Cidadeverde.com

Os livros sumiram. Tarefas atrasadas. É o caos!

Minhas amigas e meus amigos,

Ano passado, a uma altura dessa do campeonato, Nina estava em plena atividade na escola, fazendo todas as tarefas que eram passadas. Mas esse ano, pela falta dos livros no mercado, ela e um monte de crianças estão com o aprendizado prejudicado. 

Não sei como as coisas estão andando aí na casa de vocês, mas lá em casa eu andava de cabelo em pé até ontem (17/02), sem encontrar um livro didático que a turminha da Nina está utilizando todos os dias, tanto em sala de aula quanto para as tarefas de casa. Um dos principais livros. Todos os dias as tarefas chegando e nada. 

Desde que a lista de material foi liberada pela escola, no dia 15 de dezembro, ando peregrinando pelas livrarias em toda a cidade, ligando, pressionando a editora Construir para que livro chegasse ao mercado. Encontrei o livro, finalmente, hoje. 

No meio da manhã me veio como um aviso do além: "liga na livraria, passa lá, pode ser que já tenha chegado". Liguei e a vendedora me disse que tinha o bendito. Depois me veio mais um aviso: "vai logo, senão no horário do almoço um monte de pai e mãe doidos que nem tu vão lá e tu vai ficar esperando de novo". Fui e quando cheguei lá a moça me deu a notícia: "só tinha esse e quando você ligou eu separei aqui no cantinho". Agradeci a atenção e fui pro trabalho com o danado debaixo do braço.

Feliz por ter encontrado e minha filha não ser mais prejudicada sem poder acompanhar os assuntos como deveria, mas me sentindo uma consumidora refém. 

Perguntei à vendedora, que foi muito gentil comigo, qual o motivo real dessa demora em encontrar um livro didático, que é utilizado numa escola inteira há um tempão. Ela me disse que foi despreparo das editoras porque isso está acontecendo com as listas escolares na cidade toda. Muitos livros estão com edições renovadas e pouquíssimos pais conseguiram comprar a lista completa. 

Mais uma vez constato que somos reféns de um "esquema". No fim do ano, bem no finzinho mesmo, fomos surpreendidos com um aumento de 10% nos preços do material escolar. Por isso, algumas livrarias (e eu fui vítima disso), esconderam [LITERALMENTE] livros em estoque para vender no dia seguinte mais caro. 

O pouco estoque que se tinha estava sendo remarcado. As editoras não abasteceram o mercado. Segundo a vendedora gentil, não houve preparo do estoque para atender a demanda. Muitos pais encontravam um ou dois livros num estabelecimento. Na tentativa de comprar a lista toda na mesma livraria e conseguir um desconto e encapamento, acabaram sem levar nenhum. 

Eu saí comprando os que achei em várias livrarias. Também não tive desconto. Estava preocupada mesmo era em mandar minha filha para o primeiro dia de aula com o material completo. 

Ontem consegui o tal "livro mais importante" da lista. Mas ainda estão lá três paradidáticos perdidos. Quem sabe um dia, desses em que o além te manda um aviso "vai lá na livraria tal, quem sabe tem", eu encontre.