Cidadeverde.com

Secretaria de Turismo faz intervenção no litoral para festas de Fim de Ano

A Secretaria Estadual de Turismo do Piauí (Setur-PI) elaborou uma força tarefa para acompanhamento desta alta temporada no litoral piauiense. Uma das principais preocupações é com a iluminação pública e com a limpeza da cidade, sobretudo as praias e demais pontos turísticos. 

A ação contempla também uma atenção redobrada em Barra Grande, onde também tem um grande fluxo de visitantes, sobretudo de outros Estados e do exterior do país.

Por ser o destino de maior procura do Estado, o secretário Flávio Nogueira Júnior tem acompanhado as ações no município de Luís Correia.

A Força Tarefa, realizada pela Setur, avaliou a precariedade da iluminação pública que, na forma da lei, é responsabilidade do município. Ocorre que, mesmo diante de algumas tratativas, o poder público municipal não tomou providências, deixando na escuridão os principais pontos turísticos da cidade, como por exemplo, a orla da praia de atalaia, onde todos os postes estavam apagados. 

Outro ponto importante, a Praça do Coqueiro, já estava com quase a totalidade dos pontos de iluminação apagados, gerando inclusive insegurança aos que procuravam o lugar para diversão. 

Em Barramares, onde acontece um evento realizado pela iniciativa privada e com alto número de foliões, as luzes que fazem a iluminação das principais vias de acesso ja estão em plena recuperação, através de uma intervenção do Governo do Estado do Piauí. "Levamos o problema ao Governador Wellington Dias, que nos determinou uma solução imediata para dois importantes aspectos: a iluminação pública e a limpeza do município, bem como a retirada de areia das pistas que compreendem a beira mar de Atalaia" . 

Outro ponto que o secretário destaca em relação à iluminação é a segurança pública. " A escuridão acaba por dar margens a ocorrência de crimes como assaltos, arrombamentos e outros infortuitos que a gente quer afastar dos turistas que procuram o nosso destino para férias".

A recuperação da iluminação pública das principais vias de Luís Correia e Barra Grande serão concluídas na tarde desta sexta feira, dia 30. Já a limpeza da cidade, já vem sendo feita de forma permanente há cerca de 15 dias.

Limpeza 

Os trabalhos desenvolvendo ações que vão desde limpeza na orla e praias, como a iluminação de alguns pontos na região.

Desde o dia 22 a coleta de lixo se intensificou nas praias de Macapá, Barra Grande, Maramar,  Arrombado, Coqueiro, Peito de Moça e Atalaia que também recebe especialmente os trabalhos de remoção da areia na pista.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com 

Segurança no litoral é reforçada para prevenir acidentes com banhistas


O efetivo do Corpo de Bombeiros foi reforçado no litoral piauiense para a Virada do Ano e também período de férias. A segurança será redobrada na praia de Atalaia, em Luís Correia. No dia 31, o trabalho dos militares será concentrado também na prevenção de acidentes de combate a incêndios provocados por fogos de artifício.

"Na praia haverá a tradicional queima de fogos, mas são necessários alguns cuidados. O principal conselho é utilizar cabos ao soltar fogos, para afastar o máximo possível da mão. Em casos de fogos fixos, deve-se afastar o máximo possível de residências para evitar um possível incêndio", explica o major Juliano Cristian.

O militar acrescenta que os banhistas também devem ter cuidado com a combinação álcool e mar. Segundo ele, o número de acidentes com banhistas vindos em excursão tem aumentado. 

"Essas pessoas já vêm ingerindo bebida alcóolica e quando chegam já adentram no mar sem tomar nenhuma precaução. Algumas passam mal dentro da água, se tornando um problema para o Corpo de Bombeiros", disse o major dos bombeiros

No total, um efetivo de cerca de 15 bombeiros reforçam a segurança no litoral do Piauí até o dia 9 de fevereiro. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Litoral do Piauí: destino certo para receber o novo ano

O mar calmo de águas mornas, a beleza exuberante, o ambiente, a gastronomia e a programação de shows, são alguns entre vários motivos para a escolha do turista neste fim de ano que deseja seguir rumo ao litoral piauiense. O local, faz  com que o turista se sinta em casa e torne o destino certo para descansar merecidamente os dias de férias e aguardar a chegada de um novo ano em grande estilo. 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo do Piauí, trabalha para que tudo aconteça de forma organizada no litoral do estado. Após reuniões que aconteceram na sede da Setur com os representantes dos demais órgãos envolvidos,  as ações serão desenvolvidas sempre pensando no bem estar dos turistas. 

“Todos os anos buscamos melhorar o trabalho em conjunto e estamos conseguindo. Ano passado a festa foi linda, quem foi pode conferir, e as reclamações de anos anteriores como a falta de água, de energia e a sujeira nas praias, foram problemas resolvidos. Essa organização fazem com que o turista se sinta seguro em ir para nosso litoral que é tão lindo e de pessoas receptivas”, destaca o gestor.

A partir do dia 27, uma equipe de educadores de trânsito estará em Parnaíba e Luís Correia recepcionando os turistas que chegam para curtir as praias. Será distribuído material informativo chamando a atenção para o uso dos equipamentos de segurança e sobre a conduta de cada um no trânsito.
Em parceria com o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTran), a diretoria de Infrações do departamento realizará blitzen e organizará o trânsito nas principais vias de acessos às praias, como a do Coqueiro e Barra Grande. 

Além do Detran, demais orgãos como Sesapi, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança, Policias Militar e Civil, Agespisa, Eletrobras e outros participam desse trabalho em conjunto.

Para aqueles que aguardam uma grande festa, será montado um palco na Orla de Atalaia, que na sexta-feira (30), a animação fica por conta das bandas Farra da Gordinha, Júnior Berger, Mateus Fernandes e Ângela Espíndola, Já no sábado (31), Zezo, Mara Pavanelly, Dudu Nogueira e Léo Cachorrão. Durante o dia, equipes da Setur ficarão em um quiosque localizado na Orla para prestar informações aos turistas.

Fonte: Secom
cidades@cidadeverde.com

Bando explode caixa eletrônico em agencia do BB

  • fd5cda66-0a7c-45b2-a2e5-f6d3f5975cf5.jpg
  • ee2f16f4-32bb-47ae-86ca-e17dfedd325d.jpg
  • ea05803e-dd0a-4c8c-9696-cb17b2478d79.jpg
  • b0d8e69f-fe0c-4716-9de7-56a1a5e75250.jpg
  • 663e2d95-3d7d-4a4e-b464-78aa952e3154.jpg
  • 30eed07b-9136-4948-9763-ea9267ce7ba9.jpg
  • 06bdd2ef-30bf-46db-995d-238a634b5447.jpg

Mais uma agência bancária teve dois caixas eletrônicos explodidos na madrugada desta sexta-feira(23). Dessa vez, o alvo foi a agência do Shopping Amarração, no Centro de Luís Correia, no litoral do Estado. A ação teria acontecido por volta das 4 horas. 

Segundo as primeiras informações, quatro pessoas teriam participado da explosão na agência e mais um carro teria ficado próximo à Companhia Independente de Turismo da Policia Militar (CIPtur), colocando pregos grandes para furar os pneus das viaturas. Dois taxis também tiveram os pneus furados por esses pregos. 

Os bandidos teriam usado munição de grosso calibre e com a explosão, a agência ficou parcialmente destruída. 

O banco está isolado e a perícia criminal é aguardada para iniciar os levantamentos. 

Esta é a 16ª explosão em quatro meses em todo o Estado. Na semana passada, outra cidade do litoral também teve os caixas destruídos. Foi na rodoviária de Parnaíba. 


Caroline Oliveira
Com informações do Notícia da Manhã
carolineoliveira@cidadeverde.com

Polícia exuma corpo de homem morto dentro de delegacia em Luís Correia

A Polícia técnico-científica exumará, em Parnaíba, o corpo de Hélio Marcos Machado Rodrigues, que faleceu na Delegacia de Luis Correia em 28 de novembro de 2011. Os atos serão comandados por Antonio Nunes, diretor de Polícia técnico-científica e contará com uma equipe com mais dois médicos legistas, um auxiliar de necropsias, uma perita odonto-legista, uma Agente de Polícia Civil e mais uma servidora do IML de Parnaiba. 

A exumação será acompanhada por uma equipe da Delegacia de homicídios. Tal exumação visa a tentar esclarecer a causa mortis posto que a primeira perícia não foi conclusiva."Na época da morte de Hélio chegou-se a conclusão de asfixia, mas não ficou definido se por ele mesmo ou outra pessoa", explicou Antônio Nunes.

O procedimento foi requisitado pelo Ministério Público e o juiz de Luiz Correia acolheu os argumentos. A equipe da Perícia sairá de Teresina na madrugada do dia 23 de dezembro ( nessa sexta ) e os procedimentos se iniciarã ;o após ad 8:00 hs.

