Cidadeverde.com

Inflação fecha 2016 dentro do sistema de metas: 6,29%


A inflação oficial do país cresceu 0,3% em dezembro e com isso registrou o menor percentual para o mês desde 2008. O resultado fez com que o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor - Amplo) fechasse o ano de 2016 em 6,29% - portanto, dentro do sistema de metas. As informações são do IBGE e foram divulgadas nesta quarta-feira (11). 

Pelo sistema de metas, o centro é uma inflação de 4,5%, mas o IPCA pode oscilar entre 2,5% e 6,5%, mantendo o cumprimento do objetivo. No ano de 2015, a inflação fechou em 10,67%. A redução do índice já estava sendo esperada. No último boletim do Banco Central, os economistas estimaram fechar 2016 em 6,35%, mas a inflação fechou abaixo desse percentual. Para este ano, o mercado espera uma inflação de 4,81%.

Os maiores vilões da inflação durante o ano - que impediram o IPCA de desacelerar ainda mais - foram os alimentos. O grupo subiu 8,62% no ano passado (em 2015, avançou 12%). Os maiores impactos foram:  

- feijão (56,56%)
- farinha de mandioca (46,58%) 
- leite em pó (26,13%)

Em compensação, caíram os custos do:
- tomate (-27,82%)
- batata inglesa (-29%)
- cebola (-36,5%)