Cidadeverde.com

Rally da Capivara: aventura e lindas paisagens

Para quem gosta de fazer trilhas e conhecer o Piauí de uma forma mais radical e mais distante das grandes cidades, o fim de agosto guarda uma boa oportunidade. A partir de sábado (26) começa o Rally da Capivara, um evento inédito que percorre em motocicletas trilhas entre Teresina e São Raimundo Nonato.

Serão 2 dias de provas divididos em 2 trechos. No sábado, os pilotos farão o percurso entre a capital e Floriano. Nessa parte, 4 destaques nas trilhas. Os túneis naturais feitos pela vegetação é um deles. O segundo é o Bacuri dos Ribeiros, local histórico por ter recebido a passagem da Coluna Prestes no Piauí e que encanta pela resistência da natureza ainda com um verde imponente em agosto. Na sequência, a Serra do Grajau em Miguel Leão e a Serra da Arara depois de Amarante, que promete belos cenários e um grande desafio técnico nas descidas.

No segundo dia, serão 390km percorridos entre Floriano e São Raimundo Nonato, com previsão de tempo de prova de 9 horas e 20 minutos. O trecho mistura cerrado com as chapadas que são muito comuns no sul do Piauí. A chegada é na Avenida dos Estudantes no último dia de festejos em São Raimundo.

Além de curtir belas vistas e conhecer o Piauí de uma forma diferente, os pilotos poderão colocar a prova suas técnicas de navegação e pilotagem. O Rally da Capivara será o maior já feito inteiramente em território piauiense e guarda um percurso misto de trilhas travadas, estradinhas, pedras, erosões, balaios, laços e trechos de areia.

Para inscrever a sua moto e ter mais informações entre no site da Radical Produções

Eclipse que não é visto há 99 anos atrai milhares nos EUA

Eclise poderá ser visto em toda a área da faixa colorida

Na próxima segunda-feira (21), os estadunidenses ganharão um presente astronômico por cerca de dois minutos. É o Great American Eclipse, um eclipse solar total, no qual a lua bloqueia o sol e poderá ser visto nos Estados Unidos de Oregon a Carolina do Sul.

O último deste tipo visto no país foi há 99 anos. E, agora, o evento está atraindo muita gente. Para a sorte do Airbnb, cujas residências estão esperando cerca de 50 mil clientes em mais de 29 mil propriedades, incluindo turistas de 26 países diferentes.

Também é uma ótima chance para moradores das pequenas cidades procuradas. É possível ganhar uma renda extra alugando seus imóveis através da plataforma.

Casper obteve um aumento de 31 vezes em propriedades listadas comparado a 2016. A cidade no Estado de Wyoming é considerada uma das melhores para acompanhar o evento.

“Nunca tivemos um evento deste porte aqui e não temos ideia do que esperar e onde hospedar todos”, disse a presidente da câmara do comércio de Rigby, cidade com cerca de 4 mil habitantes em Idaho.

Para esta e outras cidades pequenas, o Airbnb se tornou em um parceiro de hospedagem. Esse fim de semana está provando ser uma ótima oportunidade de marketing para a Airbnb, que busca se solidificar como uma alternativa mais barata às redes hoteleiras.

 

Fonte: Bloomberg

1 destino, 5 dicas: Mykonos na Grécia

Ilha de Mykonos na Grécia é uma pérola no Mar Egeu.

Hoje, o blog inaugura uma nova seção que, conforme o título diz, se chama “1 destino, 5 dicas”. Nela o leitor aponta um local que gostou muito de visitar e aproveitamos para dar outras dicas para os demais leitores se interessarem pelos atrativos.

O primeiro destino foi apontado pela empresária Ludmila Araújo que viajou para a ilha grega de Mykonos. Conheça um pouco mais desse ponto badaladíssimo no meio do mar Egeu.

Dica 1  - Arquitetura

Moinhos de vento são o maior destaque da arquitetura da ilha grega

A beleza de Mykonos está na simplicidade que se mistura com o glamour. As casinhas de pedra todas brancas com portas coloridas formam um cenário tradicional de ilha grega que mantêm seu vínculo com a história. As ruas mais parecem labirintos. A ilha de pouco mais de 100m² conta com mais de 300 pequenas igrejas.

