Cidadeverde.com

Menina morre eletrocutada em colisão e condutor é preso por embriaguez


Fotos: Portal do Catita

A pequena Sueli dos Santos, 7 anos, morreu eletrocutada no início da manhã de hoje (26), após um grave acidente de trânsito em Luís Correia (338 km de Teresina). O sub-comandante de Polícia Militar da cidade, capitão Valdeci Galeno, informou que o condutor, Francisco Bernardo Sousa, 45 anos, estava embriagado e foi autuado em flagrante. Mais três pessoas ficaram feridas. 

O policial informou que, ao chegar ao local, já encontrou o condutor visivelmente embriagado. A informação de testemunhas é de que ele realizou uma ultrapassagem proibida na altura da Praia do Coqueiro e colidiu frontalmente com um motociclista. 

"Nesse momento ele perdeu o controle e bateu em um poste, que caiu e vários fios de alta tensão caíram sobre o carro, que ficou energizado. Quando a menina foi descer do carro, tocou na lataria, e morreu na hora", disse o capitão. 

Logo após a colisão, o carro e a motocicleta incendiaram devido à energia da fiação. Segundo ele, os outros passageiros conseguiram sair em segurança. Sueli era sobrinha de Francisco.

Além deles, estavam no carro um garoto de apenas quatro anos, também sobrinho do condutor, e a sogra do homem. Os três ficaram feridos sem gravidade. O motoqueiro também não teve ferimentos graves. 

"Eles todos foram conduzidos ao hospital e ele, depois de ser atendido, será levado para a central de flagrantes e deverá responder por embriaguez ao volante e homicídio", disse o policial. 

Os ocupantes do veículo moravam no povoado Jardim Santana, zona Rural de Luís Correia, e se deslocavam para o Centro da cidade.

 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com

Revitalização: Semar avalia situação da Lagoa do Portinho

Equipe técnica da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) esteve em reunião, nessa quarta-feira (14), com o prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, para discutir ações a serem executadas para revitalização da Lagoa do Portinho, manancial costeiro localizado entre os municípios de Parnaíba e Luís Correia.

Com uma área de aproximadamente 5,62 km², a lagoa estende-se por 9 quilômetros no sentido Norte-Sul, com largura variável entre 0,2 e 1,6 km. Abrange a zona rural dos municípios de Parnaíba e Luís Correia, os povoados Carpina, Gameleira, Portinho, Cearazinho e Santo Antônio.

“Faremos um levantamento em toda a bacia hidrográfica, envolvendo aspectos socioeconômicos, uso e ocupação, desmatamentos, perfuração de poços, expansão urbana, turismo, de modo a subsidiar possíveis medidas de revitalização da Lagoa do Portinho”, afirma o superintende de Meio Ambiente  da Semar, Carlos Moura Fé.

Os usos mais tradicionais da lagoa são o lazer, a pesca artesanal e a agricultura de pequeno porte no seu entorno. As atividades aquícolas são desenvolvidas apenas por dois empreendimentos, sendo um no povoado Gameleira (Fazenda Bom sucesso) e outro no povoado Carpina (Camarões Carpina), os quais se encontram há mais de quatro anos paralisados e cuja área total de espelho d’água não ultrapassa 6 hectares, com um volume aproximado de 90.000 m³, sendo que a taxa de renovação diária pode variar de 5% a 100%, dependendo do nível de intensidade de criação dos peixes.

De acordo com Moura Fé, deve-se observar que, além de tais empreendimentos estarem paralisados há bastante tempo, as atividades caracterizam-se por retornar o volume de agua que é reposto no processo de renovação diária, ao corpo hídrico, na mesma proporção, em um processo de reabastecimento contínuo de captação e drenagem, do mesmo modo que o volume dos tanques é restituído ao manancial, após cada ciclo de cultivo. Desse modo, as perdas efetivas de águas terminam-se limitando ao processo de evaporação, que é bastante elevado na região litorânea.

O superintendente de Recursos  Hídricos da Semar, Romildo Mafra, acrescenta que a secretaria vem acompanhando a quantidade de volume de água da Lagoa do Portinho e, a priori, pode-se afirmar que não existe nenhuma evidência de que eventuais barramentos e/ou atividades de piscicultura tenham sido responsáveis pelo seu esvaziamento, como se supõe. Já foi determinada a realização de um levantamento detalhado para identificação de todas as estruturas construídas ao longo dos cursos d’água que formam a bacia hidráulica da Lagoa do Portinho.

