Cidadeverde.com

Ceir Móvel entrega equipamento em Corrente nesta terça (24)

A região de Corrente, no extremo Sul do Piauí, recebe, a partir desta terça-feira (24), os 300 meios auxiliares de locomoção solicitados ao Projeto Ceir Móvel durante os atendimentos da equipe no município. A entrega acontece no Parque de Exposição Nova Corrente, a partir das 9 horas.

A equipe do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) estará em Corrente até quarta-feira (25) para a entrega dos equipamentos, que acontecerá no horário de 9h às 16h. As pessoas com deficiência física que moram nas cidades de Cristalândia, Riacho Frio, São Gonçalo do Gurgueia, Sebastião Barros e Parnaguá também serão beneficiadas, já que foram atendidas nessa etapa do projeto, que ocorreu no último mês de março.

A maior parte das solicitações é por cadeiras de rodas, mas o projeto também fornece muletas, órteses, próteses, bengalas, cadeiras de banho, coletes e calçados para diabéticos. Para receber os equipamentos, é preciso apresentar um documento de identificação com foto do paciente. Todos os produtos são fabricados sob medida, a maior parte deles na própria Oficina Ortopédica do Ceir, em Teresina.

O Ceir Móvel realiza atendimento itinerante nas cidades polos do interior do Piauí para retirar as medidas de quem precisa de algum meio auxiliar de locomoção. Após a fabricação e reunião de todos os equipamentos solicitados, a equipe do Ceir volta ao município onde foi realizado o atendimento para fazer as entregas.

O paciente não paga nada pelo serviço que é custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto conta também com o apoio das prefeituras municipais e do Governo do Estado.

redacao@cidadeverde.com

Prefeito decreta "situação de emergência" por seca

O prefeito Jesualdo Cavalcanti decretou estado de emergência no município de Corrente, em decorrência da estiagem que assola a região há mais de 60 dias.  Apesar da chuva que caiu no município, a distribuição foi completamente irregular e localidades estão sem água. Os rios Corrente e Paraim também já estão sendo atingidos pela falta de chuva e alguns pontos do leito estão, totalmente, secos.


Para agravar a situação, no Piauí, dos 201 municípios em situação de emergência, 127 deles estão sem abastecimento através da operação carros-pipa.

O prefeito explica que como ações preventivas, foram construídos barragens comunitárias na zona rural, mas a quantidade de chuva não foi suficiente para abastecê-las. Desta forma, o pequeno criador rural continua sem água, até mesmo, para o gado. 


"Temos apenas um caminhão pipa para atender as diversas comunidades pela extensa região rural, por isso assinei o decreto de emergência, o que permitirá ao município enquanto durarem os efeitos da estiagem, contratar sem licitações públicas,  adquirindo materiais e  serviços necessários aos socorros públicos", explica Cavalcante. 

Entre as medidas a serem adotadas para minimizar os efeitos da seca, o prefeito prevê a instalação, reparo e ampliação dos sistemas de abastecimento d’água.

O decreto assinado pelo prefeito Jesualdo Cavalcanti foi enviado ao Diário Oficial, entrando em vigência a partir da data de sua publicação.


Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores