Cidadeverde.com

Masculino x Feminino

O torneio de Winbledon acabou neste domingo, 15, mas os looks usados pela duquesa de Sussex, Meghan Markle e pela atriz Emma Watson, a eterna Hermione da saga Harry Potter, deram o que falar. As duas optaram por peças de alfaiataria com um toque masculino assinadas por Ralph Lauren.

Foto: GettyImages

Meghan Markle veste look Ralph Lauren em Winbledon.

Meghan fica bem mais à vontade quando está de calças. Ela optou pelo modelo pantalona com uma camisa de listras azuis e arrematou com um chapéu estilo panamá. Já Emma Watson usou um terno com três peças – colete, blazer e calça - em off White. 

Emma Watson optopu por acessórios mais femininos - chapéu e maxi brincos -  para quebrar a sobriedade do look

composto por peças de alfaiataria masculina 

Esse jogo de alfaitaria masculina com silhueta feminina foram muito exploradas também em coleções nacionais como da marca cearense Cholet.  Intitulada “O Poder do Concreto”, a coleção traz muito preto, branco e p&b, camelo, caramelo e marinho, cinzas e off-white que são permeados por estampas geométricas em tons fortes. 


A inspiração na alfaiataria masculina, se adapta à silhueta feminina marcada através de amarrações na cintura, e surge em peças com cortes retilíneos em tecidos fluídos e finos, apresentando também os comprimentos mídi e ainda casacos clássicos como modelos de destaque. É uma coleção de inverno sóbria com peças marcantes. 

 

Entre as apostas estão o macaquinho colete em diversos conjuntos compostos por fechamento tipo tailleur, ou ainda calças clochard e macacão tipo smoking, que resultam looks poderosos.

Até a próxima! 
Se você gosta de estilo e quer compor visuais com elementos da alfaiataria masculina, mas sem perder a feminilidade, o truque está na silhueta. A cintura é o grande diferencial. Você pode marca-la com amarrações de faixas para compor essa mulher contemporânea e minimalista. O mood inclui ainda belos xadrezes, quadriculados e prints geométricos, os florais estilizados e a clássica estampa risca de giz.

 

Vestido + Camisa

A sobreposição de vestido com blusa é a onda do momento. A blusa, em geral fica com a gola e as mangas aparecendo, pode ser de vários tipos: básica de algodão, de seda com gola laço ou camisa tradicional. O vestido vai do tomara que caia até o slip dress (aquele de alças finas estilo camisola). Praticamente qualquer modelo de vestido pode servir para sobreposições. 

E como combinar? 

Os vestidos de verão podem render bons looks de inverno. O modelo se alças e comprimento mini, por exemplo, fica moderno quando usado com blusa de manga longa transparente (que pode ser um body também) e botas de cano curto. 

A combinação mais básica é o vestido preto com camisa branca. É uma boa alternativa para quem gosta dessa tendência, mas não quer se arriscar muito.  O P&B é uma das combinações mais usadas nos anos 90, mas para dar uma atualizada, a dica é combinar com acessórios mais modernos como tênis e bijoux em formatos geométricos. 

 

Se optar por um slip dress, pode arrematar o look com uma terceira peça como uma jaqueta jeans amarrada na cintura. Aliás, o slip dress é ótimo para sobreposições. Dá para fazer diversas combinações. Camisas masculinas, transparentes ou a velha camiseta básica branca são algumas delas. Vale também  misturar texturas. 

Aquele vestido tomara que caia encostado no armário pode ganhar um novo uso quando combinado com uma camisa. Opte por modelos mais sequinhos de camisa na região do busto para não criar um volume indesejado. 

Se o vestido for estampado, a melhor opção são as camisetas ou malhas de gola alta em cores neutras. A camisa jeans também pode ser uma boa saída para usar a sobreposição com estampas. 

Até os vestidos de festa podem entrar nessa brincadeira. A atriz Julia Roberts se destacou como uma das mais bem vestidas em uma das edições do Golden Globes com um vestido de festa preto sobreposto a uma camisa branca. 

Até a próxima! 

 

 

 

Insetomania - A invasão dos bichos

De maneira nada óbvia, os insetos pousaram nos looks do Inverno 18. Inspirada por um momento onde o novo e o antigo se encontram, as peças chegam para surpreender. Os bichinhos, tendência super atual, surgem sob um olhar moderno e feminino.

As camisas e batas estampadas ou bordadas com abelhas, libélulas e mini moscas são a opção ideal para compor os looks de dias mais amenos. Irreverentes, formam combinações cheias de personalidade com peças mais sóbrias e clássicas. 

Para o dia a dia, independentemente do tipo de bichinho (seja em formato de besouro, abelha ou borboleta) opte por acessórios menores e mais discretos.

As t-shirts com insetos bordados em pedraria ficam perfeitas para sobrepor com uma terceira peça. O conjunto funciona para momentos especiais e para aproveitar ocasiões noturnas da rotina de trabalho também.

