Cidadeverde.com

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) podem sacar seus recursos a partir de hoje (14). O prazo ficará aberto até 28 de setembro. Desde o dia 8 de agosto, o crédito para correntistas da Caixa e do Banco do Brasil está sendo feito automaticamente. A partir desta terça-feira, todas as pessoas poderão sacar os recursos corrigidos. Já a partir de 29 de setembro, só será possível receber as quantias dos dois fundos nos casos previstos na Lei 13.677/2018.

Para saber o saldo e se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites do PIS e do Pasep. Para os cotistas do PIS, também é possível consultar a Caixa Econômica Federal no telefone 0800-726-0207 ou nos caixas eletrônicos da instituição, desde que o interessado tenha o Cartão Cidadão. No caso do Pasep, a consulta é feita ao Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 ou 0800-729-0001.

Aposentados começam a receber este mês 1ª parcela do décimo terceiro

Foto: Divulgação

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber, ainda este mês, a antecipação da primeira parcela do décimo-terceiro salário. O depósito do benefício será feito na folha do INSS, entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, conforme a Tabela de Pagamentos de 2018.

Terão direito à primeira parcela do abono anual 30 milhões de beneficiários. O governo federal estima que a antecipação vai injetar na economia aproximadamente R$ 20,6 bilhões, nos meses de agosto e setembro. A primeira parcela corresponde a 50% do valor do décimo terceiro. Não haverá desconto de Imposto de Renda (IR) na primeira metade do abono. De acordo com a legislação, o IR sobre o décimo terceiro somente será cobrado em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela.

Aposentados e pensionistas receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Ministro quer abrir "caixa preta" da conta de luz e criar app de controle

Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil


Nos seis primeiros meses do ano, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a tarifa média na conta de luz aumentou 13,79%, enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, subiu 2,94%. 

Além do aumento fora do que seria considerado plausível, a maior parte da população não sabe a composição real dos preços. Em entrevista à Agência Brasil, o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, afirmou que  a maioria dos subsídios vinculados à conta de luz não tem nada a ver com o setor elétrico -  algo que ele classificou como uma "caixa-preta".

"É na conta de energia, por exemplo, que se contribui para o subsídio do saneamento [básico]. Não há como se explicar isso. Além do que, subsídio tem que ser uma decisão transparente, que tem que constar do orçamento da União. As pessoas precisam saber que estão pagando o imposto e que uma parte dele vai para A, B, C ou D e não como é hoje, que é uma caixa-preta. Nós precisamos avançar nisso e diminuir a carga tributária", argumentou o ministro.

Para o titular do Ministério de Minas e Energia, é preciso trazer mais inovação e tecnologia ao setor para permitir que a própria população possa administrar o seu consumo. Ele deu exemplo da implantação de um aplicativo de celular que permite ao consumidor controlar, em tempo real, o consumo de energia com base em informações do relógio medidor instalado na residência.

Programação da Semana do Economista começa hoje

Começa nesta segunda-feira (13) a programação especial de comemoração do Dia do Economista. Os eventos são coordenados pelo Conselho Regional de Economia (Corecon) e vão até a sexta-feira, dia 17.

A programação começa com uma mesa redonda, às 18h desta segunda, para discutir a perspectiva de investimentos para o desenvolvimento econômico do Piauí. Nesta terça-feira (14), a partir das 14h, será iniciada a gincana da economia. 

Veja abaixo mais detalhes de toda a programação.  

Doação a campanha precisa ser informada no Imposto de Renda

Foto: Divulgação internet


A campanha para as eleições deste ano se intensifica a partir desta quinta-feira (16) e os eleitores que fizerem doações a partidos ou candidatos devem prestar contas à Receita Federal, independente da quantia doada e do canal utilizado para as doações, como as vaquinhas virtuais.
 
É preciso ter muito cuidado para não cair na malha fina do Imposto de Renda a ser declarado no ano que vem. Os dados devem ser informados na ficha de "Doações a Partidos Políticos, Comitês Financeiros e Candidatos a cargos efetivos" no programa de declaração do IR 2019.

Quanto pode doar

O eleitor pode doar até 10% dos rendimentos brutos que obteve no ano passado, mas há ainda um teto de R$ 1.064,10 por dia no financiamento coletivo. Quem ultrapassar os 10% está sujeito à multa de até dez vezes o valor excedido. 

Dois erros comuns

As doações às campanhas não são dedutíveis. Um dos erros mais comuns do contribuinte na declaração, e que pode até levá-lo à malha fina, é deduzir o valor doado para a campanha ou partido a fim de pagar menos imposto ou ter uma restituição maior. 

O contribuinte só pode destinar o IR devido à Receita Federal para doações feitas a entidades e fundos ligados ao governo.

Informar o número de inscrição do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) do partido, quando deveria apontar o CNPJ da campanha é outro ponto que gera problemas. Também deve-se informar o nome do candidato ou partido político destinatário das doações, além do valor doado. 

Para não cair em fraudes, o eleitor deve optar por fazer doações por meio de transferências bancárias e nunca em dinheiro vivo.

Cada campanha para presidente da República pode gastar até R$ 70 milhões e mais R$ 35 milhões em caso de segundo turno. Para candidatos a deputado federal, o limite é de R$ 2,5 milhões; para estadual, de R$ 1 milhão.

Mercado baixa previsão do PIB e sobe a da inflação

Foto: Istock

O mercado financeiro subiu a previsão de alta da inflação para este ano e baixou levemente a do PIB. Veja abaixo mais detalhes do Boletim Focus desta segunda-feira (13).

