Cidadeverde.com

Polícia prende mãe suspeita de aliciar filhas adolescentes

Policiais da Rone conduziram na noite de ontem (31), por volta das 21h30, uma mulher, identificada como Francisca das Chagas Carvalho e suas duas filhas, menores de idade, à delegacia de Luís Correia, no litoral do estado. A denúncia é que a mãe explorava as adolescentes sexualmente. 

“Quando chegamos na casa, havia quatro homens maiores de idade consumindo crack, a mãe e as duas filhas, uma de 14 e outra de 17 anos. Ela negou que usasse as filhas para prostituição, mas percebemos que ela era cheia de defesas. Por isso, encaminhamos à delegacia”, explica o comandante da Rone, tenente coronel Raimundo Sousa. 

Ele disse que foram apreendidas pedras de crack, material para consumo da droga e muitos isqueiros, mas que não foi considerado como tráfico, porque havia o consumo. “A nossa suspeita é que eles fumavam para depois fazerem a ‘festa’ com as meninas, como nos foi denunciado, mas é um crime de difícil comprovação porque as meninas já estão instruídas a negarem”, disse o oficial. 

O coronel Sousa informou que a delegada Vilma Alves, que participa do reforço no policiamento do litoral nas férias, foi quem recebeu a mãe com as filhas na delegacia. “Como a delegada tem muita experiência nessa área vai poder abrir um inquérito para investigar se o crime realmente ocorre”, destacou o comandante da Rone. 

As duas meninas não moram com a mãe, segundo a polícia, elas residem com o pai, mas todos os dias à noite vão para a casa da mulher. 

O Cidadeverde.com tentou contato com a delegada Vilma, mas não obteve sucesso. 


Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Festival de Férias do Litoral em Luís Correia tem atrações culturais na praia

A Secretaria Estadual de Cultura está promovendo na cidade de Luís Correia o "Festival de Férias do Litoral". O evento, que acontece nos dois últimos finais de semana de julho, reúne shows musicais, aulas de Tae Bo (mistura de aeróbica, boxe e artes marciais) e teatro de bonecos na orla da praia. Na próxima sexta-feira (31) a festa continua e se estende até o domingo, 2 de agosto.

A programação cultural, que acontece na praia de Atalaia, visa movimentar as praias de Luís Correia na época em que a cidade mais recebe turistas. “Nós escolhemos a praia de Atalaia justamente porque é o lugar que mais recebe pessoas durante essa época do ano, tanto do Piauí, como de outros estados” afirma a diretora de Ação Cultural da Secretaria Estadual de Cultura, Elayne Sousa.

No primeiro fim de semana do festival – de 24 a 26 de julho – houve apresentações de bandas de Luis Correia, Parnaíba e Teresina no trio elétrico. As bandas Vou de Axé, Léo Cachorrão e Forró do Mexido, Groove da Negona, Tchê Mania, Dandinha e Banda e Forró Tsunami já passaram pelo evento.

O festival é gratuito e tem o apoio da Secretaria Estadual de Turismo – Setur. Além das bandas, as apresentações do teatro de bonecos chama a atenção da criançada, que curte as férias escolares no litoral. A Companhia Kalunga de teatro de bonecos se apresentou na praia de Atalaia e reuniu crianças de todas as idades.

A turista Solange Silva, de Minas Gerais, conta que veio visitar o litoral piauiense e ficou encantada com as apresentações culturais. “Não imaginava que encontraria aqui na praia apresentação de teatro de bonecos tão divertido e lúdico, principalmente para crianças. Meus filhos adoraram”, declara Solange Silva.

Confira a programação do festival para o próximo fim de semana.

Sexta-feira (31/07)

12h - CabeSativa

13:30h - DJ Brito

Sábado (01/08)

12h - Banda TL

13:30 - DJ Brito

15h – Gibão de Couro

Domingo (02/08)

13:30h – DJ Brito

15h - Fullreggae

 

Da Editoria de Cidades
redacao@cidadeverde.com

PM estoura boca de fumo em Luís Correia e prende mulher com 282 pedras de crack

Policiais das Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (RONE) estouraram uma boca de fumo na madrugada deste domingo (26) e prenderam uma mulher com 282 pedras de crack embaladas, arma e dinheiro vivo. O fato aconteceu no bairro Santa Luzia, em Luís Correia, a 340 quilômetros de Teresina.

Kátia Maria Damasceno Conceição, de 34 anos, foi presa em flagrante. Com ela, foram apreendidos 282 pedras de crack embaladas, 100 gramas de pedras de crack inteiras, uma revólver calibre 32 com cartuchos intactos, três aparelhos celulares e R$ 1.021 em dinheiro vivo.

