Cidadeverde.com

Semdec vai fazer pesquisa em empreendimentos do bairro Promorar

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec) vai iniciar, nesta sexta-feira (20), uma pesquisa em pequenos empreendimentos do setor de moda e beleza localizados do bairro Promorar, zona sul de Teresina. A pesquisa faz parte do projeto piloto intitulado ‘Empreende Bairro’, para estimular o empreendedorismo social qualificado nas comunidades da capital.

A ideia é mapear todas as atividades econômicas de um bairro, selecionar quais os setores mais fortes, depois realizar uma pesquisa qualitativa; oferecer consultoria gratuita para melhoria dos negócios e estimular a formalização das atividades empreendedoras, além de capacitar os micro e pequenos empreendedores.

Para o primeiro dia de pesquisa do projeto piloto, os pesquisadores da Semdec estarão em campo devidamente identificados, a partir das 8h, e devem percorrer durante toda a manhã e nos próximos dias 100 empreendimentos do bairro, explicando o projeto e realizando a captação de dados específicos. 

Cada pesquisador estará com um questionário preparado para buscar informações sobre escolaridade, qualificação extra, público consumidor, entre outros, desses microempreendedores. Com isso a pesquisa vai traçar o perfil dos empreendedores e dos negócios do setor de moda e beleza que atuam no Promorar.

Reduzir desemprego e informalidade

Segundo o secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, o Empreende Bairro tem como finalidade ser mais um elemento para tentar reduzir o nível de desemprego e informalidade em Teresina através do investimento em pequenos negócios. “Nossa ideia é que consigamos estimular os negócios do bairro através de um consultoria personalizada, de uma capacitação desses empreendedores. Acredito que auxiliando esses pequenos negócios criaremos um ambiente propício para tirar o  pequeno empreendedor da informalidade, desencadeando assim a geração de emprego e renda. Vamos realizar uma pesquisa, oferecer consultoria gratuita e fechar a atividade no bairro com um evento na praça”, finalizou.

Dia do comerciante: burocracia e altas taxas são desafios em Teresina

Foto: Arquivo/Revista Cidade Verde

No dia 16 de julho é comemorado o dia do comerciante no Brasil. Considerada uma das profissões mais antiga do mundo, o comércio é, para muitas pessoas, a principal fonte de renda. E a atividade tem crescido em Teresina, especialmente entre os jovens.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas), Tertulino Passos, o sentimento de empreender é a principal razão para se abrir um negócio. "O principal motivo é o espirito empreendedor, depois são as oportunidades de desenvolvimento de um negócio, a expectativa de lucros e crescimento como pessoa", conta o presidente. 

Segundo dados do Sindicato, o número de pessoas que investem no comércio em Teresina está crescendo, apesar de grandes dificuldades. O presidente do Sindicato ressalta que quem deseja abrir um comércio na cidade ainda enfrenta grande burocratização e que as vezes desestimula quem deseja ser comerciante. 

"Ser comerciante em nossa capital tem muitas dificuldades, a primeira delas vem pela legalização da empresa, onde muitas vezes você demora para conseguir as licenças. Outra coisa que é complicada é a consulta de viabilidade do local, que passa pela análise do contrato na Junta Comercial e que, em muitos casos, o analista faz interpretação diversa do que as partes acertam no contrato. Muitas vezes para que o contrato seja registrado precisa ser alterado aquilo que foi acertado entre os sócios", explica. 

Para o empresário José Alves Neto, para ter sucesso é preciso ter determinação, experiência e credibilidade. Ele afirma que atualmente o comércio está mais desafiador de se trabalhar, por conta da crescente concorrência. "Agora o número de pessoas com algum negócio aumentou e atualmente para o comerciante ficou mais complicado conquistar os clientes", ressalta o empresário. 

José Neto também relata que a burocratização e as altas taxas que os comerciantes precisam pagar também é um grande problema para quem deseja abrir uma empresa. "Temos uma burocratização muito grande no nosso país para abertura de uma firma, o que acaba atrapalhando muitas vezes em expandir o comércio. Também pagamos taxas altíssimas para manter o comércio aberto", comenta. 