 Inicialmente a equipe vai se reunir na Coordenação regional de Perícias de Parnaiba de onde vai se dirigir ao cemitério São Sebastião. Também devem ser feitos exames toxicologicos requisitados pela autoridade policial.

 

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Projeto Praia Acessível inicia nova temporada no litoral

O Projeto Piauí Praia Acessível inaugurou a temporada de férias no litoral piauiense com a visita da Associação das Pessoas com Deficiência de Paulistana e Região. A iniciativa teve início em julho deste ano e funciona na Praia de Atalaia, no município de Luís Correia. Ele oferece condições para que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida possam usufruir da praia e do banho de mar assistido com segurança, dignidade e autonomia.

O local possui uma estrutura com banheiros acessíveis, um masculino e um feminino, um espaço administrativo e outro que serve para guardar os pertences tanto para as pessoas com deficiência como para acompanhantes. Para o banho de mar assistido por monitores, é usada uma rampa de acesso ao mar e cadeiras anfíbias (que permitem locomoção em terra e água). Além dos monitores, guarda-vidas do Corpo de Bombeiros acompanham as atividades.

O secretário da Seid, Mauro Eduardo, ressalta que a intenção é proporcionar um lazer acessível a todas as pessoas com deficiência. "Esse é um projeto inovador e pretendemos implantar em outras praias do Piauí uma estrutura acessível para que as pessoas com deficiência possam aproveitar momentos de lazer, em igualdade de oportunidade com as demais pessoas”, destaca o gestor. Ele ainda fala que o serviço do Praia Acessível funcionará, nesse período de alta estação, nos dois turnos para melhor atender as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida que queiram visitar o litoral.

A presidente da Associação das Pessoas com Deficiência de Paulistana e Região, Gildeni Coelho, que tomou banho de mar pela primeira vez, fala que a experiência de entrar no mar é indescritível. "Já tive a oportunidade de ver o mar, mas nunca de entrar e tomar um banho. Cruzei o estado, vim de Paulistana, para hoje ter essa experiência. E foi muito bom!", destaca a presidente.

Darcivânia Sousa, também, teve a oportunidade, através do Praia  Acessível, de tomar um banho de mar pela primeira vez. Ela veio de Acauã e descreve que a sensação se entrar no mar é maravilhosa. "O mar é maravilhoso valeu a pena esperar para chegar aqui! Estou muito feliz e satisfeita que no Piauí estamos quebrando as barreiras e tornando os lugares mais acessíveis", frisa.

Alcineide Nascimento, que também é de Acauã e experimenta pela primeira vez o banho de mar, diz que não tem palavras para descrever esse momento. "Não imaginava que o mar era tão bom! É uma sensação maravilhosa que não tenho palavras para descrever. Estou feliz em saber que a acessibilidade chegou na praia. Vim de tão longe para aproveitar esse lugar magnífico que é a praia", complementa.

Os interessados em agendar devem entrar em contato com a coordenação do projeto por meio dos telefones (86) 3222-3405/ (86) 99414-5805 ou por email agendapiauipraiaacessivel@gmail.com. As pessoas com deficiência que quiserem usufruir do serviço devem se dirigir à sede do projeto, localizado na orla da Praia de Atalaia, com documento de identificação com foto e CPF e solicitar as cadeiras. No período de alta estação o horário de funcionamento será de 8h às 17h.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Projeto de readequação do porto de Luís Correia é apresentado

O projeto de readequação do Porto de Luís Correia foi apresentado a empresários italianos durante reunião realizada nessa segunda-feira (06), na Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc). O encontro foi entre os representantes da Câmara de Comércio Ítalo-Brasileira do Nordeste, Empresa Salini, Suparc, Secretaria de Administração (Sead) e Secretaria de Transportes (Setrans).

A reunião teve como objetivo abrir um canal de diálogo para começar a prospectar parcerias público privadas para o projeto do porto. “Fizemos uma apresentação preliminar dos estudos da Fundação Getúlio Vargas, que mostrarão a real vocação do porto de Luís Correia. Assim que forem finalizados, faremos um novo encontro para o repasse de informações mais concretas e, a partir daí, começar a formar uma carteira de investidores e empresários que tenham interesse no projeto”, explicou a superintendente Viviane Moura.

