Turismo & Hospitalidade
  • Luciano garante que PSDB será protagonista em 2014 e que Dilma não prejudicará gestão

    O deputado estadual Luciano Nunes, um dos coordenadores da campanha do prefeito eleito Firmino Filho, afirmou que o PSDB será "protagonista" nas eleições de 2014 e garantiu que o apoio declarado de Dilma Rousseff a Elmano Férrer não irá prejudicar a gestão tucana. 

    Fotos: Evelin Santos / Cidadeverde.com

    "É muito cedo para fazer conjecturas para 2014, mas o partido está fortalecido no interior do Estado, com as 16 cidades conquistadas e a vitória em Teresina é fundamental e significativa. Reforçamos o PSDB e com certeza o partido será protagonista nas eleições de 2014. Mas, não vamos discutir isso para não atrapalhar a gestão municipal e estadual", disse o parlamentar.


    Luciano destacou que todas as obras iniciadas na capital na gestão do atual prefeito serão concluídas e que Firmino Filho não terá dificuldades junto ao Governo Federal. "As obras são importantes para a cidade e à medida que os recursos forem obtidos, elas serão continuadas. O apoio da presidenta ao Elmano não irá atrapalhar. As maiores obras de Teresina são da prefeitura em parceria com o Governo Federal e foram na gestão tucana", analisou.


    O deputado ressaltou que o prefeito eleito saberá dialogar com os demais partidos para o bem da cidade. "Firmino tem a grandeza de um líder. Ele colocará Teresina acima de qualquer questão política ou partidária. Ele já repetiu várias vezes que será prefeito de todos, que tem compromisso com toda a cidade e por isso irá buscar pessoas que possam lhe ajudar e tenho certeza que a Câmara Municipal terá maturidade suficiente para contribuir com o prefeito".


    Transição

    Sobre a equipe de transição, o parlamentar disse que Firmino deve anunciar sua decisão em até 48 horas. "Ainda não há definições, porque o foco eram as eleições. Mas, agora cabe somente ao prefeito escolher, não existe conversa ou encaminhamento nesse sentido ainda", enfatizou.

    Questionado sobre o secretariado da gestão do prefeito eleito, Luciano desconversou. "O prefeito tem tempo para avaliar e escolher o perfil que quer para o seu secretariado. Ele tem até 31 de dezembro para tomar uma decisão. Agora o foco é a equipe de transição".


    A vitória

    Luciano Nunes classificou a vitória de Firmino Filho como "bonita e emocionante", mas reconheceu que teve momentos de angústia e dificuldades. "Queremos agradecer o incentivo do povo e dos partidos coligados. Foi uma vitória emblemática, porque tínhamos de um lado todo mundo e do outro nós e o povo. Era uma vitória improvável pelas adversidades, mas Firmino acreditou desde o começo".

    O parlamentar creditou a vitória à obstinação de Firmino. "Ele tem uma história bonita na administração pública. Foi o prefeito mais jovem de Teresina, foi candidato ao governo e depois começou de baixo novamente, como vereador, depois foi o deputado mais votado. Essa é uma lição de humildade. Teresina terá um prefeito mais experiente e maduro", finalizou.

    Jordana Cury
    redacao@cidadeverde.com


    Em 29/10/12, 16:00
  • Ciro Nogueira quer Elmano como candidato "seja ao que for" em 2014

    O senador Ciro Nogueira (PP) comentou hoje (29) que "a política se apaixonou" pelo prefeito Elmano Férrer (PTB) e quer que Elmano seja candidato "ao que quer que seja" em 2014. Ciro Nogueira também descartou a possibilidade de ser candidato a governador nas próximas eleições.

    Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com

    "2014 é 2014. Quero cumprir meu mandato. Quero ser o melhor senador desse Estado. Foi uma grande mentira colocada durante a campanha. As pessoas sabem que não houve nenhum alinhamento em relação a 2014. Isso atrapalha o processo administrativo. Acho que a política se apaixonou pelo Elmano. Hoje, rodando com ele, as pessoas abraçando ele na rua. Ele está acima dessas questões. Gostaria de ter ele ao meu lado em 2014, sendo candidato ao que for. É homem sério, que entrou e está saindo de cabeça erguida como melhor prefeito da história de Teresina", disse.