O maior destaque são os moinhos de vento. Ao se chegar de barco à ilha é a primeira vista. Foram construídos no século 16 pelos venezianos, quando estes ocuparam o local. Vale destacar também o bairro Little Venice e a igreja Panayia Paraportiani.

Dica 2 - Praias

Águas claras e transparentes do mar Egeu

As águas do mar Egeu em Mykonos ganham um tom azul turquesa único. Existem diversos tipos de praia. A que fica mais perto do centro, a de difícil acesso, as tranquilas e as badaladas. Dependendo da época, quase todas estarão cheias de turistas dos mais diversos cantos do mundo em suas infinitas espreguiçadeiras e beach clubs.

Dica 3 - Baladas

Baladas com DJ's internacionais são diárias na alta estação

Mykonos passou a ter atenção e maior glamour apenas da década de 1950. Quando a multimilionária Jackie Onassis passou alguns dias na ilha e construiu joalherias, o local explodiu para o turismo. Houve fases em que Mykonos ficou muito identificada com os gays. Toda essa mistura hoje se encontra por lá em um ambiente aonde existe tolerância e muito dinheiro. Com tudo isso, na alta estação existem festas badaladíssimas com DJ’s de renome internacional, tendo meses em que diariamente grandes atrações estão em alguma casa da ilha. Cabe ao turista pesquisar a que mais lhe interessa, programação sempre haverá.

Dica 4 - Dica da leitora

Ludmila Araújo aproveitando o pôr do sol na ilha grega

A dica da empresária Ludmila Araújo para o blog foi o Hotel Cavo Tagoo:

"É um dos melhores pontos para apreciar o pôr do sol e tomar um bom drink. Além de dispor de um restaurante Japonês maravilhoso chamado Kiku e hospedagem com muito requinte."

Dica 5 - Organize-se

A Grécia faz parte da União Européia e por isso é interessante ter algumas precauções. Primeiro tenha o passaporte com mais de 6 meses para o fim da validade. Vá com passagens de volta compradas e seguro de viagem. De preferência tenha o hotel reservado anteriormente também. Alguns apontam que a vacina contra a Febre Amarela também é interessante estar tomada para evitar imprevistos.

Não existe vôo direto do Brasil para a Grécia, logo será preciso fazer escalas. Há um aeroporto internacional que recebe vôos principalmente gregas e algumas de outros países da Europa durante a alta estação. Também é possível chegar de barco ou ferryboat. Dentro da ilha recomenda-se evitar o carro. Quadriciclo e moto são os mais indicados, mas existem táxis e ônibus para evitar que o trânsito vire dor de cabeça.

Lembre-se que a moeda é o Euro. Existem diversas casas de câmbio no centro comercial de Mykonos.

 

 

Brasileiros são os mais ciumentos do mundo em viagens

Viajar é sinônimo de conhecer pessoas e, quem sabe, de viver uma história de amor. Em termos de flerte, os brasileiros têm perfil único. Em 2016, o Brasil liderou a lista de países onde as pessoas mais tiveram romances de férias, com 45% da participação mundial, conforme um estudo do site Momondo.
Além de apaixonados, os brasileiros são ciumentos. Quando comprometidos, a maioria (63%) prefere viajar com o par. O ciúme pode ser fator determinante. Para 47% dos viajantes brasileiros, haverá complicações se o parceiro decidir viajar sozinho. Até os mais liberais têm ressalvas — 52% deles ficariam chateados se a pessoa amada incluísse pessoas do sexo oposto nos planos de viagem, mesmo que fossem colegas de trabalho ou amigos.
 
A pesquisa não diz se homens ou mulheres têm mais ciúme. A professora do departamento de sociologia da Universidade de Brasília Lourdes Maria Bandeira aponta possibilidades. Para ela, esse sentimento é parte da cultura do país. “Está presente em uma sociedade na qual a mulher sempre foi subjugada ao homem”. Para a estudiosa, o machismo é um dos traços culturais mais marcantes dos homens latino-americanos. “As relações têm pouco afeto e muito controle: do corpo, do movimento e das pessoas com quem a mulher se relaciona”, pontua.