Com toda sua experiência de 51 anos, o empresário afirma que é bom ser comerciante e que para quem se dedica a essa profissão, ela não decepciona. "Para quem deseja abrir uma empresa, eu aconselho que sempre faça as coisas dentro de suas possibilidades. Seja honesto, pois é a melhor forma de evoluir tanto pessoalmente como profissionalmente", finaliza.

Banco do Nordeste premia Micro e Pequenas Empresas no Piauí

O Banco do Nordeste do Brasil realiza nesta quarta-feira (6), às 15h, no Luxor Piauí Hotel, em Teresina, a solenidade de entrega do IV Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa no Piauí, em reconhecimento à ação de clientes empreendedores, que se destacam no Estado, nas categorias Indústria, Comércio e Serviços.

As empresas premiadas foram avaliadas por comissão julgadora, formada por representantes da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Piauí, Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina, Associação dos Jovens Empresários do Piauí, assim como Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Piauí. Inovações empregadas no negócio, competitividade, adoção de práticas que visam a redução do impacto ambiental, número de empregos gerados, além da evolução das receitas após o financiamento foram os critérios analisados.

As cerimônias acontecem nos nove estados do Nordeste, bem como Norte de Minas Gerais e Espírito Santo, área de atuação do BNB, até início de julho.

Semana do MEI acontecerá de 14 a 19 de maio em todo o país


Entre os dias 14 e 19 de maio, o Sebrae realizará a Semana do Microempreendedor Individual, MEI, em todo o país. No Piauí, as atividades do evento acontecerão em quase 40 municípios. Serão mais de 150 palestras e oficinas gratuitas. Em Teresina, será realizada ainda a Feira de Oportunidades de Moda e Beleza e o Fórum Gestão da Beleza.

“A Semana do MEI tem como objetivo disseminar informação e conhecimento para os MEI, de maneira a contribuir para que os empreendimentos legalizados por meio dessa figura jurídica possam se tornar cada vez mais competitivos e sustentáveis. Levaremos atividades para os quatro cantos do Estado. A meta é capacitar cerca de cinco mil empreendedores”, esclarece o diretor técnico do Sebrae no Piauí, Delano Rocha.

Nos postos de atendimento, além das atividades de capacitação, analistas e consultores do Sebrae estarão disponíveis para esclarecer sobre as vantagens do MEI, auxiliar no preenchimento da Declaração Anual Simplificada, cujo prazo de envio encerra no dia 31 de maio; efetuar serviços de formalização, alteração e baixa de registros; e imprimir os boletos referentes às obrigações fiscais do ano corrente.

Em Teresina, o atendimento ocorrerá no Centro de Treinamento Empresarial do Sebrae, que funciona em prédio anexo à sede da instituição na capital. No local, estarão presentes também representantes de instituições financeiras, ofertando linhas de microcrédito para os empreendedores

Na Feira de Oportunidades de Moda e Beleza, que também ocorrerá em Teresina como parte da programação da Semana do MEI, fornecedores de produtos e insumos estarão disponíveis para negociar com os MEI. “Nesse espaço, teremos quatro expositores de moda e quatro expositores do setor de beleza, ofertando produtos com condições diferenciadas. Os MEI, como é o caso de vendedores de artigos de vestuário e acessórios e profissionais da beleza, terão a chance de firmar novas parcerias, o que pode contribuir para expansão dos negócios desses dois segmentos”, afirma o gerente da Unidade de Atendimento Individual e Mercados do Sebrae no Piauí, Francisco Holanda.

No interior, os atendimentos serão realizados nos Escritórios de Parnaíba, Piripiri, São Raimundo Nonato, Picos, Bom Jesus e Floriano.

