Cidadeverde.com

PIS/Pasep: 5 mil piauienses ainda não sacaram; prazo vai até dia 29

Foto: Divulgação / Internet

O Piauí tem 5.293 trabalhadores com direito a receber o Abono Salarial do PIS/Pasep ano-base 2016 que ainda não foram sacar o benefício. O prazo para retirar o dinheiro, que pode chegar a um salário mínimo (R$ 954), termina no próximo dia 29. Somado, o montante disponível no estado é de R$ 4 milhões. Os recursos não sacados retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O ministro do Trabalho, Helton Yomura, lembra que o FAT beneficia os trabalhadores por meio do Seguro-Desemprego, mas diz que os beneficiários não podem deixar de pesquisar se têm direito ao Abono. “Mesmo que o FAT seja uma ferramenta dos trabalhadores, o Abono está disponível neste momento e pode auxiliar na renda das famílias, dando um fôlego para quem não está com as contas em dia”, afirma.

O Abono Salarial ano-base 2016 começou a ser pago em 27 de julho de 2017. Desde então, 22,2 milhões de trabalhadores foram pagos em todo o Brasil, de acordo com a última atualização. Os valores sacados atingiram R$ 16,4 bilhões. Ainda há R$ 1,6 bilhão à disposição dos trabalhadores.

Quem tem direito

Para ter direito ao Abono Salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos um mês em 2016 com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, o trabalhador tinha de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

De acordo com o chefe da divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Brito, a quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente no ano-base e varia de R$ 80 a R$ 954. Quem trabalhou durante todo o ano recebe o valor cheio. Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo. “Se a pessoa trabalhou um mês, recebe 1/12 do valor, se trabalhou dois meses, 2/12, e assim sucessivamente”, explica. 

Os empregados da iniciativa privada, vinculados ao PIS, sacam o dinheiro na Caixa. Clique aqui para acessar a página onde o trabalhador pode consultar se tem ou não direito a receber. É preciso informar o número do PIS (geralmente registrado na carteira de trabalho) e digitar a senha. Quem não tem senha, pode cadastrar uma na página de consulta. 

Para os funcionários públicos, a referência é o Banco do Brasil. O banco disponibiliza um aplicativo que precisa ser baixado e instalado para que o trabalhador consulte se tem direito e o valor do benefício.

Liquida Teresina será lançada oficialmente nesta 2ªfeira

Foto: Ascom CDL

A Câmara de Dirigentes Lojistas lança, oficialmente, nesta segunda-feira (25), a 5ª edição da Campanha Liquida Teresina. O evento será às 18h, na sede da CDL. Já consagrada no calendário do comércio, a maior liquidação realizada na capital tem a expectativa de aumentar as vendas em 20% neste ano e será realizada ainda no primeiro semestre, diferente dos anos anteriores.

Nesta edição comemorativa de cinco anos, a Liquida Teresina vai sortear um carro Creta 0km, uma moto e 4 televisores. Mais de mil estabelecimentos comerciais estão participando da campanha, que oferece descontos de até 70% em vários setores. 

Petrobras anuncia 10ª queda seguida no preço da gasolina

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (21) a redução de 1,11% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir desta sexta (22), o litro do combustível será vendido pela estatal por R$ 1,8634, 2 centavos a menos do que o R$ 1,8841 cobrado atualmente. 

Desde o dia 9 de junho, quando foi anunciado o último aumento no preço, a Petrobras tem mantido ou feito reduções no valor do combustível. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos. 

Na quarta-feira (20), a petroleira já tinha reduzido o preço em 0,53%. No mês de junho já foram anunciadas 10 quedas e 2 altas no preço da gasolina. 

 

16% dos consumidores com nome sujo buscam empréstimo

Foto: Divulgação/Internet

Tipo de crédito que tem se popularizado por meio de propagandas, o empréstimo para negativados é uma alternativa que muitos consumidores inadimplentes recorrem como última saída para honrar compromissos em atraso. 

Um levantamento feito em todas as capitais realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que 16% dos consumidores que estão ou estiveram com o CPF restrito nos últimos 12 meses admitem ter procurado instituições financeiras que prestam esse tipo de serviço. 