Cultivar a confiança

A saída para o conflito é o diálogo, defende a psicóloga Claudia Melo. Ter dificuldade em aceitar que o parceiro viaje sozinho não é sinal de que o relacionamento vai mal. “O casal precisa estabelecer uma boa comunicação para ajustar os pontos de crise e fazer acordos”, sugere. Também é importante procurar a real necessidade de querer estar só ou distante do parceiro. “É importante respeitar as suas vontades e a do parceiro para chegar mais próximo da vontade de ambos. Assim, a relação não se torna castradora nem manipuladora”, orienta.

Para a advogada Laís dos Santos, 23 anos, a única regra para que o namorado viaje com os amigos é que os dois se comuniquem. “É importante dar notícias”, pontua. Juntos há sete anos, os dois tentam se manter confiantes. “O ciúme é a maior causa das brigas. Há quem não viaje junto por isso, mas também há casos de quem não se separa porque não tem vontade”, opina. O namorado de Laís passou um fim de semana em um evento no Rio de Janeiro no início deste ano. Segundo ela, não houve atritos. “Acho que ele teria sido tão ou mais tranquilo do que eu, se fosse comigo. Estamos juntos há muito tempo. Confio nele”.

Quero ser seu par
Os dados foram retirados da edição de 2017 da pesquisa International Travel Survey, realizada pelo site Momondo. O estudo analisa os hábitos de viagem de homens e mulheres, entre 18 e 65 anos, no Brasil e em mais 22 países, incluindo Áustria, Austrália, Bélgica, Canadá, China, Alemanha, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Itália, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Suécia, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos.

 

Fonte: Correio Braziliense

Ministério promoverá seminários para cidades com grandes festejos juninos

São João de Corumbá no Mato Grosso do Sul. Foto: Ministério do Turismo

O Ministério do Turismo promove, até o final de agosto, seminários de promoção e qualificação nos cinco destinos contemplados na chamada pública para promoção e apoio à comercialização de festejos juninos. O primeiro município a receber as equipes do MTur será Campina Grande (PB), na próxima terça-feira, dia 15 de agosto. A cidade paraibana promove uma das festas juninas mais frequentadas do país.

Durante os seminários serão feitos balanços dos festejos juninos realizados este ano, além da discussão das necessidades dos municípios para a promoção e qualificação de seus produtos e serviços. Os representantes do MTur tratarão ainda de temas como qualificação profissional, boas práticas no Turismo Responsável, tendências e segmentação no turismo, além de reforçarem a importância do Cadastur, cadastro de prestadores de serviços turísticos, como ferramenta de incentivo à formalização.

“Essas reuniões são de suma importância para que o ministério e os representantes do turismo nos municípios estejam sempre alinhados e trocando informações sobre temas de interesse mútuo como a qualificação profissional e os mecanismos de promoção e comercialização dos destinos”, avalia a secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo do MTur, Teté Bezerra.

A realização dos seminários será uma oportunidade também para avaliação dos resultados alcançados com a realização de press trip (visita de jornalistas e influenciadores digitais) durante as festas de São João, em junho e julho passados.  As viagens à Belo Horizonte (MG), Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA) – municípios escolhidos por chamada pública - resultaram na publicação de reportagens nos principais jornais, veículos onlines e redes sociais do país. A ação faz parte da estratégia do Ministério de transformar os festejos juninos em produtos atrativos para os mercados interno e internacional.

Entre os convidados para os seminários estão prestadores de serviços turísticos (empresários, receptivos locais), pessoas e associações relacionadas aos festejos juninos, associações locais e entidades relacionadas ao turismo, além de gestores públicos.

Calendário dos seminários:

15/8 – Campina Grande - PB
17/8 – Belo Horizonte - MG
22/8 – São Luis - MA
24/8 – Bragança - PA
29/8 – Corumbá – MS

 

Fonte: Ministério do Turismo

Aventura, natureza e cultura na Trilha do Companheirismo. Veja fotos!