Exposição de Caprinos e Ovinos acontece no sul do Estado

Foto: Divulgação/Google

Teve início ontem (03), a Exposição de Ovinos e Caprinos no município de São Raimundo Nonato (517 quilômetros ao sul de Teresina). O evento segue até domingo (06). No local, o Sebrae realiza oficinas e palestras sobre ovinocaprinocultura, bem como exposição da qual participarão produtores de caprinos e ovinos atendidos pela instituição.

Entre as capacitações estão oficinas de cortes padronizados e de gastronomia à base de caprinos e ovinos e uma palestra sobre alimentação alternativa no semiárido. O estande contará ainda com uma área demonstrativa de forragens adaptadas ao semiárido, modelos de kit de irrigação, tipos de silagem e feno, como também exposição de máquinas, equipamentos e insumos. Os visitantes poderão também saber como a energia solar pode ser usada para criação de ovinos e caprinos.

Os produtores atendidos pelo Projeto Sertão Empreendedor, desenvolvido pelo Sebrae, farão exposições de suas criações durante o evento. Aproximadamente 600 animais serão expostos na feira. A expectativa é que no evento sejam gerados negócios da ordem de R$  500 mil, entre diretos e indiretos. O evento contará ainda com apresentações musicais.

Banco Popular facilita crédito para empreendedores do Shopping Natureza

Foto: Semest/Divulgação

Os empreendedores do Shopping Natureza, localizado na Avenida Marechal Castelo Branco, que tiveram seus espaços danificados por conta de um incêndio ocorrido no dia 4 de abril, terão acesso ao microcrédito do Banco Popular de Teresina, para ajudá-los a recuperar o material danificado.

“Trouxemos o gerente do Banco Popular para explicar todo o procedimento para que eles tenham acesso às linhas de crédito e, assim, possam recuperar o que foi perdido e continuar trabalhando. A proposta foi muito bem aceita, alguns já vão providenciar a documentação para fazer o empréstimo”, destacou Ricardo Bandeira, gestor Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest).

Para solicitar o microcrédito do Banco Popular basta se deslocar até a sede da Semest, na Av. Campos Sales, 1292, Centro, portando cópias e originais do CPF, RG, cartão bancário e comprovante de endereço atualizado. O horário de atendimento é das 8h às 12h. É necessário também que a pessoa não esteja com restrições em seu nome e possua um avalista. O crédito para capital de giro tem o limite de R$ 2.500. Para aquisição de maquinário e demais equipamentos, o valor pode ser de até R$ 7 mil.

Lei fixa 90 dias para cadastro no Refis de micro e pequenas empresas

Dentro de 90 dias, os pequenos empresários conseguirão parcelar, com descontos, débitos tributários vencidos até novembro de 2017. 

Foi publicada ontem (9), no Diário Oficial da União, a norma que estabelece o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional — mais conhecido como Refis.

O advogado pós-graduando em Direito Tributário Henrique Martins ressalta que, no ano passado, o presidente Michel Temer (PMDB) autorizou o Refis apenas para grandes empresas, embora as pequenas sejam maioria no país. 

Agora, inclusos no programa pela Lei Complementar 162/2018, os pequenos empresários poderão parcelar seus débitos, entretanto, as regras são um pouco diferentes das praticadas pelas grandes empresas, como explica o advogado:

"Em todas as formas, 5% do valor total da dívida tem que ser pago na entrada, mas pode ser dividido em até cinco vezes. O restante pode ser pago em parcela única, com redução de 90% dos juros e 70% da multa; ou parcelado em 145 vezes com redução de 80% de juros e 50% de multa ou parcelado em até 175 vezes, com redução de 50% de juros e 25% de multa", diz Henrique Martins.

O especialista acrescenta que em todas as hipóteses há 100% de redução dos demais encargos, como honorários advocatícios e correções monetárias. "É importante destacar também outros dois pontos. O valor da parcela mínima é de R$ 300 e não importa se a empresa já havia aderido a outro parcelamento. O empresário pode desistir e aderir ao Refis", afirmou.