"Estava chegando um carregamento, e os policiais do RONE comandados pelo capitão Antônio Monteiro fizeram essa prisão. Em seguida, ela foi levada para a Delegacia de Luís Correia", disse o major Antônio Pacífico, comandante da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR).

Segundo o major Pacífico, Kátia já havia sido preso outras duas vezes por tráfico de drogas. "Ela estava em liberdade condicional", acrescendou.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com

Feira de Artesanato movimenta a cidade de Luís Correia

O melhor da produção artesanal piauiense é destaque na Feira de Artesanato de Luís Correia, evento que teve início ontem (22) e segue até domingo (26), no Shopping Amarração, no centro de Luís Correia, cidade localizada a 338 quilômetros ao norte de Teresina.

No local, os visitantes encontram peças em cestaria e trançados, bordados, rendas, biojóias, tecelagem, jóias em opala, entre outras tipologias.

“Essa feira é uma oportunidade de divulgar o artesanato piauiense para o Nordeste e para o Brasil, já que nessa época do ano Luís Correia atrai turistas de várias partes do país e até do exterior”, afirma o diretor técnico do Sebrae no Piauí, Delano Rocha.

Ainda segundo Rocha, o artesanato piauiense é destaque nacional e internacional pela qualidade e design diferenciado das peças. “Muitas das associações que estão expondo na feira já conquistaram premiações importantes do segmento, como é o caso do Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato, que reconhece as 100 melhores unidades produtivas do país”, acrescenta.

A feira conta com 30 estandes de artesãos de Parnaíba, Pedro II, Piripiri, Buriti dos Lopes, Ilha Grande, Cajueiro da Praia, e também do Estado do Tocantins. Os estandes funcionam das 14h00 às 22h00.

A Feira de Artesanato de Luís Correia é uma realização do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí; com apoio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Piauí, Fecomércio; Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Senac; Serviço Social do Comércio, Sesc; e Shopping Amarração.

Da Editoria de Cidades
redacao@cidadeverde.com

Vigilância Sanitária fiscaliza estabelecimentos no litoral

Fiscais da Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (DIVISA) estiveram no litoral do Piauí para inspecionar estabelecimentos que manipulam alimentos. O objetivo da ação foi apoiar os principais municípios da região para atender os turistas, devido a grande demanda de produtos e serviços oferecidos para a temporada de férias. Foram inspecionados mais de 30 estabelecimentos nos municípios de Parnaíba, Ilha Grande, Cajueiro da Praia e Luís Correia.

A ação, realizada em parceria com as vigilâncias sanitárias municipais, inspecionou restaurantes, pousadas, panificadoras, hotéis, churrascarias, lanchonetes, supermercados, barracas e outros estabelecimentos que oferecem serviços de alimentação.

Durante as fiscalizações, a DIVISA identificou alguns estabelecimentos que não atendiam aos critérios da vigilância sanitária, e por isso, tiveram que ser fechados temporariamente para fazer adequações imediatas e outros em curto prazo. “Após o prazo estabelecido pela Vigilância Sanitária, esses estabelecimentos atenderam as exigências necessárias e voltaram ao seu funcionamento normalmente”, explicou a gerente de produtos e serviços da DIVISA, Maria Veloso.

Para Maria Veloso, é importante a participação da população para que os estabelecimentos passem a estar de acordo com as normas sanitárias. “É importante que a população também se sinta um fiscal e sejam exigentes com a qualidade dos produtos que estão consumindo e façam as suas reclamações junto aos estabelecimentos”, acrescentou.
 
Além das fiscalizações, a DIVISA reuniu ambulantes, feirantes, comerciantes e técnicos das vigilâncias sanitárias municipais para discutir ações preventivas. Ainda durante a ação, as equipes da Vigilância Sanitária Estadual verificaram o acondicionamento e coleta dos resíduos nos serviços de saúde e estabelecimentos de alimentação. 

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Homem de 27 anos morre após bebedeira com amigo no litoral do Piauí

Um homem de 27 anos identificado como Paulo Gomes do Nascimento foi encontrado morto na noite de segunda-feira (13) perto de um bar na cidade de Luís Correia, a 340 quilômetros de Teresina. Segundo sites locais, ele morreu após uma bebedeira com um amigo. Nem o Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, nem o Instituto Médico Legal (IML) de Parnaíba  confirmaram o motivo da morte.

Paulo foi encontrado próximo de um bar na rua Henrique Veras, no bairro Santa Luzia. A Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR) foi acionada e confirmou o óbito. O IML de Parnaíba também foi chamado, mas não foi o responsável por recolher o corpo.

De acordo com sites locais, a vítima, que era mais conhecida como “Roleta”, passou parte da segunda-feira ingerindo bebida alcoólica com um amigo. Ambos beberam tanto que caíram no sono, mas Paulo não acordou mais.