A previsão é que até março de 2017 os estudos de viabilidade e o projeto técnico do porto sejam concluídos. “Nessa reunião sentimos, mais uma vez, a viabilidade do porto, mas precisamos avançar na conclusão dos estudos para que possamos, ainda em 2017, concretizar negócios que destravem de vez esse ponto de desenvolvimento no estado. A empresa Salini demonstrou interesse, mas só podemos formalizar uma parceria depois de dados definitivos que definirão a área de atuação e a capacidade de funcionamento do porto”, pontuou o secretário de Administração, Franzé Silva.

A Saline é a maior empresa italiana que atua na área de infraestrutura. Para o secretário-geral da Câmara de Comércio Ítalo-Brasileira, Alessandro Colombara, é importante que surjam, o quanto antes, manifestações de interesse por parte de grandes grupos para a concretização do projeto. “Com essa finalidade, nos botamos a disposição para levar pelo mundo as oportunidades que o porto pode ofertar. Se o projeto não sair do Brasil será difícil encontrar parceiros internacionais e estamos dispostos a criar os elos para que o porto de Luís Correia aconteça”, atentou.

O trabalho de prospecção de mercado já está sendo feito através da Câmara Ítalo-Brasileira, que busca parceiros interessados em trabalhar na infraestrutura e operação do porto de Luís Correia. Com os estudos finalizados, os representantes buscarão parceiros em La Spezia, na Itália, que é referência mundial em sistema portuário. A Câmara também fará o mesmo em outras localidades, com o objetivo de expor as potencialidades do porto de Luís Correia.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

32 mil pescadores devem receber seguro-defeso pelo INSS

A Gerência Executiva do INSS no Piauí começa a atender, na próxima segunda-feira (21), os requerimentos de seguro-desemprego do pescador artesanal, o seguro-defeso. No Piauí são cerca de 32 mil requerimentos, a maioria nas cidades de Parnaíba e Luís Correia.

O gerente executivo do INSS no Piauí, Ney Ferraz Júnior, informa que algumas agências da Previdência Social localizadas no interior do Estado receberão reforço para atender às demandas. "São cidades onde há mais de dois mil requerimentos, como Barras, Floriano, Luzilândia, Luís Correia e Parnaíba", explicou Ney Ferraz.

Nas cidades onde a demanda é menor, o atendimento será feito, sempre que possível, por meio de agendamento. Para agendar, o pescador deve ligar para o telefone 135 ou acessar www.previdencia.gov.br. "As colônias de pescadores também devem entrar em contato com as agências do INSS de suas cidades para acertar como devem ser os procedimentos", concluiu Ney.

O seguro-defeso é uma assistência financeira temporária concedida aos pescadores profissionais artesanais que, durante o período de “defeso”, são obrigados a paralisar a sua atividade para preservação da espécie.  Para ter direito o pescador deve comprovar que exerce a pesca de maneira ininterrupta, seja sozinho ou em regime de economia familiar.

REQUISITOS
-Exercer a pesca de forma ininterrupta, sozinho ou em regime de economia familiar;
-Estar impedido de pescar, em função de período de defeso da espécie que captura. Veja os períodos por região e a lista de defesos suspensos pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente);
-Ter cadastro ativo no Registro Geral de Pesca (RGP), há pelo menos um ano, como pescador profissional artesanal;
-Ser segurado especial da Previdência Social, na condição de pescador artesanal;
-Comercializar a sua produção a pessoa física ou jurídica, comprovando a contribuição previdenciária, nos últimos 12 meses imediatamente anteriores ao requerimento do benefício ou desde o último período de defeso até o início do período atual, o que for menor;
-Não estar em gozo de nenhum benefício de prestação continuada da Assistência Social ou da Previdência Social, exceto auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte; e
-Não ter vínculo de emprego ou outra relação de trabalho ou fonte de renda diversa da decorrente da atividade pesqueira.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS
-Documento de identificação oficial válido e com foto (Carteira de Identidade ou Carteira Profissional, por exemplo);
-Comprovante de inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF);
-Cópia do comprovante do recolhimento da contribuição previdenciária (GPS), caso tenha comercializado sua produção à pessoa física; ou
-Cópia de documento fiscal de venda do pescado à empresa adquirente, consumidora ou consignatária da produção, em que conste a operação realizada e o valor da respectiva contribuição previdenciária;
-Registro de pescador profissional na categoria artesanal, emitido há pelo menos um ano;
-Comprovante de residência em municípios abrangidos pela portaria que declarou o defeso.