Com base no sistema hídrico da lagoa do Portinho, a secretaria  estima que sua bacia hidrográfica possui uma área de cerca de 41.000 hectares e cuja bacia hidráulica acumula um volume aproximado de 5.058.000 m³ (cinco milhões e cinquenta e oito mil metros cúbicos), enquanto que a vazão média natural afluente dessa bacia hidrográfica corresponde a 2,0 m³/s e, pelas informações que a Semar dispõe, não existe na área, nenhuma estrutura de barramento e/ou atividade econômica que promova a captação de águas, em níveis aproximados ao volume da bacia hidráulica da lagoa, de modo a comprometer e esvaziar todo o seu volume”, afirma o superintendente.

Segundo informações obtidas junto ao banco de dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), referente à série histórica de precipitações para a estação de Parnaíba, no período de 1971 a 2014, houve uma alternância de ciclos de chuvas acima da média e abaixo da média. A média histórica registrada no período foi de 1.210 mm. Entre os anos de 2010 a 2014, a média ficou em apenas 822 mm, que representa 67% da média. Observe-se que já são cinco anos seguidos de chuvas bem abaixo da média, que não conseguem repor os volumes normais dos mananciais da região. As chuvas se concentram nos meses de janeiro a maio, que representam cerca de 80% da média anual. É nesse período que as lagoas interdunares, como a do Portinho, atingem o máximo em acúmulo de águas. De agosto a outubro, os índices pluviométricos atingem valores inexpressivos.

Há que se considerar ainda que a distribuição dos recursos hídricos, caracterizada pelo ciclo hidrológico, apresenta variabilidade interanual devido a eventos como El Niño e La Niña, com graves consequências sobre a pecuária, a agricultura (principalmente de sequeiro), bem como sobre outras atividades econômicas, como o turismo na região litorânea do Piauí, que conta com belas paisagens de lagos interdunares. Além da variável clima, a situação é ainda agravada pelas elevadas taxas de evaporação da região.

Outro aspecto que merece ser ressalvado é que a legislação atual que trata da Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei nº 9.433/97), a gestão dos recursos hídricos deve sempre proporcionar o uso múltiplo das águas. Assim, todos os setores usuários da água têm igualdade de acesso aos recursos hídricos. Porém, a norma traz uma exceção a esta regra, que vale para situações de escassez, em que os usos prioritários da água passam a ser o consumo humano e a dessedentação de animais. “No caso em questão, nos parece bastante claro que, além de tais barramentos não serem responsáveis pelo esvaziamento e/ou o impedimento da cheia da lagoa do Portinho, a sua construção, em tese, atende a um dos preceitos previstos na Lei 9434/97”, enfatiza Carlos Moura Fé.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Homem é preso suspeito de pedofilia em Luís Correia

Um homem de 27 anos foi preso nesta terça-feira (23) suspeito de pedofilia na cidade de Luís Correia, a 365 km de Teresina. De acordo com a polícia, ele teria enviado fotos íntimas a uma menina de 12 anos. O caso está sendo apurado em segredo de justiça.

De acordo com o delegado Paulo Coelho, titular da delegacia de Luís Correia, a polícia tomou conhecimento do fato após uma denúncia anônima informando que um homem estaria assediando uma menina através de mensagens telefônicas. “Inicialmente a polícia teve acesso ao celular que tinham as conversas dela com ele e foi assim que conseguimos chegar a ele. Numa delas, ele mandou uma foto íntima e suspeitamos que poderia se tratar de um caso [de pedofilia]”, destaca.

Com as informações sobre o suspeito, foi solicitado um mandado de prisão, expedido nesta terça-feira pelo juiz Isaac William, da comarca de Luis Correia. “Estávamos com medo que houvesse alguma chantagem dele com ela ou alguma outra coisa e por isso conseguimos o mandado rapidamente”, esclarece o delegado.

O homem foi preso na sua residência em Luís Correia e, inicialmente, teria se recusado a receber os policiais e alegado que perdeu o celular. “Tivemos que arrombar uma das portas e conseguimos localizar o celular no telhado”, acrescenta Paulo.