Para 30% deles, essa foi a única maneira de quitar as dívidas. Outros 27% justificaram que precisavam de crédito rápido para limpar o nome.

E não é para menos. Geralmente, empréstimos desse tipo exigem o mínimo de burocracoa, mas os juros costumam ser exorbitantes, por isso essa opção deve ser avaliada com bastante cautela. 

E ainda existe outro risco. Em parte dos casos, instituições falsas ou não autorizadas oferecem facilidades fora da realidade de mercado e exigem depósito prévio para liberarem o dinheiro, principalmente em contas de pessoas físicas. Isso é muito perigoso, especialmente porque 23% das pessoas que recorrem a essa modalidade nem sequer pesquisam as demais opções de linhas de crédito ou checam o histórico da instituição.

Outro dado importante é que quatro em cada dez pessoas, ou seja, 40%, acham que situação não foi resolvida após empréstimo. Metade desse percentual nem conseguiu limpar o nome.

Teresina: veja o horário de funcionamento dos serviços neste sexta-feira

Foto: Revista Galileu

A Seleção Brasileira joga contra a Costa Rica na manhã desta sexta-feira (22) e muitos teresinenses têm dúvidas sobre o horário de funcionamento dos serviços, tanto na hora da disputa, quanto após o jogo. A Coluna Economia & Negócios lista abaixo alguns dos horários:

- Bancos
Abrem apenas às 13h e fecham às 17h.

- Lotéricas
Abrem de 11h30 às 18h.

- Cartórios
Abrem a partir das 13h.

- Comércio do Centro
Lojas abrem a partir de meio-dia. Bares e restaurantes têm funcionamento opcional.

- Teresina Shopping
Lojas abrem 11h30;
Praça de alimentação: funcionamento é opcional às 9h.

- Riverside 
Lojas abrem 12h;
Praça de alimentação abre às 9h.

- Rio Poty Shopping
Lojas e praça de alimentação abrem às 12h.

- Supermercados 
Ficam abertos nesta sexta-feira, mas não foram definidas regras específicas quanto ao horário do jogo. A Associação dos Supermercados explica, no entanto, que a tendência é manter as lojas abertas e dar oportunidade aos funcionários de assistirem os jogos no serviço.

Alimentos e transportes pesam na inflação oficial na prévia de junho

Foto: Mauri Melo

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou taxa de 1,11% em junho, ou seja, uma forte alta em relação às prévias de maio (0,14%) e de junho (0,16%). Essa foi a maior taxa do IPCA-15 para um mês de junho desde 1996, quando foi registrado o mesmo índice.

O IPCA-15 acumulado no trimestre ficou em 1,46%, acima da taxa de 0,61% registrada no mesmo período de 2017. Com isso, o acumulado no ano está em 2,35%, acima do 1,62% registrado em 2017. Em 12 meses, o IPCA-15 acumula taxa de inflação de 3,68%, acima dos 2,7% registrados nos 12 meses anteriores.

A alta da taxa foi puxada principalmente pelos alimentos e pelos transportes. O grupo alimentação teve alta de preços de 1,57% no mês, impulsionado por alimentos como:

- batata-inglesa (45,12%)

- cebola (19,95%)

- tomate (14,15%).

Já os transportes tiveram inflação de 1,95%, puxada pela alta de preços da gasolina (0,81%), que teve o maior impacto individual na prévia do IPCA, do etanol (2,36%) e do óleo diesel (3,06%). O grupo habitação também teve impacto importante no índice, com taxa de 1,74%, devido principalmente a reajustes de tarifas de energia elétrica (5,44%), que aumentou nas cidades de Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador.

Banco Central mantém, por unanimidade, Selic em 6,5%

Foto: Divulgação/Internet

A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) foi de manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% ao ano. Isso não surpreendeu o mercado. 

Em nota, o Copom destacou que a greve dos caminhoneiros trouxe incertezas que dificultam a avaliação das perspectivas para a economia. “A paralisação no setor de transporte de cargas no mês de maio dificulta a leitura da evolução recente da atividade econômica. Dados referentes ao mês de abril sugerem atividade mais consistente que nos meses anteriores. Entretanto, indicadores referentes a maio e, possivelmente, junho deverão refletir os efeitos da referida paralisação”, ressaltou o texto.

