Cidadeverde.com

Karatecas de Esperantina conquistam medalhas em Natal

Três jovens talentos do Karatê da cidade de Esperantina  foram disputar o campeonato norte e  nordeste em Natal no  Rio Grande do Norte na última semana de abril e conquistaram duas medalhas.

Os desportista contaram com o apoio da prefeitura de Esperantina através da secretaria de esportes e cultura.
O karaté de Esperantina conquistou uma medalha de bronze e uma de prata na disputa por equipes.
Os participantes de da competição foram o professor Macilfran Caldas, Pedro Sales e a jovem Lauane Sousa.
Na manhã de hoje os mesmos foram recepcionados na prefeitura de Esperantina pela prefeita Vilma Amorim e o secretário Epaminondas.

A prefeita Vilma Amorim parabenizou os atletas pela conquista brilhante no campeonato em Natal  e disse que estará sempre a disposição para apoiar todas as modalidades esportivas.

“Vocês estão de parabéns e tão bem representaram nossa cidade e tiveram o destaque no meio de muitos atletas de vários estados”. Disse.

O karateca Macilfran agradeceu o apoio da prefeita para que os mesmos pudessem participar do evento esportivo e presenteou-a com uma camisa oficial do evento e certificado.

"Nós queremos lhe agradecer prefeita pelo seu apoio, sem eles a gente não teria chegado lá para participar do campeonato e trazer para nossa cidade mais duas medalhas, fica aqui o nosso reconhecimento do seu esforço com este presente, a camisa oficial do evento e um certificado”. Falou.

Mutirão da catarata atende mais de cem pacientes no norte do Piauí

Mais de 100 serão atendidas durante o mutirão de combate a catarata em Esperantina. Os atendimentos no Hospital Dr. Júlio Hartman começaram hoje e seguem até este domingo (24). Pacientes dos municípios de São João do Arraial, Batalha, Joaquim Pires, Morro do Chapéu, Campo Largo e Madeiro também estão sendo atendidos no mutirão. 

“Fico muito feliz em realizar esta parceria que contempla várias pessoas carentes de nossa cidade. Com isso, elas deixam de enfrentar longas filas em Teresina, pois estão sendo atendidas aqui, com um grande profissional, o médico Thiago Castro. Este é apenas o início", disse a prefeita  Vilma Amorim, que acompanhou o andamento do mutirão, neste sábado (23). 

Os pacientes atendidos nestes dois dias estão sendo acompanhados desde o início do mês, quando se consultaram com especialistasna área de oftalmologia. 

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Mulher é presa com drogas em mochila de criança em presídio

  • 20160423105206.jpg Cidadeverde.com
  • 20160423105205.jpg Cidadeverde.com
  • 20160423105205_(1).jpg Cidadeverde.com
  • 20160423105203.jpg Cidadeverde.com
  • 20160423105203_(1).jpg Cidadeverde.com

A mulher identificada como Diana de Sousa Nascimento foi presa em flagrante enquanto tentava entrar na Penitenciária Regional de Esperantina com um aparelho celular, 25 baterias de celular, três tabletes de maconha e uma quantidade não calculada de cocaína. Tudo escondido dentro da bolsa do filho de apenas dois anos que ela levava para visitar o pai, Luís Augusto da Silva, preso na penitenciária.

Na unidade não há equipamento eletrônico para a detecção de produtor ilícitos e a revista é feita pelos agentes penitenciários de plantão.

"Ela levava uma bolsa pequena e ao passar pelas agentes teve abolsa revistada e acabou presa. Na verdade nós contamos com a sorte dela ter sido pega pois não conseguimos fazer um trabalho de prevenção. Precisamos de um body scanner para detectar esse tipo de artefatos", explicou o presidente do Sinpoluspi, José Roberto.

A mulher foi entregue a Polícia Civil de Esperantina e o bebê de apenas dois anos foi entregue ao Conselho Tutelar. Segundo José Roberto, a Polícia irá investigar ainda se a mulher estava sendo obrigada através de ameaças do marido a levar o material.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Entidades criticam salário de R$ 900 para nível superior em Esperantina

A remuneração oferecida pelo edital de concurso público n° 01/2016 da Prefeitura de Esperantina provocou a reação de entidades devido ao baixo salário ofertado para profissionais de nível superior. O certame oferece o salário de R$ 900 para diversos profissionais de nível superior, além de gratificação não especificada.

