho do ano passado. De acordo com o contrato a que o El Mundo teve acesso, há um trecho em que se diz que "essas contraprestações têm uma condição fixa e não estão sujeitas ao êxito de sua realização".

Na prática, isso eximiria a N&N de realizar qualquer prospecção de talentos no Santos, de buscar patrocínios no Brasil e de fazer doações para favelas de São Paulo.

Além disso, há uma comissão de 5% para o pai de Neymar sobre o valor divulgado oficialmente, de 54 milhões de euros, em um valor que chegaria a 2,7 milhões de euros (R$ 9 milhões).

Maior que Messi - Acopladas ao contrato de trabalho de Neymar, as cláusulas do contrato reveladas pelo El Mundo e os bônus por títulos levariam o brasileiro a um salário de 15 milhões de euros anuais (cerca de R$ 51 milhões); Lionel Messi recebe atualmente 11 milhões de euros (R$ 37,4 milhões) que, com bônus, também aproxima-se dos 15 milhões.

Nos bastidores do Barcelona, um novo contrato para o argentino é tratado como prioridade. Segundo soube o ESPN.com.br, o vazamento das informações sobre Neymar - no fim do ano passado - causou mal-estar em parte do elenco do clube. Incluindo o camisa 10, que pretende renegociar seu vínculo a fim de voltar a ter o maior salário do time.

Em dezembro, quando ainda se recuperava de uma lesão, na Argentina, Messi negou que tenha pedido aumento de salário e entrou em polêmica com o vice-diretor de finanças, Javier Faus. "O senhor Faus não entende nada de futebol e quer comandar o Barcelona como uma empresa", disse Messi à rádio catalã RAC1.

O clube já negocia, contudo, um novo contrato para o argentino. As cifras podem chegar a 20 milhões de euros anuais (cerca de R$ 68 milhões).

Outros jogadores, como Andrés Iniesta, tiveram dificuldades para renovar seus vínculos porque pediam aumentos significativos, devido ao "efeito Neymar". O meio-campista, por fim, renovou seu acordo até o fim da temporada 2018, com salários de cerca de 12 milhões de euros (R$ 41 milhões) anuais.


Fonte:MSN
Imprimir