Cidadeverde.com

Parceria pode garantir curso de Medicina para Floriano

O município de Floriano acertou na tarde desta sexta-feira os primeiros passos rumo a uma grande conquista que beneficiará diretamente as áreas da educação e saúde, como também cerca de quinhentos mil habitantes que fazem parte do pólo da Princesa do Sul. Trata-se da implantação de um curso de medicina pela Faculdade de Floriano – FAESF.

A reunião com o prefeito Joel Rodrigues aconteceu no prédio da instituição, após convite da diretora-geral da Faesf, professora Elza Bucar e sua equipe de consultores, além davice-diretora da Faesf, Elda Bucar, secretária acadêmica, Juliana Bucar, coordenadora do curso de enfermagem, Ceanny Formiga e o médico Walter Bucar.Também estiveram presentes o Secretário de Educação JoabCurvina e Secretário de Comunicação Carlos Eduardo Kalume.

“Convidamos a prefeitura para saber do interesse em se manifestar a favor de umcurso de medicina no município, porque só assim poderemos pleitear junto ao MEC a realização deste grande sonho”, explicou o médico Roberto Veras, consultor geral da instituição.

Durante a reunião o consultor Roberto Veras lembrou que ainda em 2014, o município de Floriano deixou escapar a proposta do MEC, ao selecionar municípios piauienses que se manifestassem voluntariamente a favor de receber o curso.

“Lamentamos muito, há dois anos perdemos a oportunidade do município se posicionar oficialmente ao MEC, como também o Ministério da Saúde no sentido de implantar o curso de medicina, mas agora, através do diálogo com a Faesf iremos trabalhar nessa vertente importante, que é consolidar um polo de educação em Floriano”, disse o prefeito eleito Joel Rodrigues.

Joel Rodrigues confirmou a disponibilidade em lutar por esta causa, se comprometendo a trabalhar junto ao Governo do Estado afim de reunir toda estrutura necessária através da expansãodo Hospital Regional Tibério Nunes, reestruturação de postos de saúde e dos CAPS, bem como dar andamento para inauguração da Policlínica e conclusão da UPA. O objetivo é atender inicialmente a proposta do Ministério da Educação de ampliar as escolas médicas no processo de interiorização do curso de medicina.

Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Educação, através do secretário Joab Curvina, será a ponte entre o governo municipal e a instituição de ensino particular de Floriano, colocando a prefeitura à disposição para articular com deputados, senadores e o próprio Ministério da Educação no sentido de agilizar a autorização em tempo mais célere possível.

A expectativa é de que esse processo - inicialmente burocrático - seja finalizado dentro de um ano e, que, em junho de 2018 as inscrições já possam estar abertas aos interessados. “A faculdade, hoje, está numa situação extremamente privilegiada, e atende a todos os pré-requisitos exigidos pelo MEC. Temos toda possibilidade de fazer esse sonho se tornar realidade”, finalizou o consultor geral da Faesf, Roberto Veras.

Ao final da reunião, o prefeito Joel Rodrigues externou os benefícios gerados a toda região de Floriano.

“Nós vamos desafogar a capital e aquecer a economia, vamos gerar mais oportunidade de emprego, porque assim teremos muito mais pessoas usando nossos serviços de educação e saúde. E mais do que isso vamos aquecer também o comércio”.

 

Fonte: Secom
cidades@cidadeverde.com