Segundo o comunicado, a instabilidade na economia internacional também contribuiu para a manutenção dos juros básicos. “O cenário externo seguiu mais desafiador e apresentou volatilidade. A evolução dos riscos, em grande parte associados à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas, produziu ajustes nos mercados financeiros internacionais. Como resultado, houve redução do apetite ao risco em relação a economias emergentes”, informou o Copom.

Com a decisão de hoje, a Selic continua no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986. A redução da taxa Selic estimula a economia porque juros menores barateiam o crédito e incentivam a produção e o consumo em um cenário de baixa atividade econômica.

Um em cada quatro piauienses está com o nome negativado

Foto: Arquivo/Revista Cidade Verde

Um em cada quatro piauienses está com o nome negativado. A informação é do Serasa e significa que há, no estado, 821.752 pessoas endividadas, o que representa 25,5% da população.

Em Teresina, o percentual é ainda mais alto: 38,6%. Na prática, quatro em cada 10 teresinenses estão com restrições no nome por não pagar dívidas, o que equivale a 328.588 pessoas.

Para os especialistas, o que provoca o alto endividamento é a facilidade de crédito, porque os juros são muito altos. "Hoje, o maior problema na vida das pessoas é o cartão de crédito. Era pra ser um facilitador, mas devido à nossa cultura do consumo, acaba provocando o endividamento", argumenta o economista Fritz Moura.

Ele destaca ainda que outro ponto determinante para o alto nível de endividamento é a falta de educação financeira. "Vivemos numa sociedade de consumo. As pessoas, especialmente no Piauí, têm necessidade de mostrar que estão financeiramente bem e isso faz com que se endividem", enfatiza.

 

Petrobras: gasolina das refinarias tem 9ª queda só no mês de junho

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (20) uma nova redução no preço da gasolina nas refinarias. O valor do litro passará de R$ 1,8941 para R$ 1,8841 na quinta-feira (21), queda de 0,53%.

Na segunda-feira, a petroleira já tinha reduzido o preço em 1,23% que começou a valer na terça. No mês de junho já foram anunciadas 9 quedas e 2 altas no preço da gasolina. Porém, em 30 dias, a queda acumulada é de 9,7%. 

Já o preço do diesel segue congelado em R$ 2,0316, conforme ficou estabelecido pelo programa de subvenção ao combustível anunciado pelo governo, que prevê redução de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias, contando a partir do dia 1º de junho.

Maioria dos piauienses pretende gastar até R$ 100 com produtos para Copa

Foto: SPC Divulgação

O Brasil entrou em campo neste domingo, dia 17, mas para o comércio, a Copa começou bem antes. A preparação da torcida para o mundial vem aquecendo as vendas no comércio. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-PI) divulgou um estudo realizado no Piauí, em parceria com o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI), sobre os efeitos da Copa na atividade comercial.

Dentre os itens de maior desejo dos piauienses estão os de vestuário associados à Copa do Mundo (11,5%), seguido pelos televisores (7,9%), celulares e eletrodomésticos (1,6%). Quanto ao valor que se pretende gastar, 40,4% dos entrevistados revelaram querer usar até R$ 100. Já 27,7% querem gastar mais de R$ 300, 16,4% até R$ 300 e 15,5% até R$ 200.

As compras em lojas físicas ainda são as preferidas dos piauienses, 69,9% pretendem comprar diretamente da loja e 30,01% pela internet. A pesquisa aponta ainda que a forma de pagamento preferida é a parcelada (53%).

Os bares e restaurantes também poderão ter acréscimo nas vendas nos dias de jogos, onde 22,3% pretendem consumir alimentos e bebidas fora de casa. Mas nesta edição da Copa, os torcedores têm dado a preferência por torcer em casa, onde 68,7% dos consumidores pretendem comprar os produtos para consumir em casa com familiares e amigos.

Horário especial

O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI) informou que durante os jogos do Brasil na Copa as lojas do Centro de Teresina e dos bairros funcionarão em horário especial. Nos jogos agendados para às 9h, as lojas abrem de 12h às 18h; já nos jogos de 15h, as lojas estarão abertas das 8h até às 14h.

Posts anteriores