Cidadeverde.com
Contabilidade - José Corsino

Sistema Fenacon cria Instituto Social

Atender a sociedade por meio de ações que visem a beneficência, filantropia e assistência social é a mais nova bandeira do Sistema Fenacon que acaba de criar o Instituto Fenacon. A entidade, com sede em Brasília, terá por objetivo prestar assistência social por meio de educação, cultura, estudo, tecnologia e pesquisa, visando à defesa e proteção de crianças, adolescentes, jovens e adultos.

 

Mais 7,4 mil empresas contábeis se enquadram no Simples Nacional

Aumentou em 41% a quantidade de empresas de serviços contábeis optantes pelo Simples Nacional no último ano. Em todo o país, os cerca de 18 mil escritórios nessa condição em 2009 saltaram para 25,5 mil até o final de janeiro deste ano. Os dados são do Comitê Gestor do Simples Nacional.

15ª Caminhada da Fraternidade

No dia 21 de fevereiro foi dada a largada para a Caminhada da Fraternidade deste ano, através da "Missa do Envio" presidida pelo Arcebispo de Teresina D. Sérgio, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima.  A celebração contou a participação do Padre Tony Batista, do Diácono Roberto Caminha,  de Coordenadores e Patrocinadores e da Comunidade da Paróquia de Fátima.
Promovida anualmente pela ASA (Ação Social Arquidiocesana) a Caminhada da Fraternidade será no dia 13 de junho. A camisa este ano, será verde e amarela, homenageando a seleção brasileira de futebol.



Para que serve a RAIS?

A RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) tem como objetivo fornecer dados para a elaboração de estatísticas do trabalho e disponibilizar informações do mercado de trabalho às entidades governamentais. Seu prazo de entrega vai até o dia 26 de março.

 

Oportunidade para reguralizar a DIEF

Os contribuintes piauienses que estão omissos na entrega da Declaração de Informações Econômico-Fiscais (DIEF) terão uma oportunidade para se regularizarem. A Secretaria da Fazenda está convocando mais de 8.100 contribuintes que estão omissos para providenciarem a DIEF.
A Declaração de Informações Econômico-Fiscais é mensal e deve ser entregue até o dia 10 de cada mês. O regulamento determina que após seis meses sem declarar à SEFAZ, o contribuinte está sujeito a punições, como o cancelamento da inscrição estadual.

O Edital de intimação com a lista dos contribuintes inadimplentes está disponível na página da Secretaria da Fazenda (www.sefaz.pi.gov.br).

 

Aposentados e pensionistas, cuidado com o Leão!

Aposentados e pensionistas do INSS que no ano passado ganharam processo de revisão de benefício, tanto na Justiça quanto por via administrativa devem ficar atentos na hora de fazer a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2010, ano base 2009. Os valores referentes aos atrasados, por exemplo, precisam ser informados em campos específicos da declaração do IR, como os de rendimentos tributáveis ou de isentos e não-tributáveis. Isso dependerá da idade do contribuinte.

 

 

Sebrae apóia Empreendedores Individuais

O Sebrae Piauí tem apoiado a formalização de Empreendedores Individuais. Prova disso é o depoimento de Manoel Messias de Oliveira, formalizado recentemente como Empreendedor Individual em Teresina. “Foi um passo para o meu crescimento profissional. É uma conquista, uma vitória para mim”, comemora Manoel que acessou o Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br) na sede do Sebrae Piauí.
Desde os 12 anos, Manoel trabalha como vendedor autônomo de produtos cosméticos e de limpeza. Aos 18, fez cursos técnicos para aprimorar seus conhecimentos no setor e começou a produzir sabonetes, hidratantes e materiais de limpeza. De porta em porta, vendia sua linha de sabonetes artesanais de aroeira, erva-doce, pepino e outros artigos.
Há cerca de um ano, Manoel resolveu abrir um loja na Vila Irmã Dulce, próximo ao Residencial Esplanada, zona sul da Capital. Além da loja, continua comercializando seus produtos em residências e empresas, com um faturamento de cerca de R$ 2 mil por mês.

A história de Manoel reflete a vida de milhares de trabalhadores brasileiros que tiveram a oportunidade de formalizar suas atividades através do Portal do Empreendedor, serviço que orienta e efetua a legalização do Empreendedor Individual

Orientação
“O Sebrae abraçou o Empreendedor Individual. Estamos orientando e realizando a formalização para quem não têm acesso à internet ou enfrenta alguma dificuldade na hora de efetivar o registro”, explica o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Piauí, Ulysses Gonçalves Nunes de Moraes.
“O Empreendedor Individual vai garantir benefícios que essas pessoas não tinham. Esses empreendedores contribuem para o crescimento do estado e do país e, a partir dessa iniciativa, terão mais cidadania. A formalização é gratuita e veio para melhorar a vida de muita gente”, destaca o superintendente do Sebrae no Piauí, Delano Rodrigues Rocha.

A importância dos Contadores

Certo dia, já cansado do trabalho, ainda faltava entregar umas declarações pela internet, de tanto cansaço, debrucei sobre a mesa do computador e sem querer, adormeci.

Em pouco tempo comecei a sonhar e em meio a tantos papéis e obrigações do dia a dia, sonhei que todos nós contadores do Brasil, de forma unânime, resolvemos tirar umas férias por tempo indeterminado.

Logo, a notícia virou destaque em todos os jornais, rádios e TVs do Brasil. A notícia pegou todo mundo de surpresa. O país ficou um caos. Nem eu mesmo imaginaria que aquela notícia poderia causar tanto efeito. E em meio a tanta confusão, os dias foram se passando, e agravando cada vez mais a situação do país.

De seu gabinete, o Presidente da República, com olhar preocupante perguntava aos seus ministros o quanto a União tinha em Caixa e qual era o Superávit Primário.

- Mas presidente, o pessoal da contabilidade ainda não nos passou os dados, diziam os ministros apavorados.

Não contente com a resposta, ele queria saber também como andavam os lucros das empresas financiadas pelo BNDES, e ligou para o presidente do banco.

Porém o presidente do banco disse que seria impossível fornecer os dados, pois os contadores ainda não tinham voltado ao trabalho. Sendo assim, nenhuma empresa tinha apurado o resultado de suas operações.

Bem perto dali, no Ministério da Fazenda, todos estavam apavorados, não sabiam ainda em quanto tinha fechado o PIB brasileiro no mês anterior.

 Lá na Receita Federal, o pessoal ficou desesperado, pois ainda não havia caído nenhum centavo na conta do "Leão" e ele ficou ainda mais feroz.

 Não houve o recolhimento de nenhum tributo, o motivo: os contadores não apuraram o Faturamento das empresas e nem preencheram os DARFs para recolhimento, sem contar que nenhuma declaração foi recebida pela base de dados, ficando impossível cruzar os dados e identificar possíveis fraudes.

 A mesma coisa aconteceu na Previdência Social, e lá a coisa foi ainda pior, pois era início de mês e não houve o recolhimento do INSS. Fato semelhante aconteceu com o FGTS.

 Também nos estados e nas prefeituras todos reclamavam, o dinheiro do ICMS e do ISS respectivamente.

 Muitos Serviços paralisaram devido ao fato das despesas não terem sido empenhadas. Além do que, o repasse dos impostos ficou prejudicado. Faltavam contadores para fazer o serviço.

 Ninguém sabia ao certo qual era a arrecadação com os tributos.

 E tudo isto porque nós contadores resolvemos paralisar nossos Serviços e tirarmos uns dias de folga.

 Até mesmo o Judiciário sofreu com a paralisação dos contadores.

 Não havia peritos contadores, muitos processos ficaram parados à espera de algum perito para efetuar os cálculos judiciais.