FWF abre inscrições para mais de 600 vagas através do Programa Profissionalizar Teresina

Foto: Divulgação/Google

A Fundação Wall Ferraz (FWF) divulgou o cronograma de cursos que serão realizados dentro do Programa Profissionalizar Teresina, nos Centros de Capacitação da Prefeitura, no primeiro semestre.  Ao todo, são 622 vagas distribuídas em 27 turmas, nas diferentes regiões da cidade. Os cursos terão início em março e abril e as inscrições serão abertas na próxima segunda-feira, dia 19 de março.

Oportunidades

Os cursos ofertados contemplam as áreas de gestão de negócios, alimentação, infraestrutura, ambiente e saúde, informática. Este ano, a oferta traz novidades. Uma delas é o curso de Balconista de Farmácia, que hoje tem grande potencial para contratação de profissionais, haja vista o crescimento do segmento farmácias na cidade de Teresina. Outra novidade é o curso de Design Gráfico, que traz amplas possibilidades de atuação profissional no mercado gráfico e computacional, com significativo retorno financeiro. 

Clique aqui para ver o cronograma com todos os cursos.

Curta duração

A Presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, destaca que os cursos ofertados são de curta duração, com média de três meses, o que possibilita ao trabalhador que realizá-lo um rápido acesso ao mercado, através da inclusão no mercado formal ou através de iniciativa autônoma, como através dos cursos de corte de cabelo e escova, depilação e salgadeiro. As inscrições são totalmente gratuitas, realizadas nos Centros de Capacitação em que ocorre a oferta de cada curso. É importante que o trabalhador esteja atento aos critérios de escolaridade e idade estabelecidos.

Para mais informações sobre cursos e locais de realização ligue para 3221-6889.

Empreendedores de Teresina visitam Uruçuí em busca de oportunidades de negócios

Um grupo de empreendedores de Teresina esteve no município de Uruçuí, no Sul do Estado, para conhecer as novas oportunidades de negócios que estão surgindo na região. A iniciativa da caravana partiu do movimento empresarial da capital e foi organizada pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Aluísio Sampaio, e o presidente da Associação Industrial do Piauí (AIP), Gilberto Pedrosa.

De acordo com Aluísio Sampaio, o objetivo é promover uma troca de experiência entre os empresários da região e os empresários da capital. “A ideia é que possamos estimular o teresinense a ocupar os espaços que estão surgindo no Sul do Estado, mostrando as oportunidades de negócios que o cerrado tem”, explica.

Para o presidente da AIP, Gilberto Pedrosa, a visita foi bastante positiva. “Fomos muito bem recebidos e muitos empresários de Teresina que participaram desta experiência e tiveram interesse em investir no município que possui o maior PIB per capita do Estado”, afirma. Gilberto Pedrosa acrescenta que a expectativa do grupo é realizar novas visitas a outros municípios do sul do Piauí.

Sebrae Piauí realiza cursos de aperfeiçoamento para garçons

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, realizará a partir de segunda-feira (05), o curso Garçom Vendedor. A capacitação seguirá até o dia 09 de março, na sede da instituição em Teresina. O curso capacitará os garçons dos restaurantes e bares para que conheçam com mais profundidade o cardápio dos estabelecimentos em que trabalham e, dessa forma, possam atender o cliente com maior eficiência.

No curso serão apresentadas técnicas de atendimento específicas para o setor gastronômico, bem como, estratégias de vendas. O treinamento faz parte das ações do Projeto Polo Gastronômico de Teresina, que atende bares e restaurantes de vários bairros da cidade. Mais de 50 estabelecimentos são beneficiados com as ações desenvolvidas pelo Sebrae por meio desse projeto. São cursos, consultorias e eventos que contribuem para a melhoria da gestão dos empreendimentos.

O Sebrae realizará outra turma do curso Garçom Vendedor a partir do dia 12 de março. Maiores informações no escritório da instituição em Teresina, localizado na Av. Campos Sales, nº 1046 – Centro; ou pelo telefone (86) 3216-1332.

Posts anteriores