Cidadeverde.com

Um Congresso para dar novo rumo à gestão municipal

 

Começa nesta segunda-feira o Congresso das Cidades, iniciativa que traz uma reflexão sobre a gestão nos municípios e se propõe também a ser um importante instrumento na boa condução da administração pública nas cidades. O evento se reverte de importância fundamental, porque acontece em um momento crítico da administração pública brasileira, carente de recursos e exigindo maior criatividade e eficiência.

A relação dos gestores municipais com os munícipes se alterou profundamente nas últimas décadas. Até os anos 1980, bastava a relação política, que podia assegurar repasses diferenciados para municípios aliados. A partir da metade dos anos 1990, os recursos começaram a despencar e a responsabilidade a crescer. É quando também se estabelece a exigência de fluidez no diálogo entre gestor e cidadania. Pois, agora, a situação é muito mais complexa.

Hoje o gestor carece de recursos até para cumprir satisfatoriamente a obrigação de oferecer serviços essenciais. Além disso, há uma cidadania mais exigente – que não se contenta mais só com o diálogo: o cidadão quer a administração pública atuante e eficiente. Nesse contexto, é preciso buscar novos caminhos.

O Congresso das Cidades, que acontece na FIEPI de hoje até a quarta-feira, tem tudo para ser um marco na gestão municipal no estado do Piauí. O leque de eventos inclui a discussão sobre a própria gestão, conceitualmente e na prática. Estão lá palestras e workshop sobre planejamento, saúde, educação. Também rodadas de negociação junto a órgãos como Fundação Nacional de Saúde – um braço importante para as áreas de abastecimento d’água e saneamento. E também a orientação para elaboração de projetos, um dos gargalos da gestão pública em geral e da municipal, em particular.

Em suma: o Congresso das Cidades vai ter discussão ampla e aberta. Mas terá, sobretudo, o papel instrumental de mostrar o caminho das pedras.

Esse caminho é o que desejam todos os gestores, carentes de recursos e de oportunidades para captá-los. O evento criado pelo Grupo Cidade Verde cria as condições para que os gestores municipais do Piauí possam trilhá-lo com mais tranquilidade e melhores resultados. Certamente, as conseqüências daí advindas serão muito bem vindas.

A cidadania agradece.