Cidadeverde.com
Eugenio Fortes

MÁQUINA ATLÉTICA

Sabemos que a combinação de várias peças em uma máquina é o que a torna resistente, forte, produtiva ou não.

Imagine uma corrente onde o metalúrgico esmerou-se na fabricação de alguns elos, fazendo-os fortes de aço puro, e outros ele construiu sem tanta atenção, usando material bem mais frágil, porque esses ficariam tão visíveis durante o uso desta corrente.

No treinamento de musculação, tal qual o metalúrgico, muitos praticantes fortalecem músculos específicos e localizados (ex : bíceps enormes) que trazem resultados estéticos porém desprezam o fortalecimento da cadeia muscular de forma sinérgica, harmônica.

Voltando a imagem da corrente com elos de aço e outros de latão, no primeiro teste para sustentar um balanço não vai cumprir sua função. Um corpo esteticamente trabalhado é muito diferente de um corpo atleticamente treinado.

Funcionalmente são maquinas com eficiência bem diferentes .

Treine com exercícios que melhorem sua performance e tenha certeza que a estética resultante deste treinamento é muito mais harmônica. Os "elos" ficarão muito fortes e distantes de lesões. 

Treine músculos visando a estética em moda mas não esqueça de exercitar a musculatura profunda.

Tenho certeza que você vai adorar o resultado.

Esteira, esteira minha!

Na academia temos muitos lugares, muitas estações que nos chamam para uma zona de conforto.

Uma boa esteira é uma dessas armadilhas.

Um treinamento eficiente é a quebra dessa situação.

Vejo nas esteiras quase um sofá da nossa casa. Os alunos ficam passeando e tem como único objetivo o TEMPO. Às vezes nem este.

O que vai definir é o programa na televisão ou então uma boa conversa com o companheiro da esteira ao lado.

Vamos quebrar este comportamento. Encaremos nossa esteira como um maravilhoso desafio diário, onde músculo cardíaco e músculos esqueléticos sejam estimulados e se tornem mais fortes e resistentes.

Reinvidiquemos aos nossos professores um programa de treinamento semanal, que nos leve a euforia de uma caminhada ou corrida bem dosada.

A esteira não deve ser um aparelho para despistar nossa consciência e fingir que nos exercitamos.

Viva a esteira bem usada! Viva dias de treinos diversificados e estimulantes!

Como é bom correr, parar e correr de novo. Como é bom correr ate nosso limiar máximo e voltar aos poucos ao ponto de partida. Como é bom dar “tiros” de velocidade.

Esteira é um lugar muito bom para NÃO ver o tempo passar.

SARAH MENEZES

Olimpiadas do Rio de Janeiro, uma festa linda. A abertura dos jogos que aconteceu no Maracanã surpreendeu a todos os brasileiros.

Atletas do mundo todo em um abraço que parou o mesmo.

parece que tudo vai mudar. Vamos esquecer que nos ofenderam. vamos repartir o que temos.vamos encher de fé os que não acreditam mais.

Graças ao esporte, graças aos atletas, graças aos heróis que investem horas e horas do seu dia em busca de ser parte deste sonho.

E aí, anos de suor, dor e lagrimas que lapidam esses heróis são trocados por um momento de competição.

Herói versus herói.

Naquele momento se define quem leva a medalha.

Sarah, nossa estrela, a representante do nosso estado nas olimpíadas do mundo.

Você foi ouro em Londres e é ouro todas as vezes que veste o kimono e luta dia a dia para exemplificar como vive uma verdadeira guerreira.

Somos Piauienses, Brasileiros, homens e mulheres que só temos a agradecer.

valeu demais e sempre irá valer gritar o seu nome. 

VIVA SARAH  !

Que venham outras olimpíadas e estaremos ainda mais cheios de esperança.   

Contextualizando

Gerou polêmica quando um colega de profissão, educador físico, experiente e estudioso, afirmou que é melhor fazer qualquer atividade física sem orientação do que não fazer nada, ou seja, continuar sedentário.

O professor não quis diminuir a importância de uma boa orientação profissional, e sim ressaltar o quanto valoriza uma prática desportiva ou uma vida ativa.

Se fôssemos continuar ouvindo os conselhos deste colega, com certeza ouviríamos que com a dificuldade, às vezes, de buscar uma boa orientação, muitas pessoas se acomodam no sedentarismo. E é isso que o preocupa.

O bom conselho é que façamos caminhadas, pratiquemos esportes sem grande esforço, e que na primeira oportunidade busquemos um bom profissional para trazer a eficiência de um treinamento seguro.

É isso, concordo, vamos dançar, caminhar, nadar, jogar uma pelada, fazer uns agachamentos, bater um apoio, desbravar trilhas, rodar o pedal etc. Ficar parado é realmente muito mais arriscado. Agora na primeira oportunidade procure um educador físico, tenho certeza que tudo então acontecerá da melhor forma.

Capoeira infantil

Todas as vezes que passo na sala onde está o Professor Sangiorgi trabalhando, paro alguns minutos para admirar a arte da capoeira sendo praticada por crianças. Os movimentos ritmados de grandes amplitudes e em bases que desafiam a gravidade ,atraem minha atenção e de quem mais passar.

Uma alegria natural das crianças, organizada numa roda disciplinada pela vontade de aprender, de descobrir o quanto é rica nossa cultura. As mãos tomam o lugar dos pés, os pés viajam no ritmo do berimbau, a esquiva deixa a luta dança intermitente. As músicas contam a história. As crianças se divertem e se tornam mais autoconfiantes e gentis.

E eu passo três, quatro vezes me orgulhando de ver um colega de profissão se reslizando como trabalho que escolhemos para nossas vidas.

 

Posts anteriores