Cidadeverde.com

Aneel vai leiloar em junho linhas de transmissão que passam pelo PI

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem (15) o edital do leilão para a construção de novas linhas de transmissão. No total, as linhas que serão licitadas passarão pelo Piauí e mais 15 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O certame vai licitar a contratação de 2,6 mil quilômetros de linhas e está programado para ocorrer em 28 de junho na sede da B3, antiga BM&F Bovespa. De acordo com a Aneel, as linhas serão divididas em 20 lotes e a estimativa é que as obras exigirão R$ 6 bilhões em investimentos. As instalações deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 63 meses, a partir da data de assinatura dos contratos de concessão.

Copa do Mundo: um terço dos empresários apostam na alta das vendas

Foto: Franklin de Freitas

A um mês do início da Copa do Mundo, que este ano será na Rússia, a expectativa é de que o evento esportivo movimente a economia brasileira, mesmo à distância. 

Um estudo realizado pelo SPC Brasil e pela CNDL revela que três em cada dez (33%) micro e pequenos empresários dos ramos do comércio e serviços estimam que as vendas dos setores como um todo aumentem no período dos jogos.

Outros 19% enxergam uma queda no volume de vendas, enquanto 47% acham que o torneio não terá impacto no resultado dos segmentos. 

Crescimento de mais de 20%

Entre os que projetam crescimento nas vendas da própria empresa (20%), a estimativa é de que o volume médio de vendas seja 27% superior ao mês anterior do mundial.

Na percepção da maioria dos empresários entrevistados, esse otimismo refere-se ao aumento do faturamento, principalmente, em setores que lucram com o consumo sazonal de produtos nesta época e estão diretamente ligados ao evento, como souvenirs (80%), comércio informal (72%), bares e restaurantes (68%), supermercados (66%), comércio eletrônico (57%) e transporte (51%). 

“A Copa do Mundo sempre injeta ânimo na economia e deve aquecer, sobretudo, os setores do comércio e serviços, que encontram uma oportunidade gerada pelo clima de euforia das torcidas com as comemorações após as partidas”, destaca o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Outro dado curioso mostra que para 29% dos entrevistados o aumento das vendas do próprio negócio com a Copa depende do desempenho da seleção brasileira nos gramados, sobretudo se o time chegar até a final (21%) – esse percentual é ainda maior (25%) entre os comerciantes.

Veja os impactos da alta do dólar na vida do consumidor brasileiro

Foto: Divulgação/Internet

Mesmo que você não esteja pensando em fazer uma viagem internacional, a alta do dólar influencia diretamente na sua vida.

A moeda americana vem ganhando força em todo o mundo e já beira aos R$ 3,70 - o que preocupa investidores e o afeta o consumidor comum, porque gera uma aumento de preços geral. Matérias-primas de produtos consumidos largamente no Brasil, como o trigo para o pão, passam a custar mais caro. Isso, logicamente, diminui o poder de compra do brasileiro.

Para quem está pensando em tirar férias fora do país, pode preparar o bolso. Passagens, hospedagens vão pesar mais no orçamento. Se você ainda não fechou os pacotes, vale a pena, inclusive, repensar se este é realmente o momento para uma viagem internacional. 

Mas, como quase tudo tem também um lado bom, quem tem investimentos atrelados ao dólar está comemorando a alta, porque possibilita um aumento de ganhos. Também está dentro desse universo quem tem ações em grandes exportadoras.

Outro ponto positivo é que o impacto da alta do dólar tende a favorecer as indústrias nacionais na competitividade. 

Comércio comemora: vendas a prazo no Dia das Mães crescem 2,86%

Após quatro anos consecutivos de queda nas vendas a prazo na semana do Dia das Mães, o comércio volta a comemorar. 

Os sinais de retomada da economia e da oferta de crédito – mesmo que ainda tímidos - estimularam o brasileiro às compras este ano. De acordo com o indicador calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o volume de vendas parceladas na semana anterior ao último domingo (entre 6 e 12 de maio) cresceu 2,86% em relação ao mesmo período do ano passado.

A alta de 2018 acontece após um período de sucessivas quedas entre 2014 e 2017, chegando a 5,50% no último ano. Nos anos anteriores, as variações foram de -16,40% (2016), -0,59% (2015), -3,55% (2014), +6,44% (2013), +4,40% (2012), +6,53% (2011) e de +9,43% (2010).

O Dia das Mães é a data mais importante para o varejo no primeiro semestre e fica apenas atrás do Natal em volume de vendas e faturamento. “Esse resultado é muito positivo para o varejo, que já começa a sentir um pequeno reaquecimento das vendas, depois de enfrentar um cenário econômico desfavorável nos últimos anos, com crédito mais caro, inflação e altas taxas de desemprego”, analisa o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro.

Copom volta a discutir taxa de juros e expectativa é de novo corte

Foto: Divulgação/Banco Central

A taxa básica de juros volta a ser discutida pelo Comitê de Política Monetária (Copom) nesta terça-feira (15) e amanhã, por volta das 18h, será anunciado se haverá ou não alteração na Selic.

A expectativa é que o Copom corte a taxa em 0,25 ponto percentual. Com isso, a Selic cai de 6,5% ao ano para 6,25% ao ano - o menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, iniciada em 1986. Este deve ser, porém, o último corte da Selic no atual ciclo de redução. Ou seja, o ano deve fechar com a taxa em 6,25%a.a.

A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia.

Custos do crédito
Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de subir.

