Cidadeverde.com

Governo aumenta nota para acesso ao Fies para reduzir n° de empréstimos

Gerar empréstimos mais qualificados - essa é a justificativa de entidades ligadas à Educação, para aumentar a nota mínima de acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A medida causou polêmica principalmente no setor privado de ensino superior, já que os contratos devem reduzir em pelo menos 20%Pela nova regra, é preciso tirar 450 pontos na média das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não tirar 0 na redação, a mesma média exigida para obter bolsas de estudo em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). 

“É um critério mais objetivo. Sabemos que boa parte da qualidade de uma universidade é dada pelo aluno. Alunos com mais qualidade tem um melhor desempenho”, diz Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. Ele reconheceu o impacto da medida no mercado, mas destacou que o setor privado não pode ter a expectativa de que o governo vá arcar com a expansão das instituições. "O governo deve arcar, prioritariamente, com a expansão das instituições públicas”, argumentou.

O governo promete não acabar com o Fies e informou que as mudanças não refletem em menor destinação de recursos. Apesar da redução de repasses às instituições e da contenção de gastos de todo o governo, para 2015 estão autorizados R$ 12,389 bilhões para o Fies, valor superior aos R$ 12,049 bilhões pagos em 2014 e aos R$ 813 milhões pagos em 2010, quando o Fies foi reformulado. 

Bradesco divulga balanço: lucro em 2014 foi superior a R$ 15 bilhões

O banco Bradesco divulgou seu balanço do último trimestre de 2014 e revelou que encerrou o ano com lucro líquido contábil de R$ 15,089 bilhões. O resultado é 25,6% maior que o registrado no ano anterior. Somente no 4° trimestre, o lucro foi de R$ 3,99 bilhões - aumento de 29,7% sobre o mesmo período de 2013 e 3% superior ao 3° trimestre. 

O Bradesco foi o primeiro dentre os grandes bancos de capital aberto a divulgar seus resultados do 4° trimestre de 2014. O Santander e o Itaú informaram que farão o anúncio dia 3 de fevereiro e o Banco do Brasil no dia 11.

Imposto sobre a gasolina e o diesel sobe neste domingo (1°)

Reajuste na gasolina mais uma vez! Foi publicado nesta quinta (29) e passa a valer já nesse domingo (1°) o reajuste da tributação sobre a gasolina e o diesel. Segundo a Receita Federal, o impacto da elevação na alíquota será de R$ 0,22 em cada litro de gasolina e de R$ 0,15 para o diesel. O governo calcula arrecadar R$ R$ 12,18 bilhões com essa medida, somente em 2015.

Na semana passada, a Petrobras havia informado que vai, sim, repassar o valor da alíquota nas vendas de refinarias e distribuidoras, deixando o aumento para o consumidor a cargo dos postos de combustíveis. 

A Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina e o óleo diesel terá aumento em 1º de maio. O decreto publicado nesta sexta altera duas normas de 2004 que haviam reduzido as alíquotas do PIS e da Cofins incidentes sobre a importação e comercialização de gasolina, óleo diesel, gás liquefeito de petróleo e querosene de aviação e as alíquotas da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados e álcool combustível.

Você sabe como funciona o plano de saúde na aposentadoria?

Você sabe como funciona a cobertura do seu plano de saúde durante a aposentadoria? Muitos brasileiros estão caindo na armadilha de não programar o gasto e acabam tendo que encarar um reajuste abusivo quando se aposenta.