 Nas empresas, o caso não foi diferente. Pilhas e pilhas de notas fiscais se acumulavam sobre a mesa, à espera que alguém as registrassem no sistema, e só mesmo o contador para efetuar os lançamentos e registros na contabilidade, entender aquele monte de códigos CFOPs,CSTs ,o método das partidas dobradas e ainda lançar de forma correta no SPED?

Muitas empresas simplesmente cancelaram suas vendas, pois ficou difícil sem o contador, entender o emaranhado de Resoluções, protocolos e alíquotas envolvendo seus produtos.

Nas indústrias, as empresas não sabiam mais como alocar seus custos, nem mesmo sabiam seu custo de Produção e nem tão pouco o Preço de venda.

Análise de balanço, nem pensar, como fazer se os dados estavam desatualizados?

As análises não contemplavam as situações reais das empresas.

Assim, muitas empresas engavetaram seus projetos de investimentos, sem dados contábeis exatos, não ousavam arriscar em novos projetos sem terem um norteamento do pessoal da contabilidade.

Para as pequenas empresas, que dependiam do contador para tudo, a situação era mais alarmante.

Na Bolsa de Valores, sem balanços auditados, as empresas não puderam ofertar ações em bolsa.

Sem a confiabilidade das informações contábeis tornou-se impossível aos investidores identificar um Investimento rentável e seguro.

As grandes empresas perderam milhares e milhares de dólares.

E, após tamanha confusão, ufa! Acordei e respirei mais aliviado! Tinha sido só um sonho.

Ainda bem que foi só um sonho.

Este sonho, apesar de parecer tolo e ingênuo, nos dá uma idéia de como o país pode ser bem complicado sem o trabalho de nós contadores.

Infelizmente, a Sociedade ainda não nos dá o justo valor que merecemos. É lastimável saber que tem gente acreditando que o avanço da Tecnologia vai dispensar o trabalho do contador, e que os sistemas eletronicos farão nosso trabalho.

Mas afinal, quem irá desenvolver os sistemas contábeis? Quem veio primeiro? Os sistemas ou a contabilidade?

A contabilidade veio primeiro e foi gradativamente se adaptando às inovações tecnológicas.

Jamais uma profissão tão antiga e importante para a humanidade será substituída pela tecnologia.

Pelo contrário, a tecnologia e a contabilidade andam juntas, elas se complementam, atingindo a perfeição, a rapidez, a confiabilidade e a transparência das informações de forma inigualável, e que o mundo globalizado busca e necessita.

Assim, me arrisco em afirmar que: Sem contadores, o Brasil também pára.

(AUTOR DESCONHECIDO)

 

Entrega da DIRF vai até o dia 26

No dia 26 deste mês termina o prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) relativa ao ano-calendário 2009. A entrega deve ser feita através do programa Receitanet, encontrado no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br).
A falta de apresentação ou perda do prazo da entrega acarretará multa de 2% ao mês, incidente sobre o montante informado na declaração, sendo que tal pagamento não substitui a obrigação da entrega da DIRF.

Imposto de Renda 2010

O programa usado para a declaração do Imposto de Renda 2010 estará disponível no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) a partir do dia 1º de março, data em que têm início as entregas das declarações.

Após o Carnaval, a Receita vai oferecer um treinamento nacional com cerca de 100 servidores, que serão multiplicadores regionais. O objetivo é nivelar os conhecimentos de todo o processo de entrega das declarações.

Os contribuintes terão até o dia 30 de abril para enviar a declaração. A recomendação, para quem quer receber a restituição já no primeiro lote em 2010, é começar a reunir os documentos que servirão como base para preencher a declaração.

Geralmente, o primeiro lote de restituições é liberado entre junho e julho e o último, em dezembro. Quem não recebe nesses lotes, normalmente, caiu na malha fina por divergência de informações.

As empresas têm até o dia 26 de fevereiro para entregar aos funcionários o comprovante de rendimento, que contém informações como o Imposto de Renda Retido na Fonte.

Posts anteriores