Cidadeverde.com

PI: Super safra deve 'aquecer' negociação de débitos dos produtores rurais


Foi lançada no ano passado uma proposta de renegociação de dívidas rurais que beneficia os agricultores piauienses. No Estado, são cerca de 100 mil contratos em situação de inadimplência, que geram volume de recursos na ordem dos bilhões.

As instituições financeiras que oferecem essa facilidade são o Banco do Nordeste (BNB), o Banco do Brasil e a Caixa Econômica. A procura, entretanto, ainda é pequena por parte dos produtores rurais, por isso, os bancos, especialmente o BNB (que concentra o maior número de contratos), prometem uma ação mais incisiva nos próximos meses, para tentar regularizar as dívidas do setor rural do Piauí.

E a oportunidade de renegociação ficou ainda mais atrativa após a previsão de supersafra divulgada pelo IBGE - a produção estimada de grãos no Piauí é de 4.078.693 toneladas

A colheita já está sendo feita e segue até maio, o que pode acelerar as negociações dos contratos, já que a principal justificativa da inadimplência é justamente a baixa capitalização por causa da redução da colheita. 

Resolvida essa negociação, o produtor fica adimplente e pode buscar mais crédito, ajudando a melhorar um setor que está deficitário. A proposta de negociação inclui:

1 - tirar os encargos de inadimplência
2 - reduzir o estoque da dívida
3 - parcelar o débito em até 10 anos