  • 1---Jimmy.jpg Primeiro trecho de trilha foi em Demerval Lobão. Mata seca e algumas flores já apareciam
    Nícolas Barbosa
  • 2---folha-seca.jpg Muito sol na trilha que também teve vários trechos em que a vegetação formava um túnel natural.
    Nícolas Barbosa
  • 4---ipê.jpg Ipê na Comunidade Baixão. Ipês amarelos e roxos apareceram em diversos trechos
    Nícolas Barbosa
  • 5---ipê.jpg Comboio com cerca de 18 carros prepara a saída para mais um trecho de trilha
    Nícolas Barbosa
  • 6---casa.jpg Casa histórica no trecho que remonta à passagem da Coluna Prestes pelo Piauí. Entre Monsenhor Gil e Curralinhos.
    Nícolas Barbosa
  • 7---igreja.jpg Igrejinha isolada em meio a comunidade da zona rural de São Pedro do Piauí.
    Nícolas Barbosa
  • 8---participantes.jpg Rotarianos dos clubes Teresina Piçarra e Amarante em conjunto com os participantes da Trilha do Companheirismo
    Nícolas Barbosa
  • 9---lira-lago.jpg Lago no Lira Eco Park em Amarante. Caiaque, Stand Up Paddle e Tirolesa estão entre as atividades.
    Nícolas Barbosa
  • 10---arvorismo.jpg Arvorismo no Lira Eco Park. Pode ser feito por todas as idades e tem um riacho passando por baixo da trilha.
    Nícolas Barbosa
  • 11---ecoparque.jpg Entrada do restaurante do parque. Muita comida típica e ambiente rústico agradável e limpo.
    Nícolas Barbosa
  • 12---lira-ecoparque.jpg Restaurante foi todo construído com madeira rústica.
    Nícolas Barbosa
  • 13--lira-ecoparque.jpg Parque possui área com sombra natural para descanso e contato com a natureza.
    Nícolas Barbosa

No sábado (12), o Rotary Club de Teresina Piçarra realizou a Trilha do Companheirismo para angariar fundos para entidades sociais. Carros, motos, UTV's e quadriciclos percorreram por estradas e trilhas o trecho entre Teresina e Amarante. O blog acompanhou o evento e lhe mostra algumas fotos desse passeio que passou por pontos como a Gruta da Betânia, a Serra do Grajau, a estrada por onde andou a Coluna Prestes no Piauí e o antigo percurso que ligava as duas cidades. Para finalizar, um almoço no Lira Eco Park, apresentações culturais e ecoturismo. 

 

Frio, tranquilo, bom para crianças e pertinho. Conheça Guaraciaba do Norte no Ceará.

Vista do mirante do Gospel Fazenda Eco Park.

Geralmente, quando se pensa na Serra da Ibiapaba no estado do Ceará, o piauiense relaciona ao famoso Sítio do Bosco em Tianguá ou ao Parque Nacional de Ubajara com suas trilhas, cachoeiras e seu famoso bondinho. No entanto, existem outras cidades que compõem o roteiro e que, inclusive, tem o clima mais ameno por estarem em uma maior altitude.

Hoje vamos apresentar Guaraciaba do Norte, um destino ideal para famílias com crianças e que fica a apenas 60km de Tianguá e 340km de Teresina. Com 40 mil habitantes e a uma altitude de 950m, a cidade é a segunda mais alta da região e possui atrativos como o Gospel Fazenda Eco Park, eleito o melhor hotel fazenda do Nordeste, e o recém reformado Urubu Ecoparque.

Gospel Fazenda Eco Park

Espaço de chalés. A noite a neblina toma de conta.

É um grande hotel fazenda que fica na saída da cidade em direção a Ipu. Possui uma estrutura com diversidade de alojamentos e atividades para crianças, jovens, adultos e idosos. Há opções de chalés, quartos com beliches e suítes. Para os mais novos o local possui piscina, espaço kids, passeios a cavalo e um mirante de fácil acesso. Para os mais velhos, o destaque é a tirolesa com 910m de altura, a terceira mais alta do Brasil e a maior do Nordeste e uma pequena trilha com acesso a uma cachoeira. O restaurante do hotel também possui um bom cardápio e interage muito bem com o clima de serra, proporcionando boas refeições e happy hours.