 

redacao@cidadeverde.com

Polícia investiga incêndio criminoso em barraca de praia em Luís Correia

  • toto_fogo4.jpg Portal do Catita
  • toto_fogo3.jpg Portal do Catita
  • toto_fogo2.jpg Portal do Catita
  • toto_fogo1.jpg Portal do Catita
  • toto_fogo.jpg Portal do Catita
  • toto_fogo_5.jpg Portal do Catita

A Polícia Civil de Luís Correia abriu inquérito para investigar um incêndio criminoso que destruiu completamente um abarraca na praia do Macapá, localizada na Lagoa do Macapá, no litoral do Piauí.

De acordo com o delegado regional Eduardo Ferreira, na manhã desta terça-feira (25), o proprietário de uma barraca se deparou com a destruição em sua barraca e outros barraqueiros registraram denúncia, afirmando estarem com as barrachas encharcadas de gasolina.

"Nós enviamos a perícia ao local pois as pessoas alegam que tudo estava encharcado de gasolina como as próprias testemunhas informaram. Agora vamos aguardar o laudo pericial", pontuou o delegado.

Uma das barracas atingidas foi onde funciona o Sunset Kite Bar, que o proprietário encontrou em chamas antes que o  fogo se espalhasse.

Esta é a segunda vez que a barraca sofre uma tentativa de incêndio.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Arena Kite Brasil movimenta turismo no litoral piauiense em novembro

O município de Luís Correia mais uma vez será palco de um dos maiores eventos relacionados ao esporte. Dos dias 18 a 20 de novembro, amantes e admiradores do kitesurf desembarcam, de todas as partes do mundo, na praia de Vila Itaqui para mais uma etapa do Arena Kite Brasil.

O Piauí é conhecido, mundialmente, além das suas belezas naturais, por seus bons ventos, se tornando assim um dos destinos para os velejadores que praticam o esporte. O kite surgiu há 15 anos no estado e, desde então, tem movimentado o cenário paradisíaco de Luís Correia, especialmente todo o trade turístico.

Para o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior, eventos como esse movimentam a economia local. "Essa é uma grande oportunidade que temos de mostrar o que o Piauí tem de melhor. Nosso litoral, mesmo sendo o menor do Nordeste, em extensão, é atrativo pelas águas mornas e também pelos bons ventos que já são reconhecidos mundialmente. Não é a primeira vez que recebemos eventos desse porte. Nessa época, sem dúvidas, todo o litoral se movimenta ainda mais. Tanto os nativos da região ficam felizes em receber e participar, como visitantes do mundo inteiro em voltar", afirma o gestor, destacando ainda que a etapa Piauí tem patrocínio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur); Guaraville, Sebrae-PI, Sesc, Pousada Vila Itaqui, Pousada Coqueiro Beach e Betinho - Arquitetura e Urbanismo, com supervisão da ABK e CBVela e realização da Associação Norte Piauiense de Ciclismo (ANPC).

O organizador da etapa piauiense, Pedro Fontenele, explica que o evento tem um papel de inclusão esportiva entre os velejadores locais. "Todo ano, desde a primeira edição, competidores nativos participam da etapa. São dadas todas as condições para que isso aconteça, com apoio em hospedagem e na busca de patrocínios", disse Pedro.

Quem ainda comemora o sucesso que o evento traz para a região são os profissionais que trabalham com o kitesurf, já que nessa época as pessoas que querem aprender mais sobre o esporte, os procuram para a prática. "Essa é uma ótima oportunidade para nós que tanto amamos o esporte e trabalhamos com isso. Com o campeonato, aumenta o fluxo de turistas, a visibilidade das nossas praias - que são lindas. A verdade é que o evento é uma grande conexão", disse o instrutor de kite, Vinicius Félix, que explica que as aulas são distribuídas em 10h, conforme a disponibilidade do aluno.

No evento, a disputa do masculino será dividida em duas fases, classificatória, com atletas inscritos livremente, e principal, com os 12 atletas de melhor colocação no ranking da Associação Brasileira de Kitesurf (ABK), em 2015, e os 12 classificados da primeira fase. Segue com disputa das oitavas de final, quartas de final, semifinais e final. No feminino, o sistema é o mesmo, alterando apenas a quantidade de participantes em cada fase.

Como forma de interação entre a comunidade, parceiros e os turistas, serão realizadas duas festas, uma de boas-vindas, na quinta-feira (17), e a festa oficial do Arena Kite Brasil, sábado (19), na Pousada Coqueiro Beach.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com

Posts anteriores