A sites do litoral, o dono do bar, identificado como Garcia Alves, confirmou a versão e disse que Roleta foi retirado da calçada onde dormia e levado para o seu bar por causa do forte sol ao qual estava exposto enquanto dormia. “Quando, por volta das 17h, Roleta ainda estava caído e com moscas na boca, ele já tinha morrido”, disse o comerciante.

Nem o IML, nem o Hospital Municipal de Luís Correia confirmaram o motivo da morte do homem de 27 anos.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com

Detran reforça segurança e ações no trânsito no Litoral

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) recuperou a sinalização viária de Luís Correia à praia de Macapá e elaborou uma série de atividades educativas para coordenar o tráfego nos principais pontos do litoral piauiense no período de férias.

A partir da próxima sexta-feira (17), uma equipe de educadores de trânsito estará em Parnaíba, Luís Correia e Barra Grande para recepcionar os turistas que chegam para curtir as praias. Durante as ações, serão distribuídos kits “Preserve seu bem maior – não exceda a velocidade”, buscando estimular a reflexão sobre comportamento e respeito mútuo, contribuindo assim, para garantir um trânsito mais seguro. As ações serão desenvolvidas nas BRs e PIs.

De acordo com a diretora da EPT, Jeovanna Moura, os educadores irão trabalhar na abordagem aos munícipes e na recepção aos visitantes, destacando a importância de usar os equipamentos de segurança e não exceder os limites de velocidade. “Uma equipe repassará orientações de prevenção de acidentes, tudo com o intuito de conscientizar sobre o papel de todos na promoção de um trânsito pacífico. Combatendo excessos e conscientizando a todos sobre o respeito às regras de trânsito, alertando para a perigosa combinação de álcool e direção”, destaca a diretora.

As atividades contam ainda com a participação da Companhia Independente de Trânsito (CIPTran) e Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) na realização das blitzen e na organização do trânsito. É importante destacar que o Detran-PI vem realizando constantemente campanhas educativas com o objetivo de prevenir acidentes, fiscalizar e orientar os condutores para que não desobedeçam as leis do Código de Trânsito.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

União defende padronização da Orla litorânea no Piauí

Durante audiência pública para discutir os entraves nos investimentos turísticos no litoral piauiense, realizada nesta sexta-feira (12), em Parnaíba, os representantes da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) alegaram que a demora na emissão de autorizações para a construção de novos empreendimentos nas praias piauienses se deve à limitação de pessoal do órgão, bem como à busca pela padronização da orla litorânea. A discussão foi proposta pelo deputado estadual Dr. Hélio Oliveira (PTC) e contou com representantes de diversos órgãos envolvidos com a preservação do meio ambiente.

“Em 1999, a SPU junto com o Ibama detectou 234 construções irregulares no litoral piauiense, número este que reduziu expressivamente após a intensificação das fiscalizações. Temos que combater essa cultura da invasão de terras, buscando preservar o meio ambiente. A SPU não está contra o desenvolvimento do Estado, mas o reduzido efetivo acaba atrasando o andamento dos trabalhos, pois temos muitos afazeres, que vão além da verificação da viabilidade de instalação dos empreendimentos. Temos uma faixa de praia muito pequena e que deve ser preservada, pois daqui a pouco não teremos nada para oferecer”, argumenta Ana Célia Veras, representante da Superintendência da União.

Para o proponente da discussão, o encontro visa buscar definições em relação à burocracia existente atualmente para a implantação de novos empreendimentos no litoral. “Queremos que os investidores coloquem recursos no Piauí para tornar nossas praias um destino nacional e internacional, mas tomando todos os cuidados necessários para a manutenção dos recursos naturais. Queremos construir um embasamento a partir do diálogo técnico para criar fatores facilitadores para deliberação das licenças, determinando um prazo para que os órgãos possam se posicionar. Nosso Estado não pode se dar ao luxo de perder essas oportunidades, pois nossa população aguarda pela geração de emprego e renda”, defende Dr. Hélio Oliveira.

Para a prefeita de Luís Correia, Adriana Prado, a realização da audiência é um momento oportuno para firmar parcerias em prol do desenvolvimento do litoral piauiense. “Os outros estados só crescem porque, passada as eleições, todos se juntam para impulsionar o turismo. Temos que pensar juntos para ver o que queremos para os próximos anos, partindo da regularização fundiária para dar a garantia jurídica necessária aos empresários e à população local. A Prefeitura sozinha não vai a lugar nenhum, por isso temos que unir forças”, reforça.

