Cidadeverde.com
Entretenimento

Fãs se recusam a acreditar que George Michael é gay

Imprimir
George Michael disse que suas fãs freqüentemente se recusam a aceitar que ele é gay.

Falando sobre seu status de símbolo sexual para a Revista In Touch, Michael, 45, disse que as mulheres preferem ignorar sua opção sexual, e partem pra cima dele.

O cantor foi forçado a revelar sua preferência sexual, depois de ser preso, ao passar uma cantada em um policial, num banheiro público, em 1998.

No entanto, isso não afetou sua popularidade junto ao sexo aposto.

"As mulheres parecem ignorar o fato de que sou gay. Acho que elas sabem ou pressentem que eu as entendo. Cresci ao lado de duas irmãs e saí com mulheres, quando era mais jovem. Eu as entendo, felizmente".
 
 
Cantor diz que já transou com mais de 500 homens
 
George Michael, o cantor que já admitiu publicamente sua homossexualidade, namorou o brasileiro Anselmo Fellepa e já foi até preso fazendo pegação em banheiro público, disse ao jornalista Piers Morgan, do jornal "Daily Mail", que transou com cerca de 500 homens nos últimos sete anos. E olha que o moço é casado há 12 anos com Kenny Gross, com quem Michael alega ter uma "relação aberta".
 
Não é incomum entre casais de homens gays o esquema da relação aberta. Alguns chegam a estabelecer regras para que aventuras sexuais sem importância não atrapalhem uma profunda relação afetiva. Mas mesmo assim... 500? Que furor, hein, Michael?
 
 
Fonte: O Fuxico
Imprimir