PIB 
- 2018: estimativa caiu de 1,50% para 1,49%. 
- 2019: estimativa mantida em 2,50%.
- 2020: economia deve crescer 2,50%
- 2021: economia deve crescer 2,50%

INFLAÇÃO
- 2018: estimativa subiu de 4,11% para 4,15% (portanto, dentro da margem de tolerância da meta, que é entre 3% e 6%).
- 2019: estimativa mantida em 4,10%.

(Lembrando que o sistema de metas para a inflação em 2019 é entre 2,75% e 5,75%).

JUROS
- 2018: estimativa mantida em 6,5% até ao final do ano. Atualmente, a Selic está nesse patamar.
- 2019: estimativa mantida em 8% ao ano. 

DÓLAR
- 2018: estimativa estável em R$ 3,70.
- 2019: estimativa estável em R$ 3,70.

BALANÇA COMERCIAL
- 2018: estimativa recuou de US$ 58 bilhões para US$ 57 bilhões.
- 2019: estimativa subiu de US$ 4930 bilhões de resultado positivo para US$ 49,80 bilhões.

INVESTIMENTOS
- 2018: estimativa avançou de US$ 67 bilhões US$ 68 bilhões.
- 2019: estimativa avançou de US$ 72 bilhões para US$ 74 bilhões.

O Boletim Focus é realizado semanalmente, ouvindo especialistas de mais de 100 instituições financeiras. O resultado é divulgado todas as segundas-feiras pelo Banco Central.

Termina hoje prazo para agendar perícia do INSS

Foto: Divulgação

Termina nesta segunda-feira (13), o prazo para que as pessoas convocadas para perícia do INSS pelo Diário Oficial da União façam o agendamento da consulta pelo telefone 135. 

A revisão do benefício faz parte do "pente-fino" nos benefícios pagos pelo INSS por incapacidade. No dia da perícia, o beneficiário deve apresentar documentação médica disponível, como atestados, laudos, receitas e exames. 

Caso a consulta não seja agendada, o pagamento fica suspenso até o convocado regularizar sua situação. A partir da suspensão, o beneficiário tem até 60 dias para marcar o exame. Se não procurar o INSS neste prazo, o benefício será cancelado.

Do total de 179 mil convocados, 168.523 são de aposentados por invalidez e 10.412 são beneficiários do auxílio-doença.

Quem precisa fazer perícia

No caso do auxílio-doença, é convocado quem recebe o benefício e há mais de dois anos não passa pela revisão médica obrigatório do INSS.

Devem passar pela perícia da aposentadoria por invalidez os beneficiários com menos de 60 anos de idade que estão há dois anos ou mais sem realizar perícia. Ficam de fora as pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos com benefício há pelo menos 15 anos.

Caixa lança site para apostas em loterias pela internet

A partir desta sexta-feira (10), quem gosta de jogar nas loterias da Caixa Econômica tem mais uma forma de fazer as apostas. O banco lançou um site específico para apostas da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Loteria Federal - ou seja, todas as loterias administradas pela CEF.

A expectativa é de que o portal represente 3% do total de apostas.  Até então somente correntistas da Caixa podiam apostar pela internet e só era permitido na Mega-Sena. 

O banco explica que o objetivo do canal é atrair um novo público apostador, principalmente jovens acostumados a usar a internet para fazer compras e acessar bancos.

Como usar

Para usar o novo canal, o usuário deverá acessar o site, se cadastrar com o número do CPF, para identificar a maioridade do apostador e vincular apostas futuras. As apostas terão valor mínimo de R$ 30 e máximo de R$ 500 por dia.

Banco do Brasil transforma todos os funcionários em acionistas

Foto: Divulgação/BB

Após anunciar o lucro trimestral de R$ R$ 3,135 bilhões - uma alta de 19,7% frente ao mesmo período do ano passado - o Banco do Brasil anunciou que cada um de seus funcionários recebeu três ações da instituição e, com isso, foram transformados em acionistas. 

Cada ação vale, em média, R$ 33,20. Segundo o presidente do BB, Paulo Caffarelli, as ações foram distribuídas igualmente a todos os funcionários da ativa, que somam hoje cerca de 98 mil. 

Os papéis ficarão custodiados no próprio BB, o que isenta os funcionários de custos com a guarda das ações. Os funcionários, no entanto, não poderão vender as ações enquanto trabalharem para o banco. 

A partir deste semestre, os trabalhadores também vão receber metade do bônus semestral em ações. Essas, no entanto, não precisaram ser mantidas até o desligamento do banco, e poderão ser vendidas imediatamente.

Anac autoriza primeira empresa aérea low cost a operar no Brasil

Foto: Divulgação/empresa

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou o funcionamento da empresa aérea Norwegian Air em voos regulares no Brasil. A empresa é terceira maior entre as de baixo custo que operam no continente europeu, conhecidas como low cost. 

De acordo com o despacho da Anac, a Norwegian vai operar em território nacional como empresa de serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala postal.

A autorização tem efeito imediato. Esta é a primeira empresa com este perfil autorizada a operar voos regulares no Brasil. A expectativa é que a empresa comece a operar voos internacionais entre Brasil e Europa a partir de janeiro de 2019. Também há a possibilidade de a empresa pedir a liberação de voos entre Brasil e Argentina, onde a Norwegian já opera atualmente.

Posts anteriores