Estiveram presentes durante a audiência pública, os deputados estaduais Rubem Martins (PSB) e Juliana Moraes Souza (PMDB), além do secretário estadual de Turismo, Flávio Nogueira e o secretário estadual do Desenvolvimento Econômico, Nerinho. Também compareceram a prefeita de Cajueiro da Praia, Vânia Regina, Hebert Silva, prefeito de Ilha Grande, além de representantes do Ibama, ICMBio, Semar, Instituto Chico Mendes, empresários, bem como representantes de organizações não-governamentais.   

Emenda

De acordo com o deputado federal Átila Lira, presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Federal, os parlamentares estão debatendo a aprovação de emenda à Constituição para modificar a legislação existente em relação ao terreno de marinha, incluindo a transferência de parte das terras existentes aos municípios.

“Temos que legislar tentando manter uma sustentabilidade que respeite a situação social das pessoas. O ideal é que nós possamos aprovar uma emenda à Constituição para transferir grande parte das áreas para os municípios. Entendemos a importância de atualizar essa legislação do Patrimônio da União, que é antiga, da década de 50, e que somente agora está sendo reformulada em relação à tributação”, relata Átila Lira.   

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Senador Ciro Nogueira solicita auxílio do governo ao Hospital de Luis Correia

O senador Ciro Nogueira (PP) e a deputada Iracema Portella (PP) solicitaram ao secretário estadual de Saúde, Francisco de Assis, que o órgão estude uma forma de auxiliar a prefeitura do município de Luis Correia na administração do Hospital Nossa Senhora da Conceição. Durante reunião na manhã desta sexta-feira (29), os dois parlamentares e a prefeita do município, Adriane Maria Magalhães Prado, expuseram a situação de dificuldade pela qual passa o hospital.

Segundo a prefeita Adriane Magalhães, a prefeitura destina mensalmente R$ 250 mil para o custeio do hospital. "Estamos com dificuldades para manter o hospital em funcionamento porque o recurso é insuficiente. O hospital é imenso, tem várias dependências, mas está funcionando apenas o setor de emergência. Se não tivermos um suporte, vamos ter que fechar a unidade", lamentou a prefeita durante reunião com o secretário.

Ciro Nogueira solicitou que o secretário Francisco de Assis estude uma forma de auxiliar a prefeitura. "Falamos com o governador Wellington Dias sobre a situação e estamos aqui pedindo que a secretaria possa analisar o caso e auxiliar na resolução da questão", afirmou o senador. 

O secretário Francisco de Assis explicou que o governo do Estado vem trabalhando para organizar a rede hospitalar em todo o interior. "A gente reconhece que não dá para ficar com o ônus sozinho. Temos 21 unidades sob os cuidados do Estado. Estamos trabalhando para a reabertura do hospital de Buriti dos Lopes para auxiliar no atendimento às comunidades próximas. Vou solicitar que uma equipe vá a Luis Correia para vermos a capacidade de faturamento do hospital", declarou.

A proposta do secretário é que o hospital consiga captar mais recursos do Sistema Único de Saúde, informando os procedimentos de forma correta ao Ministério da Saúde. 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Bandidos arrombam Correios de Luís Correia pela 2ª vez em uma semana

Bandidos ainda não identificados pela Polícia arrombaram na madrugada desta quarta-feira (27) a agência dos Correios de Luís Correia, a 340 quilômetros da capital Teresina. Foi o segundo atentado ao local em apenas uma semana. Segundo informações da Polícia Militar, apesar do arrombamento, os criminosos não roubaram nada.

A violação no prédio foi constatada na manhã desta quarta-feira, quando os funcionários da agência chegaram para trabalhar. Em seguida, a Companhia Independente de Policiamento Turístico foi acionada. A Polícia Federal, no entanto, não foi informada da ocorrência. De acordo com o tenente Antônio Monteiro, a ação dos criminosos só não foi mais danosa porque o caixa eletrônico do local não estava funcionando.

"A princípio, não foi roubado nada porque o cofre do caixa eletrônico e o computador que tem as imagens do último assalto foram enviados na semana passada para Teresina pela Polícia Federal. Ou seja, não havia dinheiro na agência, que só estava recebendo e distribuindo correspondências", explicou por telefone ao CidadeVerde.com o militar.

Antônio Monteiro acrescentou ainda que a agência dos Correios de Luís Correia é alvo fácil dos bandidos porque não possui dispositivos de segurança. "O prédio não tem cerca elétrica, nem vigilante noturno. Além disso, o alarme nunca funciona. De 2000 para cá, a agência de Luís Correia já foi arrombada 12 vezes", destacou.

Na quarta-feira da semana passada, a agência dos Correios de Luís Correia já havia sido alvo de criminosos. Na oportunidade, os bandidos abriram um buraco na parede do banheiro, desativaram os alarmes, viraram as câmeras de segurança para o teto do prédio e roubaram cerca de R$ 32 mil.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com

Posts anteriores