Importante lembrar que os principais atrativos do hotel ficam em manutenção na segunda e na terça. Assim, o ideal é se hospedar a partir da quarta-feira. Geralmente, o hotel faz promoções para o turista que tenha interesse em chegar nos primeiros dias da semana, o que pode ser interessante para quem deseja aproveitar o clima serrano para tranquilidade e economizar um dinheirinho.

Urubu Ecoparque

Vista do mirante aonde está a área de camping e a plataforma de vôo livre

É um parque recém reformado que encanta pela vista, trilhas e cachoeiras. Quando conheci o local, os 5km de acesso ainda estavam um pouco comprometidos, mas deu para chegar com carro pequeno. E valeu a pena! O mirante da serra é uma vista impressionante de 980m de altitude com pequenas barracas e pontos para camping.

Outro destaque do parque é uma pequena cachoeira com acesso muito fácil e com uma piscina de lajeiros que permite a segurança para banhistas, indicada para crianças. Na área também existe um deck com um pequeno bar e restaurante e mesas de pedra em estilo rústico. Há uma trilha com natureza preservada e com subidas e descidas que dão alguma emoção. Tudo isso por apenas R$5 reais.

A cidade

Com porte médio, Guaraciaba do Norte possui uma estrutura comercial relevante e boas opções de bares e restaurantes. Os que visitei também tinham um excelente custo benefício. A estrutura permite o contato com a natureza pela manhã e uma vida noturna agradável.

Como chegar

De carro – É preciso seguir pela BR-222 no sentido de Fortaleza. Ao chegar em Tianguá, vá em direção ao centro da cidade no sentido da CE-187. Essa estrada passa por dentro de Ubajara, Ibiapina e de São Benedito sendo importante ficar atento às placas que sinalizam bem o percurso. A dica é aproveitar para conhecer atrativos nessas cidades, como a Floricultura Reijers em São Benedito, uma das maiores do Brasil.

Diversas estufas com várias espécies de flor na Floricultura Reijers

De ônibus – Recentemente a Guanabara lançou a linha saindo de Teresina. A passagem custa R$54 reais.   

Onde Ficar

Recomendamos a hospedagem no Gospel Fazenda Eco Park para curtir melhor seus atrativos e o clima já que ele fica em uma região rural, o tarifário pode ser visto no site do hotel. Para quem é mais de camping pode ficar no Urubu Eco Parque. Consulte a página deles no Facebook para contato.

Existem diversas opções de hospedagem na região. Se quiser um pouco mais de contato com a natureza e intimidade, há opções de sitíos e casas de temporada no Airbnb que ficam nos municípios próximos.

Preferindo opções mais simples, segue uma lista de pousadas da cidade no link.

 

Brasileiros foram os segundos mais barrados na Europa

Entre janeiro e março deste ano, o número de brasileiros barrados na Europa cresceu 9,5% comparado com o mesmo período de 2016. Segundo relatório divulgado pela Agência de Fronteiras da Europa, a Frontex, a tentativa de entrada ilegal em países do continente chegou a um total de 923 cidadãos do Brasil – no primeiro trimestre do ano passado, o número foi de 843. 

Em uma crise de contenção de imigrantes, a Europa atribui diversos fatores ao aumento da ação irregular, como desemprego e crise econômica. De todas as negações a brasileiros, todas foram atribuídas por tentativas de entrada pelos aeroportos, a maioria delas pela Espanha.

Neste quesito, o País só está atrás da Albânia, à frente de vizinhos como Colômbia e Venezuela e nações como China e Ucrânia. Em outras palavras, o Brasil é a nação sem fronteira direta com a Europa com o maior número de pessoas "barradas". Ao todo, 2.607 latino-americanos tentaram e não conseguiram entrar no continente, apontou a Frontex.

Em todo o ano passado, um total de 3.694 brasileiros foram obrigados a voltar para casa após voarem para a Europa. Os dados do segundo trimestre ainda não foram lançados. A liderança das nacionalidades negadas neste primeiro semestre fica por conta de Ucrânia (8.509), Albânia (7.866) e Rússia (7.716).