Diego Iglesias
Redacao@cidadeverde.com 

Três candidatos disputam a prefeitura de Luís Correia nestas eleições

A cidade vive a expectativa para mais um período eleitoral que ainda não começou, mas nos bastidores da política de Luís Correia o clima já é de muita correria para que todas as documentações necessárias estejam aptas para o início das eleições.

As convenções municipais confirmaram os três nomes dispostos a concorrer as eleições 2016, Um deles é o da atual prefeira Adriane Prado que concorre a reeleição, outro dele, é o ex-prefeito Kim do Caranguejo, que acaba de ser absolvido de um processo que atrapalharia seus planos eleitorais, e o outro nome é do delegado Eduardo Ferreira que desponta como um novo nome nas eleições municipais de Luís Correia.

"Hoje nós estamos dividindo bem porque a campanha só começa dia 16, o cotidiano da prefeitura eu estou mantendo. Os secretários, os técnicos eu indo lá duas três vezes da semana. Temos muito serviço prestado, nunca paramos de trabalhar, de priorizar a população e de estar perto do povo", pontuou Adriane.

O ex-prefeito Kim do caranguejo acaba de chegar de Teresina, com o aval da Justiça Eleitoral, sobre um processo que ele enfrentava ainda do perídoo que foi prefeito em Luís Correia. "Graças a Deus fomos bem sucedidos na ação, ontem saiu uma decisão a meu favor e para nós é uma satisfação muito grande", pontuou.

Quem também acaba de retornar da capital é candidato, Eduardo Ferreira, do PSD, pela coligação Luís Correia quer mudança. O candidato também finaliza os ajustes de documentação. "Vamos fazer uma campanha diferente, pé no chão, levando nossa proposta, vamos pisar de rua em rua nessa cidade e temos convicção de que Luís Correia quer mudança", declarou o delegado.

Reportagem de Darival Júnior
rayldopereira@cidadeverde.com

Ônibus irregular com adesivo da Polícia Militar é apreendido no litoral piauiense


Um ônibus de turismo transitava pelas ruas do município de Parnaíba com adesivo da Polícia Militar do Piauí. Com o adesivo, o veículo circulava livremente e conseguia passar por blitz sem ser barrado. No entanto, na última semana, a polícia desconfiou e parou o condutor do veículo. A PM identificou que o veículo estava irregular e que não deveria estar com o adesivo. O ônibus foi apreendido na região da Praia do Coqueiro. 

Além dessa irregularidade, o veículo não possui o lacre obrigatório e tinha mais de dez multas. As informações são do comandante de policiamento da região Norte, o coronel Márcio Oliveira, em entrevista ao Notícia da Manhã desta quarta-feira (27). 

“O veículo ficou na nossa barreira porque causou estranheza. Ele disse que prestou serviço de aluguel para a Polícia Militar em ocasião anterior, mas a gente sabe que isso é para burlar as blitz. Foi recolhido o CLV, e o veículo só poderá circular quando tiver totalmente regularizado”, disse o coronel. O condutor prestará esclarecimento ao Departamento Nacional de Trânsito (Detran). 

O coronel disse ainda que a Operação Veraneio está sendo realizado por todo o litoral neste mês de julho. A Operação realiza diversas blitz ostensivas e tem a participação de 36 policiais. Participam as equipes do Rone, do Comando de Policiamento do Litoral e do Meio Norte, Polícia Ambiental, BPtran e BPRE. 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Ações de educação no trânsito já alcançaram 5 mil pessoas no litoral

A campanha educativa "Aproveite Suas Férias: Faça uma viagem segura", do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), já alcançou cerca de cinco mil pessoas no litoral do estado. Por meio da Escola Piauiense de Trânsito, o órgão vem realizado um cronograma de ações preventivas a acidentes de trânsito durante o período das férias nas cidades litorâneas do Piauí.

"Durante esse período, o fluxo de veículos e pessoas cresce muito por aqui. Então, é preciso que o órgão esteja presente para orientar e organizar o trânsito de forma que todos possam ir e vir sem qualquer transtorno, em segurança", explica Larissa Caldas, coordenadora das ações de educação de trânsito do Detran no litoral.

O órgão iniciou as atividades na última sexta-feira (22), e segue até o dia 31 deste mês, com programação em pontos estratégicos dos municípios de Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. "Estamos realizando abordagem de condutores para alertar sobre a importância do cinto de segurança, evitar o consumo de bebidas alcoólicas quando for dirigir, respeitar a sinalização e os limites de velocidade, além de lembrá-los de ligar os faróis baixos nas rodovias, como exige a nova lei de trânsito", informa Larissa Caldas.