    Ciro comentou ainda que sofreu o "momento mais triste" de sua vida pública ao ser "caluniado" pelo ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) e avaliou que as urnas mandaram um recado ao prefeito eleito.


    "Existe um grupo político muito forte que ganha eleição desde 96 mas metade da cidade desejava outro rumo. Isso é um recado ao prefeito Firmino Filho. Ele continua no discurso dos poderosos. Esse discurso foi em época de campanha. Temos que ter uma presidente e governo trabalhando para Teresina. Tem que sair do palanque e trabalhar por Teresina. Espero que faça uma transição tranquila", afirmou.



    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com


    Em 29/10/12, 14:54
  • Elmano Férrer determina equipe de transição

    O prefeito Elmano Férrer (PTB) determinou hoje (29) a instalação da equipe de transição, que passará todos os dados relacionados a obras, finanças e aspectos jurídicos da prefeitura à equipe do prefeito eleito Firmino Filho (PSDB).


    Segundo o secretário de Governo, Antonio Cláudio Portela, as equipes fazem trabalho importante porque elas começam a discutir o que a prefeitura está fazendo, qual a situação administrativa e jurídica para que o futuro prefeito conheça a situação atual. "A transição é democrática e o prefeito Elmano constituiu equipe para que ela ocorra o mais rápido possível", ressaltou.


    Veja quem integra a equipe



    O secretário de Governo explicou que durante a reunião com o secretariado, o prefeito pediu empenho para que as ações da prefeitura tenham continuidade até o dia 31 de dezembro.


    "Foi uma reunião administrativa para dar continuidade às ações que estão sendo feitas. Ele confia nos secretários e sabe que todos têm compromisso com a cidade. Ele passou que todos devem continuar trabalhando normalmente até o dia 31 de dezembro", disse o secretário.


    A reunião ocorreu no Salão Nobre do Palácio da Cidade, após o prefeito cumprir agenda de visita às obras da Praça Edgar Nogueira, no centro de Teresina, e da Avenida Nicanor Barreto, na zona Leste.

    Amanhã (30), Elmano Férrer viaja a Brasília onde participará de reuniões nos Ministérios do Turismo e no Ministério das Cidades, onde irá tratar de obras como o Parque da Cidadania, rebaixamento da Avenida Higino Cunha e outras obras de mobilidade urbana.

    Raoni Baborsa/Revista Cidade Verde


    O prefeito Elmano Férrer (PTB) anuncia por volta das 13h de hoje (29) os nomes dos gestores que integrarão a equipe de transição. Elmano disse que está priorizando a transição para que tudo ocorra com tranquilidade.


    Antes do anúncio, o prefeito faz uma reunião com o secretariado no Palácio da Cidade para definir algumas questões relativas ao trabalho.


    Ao visitar obras na manhã desta segunda, Elmano disse que espera o anúncio da equipe do prefeito eleito para os trabalhos sejam iniciados.


    Ontem, durante entrevista após o resultado da eleição, Elmano declarou que Firmino verá que a prefeitura não está "quebrada", "como ele plantou durante a campanha".


    Leilane Nunes
    *Com informações de Joelson Giordani
    redacao@cidadeverde.com


    Em 29/10/12, 11:48
  • PTC será oposição a Firmino Filho na Câmara, diz Evaldo Gomes

    Ao lado do prefeito Elmano Férrer (PTB) durante toda a campanha eleitoral, o PTC pretende ser oposição a Firmino Filho (PSDB), prefeito eleito em Teresina neste segundo turno.




    Segundo o presidente regional do PTC, deputado Evaldo Gomes, a sigla fez três vereadores, triplicando a bancada.


    "É normal o partido ter um comportamento único. Estivemos ao lado de Elmano nos dois turnos. Agradeço a oportunidade de triplicar a bancada e agora deixamos de ser governo e passamos a oposição. Mas uma oposição responsável, jamais a bancada votará contra os interesses de Teresina, ressaltou.


    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com 



    Em 29/10/12, 10:18
  • Edvaldo diz que Teresa Britto não merece comentário e tem novo desafio

    O presidente da Câmara de Vereadores de Teresina, Edvaldo Marques (PSB) desqualificou hoje (29) a afirmação da vereadora Teresa Britto (PV), que atribuiu a derrota do prefeito Elmano Férrer (PTB) à rejeição do governador Wilson Martins (PSB), que apoiou a candidatura do prefeito no segundo turno.


    "As colocações da vereadora Teresa Britto sequer merecem meu comentário", disse. Ainda segundo Edvaldo, a partir do apoio declarado do governador e dos demais partidos, a campanha de Elmano teve um crescimento.





    Sobre a presidência da Câmara, Edvaldo admitiu novamente que poderá assumir a missão de se reeleger, caso seu nome seja consenso entre os parlamentares.


    O principal desafio da próxima legislatura, segundo Edvaldo, é adequar a Câmara ao aumento no número de vereadores. 


    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com


    Em 29/10/12, 09:48
  • Firmino diz que vitória era "improvável" e buscará apoio

    Em seu primeiro dia como prefeito eleito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) concedeu entrevista ao Notícia da Manhã e garantiu que as obras e projetos de Elmano Férrer (PTB) terão continuidade. Além disso, o tucano comentou as estratégias para conseguir a maioria na Câmara e fez uma avaliação da campanha.


    Firmino lembra que enfrentou muitas adversidades durante o pleito porque tinha como adversários "forças políticas e econômicas poderosas" e a vitória era "improvável". Firmino disse ainda que o "blocão" prejudicou Elmano.




    "Em 96 eu achava que tinha sido a mais bela e mais impossível, mas não. Nessa tínhamos situação completamente adversa. Foi uma campanha de oposição e teve uma série de restrições, na propaganda, no apoio logístico aos eventos, restrições políticas. Fizemos coligações com partidos emergentes, mas nossos militantes foram aguerridos para poder enfrentar o Golias. Vou confessar minha mais profunda gratidão. Essa foi uma eleição muito tensa. Enfrentávamos uma estrutura sólida de governo e de poder, tínhamos muitas fragilidades, já no primeiro turno duas semanas antes teve crescimento da campanha do prefeito, mas conseguimos chegar em primeiro. No segundo turno foi a mesma coisa. Acho que a formação do blocão foi extremamente prejudicial a candidatura de Elmano. Estimava diferença entre 15 e 18 mil votos. Mas sabemos que há outras formas de fazer política. Existe uma série de denúncias e esse tipo de trabalho tem um resultado de menor escala, mas tem. Como as pessoas que operam na política sabem como se forma esse final de reta principalmente", disse.


    Câmara


    Firmino analisa que a Casa ficou dividida nessa campanha, mas trabalhará para conseguir o apoio da maioria para poder governar com tranquilidade.


    "Através do diálogo e da conversa franca poderemos construir essa aliança e na nova composição temos muitos nomes. O coronel Edvaldo Marques está sendo um grande presidente. Ele não apenas honrou todos os compromissos que assumiu com seus pares em fazer administração moderna, transparente, que deu salto qualitaivo. Ele tem sido liderança importante e dou nossos parabéns pelo grande trabalho e pela reeleição merecida e justa. Tenho certeza que ele vai ser importante no trabalho de construção dessa aliança", afirmou.


    Renúncia


    Com a renúncia ao seu mandato na Assembleia, a suplente Amparo Paes Landim assume e integrará o grupo de deputados aliados do governo, diferente do posicionamento do tucano na Casa. 


    "O PSDB continuará a ter seu posicionamento político muito claro. O PSDB tem feito bom trabalho em relação a causas estaduais, temos papel qualitativo importante. Foi muito boa a experiência como vereador e como deputado. O parlamento exige maior respeito as diferenças, convivência com pessoas que tem pensamentos desiguais. Foi um aprendizado democrático", analisou.


    PMT


    O prefeito eleito garantiu que dará continuidade a projetos e obras do prefeito Elmano Férrer. " Não vamos descontinuar nenhum projeto que está dando certo. Vamos intensificar o ritmo de obras e buscar novos financiamentos. Queremos fazer de início um raio x  para que possamos nos posicionar. Há indícios de dificuldades financeiras e queremos tomar conhecimento", explicou.


    Mágoa


    Ele negou que tenha mágoa dos fatos que aconteceram durante a campanha e tem o dever cristão de perdoar. "Todo cristão tem essa obrigação de não conservar mágoa ou raiva. Da minha parte não existe revanchismo. Não vamos fazer uma administração odienta. Queremos olhar para frente", afirmou.


    Esforço físico


    Firmino contabiliza a perda de 3,5kg durante a campanha. Ele comentou que faz atividade física regular, mas perdeu sono e sua alimentação ficou prejudicada por conta da correria da campanha.


    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com


    Em 29/10/12, 09:39
  • Marllos Sampaio: “vamos trabalhar para entregar a prefeitura limpa e organizada”

    O deputado federal Marllos Sampaio (PMDB), e candidato a vice-prefeito na chapa de Elmano Férrer, garantiu que, após a derrota nas urnas, vai trabalhar pra “provar” que a prefeitura de Teresina não está “quebrada”.


    Raoni Barbosa/Revista Cidade Verde


    “Vamos trabalhar para entregar a prefeitura limpa e organizada. Eles sempre afirmaram que a prefeitura estava quebrada. Vamos ver se eles estavam certos até o fim do ano. Eles implementaram o terrorismo na cidade de Teresina, vamos fazer uma oposição responsável”, disse o parlamentar.

    Marllos Sampaio analisou que Elmano Férrer se confirma como “grande liderança” políticaem Teresina. “Ele começou desacredito e implementou grande modelo de administração. A população entendeu o modelo novo de administrar do prefeito”, avaliou.

    O deputado garante que retorna a Brasília já nas primeiras horas desta segunda-feira (29) para dar continuidade ao mandato de parlamentar. Mas Marllos garantiu que a partir de agora integra a “nossa oposição” a prefeitura.

    “Coloquei meu nome por acreditar no prefeito. Amanhã mesmo volto para Brasília, para o meu mandato. Agora é um novo papel de oposição. Vamos exercer o nosso papel de oposição sem baixaria. O outro lado baixou o nível. Eu fui muito caluniado”, disse.

    Lívio Galeno
    liviogaleno@cidadeverde.com


    Em 28/10/12, 21:16
  • Procurador diz que apura denúncia e TRE explica atraso no resultado

    Durante a coletiva de imprensa para divulgação do resultado oficial deste segundo turno em Teresina, o juiz da 1ª zona Eleitoral, João Henrique de Sousa, fez o anúncio do candidato eleito Firmino Filho (PSDB), com 51,54% dos votos, e parabenizou os servidores. Segundo ele e o  presidente interino do TRE, José Ribamar Oliveira, foi a eleição "mais tranquila dos últimos anos".


    Rayldo Pereira/Cidadeverde.com




    De acordo com o procurador eleitoral, Alexandre Assunção, ainda não há uma estimativa de quantos casos foram levados à Polícia Federal. Porém, segundo ele, em comparação com os anos anteriores, o pleito transcorreu de forma tranquila.


    Para o procurador, um dos casos que mais chamou a atenção foi a apreensão de servidores municipais que estavam sendo transportados para o local de votação.


    "Precisamos confirmar se o transporte foi feito com o fim de favorecer um candidato", afirmou o procurador. 


    Agora, a Polícia Federal irá investigar as denúncias registradas. 




    O resultado da apuração em Teresina teve um atraso por conta da falha de transmissão dos dados de uma urna instalada na escola Santo Afonso, na região da Socopo, zona rural leste de Teresina.


    Os votos registrados na urna chegaram à Junta Eleitoral por volta das 19h30 e foram apurados na própria sede do TRE. 


    Durante a coletiva, o presidente do TRE, desembargador Ribamar Oliveira, apenas reforçou que a votação foi tranquila e alertou que agora as atenções se voltam para a prestação de contas. 


    O prazo para a terceira e última etapa da prestação de contas de todos os candidados se encerra em 06/11. Caso seja detectada alguma irregularidade, o candidato eleito pode não ser diplomado.


    Ainda não há data oficial para a diplomação dos eleitos. Porém, segundo o desembargador, ela deve acontece entre 15 e 20 de dezembro.


