Cidadeverde.com
Eugenio Fortes

Corrida deve fazer bem

Ouvimos sempre, e hoje com muita frequência , como a corrida faz tem melhorado a qualidade de vida dos seus praticantes.

Como em todo treinamento físico os corredores devem seguir princípios da ciência do treinamento .  A individualidade deve ser o primeiro a ser observado.

Mesmo treinando em grupos de corrida em grupos de corrida os estímulos devem ser diferentes, assim como os objetivos.

Temos que respeitar nosso biótipo, idade, sexo,nível de condicionamento físico e outras variáveis que trazem parâmetros para uma boa planilha.

A adaptação aos estímulos (sessões de treinamento) devem ser acompanhadas, processo que não pode ser acelerado demais , evitando-se lesões ou desanimo ,  como também não pode permitir que o praticante entre em uma zona de conforto onde os estímulos não provoquem mudanças.

O Educador Físico deve montar um ciclo estimulante que provoque continuidade no treinamento , que é mais um importante principio.

A observância do tempo da sessão de treino e a intensidade usada, fecha uma planilha de sucesso.

Porém, a mídia que tanto ajuda a sairmos do sedentarismo, também pode comprometer a nossa saúde.

O repouso após estímulos fortes é tão importante quanto estes. Correr só em busca de volume (distância) sem a preocupação com outras variáveis é considerado uma erro que leva ao desgaste físico que pode , no primeiro momento, comprometer a perfomance, e no momento seguinte a saúde de forma permanente.

Concluir uma maratona é o sonho de muitos corredores , mas não é para todos.

Podemos variar o treino de 5km, 10 km, 21 km de uma forma a gerar estímulos saudáveis e condicionamento evolutivo sem provocar danos ao nosso corpo.

Não precisamos de um atestado de maratonista para provarmos o quanto estamos felizes. Os 5km ou 10km podem nos trazer a nossa melhor qualidade de vida.

É claro que correr uma maratona é fantástico! Correr 80km é fantástico! Correr um dia inteiro é absolutamente fantástico, porem não devemos esquecer do mais importante dos princípios, a INDIVIDUALIDADE.

Posts anteriores