Cidadeverde.com
Eugenio Fortes

Esteira, esteira minha!

Na academia temos muitos lugares, muitas estações que nos chamam para uma zona de conforto.

Uma boa esteira é uma dessas armadilhas.

Um treinamento eficiente é a quebra dessa situação.

Vejo nas esteiras quase um sofá da nossa casa. Os alunos ficam passeando e tem como único objetivo o TEMPO. Às vezes nem este.

O que vai definir é o programa na televisão ou então uma boa conversa com o companheiro da esteira ao lado.

Vamos quebrar este comportamento. Encaremos nossa esteira como um maravilhoso desafio diário, onde músculo cardíaco e músculos esqueléticos sejam estimulados e se tornem mais fortes e resistentes.

Reinvidiquemos aos nossos professores um programa de treinamento semanal, que nos leve a euforia de uma caminhada ou corrida bem dosada.

A esteira não deve ser um aparelho para despistar nossa consciência e fingir que nos exercitamos.

Viva a esteira bem usada! Viva dias de treinos diversificados e estimulantes!

Como é bom correr, parar e correr de novo. Como é bom correr ate nosso limiar máximo e voltar aos poucos ao ponto de partida. Como é bom dar “tiros” de velocidade.

Esteira é um lugar muito bom para NÃO ver o tempo passar.