    Flash de Rayldo Pereira 
    Redação de Leilane Nunes
    redacao@cidadeverde.com


    Em 28/10/12, 21:03
  • Emocionado, Elmano diz que só quer terminar mandato com honradez

    O prefeito derrotado neste segundo turno, Elmano Férrer (PTB), se emocionou durante pronunciamento após a divulgação do resultado oficial. Ele declarou que irá fazer a transição como manda a lei e que Firmino Filho (PSDB) irá ver que a prefeitura não está quebrada, "diferente do que ele plantou durante a campanha".


    Raoni Barbosa/Revista Cidade Verde




    Chorando, Elmano disse durante a campanha as crianças o abraçaram e deram força para que ele continuasse e se sentiu "assacado" pelos adversários mas que releva tudo e agradeceu o papel de todos os partidos e do governador Wilson Martins (PSB), contrariando as declarações da vereadora Teresa Britto (PV), que atribuiu a derrota à rejeição do governador.




    "Estou feliz. Quero agradecer a Deus, a população, a todos os partidos, que foram importantes. A presidente Dilma teve grande importância. Agradeço o papel do governador, o próprio Wellington Dias (PT), os três senadores, oito deputados federais, os deputados estaduais, nosso vice [Marllos Sampaio] que teve papel importantíssimo. Fico feliz por tudo, pela campanha linda, tive meus dissabores, assacaram contra mim, coisas que eu não gostaria de comentar. Tudo isso a gente releva. Com essas eleições, Teresina teve um novo modelo alternativo de gestão, colocamos a disposição da cidade e mostramos o que está aí. Hoje Teresina é uma outra cidade que fizemos em pouco tempo. Estou feliz porque a diferença foi muito pequena. Vou fazer uma equipe de transição, claro. É bom para a cidade e para o novo prefeito. Ele vai verificar que a prefeitura é diferente do que ele plantou durante a campanha", disse em entrevista ao programa especial Eleições 2012.




    O prefeito terminou a entrevista dizendo que amanhã cedo irá continuar seu trabalho no Palácio da Cidade . "Só quero terminar meu mandato com dignidade, com honradez, colocando o interesse coletivo acima de qualquer questão. Não tenho projeto pessoal. Quero ver é uma sociedade menos desigual. Essa luta que vimos com a presidente Dilma. Se eu não visse mais miséria, como eu vi", disse e terminou a fala emocionado, chorando, e foi acolhido pela esposa Telezila Férrer.







    Leilane Nunes
    leilanenunes@cidadeverde.com


    Em 28/10/12, 20:36
  • Teresa Britto: "não vencemos por causa da rejeição do governador"

    A vereadora reeleita Teresa Britto (PV) analisou que a derrota da coligação de Elmano Férrer (PTB), candidato a reeleição em Teresina, se deve pelo “alto índice de rejeição” do governador Wilson Martins (PSB).


    “Quando o governador resolveu assumir a campanha do Beto rego ele tinha 20% e caiu para 9%. Não estou dizendo que ele [Wilson Martins] é uma pessoa má, mas que a rejeição existe, ela existe”, disse a parlamentar.

    Teresa Britto agradeceu o apoio dos eleitores teresinenses pela votação que Elmano Férrer apresentou no segundo turno e destacou o desempenho do candidato durante toda a campanha em Teresina.

    “Ele era vice em uma gestão que não dava oportunidade de ele fazer algo como vice. Sem dúvida, ele [Elmano] é uma liderança. Todos reconhecem isso, estou feliz por ter apoiado o prefeito. Vai continuar ao seu lado”, garantiu a parlamentar.

    Ainda sobre o tema “apoio”, Teresa Britto afirmou que vai continuar na oposição a gestão que assume em 01 de janeiro de 2013. Ela também garantiu que a “bancada verde do PV” continuará “ao lado do povo”.

    “O governador trouxe apoio, mas não trouxe votos. Muitos partidários do PSB não apoiou nossa coligação”, critica a vereadora.

    Lívio Galeno
    liviogaleno@cidadeverde.com


    Em 28/10/12, 20:07
busca
recentes

| © CidadeVerde.com 2017 | Todos do Direitos Reservados - Site by Masávio |