Aos profissionais brasileiros vale alertar seus clientes para viajarem com a documentação completa: passagem de volta, seguro viagem para o Espaço Schengen, dinheiro e cartões de crédito, além das reservas durante a estada na Europa. Quanto mais prevenido, menos problemas o passageiro pode ter e cabe ao profissional orientá-lo da melhor forma.

Fonte: Panrotas

7 lugares para ver Lisboa pelo alto

Lisboa é uma das mais belas capitais da Europa. É também conhecida como a cidade das sete colinas e embora muitas vezes as subidas cansem é inegável que nos proporcionam lindas paisagens. Confira 7 lugares para ver Lisboa do alto e se encantar ainda mais com a capital portuguesa.

1- Castelo de São Jorge

De todos os lugares citados no post é o único que cobra a entrada. Mesmo assim, eu considero um lugar imperdível em Lisboa. O castelo é muito bonito e a vista lá de cima é incrível!

2 – Largo das Portas do Sol

Tem ângulos espetaculares com os telhados típicos da Alfama e o Rio Tejo ao fundo. Para chegar lá é muito fácil: só pegar o icônico bonde 28 e descer na parada (“paragem”) Portas do Sol. Também é possível ir a pé, pois fica a uma curta caminhada (e subida) do centro histórico.

3 – Miradouro de Santa Luzia

Oferece vistas dignas de cartão postal e fica bem próximo ao Largo das Portas de Sol. O lugar oferece uma “varanda” com azulejos típicos e vistas incríveis de Alfama e o Rio Tejo.

4 – Miradouro da Graça

O Miradouro da Graça fica no meio de uma praça. É excelente para tomar um café ou beber um chopp enquanto aprecia a paisagem. Para chegar lá, basta pegar o bonde 28.

5 – Adamastor (Miradouro de Santa Catarina)

Já fui diversas vezes no Miradouro de Santa Catarina, também conhecido como Adamastor. Era onde costumava marcar happy hour com os amigos. Tem uma vista incrível do Tejo e da Ponte 25 de Abril.

6 – Cristo Rei

Esse miradouro não fica em Lisboa, mas na minha opinião é o que oferece as melhores vistas da cidade e principalmente da ponte 25 de Abril. Chegar lá a partir do Cais do Sodré é muito fácil. A entrada no santuário é gratuita. Paga-se apenas se quiser subir no Cristo (via elevador).

7) Parque Eduardo VII

Não chega a ser um mirante propriamente dito, mas se você subir o parque a partir da praça Marquês de Pombal, lá de cima tem uma vista e tanto do Tejo.

Fonte: Blog Preciso Viajar

Aventura Off-Road solidária entre Teresina e Amarante no dia 12

O Rotary Club de Teresina Piçarra está organizando a Trilha do Companheirismo. No dia 12 de agosto, próximo sábado, o evento fará o trecho entre Teresina e Amarante em percurso Off Road. O preço da inscrição varia de acordo com a categoria do veículo. Para motos e quadriciclos, o valor é R$100 reais e para carros e UTV's é R$160 reais. Para levar uma pessoa extra é R$70 reais. Em todas as incsrições estão inclusos café da manhã, entrada no Lira EcoParque, almoço, 1 camisa e visita à Fábrica da Cachaça Lira.

A saída está marcada para uma concessionária na Avenida João XXIII em frente à Jelta Veículos às 7 da manhã. O almoço será no Lira EcoParque que possui estrutura para esportes radicais, caiaque e outras atividades. Além disso, Amarante possui outros atrativos que você pode conferir nessa postagem recente aqui do blog (Praia no centro do Piauí? Tem sim. Apenas 170km de Teresina). Para se inscrever entre no site da Radical Produções ou entre em contato pelo 86 - 3231-0910. 

Os valores arrecadados vão para o Lar da Fraternidade, a Associação de Cegos e Associação dos Portadores de Mielomeningocele e Hidrocefalia de Teresina.

 

 

 

Posts anteriores