O Sindicato dos Engenheiros e o Conselho Regional de Psicologia foram encaminharam ofício à Prefeitura de Esperantina solicitando mudanças nos valores das remunerações. Os engenheiros solicitaram que a remuneração do engenheiro seja o mesmo valor do piso profissional para carga horária de 6 horas: R$ 5.280. O presidente do Sindicato dos Engenheiros, Antonio Florentino Filho, mencionou a Prefeitura de Teresina que este mês publicou a lei que criou o plano de carreira dos engenheiros e arquitetos com remuneração inicial de R$ 5.757.68.

"Esses valores que são um desrespeito e um desânimo com quem possui título de nível superior. Muitos prefeitos se valem que a lei do piso profissional do engenheiro vale apenas para a iniciativa privada e  oferecem míseros salários. Agora, chegar lançar um edital para pagar praticamente um salário mínimo a um profissional de nível superior é humilhante. Solicitamos inicialmente à Prefeitura, e estamos analisando se caberá ações judiciais", lamentou Florentino Filho, presidente do Sindicato dos Engenheiros.

Outra entidade que protestou contra o edital foi o Conselho de Psicologia do Piauí (CRP21), que também enviou ofício à Prefeitura de Esperantina, mas com o intuito de manifestar repúdio contra o baixo salário para o cargo de psicólogo. O vencimento de R$ 900, sem menção a possíveis valores de gratificações, é semelhante a cargos com exigência de nível médio, técnico e fundamental.

O CRP21 irá entrar com uma representação junto ao Ministério Público Federal e Ministério Público do Trabalho para apuração de inconstitucionalidade do concurso. Para Eduardo Moita, presidente do conselho, lamentou o salário oferecido à categoria. 

“Essa remuneração ofertada não possui amparo sequer em pesquisa de tabela salarial do setor de serviços da área da Psicologia, sendo inferior ao praticado no estado do Piauí.  Este salário básico que a Prefeitura de Esperantina apresenta para um psicólogo é vergonhoso para um profissional de nível superior, graduado após cinco anos de intenso estudo e que precisa estar sempre se atualizando”, completa o psicólogo.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Mãe, filhos e mais seis são presos suspeitos de tráfico de drogas no Piauí

Fotos: Jornalesp

Nove pessoas suspeitas de tráfico de drogas foram presas durante operação da Polícia Civil deflagrada nos municípios de Esperantina, Luzilândia, Joaquim Pires e Madeiro. A incursão dos policiais durou dois dias e terminou ontem (08). O delegado regional de Esperantina, Leonardo Martins, informou que as prisões ocorreram durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão em pontos de tráfico de drogas. 

Em Esperantina, uma mulher e seus dois filhos foram presos no bairro Bernardo Rego. Na residência dela foi localizado ainda um adolescente de 15 anos de idade que estaria consumindo crack e, ao avistar os policiais, teria arremessado o entorpecente para uma casa vizinha. "A mãe e os filhos vão responder por tráfico de drogas, associação ao tráfico e corrupção de menores", acrescenta o delegado. No local foram apreendidos 33 pedras de crack e seis trouxas de maconha. 

Ainda Esperantina, um outro suspeito foi encontrado com nove pedras de crack; outro com uma porção de maconha prensada e um papelote de cocaína e um adolescente com 12 trouxas de maconha.  Os presos em Esperantina foram identificados como Maria do Socorro Ferreira da Silva, Maria Ferreira da Silva, Rafael Ferreira da Silva, José Sousa Lima e Nilson Oliveira Rebelo.

As demais prisões ocorreram em Luzilândia, Joaquim Pires e Madeiro, onde foram apreendidos além de drogas, dinheiro, quatro motocicletas, duas armas de fogo e joias. Nestas cidades, os presos foram identificados como Raimundo Nonato Silva Lima, Edmilson Soares, Carlos de Castro Silva, Francisco Adriano da Silva Nascimento. Além da comercialização de entorpecentes, eles são investigados ainda por roubo de veículos. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Funcionário do Imepi é preso suspeito de cobrar propina e forjar fiscalização

Um funcionário do Instituto de Metrologia do Estado do Piauí (IMEPI) foi preso sob suspeita de ter pedido propina a um comerciante em Esperantina, a 180 km de Teresina. Jocélio Ribeiro Machado foi preso nesta terça-feira (05), após a ocorrência ter sido registrada por câmeras de segurança do estabelecimento da vítima.

Crachá do funcionário do IMEPI preso por suspeita de cobrar propina para forjar fiscalização.

O servidor público é suspeito de se apresentar em comércios da região pedindo propina para não conduzir a fiscalização nos estabelecimentos. Um dos servidores procurou a polícia após a proposta de Jocélio Machado e foi orientado a fazer o pagamento do suborno.

"Ele constatou uma irregularidade e, ao invés de aplicar a multa, solicitou que o proprietário pagasse o valor de R$ 100,00 para que ele não prosseguir. O comerciante ficou indignado com a situação e procurou a polícia, sendo orientado a registrar o pagamento da propina, isso foi feito no próprio estabelecimento, pelas câmeras de segurança, que filmaram o momento que o fiscal recebeu o valor acordado", informou o delegado Leonardo Martins.

Jocélio Machado foi conduzido para a delegacia de Esperantina, onde foi autuado em flagrante pelo crime de corrupção passiva, um dos crimes praticados por funcionário público contra a administração em geral, com reclusão, de 2 a 12 anos, e multa.

"É uma conduta grave e traz como consequencia uma reprimenda grande. Ele se mostrou arrependido, mas não conseguiu apresentar uma justificativa, porque não tem. O servidor público não pode pedir valor algum para não realizar seu ofício", ressalta o delgado Leonardo Martins.

O suspeito continua preso na delegacia de Esperantina e aguarda por decisão judicial, que pode determinar um valor para a fiança e a transferência para uma unidade prisional.

Imepi Responde

O instituto de metrologia do Piauí (Imepi) informa que está ciente do processo policial investigatório envolvendo o servidor do órgão. O Imepi condena toda e qualquer tipo de prática delituosa cometida por qualquer um. O instituto informa ainda que age dentro da legalidade, respeitando a moralidade administrativa, publicidade dos atos públicos combatendo todo ilícito penal e civil, em favor da administração pública. No caso concreto, o Imepi está tomando todas as medidas cabíveis no que tange a investigação em desfavor do servidor para esclarecer o fato. A direção do instituto pede que a população sempre denuncie situações irregulares como esta para que crimes administrativos em face do instituto sejam evitados.

Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com

Quase 20 detentos tentaram fugir de presídios no Piauí durante o feriado


Agentes penitenciários e policiais militares conseguiram abortar duas tentativas de fuga durante o feriado da Semana Santa. Pelos menos 19 presos estavam envolvidos nas tentativas, que aconteceram nas penitenciárias de Esperantina e de Parnaíba.
 
Na Penitenciária Mista de Parnaíba, três detentos da unidade quebraram o cadeado da cela, na madrugada de sexta-feira (25), mas foram contidos pelos agentes de segurança que estavam de plantão na unidade prisional.
 
Já em Esperantina, na tarde de sábado (26), presos que estavam na área triagem tentaram fugir por um buraco na cela, mas foram interceptados pelos agentes penitenciários, que realizaram vistorias preventivas na unidade.
 
As tentativas de fugas abortadas no feriado contaram com o apoio da Diretoria da Unidade de Administração Penitenciária da Secretaria de Justiça do Piauí (DUAP).

O diretor da Duap, Enemésio Lima, observa que a contenção de tentativas de fugas e recaptura de foragidos é resultado de um trabalho sistemático realizado nas penitenciárias do Estado.
 
“Vistorias diárias são realizadas no sistema prisional, como ações preventivas, o que tem garantido mais segurança nas unidades”, pontua Enemésio.
 
A Secretaria de Justiça do Piauí tem realizado operações preventivas de vistoria visando à pacificação nas unidades prisionais do Estado, com auxílio também da Diretoria de Inteligência e Proteção Externa (Dipe). Atualmente, o sistema prisional do Piauí abriga 4 mil detentos em 15 unidades penais.

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Prefeitura do Piauí abre concurso com salários de até R$ 2,4 mil

A prefeitura de Esperantina lançou edital de concurso público com  vagas para diversos níveis de ensino. As inscrições- que custam entre R$ 30 e R$ 80 dependendo do cargo- estão sendo realizadas exclusivamente pelo site do Instuto Machado de Assis, responsável pelo certame, até o dia 29 de abril. 

As remunerações variam entre R$ 880 a R$ 2.493,11, com carga horária que varia entre 30h até 40h semanais.  

Em nível fundamental estão sendo ofertadas vagas para auxiliar de serviços gerais, carpinteiro, cozinheira, jardineiro, músico, operador de máquinas pesadas, pedreiro, pintor e vigia. Para nível médio/técnico há vagas para agente comunitário de saúde, auxiliar de saúde bucal, motorista, técnico agrícola, técnico de análises clínicas, técnico de contabilidade, técnico de enfermagem, técnico de informática, operador de computador e agente de trânsito. Já para nível superior estão sendo ofertados vagas para assessor jurídico, assistente social, controlador, dentista, educador físico, enfermeiro , engenheiro agrimensor, engenheiro civil, farmacêutico, fonoaudiólogo, nutricionista, professor 1º ao 5º ano  e professor de inglês, matemática, português, psicólogo, terapeuta ocupacional e veterinário.

Os candidatos serão selecionados por meio de provas objetivas, de títulos, práticas e de aptidão física. As provas objetivas estão previstas para o dia 22 de maio.

O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação da data de  homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

Confira edital

 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Polícia prende 3 por estupro; criança era vítima de namorados de mãe e avó

A Polícia Civil de Esperantina prendeu três acusados de estupro de vulnerável em operação nos municípios de Matias Olímpio e Esperantina neste sexta-feira (18). Em um dos casos uma criança de apenas nove anos era vítima de dois abusos sexuais diferentes simultaneamente, um do namorado da mãe e outro do namorado da avó, ambos presos na operação.

"Fomos procurados pelo Conselho Tutelar que levou uma criança de nove anos até a delegacia. Fizemos a investigação e constatamos que essa criança tinha sido vítima de abuso sexual por dois homens. James de Sá Carvalho de 30 anos e Antônio José Ferreira de 59 anos. O James é namorado da mãe e o outro é namorado da avó", relatou o delegado.

Segundo a Polícia, os abusos aconteciam separadamente, na casa da criança e na casa da avó. A criança não teve o sexo revelado por questões de segurança. O delegado acrescenta que não há como precisar há quando tempos abusos acontecem, mas pelo menos desde dezembro de 2015 tem acontecido com frequência.

Abusos em Matias Olímpia

Já em Matias Olímpio um único homem foi preso, mas acusado de estuprar quatro meninas de casas vizinhas a sua residência. "Quatro meninas de cinco a nove anos sofriam abusos secuais praticados por Antônio Silva Franco, de 51 anos. Ele oferecia dinheiro, pequenos valores e até laranja para as meninas. Depois ameaçava para que elas não contassem nada", explicou o delegado. 

O tempo dos abusos também não foi determinado porém segundo o delegado, eles se intensificaram no período das férias em que os pais das garotas saíam para trabalhar. "Ele dizia que se elas contassem ele diria que elas procuravam ele", explicou o delegado.

As crianças foram submetidas a exame de corpo de delito para detectar o tipo de abuso que sofreram, Todos foram indiciados por estupro de vulnerável e encontram-se a disposição da Justiça na Penitenciária de Esperantina.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Missa relembra dois anos da morte de delegado da Polícia Civil do Piauí

Uma missa em memória do delegado Lucas Craveiro, que era titular da Delegacia Regional de Esperantina, será celebrada nesta quinta-feira (17), na Paróquia Nossa Senhora da Glória, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza- CE.  A cerimônia religiosa marca os dois anos da morte do policial assassinado covardemente com seis tiros, após sair de um restaurante na esquina das avenidas Washington Soares e Coronel Miguel Dias, no bairro Guararapes, na capital cearense. A vítima teria reagido a um assalto e trocado tiros com uma quadrilha.

Emocionados, familiares ainda sofrem com a perda precoce e expressam o sentimento com posts nas redes sociais.

"E hoje, o dia amanhece chovendo, exatamente como há dois anos atrás, no dia mais triste da minha vida.. Já fazem dois anos e parece que essa dor nunca vai passar..meu irmão, não é justo perder você tão precocemente e de maneira tão cruel.. Que mundo é esse? Que cidade é essa? Pelo menos tenho a certeza de que você descansa em paz meu irmão e que não está aqui para presenciar o que está acontecendo em nossa cidade, em nosso país...Te amo para sempre.. Saudades eternas", desabafou André Corsini, irmão de Lucas Craveiro. 

Mesmo com a dor da perda,  amigos e familiares se sentiram aliviados com a condenação dos responsáveis pelo homicídio. A decisão do juiz Sílvio Pinto Falcão Filho, titular da 1ª Vara Criminal de Fortalez, foi anunciada em dezembro de 2015. Somada, a pena dos seis réus ultrapassa mais de 200 anos. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Posts anteriores