Cidadeverde.com

Justiça decide valor do aluguel de pontos na Rodoviária

Foto:Francisco Leal/ASCOM

A Justiça decidiu estipular, provisoriamente, o valor de R$ 46,68 pelo aluguel do metro quadrado da rodoviária de Teresina. A decisão foi do juiz Edson Alves da Silva, da 10ª Vara Cível, e é reflexo de uma ação movida pelos permissionários contra a Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart) - concessionária responsável pela administração dos terminais rodoviários de Teresina, Picos e Floriano.

Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões, informou, no entanto, que será levada em consideração a opinião de um perito para chegar ao preço definitivo. "Mas o valor já é um indicativo", afirma. A ação dos permissionários pedia o não pagamento do aluguel no terminal, mesmo após as intervenções que estão sendo feitas pela concessionária responsável pela reforma do local. Até então, os vendedores estavam há 15 anos pagando apenas o valor de R$ 2 por metro quadrado. 

Permissionários podem ser substituídos

A concessionária (Sinart), segundo Viviane Moura, poderá substituir os permissionários que não quiserem aderir ao novo projeto. Ela reforça que todos eles serão beneficiados com os investimentos e melhorias no terminal, mas a concessionária precisa trabalhar com uma previsão de receita - daí a necessidade de pagamento dos aluguéis. 

O investimento feito no terminal de Teresina já ultrapassa o valor de R$ 1,5 milhão. "O cronograma de obras está atrasado por causa dessa ação judicial, mas agora vai seguir normalmente, inclusive com algumas melhorias sendo entregues em fevereiro deste ano", completa Viviane.