A coordenadora informa ainda que o objetivo da campanha "Aproveite Suas Férias: Faça uma viagem segura" é alertar sobre a importância de tomar certas precauções para garantir uma viagem segura, tomando precauções como verificar a suspensão, o balanceamento, os freios, os componentes elétricos e até pára-brisas dos veículos, além de alertar para que os condutores adotem um comportamento seguro no volante.

"Não utilizar telefone celular enquanto dirige é uma das nossas principais orientações. O condutor precisa estar completamente atento enquanto está conduzindo um veículo, para dessa forma poder antecipar suas ações no caso de alguma situação de perigo", pontua Larissa Caldas.

As ações da EPT contam com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) e do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE). As atividades estão sendo realizadas em diversos pontos do litoral, como bares, restaurantes, entrada de shoppings, praias e demais espaços de lazer.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Ações de educação no trânsito já alcançaram 5 mil pessoas no litoral

A campanha educativa "Aproveite Suas Férias: Faça uma viagem segura", do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), já alcançou cerca de cinco mil pessoas no litoral do estado. Por meio da Escola Piauiense de Trânsito, o órgão vem realizado um cronograma de ações preventivas a acidentes de trânsito durante o período das férias nas cidades litorâneas do Piauí.

"Durante esse período, o fluxo de veículos e pessoas cresce muito por aqui. Então, é preciso que o órgão esteja presente para orientar e organizar o trânsito de forma que todos possam ir e vir sem qualquer transtorno, em segurança", explica Larissa Caldas, coordenadora das ações de educação de trânsito do Detran no litoral.

O órgão iniciou as atividades na última sexta-feira (22), e segue até o dia 31 deste mês, com programação em pontos estratégicos dos municípios de Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. "Estamos realizando abordagem de condutores para alertar sobre a importância do cinto de segurança, evitar o consumo de bebidas alcoólicas quando for dirigir, respeitar a sinalização e os limites de velocidade, além de lembrá-los de ligar os faróis baixos nas rodovias, como exige a nova lei de trânsito", informa Larissa Caldas.

A coordenadora informa ainda que o objetivo da campanha "Aproveite Suas Férias: Faça uma viagem segura" é alertar sobre a importância de tomar certas precauções para garantir uma viagem segura, tomando precauções como verificar a suspensão, o balanceamento, os freios, os componentes elétricos e até pára-brisas dos veículos, além de alertar para que os condutores adotem um comportamento seguro no volante.

"Não utilizar telefone celular enquanto dirige é uma das nossas principais orientações. O condutor precisa estar completamente atento enquanto está conduzindo um veículo, para dessa forma poder antecipar suas ações no caso de alguma situação de perigo", pontua Larissa Caldas.

As ações da EPT contam com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) e do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE). As atividades estão sendo realizadas em diversos pontos do litoral, como bares, restaurantes, entrada de shoppings, praias e demais espaços de lazer.


redacao@cidadeverde.com

Projeto Piauí acessível recebe 30 pessoas no primeiro dia de atendimento

A inauguração do Piauí Praia Acessível foi realizada com muita alegria e emoção, na manhã do último sábado (23), no Complexo Turístico da Praia de Atalaia. No primeiro dia de atendimento 30 pessoas com deficiência foram atendidas no projeto.

O objetivo do Praia Acessível é proporcionar o acesso ao mar para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Formada com um estrutura de banheiros adaptados, circuitos acessíveis e uma rampa de 70 metros, que facilita o acesso das cadeiras anfíbias à praia e ao mar.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, falou da importância de incluir a pessoa com deficiência ao lazer, ao banho de mar. "É com muita emoção que tornamos possível a realização desse projeto no Piauí, em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo e a Faculdade Maurício de Nassau. Agora as pessoas com deficiência poderão usufruir de forma segura e com autonomia, do banho de mar. Esse projeto promove de forma efetiva a inclusão", ressalta o gestor.

De acordo com o secretário do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, a intenção é de expandir esse projeto para outras praias do litoral piauiense. "Vamos trabalhar para que esse projeto seja expandido a outras praias tornando o lazer ainda mais inclusivo", destaca o secretário.