Ao definir a taxa Selic, o BC está mirando na meta de inflação, que é de 4,5% neste ano, com limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Servidores do Estado terão desconto em curso superior

Foto: Divulgação/Internet

Servidores do Estado e seus dependentes legais terão descontos especiais nas mensalidades de cursos de graduação em Teresina e Parnaíba. A iniciativa tem como objetivo incentivar a formação e qualificação profissional e foi possível através de um convênio firmado entre a Secretaria de Estado de Administração e Previdência (SeadPrev) e a Escola de Governo (Egepi).

Em Teresina, os cursos ofertados são: Administração, Logística, Pedagogia, Serviço Social e Enfermagem. Na unidade de Parnaíba os cursos são: Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Fisioterapia, Gestão de Recursos Humanos, Psicologia, Processos Gerenciais e Radiologia.

O convênio com o Complexo Nacional Millenium, empresa mantenedora da Faculdade UNIRB assegura desconto de 30% para todos os servidores que ingressarem na faculdade já a partir do próximo semestre. Nos casos de transferência e ingresso como portador de diploma, o desconto pode chegar até 50%.

Para se beneficiar dos descontos oferecidos, o interessado precisa comprovar vínculo com o Estado por meio de documento hábil no ato da matrícula e nas renovações. No caso de dependente, é necessário comprovar o parentesco com o servidor através de documento de identidade.

Segundo o diretor da Escola de Governo, Raimundo Dutra, este convênio aumenta as oportunidades e possibilidades de qualificação e valorização dos servidores, facilitando o acesso à conquista do diploma e o prosseguimento na formação acadêmica. “Esse convênio é a possibilidade da realização de um sonho para muitos servidores, além de qualificar e valorizar o servidor. Isso vai incidir diretamente tanto na vida pessoal do servidor quanto na sua vida institucional”, ressaltou.

 

Emendas ao novo Cadastro Positivo devem ser votadas nesta semana

O Congresso Brasileiro vota essa semana as emendas relacionadas às alterações aprovadas no Cadastro Positivo. Na semana passada, foi aprovado que agora o cadastro passará a ser automático e o consumidor que não quiser fazer parte deve pedir a exclusão. Ouça mais sobre o assunto no quadro Economia Popular, do Acorda Piauí.

 

Mercado reduz estimativa de inflação e de alta do PIB em 2018

O mercado financeiro voltou a reduzir a estimativa para o crescimento da economia este ano. Veja mais detalhes do Boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira (14).

PIB 
- 2018: estimativa caiu de 2,70% para 2,51%. 
- 2019: estimativa estável em 3%.

INFLAÇÃO
- 2018: estimativa caiu de 3,49% para 3,45% (portanto, dentro da margem de tolerância da meta, que é entre 3% e 6%).
- 2019: estimativa caiu de 4,03% para 4%.

(Lembrando que o sistema de metas para a inflação em 2019 é entre 2,75% e 5,75%).

JUROS
- 2018: estimativa mantida em 6,25% até ao final do ano. Atualmente, a Selic está em 6,5%a.a.
- 2019: estimativa mantida em 8% ao ano. 

DÓLAR
- 2018: estimativa subiu de R$ 3,37 para R$ 3,40.
- 2019: estimativa em R$ 3,40.

BALANÇA COMERCIAL
- 2018: estimativa subiu de US$ 55 bilhões para US$ 55,6 bilhões de resultado positivo.
- 2019: a estimativa permaneceu em US$ 46 bilhões.

INVESTIMENTOS
- 2018: estimativa permece em US$ 75 bilhões.
- 2019: estimativa estável em US$ 80 bilhões.

O Boletim Focus é feito com as análises de mais de 100 instituições financeiras e divulgado todas as segundas-feiras.

Semana do MEI começa hoje em 50 cidades do PI; veja programação

A Semana do Microempreendedor Individual (MEI) começa nesta segunda-feira (14), às 9h, e vai até o sábado (19). Em sua 10ª edição, o evento terá mais de 150 ações voltadas para orientar e esclarecer dúvidas dos MEIs piauienses.

Segundo o diretor técnico do Sebrae, Delano Rocha, há quase 60 mil microempreendedores individuais no estado e, dentro do evento, terá especialistas orientando quanto à declaração do Imposto de Renda, que deve ser entregue em maio, e representantes de bancos que orientarão sonbre as linhas de crédito existentes.

Como os dois segmentos que mais se destacam entre os MEIs são moda e beleza, haverá um seminário específico na área. Veja abaixo toda a programação:

O evento é totalmente gratuito. Clique aqui para fazer sua inscrição.

Em caso de dúvida, entre em contato conosco através do nosso 0800 570 0800 ou 86 3216.1374. Você também pode vir até o Sebrae em Teresina situado à Avenida Campos Sales, 1046/Centro.

 

Concursos: dois tribunais do país oferecem quase 350 vagas

Foto: Divulgação/internet


Dois tribunais brasileiros estão com inscrições abertas para concurso público e pagam até R$ 11 mil de salário inicial. Juntando os dois certames, há 346 oportunidades.

Veja detalhes sobre os dois concursos: 

SP – Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2)
São 320 vagas para nível médio e superior. Há oportunidades para técnico e analista judiciário de diversas especialidades.

Salário: até R$ 11.006,83 
Inscrições: até 22 de junho pelo site da Fundação Carlos Chagas

Clique aqui para ver o edital.

SC – Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina
São 26 vagas para nível médio e superior. Há oportunidades para engenheiro eletricista, engenheiro civil, arquiteto, entre outros.

Salário: até R$ 6.156,63 
Inscrições: até 6 de junho pelo site da FGV projetos

Veja edital.

Posts anteriores