Veja abaixo algumas informações:

- Quem tem plano de saúde coletivo empresarial passa a pagar o valor integral do plano ao se aposentar, sem os subsídios oferecidos pela empresa;

- O ex-funcionário somente terá o direito de manter o benefício até o final da vida se tiver feito as contribuições ao plano por um período superior a dez anos;

- Funcionários que pagaram o plano de saúde da empresa por um prazo inferior podem apenas prorrogar o benefício de forma proporcional ao tempo de contribuição. Ou seja, se o plano foi pago durante um ano, o prazo de manutenção do plano depois da aposentadoria será também de um ano;

- Encerrado esse prazo, a única opção é contratar um dos planos individuais oferecidos no país;

- Pouquíssimas operadoras oferecem planos de saúde para quem tem mais de 85 anos e doenças preexistentes e a mensalidade cobrada com esse perfil é de mais de R$ 1 mil;

- No caso de quem tem já um plano de saúde particular, o custo da mensalidade pode aumentar cada vez mais conforme o segurado se aproxima da aposentadoria;

Gestores têm até amanhã para enviar Programação Financeira para 2015

Encerra prazo para prestar informações da Programação Financeira 2015 preencher e enviar informações acerca da Programação Financeira elaborada para 2015. As secretarias de Administração e Fazenda já divulgaram o modelo da planilha a ser usada. Após o envio do documento, os representantes devem agendar horário para comparecer à sede da Sead. Clique aqui e veja o modelo de planilha para Programação de Despesas. 

 

Empresa faz estudo e quer trazer tecnologia para agricultura familiar

Foto: Paulo Barros / Ccom

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), se reuniu na manhã de ontem (28) com o empresário Carlos Budny, que atua na área de fabricação de tratores e equipamentos agrícolas em Santa Catarina. Budny se disse impressionado com a potencialidade do Piauí na área da agricultura e defendeu a mecanização do setor, especialmente na modalidade familiar, para triplicar a produção e aumentar a renda. 

Wellington mostrou total interesse em investir na tecnologia dos pequenos produtores e solicitou ao empresário um projeto que viabilize a implantação de um braço de sua empresa no Estado. Na reunião ficou acertado um novo encontro com parceiros em potencial, como a Companhia do Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Banco do Nordeste, BNDES, Caixa, Banco do Brasil e técnicos do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Ministério do Desenvolvimento Social.

Publicado o edital de licitação para a reforma do Teatro João Paulo II

Foi publicado nesta quinta-feira (29) o edital de licitação para a primeira etapa da reforma do Teatro João Paulo II, no bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste da capital. De acordo com o gerente de obras da SDU Sudeste, Marcos Rogério, na 1ª fase será reformada toda a área estrutural do prédio, incluindo a parte hidráulica, elétrica, sanitária, pintura e recolocação do piso, entre outras coisas. A 2ª etapa da reforma irá beneficiar a parte externa do teatro. A Fundação Monsenhor Chaves está providenciando também a compra de novas 238 poltronas para o teatro. 
 

Serviços e Comércio continuam com melhor desempenho no Piauí

A Coluna Economia & Negócios divulgou na semana passada que o Piauí fechou o ano de 2014 com saldo positivo de 11.001 empregos gerados, ficando em 4º lugar entre os Estados do Nordeste, atrás apenas do Ceará (47.372), da Paraíba (16.326) e da Bahia (22.008). Nesta quarta-feira (28), a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo divulgou que os setores de Serviços e Comércio continuam registrando os melhores desempenhos. 

No setor de Serviços o saldo positivo foi 9.319 postos e no setor de Comércio, o saldo foi de 1.678 novos empregos. 

Apesar da queda, em dezembro, de 0,74% no nível de emprego ou -2.156 postos de trabalho, a geração de empregos no Estado teve um crescimento anual de 3,89%. O declínio é atribuído a razões sazonais que marcam a série do Caged no último mês do ano:

- entressafra agrícola
- férias escolares
- período de chuvas
- término das festas no final do ano

No último mês do ano, os municípios de Piripiri, Pedro II e Parnaíba aparecem no topo da lista dos que mais se destacaram no que diz respeito à evolução do emprego formal. As três cidades apresentaram, respectivamente, 140, 65 e 345 admissões. Os desligamentos foram 88, 22 e 302, apresentando, as localidades, um saldo positivo de 52, 43 e 43 empregos formais gerados.

Importância da qualificação

Para o secretário interino do Trabalho e Empreendedorismo, Anderson Samir, a geração de empregos no Piauí tem se mantido estável e o diferencial, quando se trata de mercado de trabalho, continua sendo a qualificação. “O mercado fica cada vez mais exigente e a procura pelo aperfeiçoamento, em qualquer área, é necessária. A capacitação deve ser a primeira opção para quem quer trabalhar”, alerta.

Estado vai intermediar vendas de artesanato para agregar mais valor


Foto: Marcelo Cardoso / Ccom

O diretor do Programa de Desenvolvimento do Artesanato Piauiense (Prodart), Jordão Costa, destacou que vai buscará parcerias com outros órgãos estaduais para dar mais visibilidade aos artesãos piauienses. O Estado pretende intermediar as vendas das peças produzidas pelos artistas regionais, para dar mais credibilidade e valor de mercado. “O nosso primeiro objetivo é buscar a transversalização das ações do Prodart. Fazer parcerias com a Coordenadoria de Comunicação Social do Estado (CCom), com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e com a Fundação Cultural do Piauí (Fundac), para darmos visibilidade a esses artistas”, pontuou.

O Prodart possui 4.106 artesãos cadastrados e a meta é ampliar esse número em 2015, além de incentivar a criação de associações para que, no futuro, a categoria possa atingir autonomia nos negócios. Outra ação a ser priorizada é a expansão dos polos de artesanato para São Raimundo Nonato, Bom Jesus e Picos. “Nos meses de fevereiro e março, serão feitas visitas técnicas a essas regiões para verificar se há viabilidade material suficiente para se abrir um polo no município e buscar o potencial do artesanato daquela região e em qual setor ele se destaca”, revela o diretor.

Vendas de mais valor

O gestor já iniciou conversas com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), responsável pelo Pronatec, com o propósito de qualificar o artesão como microempresário. “O artesão muitas vezes tem dificuldade em mensurar a peça dele, quanto vale o trabalho dele. Nesse projeto, o artista pode envolver a família ajudando-o nesse gerenciamento do seu trabalho. Estamos abrindo um canal de negociação para a aproximação com a Associação do Poty Velho, trazer essas associações de novo, abrir um diálogo para criarmos um Conselho Estadual do Artesanato do Piauí, que é uma forma do conselho, expor as necessidades do artesão”, frisa.

Postos terão que respeitar travas de segurança das bombas

Já virou lei: Os postos de combustíveis com operação no Piauí ficam proibidos de continuarem o abastecimento em veículos após o acionamento da trava de segurança das bombas. A lei é de autoria do deputado Flávio Nogueira Júnior (PDT) e foi publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial do Estado. O pedetista argumentou que a maioria dos manuais de automóveis comercializados no Brasil, traz como informação que o volume máximo de combustível em um tanque não é sua capacidade máxima que está descrita nas especificações técnicas. 

“Geralmente a quantidade que está especificada como máximo para abastecimento é de no mínimo 10% menos da capacidade máxima do tanque. É justamente por isso que as bombas possuem uma trava de segurança que impede que o combustível chegue até a borda do tanque. Se houver combustível em excesso, o filtro de combustível fica inundado, perdendo a capacidade de realizar sua função, e, consequentemente, emite gases poluentes no ar e acarreta sérios prejuízos à saúde”, sustenta o deputado.

De acordo com a lei, o estabelecimento que descumprir a legislação está sujeito a uma série de sanções que vão desde a advertência, pagamento de multa no valor de 1000 UFIR, podendo dobrar em caso de reincidência, até a cassação do Alvará de Funcionamento caso o ato ilegal não seja sanado mesmo após reincidência. Os recursos provenientes das multas serão destinados ao Fundo Estadual de Saúde do Piauí.

Posts anteriores