Para a turista de Brasília e mãe de uma pessoa com deficiência, Francisca Maria, essa iniciativa vai melhorar a autoestima das pessoas Inauguração Piauí Praia Acessível( Foto: Ascom Seid)com deficiência. " Meu filho, Lucas, tem 21 anos e a última vez que tomou um banho de mar foi há 13 anos. Estou muito feliz e emocionada ao ver meu filho tendo essa oportunidade aqui no Piauí ", finaliza a turista.

A secretária de Educação, Rejane Dias, na oportunidade representando o governador Wellington Dias, falou da importância de promover a inclusão no estado. " Estou muito feliz com o propósito desse projeto e ver a emoção dessas pessoas ao entrar no mar é gratificante. Vamos trabalhar, ainda mais, para proporcionar a inclusão", destaca a secretária.

Durante a solenidade de inauguração estiveram presentes o secretário de Assistência Social, Henrique Rebelo, o deputado estadual Hélio Isaías, deputado estadual Aluísio Martins, entre outros.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Secretaria intensifica o trabalho de limpeza no litoral

Equipes de limpeza contratadas pela Secretaria Estadual de Turismo estão intensificando o trabalho na orla. A ação vai desde a orla de Atalaia, passando por praias de Macapá e Barra Grande. Os trabalhos iniciaram desde o dia 13 e as equipes permanecerão no local até o início de agosto.

Segundo o secretário estadual de Turismo, Flávio Nogueira Júnior, esse é um trabalho rotineiro que o órgão tem feito no litoral, sobretudo no período de maior fluxo de turistas. “Essa é uma ação que fazemos com frequencia, mesmo a limpeza pública sendo de responsabilidade do município. Termos praias limpas é uma característica fundamental para que os nossos visitantes possam retornar e também divulgar o nosso litoral lá fora”, comenta.

Ao todo são 32 homens estão trabalhando diariamente. O trabalho é auxiliado por duas máquinas e três caçambas. Segundo Manoel Carvalho, representante da empresa que está realizando os serviços, novos homens podem ser incorporados à equipe à medida que a demanda for ampliando.

O secretário lembrou ainda que a Setur está concluindo um processo licitatório para contratação de uma empresa que se responsabilizará pela limpeza freqüente da orla. “Agora, precisamos também do apoio da população, dos turistas, para conservar nossas praias limpas, colocando o lixo no local adequado. Para isso, já estamos com uma campanha educativa que reforça essa necessidade de atuação em conjunto”, adianta.

Além da limpeza da Orla, a Setur também reformou o quiosque de informações ao turista localizado na orla de Atalaia. “Essa reforma era necessária para que tivéssemos um local mais adequado para prestar informações aos turistas que visitam o litoral. Nos quiosques temos equipes da Setur, diariamente, prestando informações e distribuindo folders informativos dos nossos atrativos turísticos, não apenas no litoral, mas nos demais destinos”, completou Flávio Nogueira Júnior. 

redacao@cidadeverde.com

Campanha de combate a violência contra a mulher chega a praias do litoral

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí (CEPM) promoverá, a partir desta quinta-feira (14), até o próximo domingo (17), nas praias de Atalaia, Pedra do Sal, Barra Grande, Macapá e Lagoa do Portinho, a campanha: “Viver sem Violência é um Direito de Todas as Mulheres”. 

A realização das atividades foi motivada devido à incidência de casos de violência doméstica, estupro coletivo e crimes de feminicídio no estado.

De acordo com a coordenadora de Políticas para as Mulheres do Piauí, Haldaci Regina, o intuito é de alertar e informar à população sobre os direitos da mulher e as formas de enfrentamento à violência. “Trata-se de uma mobilização educativa, e, principalmente, de luta pela erradicação de todas as formas de violência. Estamos atuando em prol da garantia dos direitos das mulheres”, disse a gestora.

Nas ações, serão distribuídos materiais informativos aos moradores e turistas, dentre esses, folders e adesivos para carros. As equipes, que envolvem ainda profissionais da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) e da Prefeitura Municipal de Parnaíba, por meio do Núcleo de Enfrentamento à Violência (NEV), se deslocarão para as áreas de lazer, como bares, restaurantes e locais de práticas esportivas da região.
 
A campanha ainda reforçará a importância da realização de denúncia, por meio do 180, número do governo federal, e dos serviços da Rede de Atendimento à Mulher nos municípios de Parnaíba e Luís Correia.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores