Cidadeverde.com

Prefeitura de Esperantina inicia produção de silagem

Teve inicio na última segunda feira  (24) os trabalhos de produção de silagem da Prefeitura de Esperantina através da secretaria de desenvolvimento agrário que vai beneficiar um grande número de agricultores e criadores.

A secretaria de desenvolvimento agrário Inêz Monção informa que as pessoas interessadas na produção de silagem que a procurem para agendar a fabricação em suas propriedades.

“Este é mais um incetivo da prefeitura de Esperantina para os agricultores de nossa cidade,  sabemos que o período de estiagem é longo e agora no inverno vários produtos podem ser aproveitados e transformados em alimentos para os animais “. Comentou a secretaria Inez Monção.

A produção do silo é feito aproveitando o capim, cana, mandioca com raiz, caule e folhas do milho e outras culturas locais.

Para prefeita Vilma Amorim este trabalho é muito importante pois garante ao homem do campo ter o alimento para seus animais por um bom período durante a estiagem.

“Apesar do inverno ter sido bom com muita chuva em toda nossa região, e os pastos estão cheios, mas nós sabemos que o período de verão é grande e é preciso garantir a alimentação do rebanho dos criadores de nossa cidade”. Falou Vilma Amorim.

Para o criador de animais  Carlos Domingos o incentivo oferecido pela Prefeitura de Esperantina é muito importante para todos os criadores de animais do município.

 "É uma ideia muito importante da prefeita Vilma Amorim para ajudar os criadores a guardar o alimento que temos a certeza que é de boa qualidade e nós vamos produzir cerca de 120 toneladas de silagem feita com milho e capim". Afirmou Carlos Domingos.

Fonte: Ascom

Surto de coceira atinge detentos de presídio e gerente dedetiza local

Após o surto de coceira que aconteceu entre os detentos da Penitenciária de Esperantina, o gerente da unidade, Agnaldo Lima, iniciou nesta manhã(25) a dedetização que deve atingir todos os pavilhões do presídio. A iniciativa partiu dele próprio, após a coceira se alastrar pela unidade. 

De acordo com o gerente, o objetivo é amenizar o surto que atinge a maior parte dos presos. A dedetização será realizada durante toda a manhã, e a tarde os pavilhões serão lavados para que os presos retornem ao local. Enquanto isso, os detentos do pavilhão ficam em “banho de sol”. Está sendo feito um pavilhão por vez e a segurança foi reforçada.

Informações do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) dão conta de que presos da penitenciária Irmão Guido, na BR-316, em Teresina, também estão sofrendo com o mesmo mal. O presidente da entidade acredita que seja scabiose, conhecida popularmente como sarna.   

“Os agentes penitenciários e os familiares de detentos correm diariamente o risco de serem contaminados pelo ácaro causador da scabiose/ sarna”, declarou José Roberto, presidente do Sinpoljuspi.  

A secretaria Estadual de Justiça solicitou à Secretaria Estadual de Saúde medicamentos contra a escabiose e até o momento foram disponibilizados 800 comprimidos e aguarda mais dois mil que devem ser entregues até o final desta semana. A Sejus acredita que a principal suspeita da causa da dermatose é devido ao período chuvoso. O remédio ainda não chegou ao presídio de Esperantina. 
 
Segundo a Sesapi, o medicamento para tratamento é Ivermectina 6mg e afirmou ainda que solicitou mil frascos de Benzoato de Benzila (Benzetacil) que está em processo licitatório, aguardando liberação da Secretaria de Administração, para realização de pregão.

NOTA

A Secretaria de Justiça do Piauí informa que já providenciou, junto à Secretaria de Saúde, medicamento contra escabiose e está realizando o atendimento a detentos das unidades prisionais da Grande Teresina e da Penitenciária de Esperantina. Até o momento, foram disponibilizados 800 comprimidos do medicamento e a Secretaria de Justiça aguarda mais 2.000 comprimidos, a serem recebidos através Secretaria de Saúde. A suspeita principal da causa da dermatose é devido ao período chuvoso.

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Após polêmica, igreja de Esperantina é tombada e vira patrimônio do Piauí

  • igrejapainel11111.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1222.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1000.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel222.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel111.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel99.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel22.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel12.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel10.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel9.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel8.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel7.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel6.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel5.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel4.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel3.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel2.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1.jpg José Luis (Jornalesp.com)

O governador Wellington Dias (PT), por meio de decreto publicado no Diário Oficial no dia 20 de abril, determinou o tombamento da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Boa Esperança, em Esperantina (PI), 174 quilômetros ao Norte de de Teresina. A medida visa preservar o painel batizado de "O Calvário de Cristo Hoje" e todo o seu entorno. 

O secretário estadual de cultura, Fábio Novo, explicou a importância do decreto para a preservação da obra. Segundo ele, a obra já estava passando por alterações sem sequer a vistoria do Conselho Regional de Engenhara e Agronomia (CREA) e da Prefeitura da cidade.

"O tombamento diz que aquele espaço tem valor de patrimônio cultural. A pessoa continua sendo dona do local, mas qualquer alteração precisa ser autorizada pela Coordenadoria de Conservação e Serviço, que enviará técnicos. Eles poderão dizer o que pode ou nao ser alterado no local tombado", informou.

Com o decreto, o painel e toda a igreja passam a integrar o Patrimônio Histórico, Artístico e Paisagístico do Piauí. Com isso, passa a ser protegido pela lei 4.515, de 1992, que trata da proteção do patrimônio cultural do estado. Caso alguma intervenção seja realizada no local sem autorização prévia do Estado, os proprietários poderão ser alvo de multa e terem a obra embargada. 

A decisão leva em conta proposta apresentada pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), aprovada no dia 6 de abril pelo Conselho Estadual de Cultura. Apesar do órgão já ter decidido pelo tombamento, a medida precisava do aval do governador para ter validade, como prevê a legislação estadual. 

O painel do artista João Batista, feito no altar da igreja nos anos 1980, quando o pároco era padre Ladislau João da Silva. A obra de arte gerou polêmica por apresentar a crucificação de Jesus Cristo em meio a mazelas sociais. Chegou a ser anunciado um abaixo-assinado contra o tombamento, o que não impediu que ele acontecesse. 

Uma semana depois, outra mulher é flagrada com droga nas partes íntimas em presídio

Uma semana depois da apreensão de drogas e comprimidos tranquilizantes nas partes íntimas de duas mulheres, durante a vistoria para visita na Penitenciária de Esperantina, um novo flagrante foi realizado neste domingo(23). A esposa de outro preso tentou entrar com 28 gramas de crack na região pubiana. 

De acordo com o gerente do presídio de Esperantina, Agnaldo Lima, a abordagem aconteceu por volta das 9h20 desta manhã. “Eu recebi uma ligação anônima dizendo que ele estava com a droga, quando abordamos ela entregou logo, não precisou nem ir fazer os procedimentos”, declarou o gerente.

A droga estava escondida dentro de um saco plástico e um balão vermelho nas partes intimas da mulher, que foi encaminhada à Delegacia de Polícia. A droga seria para o detento Helder Daniel de Oliveira Messias, de 24 anos, marido da mulher, identificada como Francineide dos Prazeres Lima, de 36 anos. Ele é preso provisório da comarca de Piracuruca. 

No domingo de Páscoa, as mulheres já eram aguardadas pela Polícia Militar e pegas no Raio X, depois levadas para o hospital onde a droga foi retirada. Com a primeira, a Polícia Militar apreendeu 25g de maconha e 31g de crack. Já a esposa escondia os 208 comprimidos de rohypnol - um tranquilizante - e 12g de maconha. Tudo estava nas partes íntimas das duas.


Caroline Oliveira 
carolineoliveira@cidadeverde.com

Polícia e agentes capturam foragidos da Penitenciária de Esperantina

A Polícia Militar, através da Força Tática, com auxílio de agentes penitenciários, capturou quatro presos que haviam fugido da Penitenciária de Esperantina na última segunda-feira (17).
 
Edvânio Ferreira Baia, Edson Gonçalves Lima, Josenildo de Sousa Dias e Neudson Renato Batista Medeiros são os foragidos capturados pelas forças de segurança pública. Todos são presos provisórios.
 
De acordo com o gerente da Penitenciária de Esperantina, Agnaldo Lima, a Força Tática e os agentes prisionais estão trabalhando, de forma articulada, para capturar os demais foragidos.
 
Ainda segundo Agnaldo, vistorias estão sendo realizadas no presídio, para prevenir a ocorrência de novas fugas, tentativas de fuga e outros distúrbios.

Na última segunda, 11 presos conseguiram fugir do local por volta de 13h40, depois de abrirem um buraco no teto e, posteriormente, pularem o muro da penitenciária com o auxilio de alguns panos - mesmo tendo cerca elétrica. 

 

cidades@cidadeverde.com

Estudante grávida de nove meses morre em acidente na zona rural de Esperantina

A estudante, Ana Clara da Silva de 17 anos de idade, residente no povoado Sitio do Alegre, zona rural de Esperantina, faleceu na noite de hoje (18/04), vítima de um acidente de motocicleta.

O acidente, ocorreu por volta das 18h30min na rodovia PI 211,  entre as localidades, Sitio do Alegre e Lagoa Seca.

Ana Clara, que estava grávida de nove meses de um bebê do sexo feminino, retornava do colégio no povoado Lagoa Seca de carona na moto pertencente a sua colega, Rejane Barbosa de Sousa quando sofreram o acidente.

“Como não teve aula por conta da falta de energia elétrica, resolvemos voltar para casa, sendo que eu pilotava a moto Pop e a Ana Clara vinha na garupa, quando de repente nas proximidades do antigo Clube dos Artistas na descida da ladeira, um jumento entrou na frente e mesmo eu tendo desviado do animal, o guidon da moto acabou batendo na cabeça dele e acabamos perdendo o controle da motocicleta e caindo”, disse a estudante, Rejane Barbosa.

Rejane Barbosa, que está em estado de observação em um dos leitos do Hospital Estadual Julio Hartman, disse que a sua colega ainda deu entrada no setor de urgências do referido Hospital, respirando com bastante dificuldades.

Segundo informações repassadas por funcionários do próprio Hospital, o bebê do sexo feminino, da estudante, Ana Clara, foi retirado com vida e também está em estado de observação.

Já o corpo da estudante, Ana Clara, depois de passar por exames cadavéricos, foi levado para ser velado na residência de seus familiares no povoado Sitio do Alegre, onde deverá ser sepultado no final da tarde desta quarta-feira (19/04).

Fonte: jornalesp.com

Onze presos fogem da Penitenciária de Esperantina após feriadão da Semana Santa

  • 521826b3-6703-4f80-a2b5-3699c4e87e91_(1).jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 2711dbcb-dda6-4b80-b591-f55a45a2e857.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 2f4b20a2-f1d4-4807-a320-542cdea5967b.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 11.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 10.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 9.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 8.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 7.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 6.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 5.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 4.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 3.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 2.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária
  • 1.jpg Divulgação/Gerência da Penitenciária

Atualizada às 17h

Onze presos fugiram da Penitenciária Regional Luis Gonzaga Rebelo, em Esperantina, localizada a 174 km de Teresina. A fuga ocorreu nesta segunda-feira (17),  após o feriadão da Semana Santa, e até a publicação desta matéria nenhum detentos havia sido recapturado. 

Os presos foragidos foram identificados como Ademir Lira Damasceno, Antoniel Campelo Ferreira, Edson Gonçalves Lima, Edvânio Ferreira Baia, Josenildo de Sousa Dias, Luis Félix Cavalcante, Manoel Santos Sousa, Neudson Batista Medeiros, Sanatiel Abreu Rocha, Wanderson Alves dos Santos Lopes e William Teixeira da Silva.  

Todos eram presos provisórios. A Gerência da Penitenciária de Esperantina divulgou as fotos dos onze para que a população ajude na recaptura. 

A fuga ocorreu por volta de 13h40 de hoje, os detentos abriram um buraco no teto e, posteriormente, pularam o muro da penitenciária com o auxilio de alguns panos - mesmo tento cerca elétrica. 

Ontem (16), houve fuga de cinco presos da Central de Flagrante de Parnaíba; somente dois foram recapturados. 

Confira a nota da gerência na íntegra

A gerência da Penitenciária Regional Luiz Gonzaga Rebelo, em Esperantina, informa que 11 detentos fugiram da unidade, na tarde desta segunda-feira (17). Os internos fizeram um buraco no teto da gaiola de contenção, durante o banho de sol, escapando pela lateral do presídio e pulando o muro com a utilização de uma corda feita com lençóis.

Agentes penitenciários da unidade, policiais militares e a Força Tática local estão em campo para recapturar os fugitivos. A unidade já realizou vistoria e conferência dos presos após a fuga, bem como já realizou a restauração da estrutura comprometida pela ação dos fugitivos. O caso foi comunicado aos juízes da comarca de Esperantina e à Secretaria de Justiça, para que sejam tomadas as providências cabíveis. 

Gerência da Penitenciária Regional Luiz Gonzaga Rebelo

 

Da Redação
carliene@cidadeverde.com  

Mulheres são presas com drogas e 208 comprimidos de rohypnol nas partes íntimas

  • 872334a2-2853-4658-9e27-11e832c165f0.jpg
  • 7fe0192c-391a-4f2f-848a-4af58158af35.jpg
  • 84bacc16-7137-4880-8b60-eb3d2ca5d5e1.jpg
  • df4d3dd8-fdc4-4053-ac9b-ec96a4e5a062.jpg
  • 84404fe0-1d66-48b9-a8c6-9debb1716784.jpg
  • 98a79d86-f656-4b0b-8eb3-cc405997bb68.jpg

Duas mulheres foram presas ao tentarem entrar com drogas dentro da Penitenciária de Esperantina, a 174 km de Teresina, neste domingo de Páscoa (16) durante as visitas. O entorpecente estava escondido dentro das partes íntimas das duas. Elas iriam repassar a droga para Francisco Carlos Lopes da Silva, conhecido como “fofo”, preso desde dezembro de 2016 e responde por homicídio. 

As mulheres foram identificadas como a irmã e esposa do preso, Laiane da Silva e Maria Lúcia dos Santos, respectivamente. 

Com a primeira, a Polícia Militar aprendeu 25g de maconha e 31g de crack. Já a esposa escondia os 208 comprimidos de rohypnol - um tranquilizante - e 12g de maconha. Tudo estava nas partes íntimas das duas. 

“Nós estávamos fazendo um levantamento de informações, com a ajuda da Força Tática local, e hoje era o dia que elas iriam tentar entrar. As drogas nós pegamos através do Raio-X. Nós abordamos, a levamos para fazer o exame no hospital, e depois para o delegado lavrar o flagrante. Elas se encontram no DP local aguardando a preventiva ser feita”, disse o gerente do presídio de Esperantina, .

Sobre o comprimido de rohypnol, o gerente explicou que misturando com outras substâncias ou tomado em grandes quantidade se transforma em uma “forte droga”.

“Esse comprimido é alucinógeno. A pessoa tomando mais de um comprimido se torna mais forte que muita droga. Ele é muito forte. É comprimido para quem tem problemas mentais, tarja preta tomado com outros medicamentos, mas o pessoal consegue comprar no mercado negro e jogar para dentro dos presídios. Ele acaba sendo uma droga, e droga pesada”, esclareceu Agnaldo Lima. 


Carlienne Carpaso 
redacao@cidadeverde.com 

Comerciante reage a assalto e mata suspeito com 3 tiros

Foto: Jornal Esp

Uma tentativa de assalto na cidade de Esperantina, a 174km ao Norte de Teresina, terminou em morte no começo da tarde desta sexta-feira (7). O fato aconteceu quando dois homens invadiram um comércio no Conjunto Fazendinha e foram surpreendidos pelo proprietário, que estava armado.

“Ele reagiu ao assalto e efetuou disparos atingindo o assaltante que veio a óbito. O outro se encontra preso na delegacia de Esperantina”, disse o delegado Leonardo Martins.

De acordo com o delegado, o segundo assaltante foi preso após procurar atendimento médico no hospital da cidade. Ele também foi atingido pelos tiros. O comerciante se evadiu do local.

“Não temos conhecimento do paradeiro dele. As diligencias estavam concentradas para identificar o outro indivíduo que participou do assalto. Ele também foi baleado e deu entrada no hospital onde terminou preso”, conta o delegado.

O assaltante morto foi identificado como Josiel. Eles chegaram ao local em uma moto roubada minutos antes da ação.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Ministério Público convoca Diocese para garantir preservação de painel em igreja

  • igrejapainel11111.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1222.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1000.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel222.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel111.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel99.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel22.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel12.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel10.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel9.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel8.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel7.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel6.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel5.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel4.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel3.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel2.jpg José Luis (Jornalesp.com)
  • igrejapainel1.jpg José Luis (Jornalesp.com)

O Ministério Público decidiu intervir para evitar a destruição o painel "Calvário de Cristo", pintado pelo artista João Batista Bezerra da Cruz em Esperantina, município a 74 km de Teresina. Após a polêmica envolvendo pintura, que fica na Igreja de Nossa Senhora da Boa Esperança, o promotor de Esperantina, João Sérvio de Deus Barros, propôs à Diocese da região um Termo de Ajuste de Conduta pela preservação da obra. Segundo o promotor, caso não haja um entendimento, o Ministério Público vai ajuizar uma ação civil pública contra a diocese.

"Expedi ofício para a diocese indagando se havia por parte deles o interesse em firmar um Termo de Ajustamento de Conduta. A nossa coordenadora do centro de apoio ficou de entrar em contato com o bispo e marcar essa reunião onde serão discutidas as cláusulas desse ajustamento de conduta. Se nessa reunião a gente obtiver êxito, o pacto será assinado, e nas cláusulas estarão inclusive as consequências por descumprimento. Caso não haja entendimento, não restará outra opção senão ajuizar uma ação civil pública contra a diocese", declarou o promotor em entrevista á TV Cidade Verde.

Além da reunião, uma recomendação do MP já foi enviada ao pároco da cidade Evandro Alves, que deve garantir essa preservação desde já. "Fizemos uma recomendação a diocese e ao pároco local no sentido de que se abstivesse de qualquer conduta que pudesse danificar o painel. Foi dito inclusive na recomendação que na dúvida, de que se tem ou não valor artístico, histórico ou cultural, preserva-se", pontuou.

Conselho defende preservação

A discussão envolvendo a obra tomou uma nova dimensão com a entrada do Conselho Estadual de Cultura, que defende sua preservação. O professor Cinéas Santos, presidente do Conselho, afirma que a obra faz parte do patrimônio histórico e cultural da cidade e deve ser preservada.

"O painel incorporou-se ao patrimônio da cidade e a destruição do painel é efetivamente um crime contra o patrimônio cultural. Esse painel não pertence a igreja. Ele está no espaço da igreja mas esse painel pertence ao povo do Piauí", defende o presidente.

A obra pintada no período da Ditadura Militar retrata a morte de Jesus Cristo em meio à trabalhadores, militares, movimentos sociais e as mais diversas formas de representação da sociedade. Desde então ela vem dividindo opiniões no município do interior.

O padre, está promovendo uma reforma completa na igreja e o Conselho veio a público para alertar uma possível destruição do painel. "Por sorte o painel ainda está lá. Ele já correu o risco de ser destruído por conta de uma obra na igreja e caiu uma viga que passou raspando no painel", completou o professor.

Abaixo-assinado

Entre as discussões pela preservação, ou não sa obra, o pároco divulgou durante missa um abaixo assinado que pede pelo não tombamento do painel. O texto, lido pelo padre, afirma: "buscamos sempre o melhor para o nosso aconchego no louvor a Deus e na escuta de sua palavra, pedimos humildemente nosso direito de continuar cuidando e preservando o nosso templo de oração, como nós, fieis acharmos melhor".

Em contato com o Cidadeverde.com o padre explica que o documento é de cunho popular e não é encabeçado pela igreja. Segundo ele, há uma insatisfação dos fieis em relação ao painel. "Eu realmente falei sobre o abaixo assinado na igreja mas o documento tem cunho popular, não é encabeçado pela igreja. O povo que tem interesse em retirar o painel. Dependendo da quantidade de assinaturas ele deve ser remetido a nós e para outras entidades como o Ministério Público e o Iphan", explicou.

Bispo orienta preservação

Procurado pelo Cidadeverde.com, o bispo da Diocese de Parnaíba, responsável pela igreja de Esperantina, Dom Juarez Sousa da Silva, garantiu que a obra será preservada e que a Diocese já emitiu um memorando para que todos os procedimentos fossem adotados para a preservação.

"Já recebemos do nosso jurídico a convocação para essa reunião e vamos participar. É preciso reforçar que desde o primeiro momento eu sempre pedi pela preservação do painel e o padre Evandro já está por dentro e orientado por nós no sentido de manter essa preservação", garantiu o bispo.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Posts anteriores