As bijuterias de borboletas, libélulas, besouros, cigarras, aranhas, joaninhas, formigas e outros tipos de insetos ou aracnídeos podem complementar o visual. É divertido e moderno. Se for para usar a noite. Pode abusar dos tamanhos maiores e do brilho. 

Grifes internacionais como Prada e Valentino apostaram nessa tendência. A bolsa Entomology com insetos bordados criada pela Prada vendeu todos dos 20 exemplares num piscar de olhos. Valentino inseriu o mundo animal em looks luxuosos de sua Alta Costura.

Bolsa Prada 

Desfile Valentino 

Algumas lojas de departamentos já dispõem de diversos produtos, desde acessórios à looks inteiros estampados com esta tendência. É possível encontrar peças dentro da cartela óbvia de cores invernais como preto, branco e cinza. No entanto, a paleta viva dos pequenos voadores acende peças e chegam em versões mais coloridas e cheias de estilo. 

 

Até a próxima! 

 

Inspirações para curtir a Copa do Mundo

A Copa do Mundo começa oficialmente nesta quinta-feira, 14. E você já pensou nos looks para acompanhar os jogos do Brasil? 

O  lugar comum seria usar a camisa oficial da seleção brasileira, mas sabemos que os preços não são muito convidativos. Então, hoje vou dar algumas dicas de como compor os looks para a Copa sem precisar gastar muito. 

A primeira dica são as T-Shirts. Com frases, apliques ou simplesmente nas cores da seleção, elas são uma ótima opção. Algumas marcas investiram em modelos exclusivos para o período. A combinação perfeita é o velho e bom jeans. 

 

Os looks esportivos estão muito em alta. Então, se você tem algum look de academia nas cores do Brasil pode usá-los com outras peças e compor o seu visual para os jogos do Brasil. 

 

As influencers Camila Coutinho e Luiza Sobral aposta no esportivo 

Já se você curte um estilo mais sofisticado, aposte em peças de alfaiataria. Calça, short ou saia de tecido na cor branco podem ser um ponto de partida para uma composição com bodys (ou até um maiô, porque não?) nas cores da nossa bandeira. Vale combinar com camisetas ou blusas de tecido que você já tenha em casa também. Para ficar moderno e despojado, combine com tênis. 

A outra dica barata, criativa e fácil são os acessórios. Sabe aquela bandana com a bandeira do Brasil? Ela pode virar um cinto e complementar o look básico de camiseta branca + jeans, por exemplo. Brincos, colares e adereços para o cabelo também são uma opção boa e barata.

 

 

Até a próxima! 

Vá de tênis!

O tênis tomou conta dos looks de street style das fashionistas e caiu no gosto da mulhereda já faz algum tempo. Antes restrito ao ambiente das academias e do esporte, o tênis ganhou espaço em produções ousadas e tem se renovado a cada estação.

Há algum tempo seria um tanto quanto impensável combinar peças de alfaitaria com esse tipo de sapato, mas no universo da moda, tudo é possível. O essencial é harmonizar as peças e ter bom senso. 

 

Eles entraram definitivamente no closet das mais antenadas. Compõem looks super modernos e são uma aposta fashion para quase todas as ocasiões. 

O tênis branco é o mais clássico e certeiro. Para fugir do comum invista em modelos bordados, tachas, spikes, texturas e fivelas. A dica é abusar de peças curtas ou calças skinny para criar um visual de impacto. Os tênis coloridos e com detalhes esportivos também estão em alta. 

Os modelos abotinados são uma boa aposta. Super curinga ele combina bem com peças curtas, como macaquinhos, shorts e saias. 

 

O tênis com estilo esportivo foi outro que roubou a cena e é um dos mais vistos no street style hoje. O mdoelo dá equilíbrio ao look e quebra a seriedade seriedade do visual. Podem ser combinados com vestidos mais sociais e calças com a barra dobrada.

O tempero do inverno é "o" mostarda

A maioria das pessoas associa automaticamente coleções de inverno com cores sóbrias como o preto e o cinza. Sim, elas sempre estão presentes, mas nunca tivemos um inverno tão colorido como este. A cartela sóbria/fria deu lugar a tons quentes/calorosos. Uma das cores que mais se destaca e foge do óbvio é o Mostarda. 

O tom de amarelo mais fechado ganhou força nas passarelas nacionais, internacionais e na moda das ruas. O mostarda está dentro da cartela de tons terrosos. Ele vem marcando presença nas coleções há algumas temporadas e continua nesse outono/inverno.

É uma cor que transmite calor e que deixa o look mais moderno. Aposte em combinações monocromáticas para alongar a silhueta ou com estampas diferentes para criar composições com mais personalidade. 

Outra aposta para combinar o mostarda é o jeans ou peças de alfaiataria em azul marinho. A combinação das duas cores forma um combo perfeito.

Victoria Beckham

O mostarda ao contrário do que possa parecer é uma cor fácil de combinar. Ele transita muito bem entre os guarda-roupas de verão e inverno, garantindo em ambas as estações frescor e requinte ao look.

 

Algumas formas de usar são infalíveis. Se você gosta de versatilidade, o blazer é uma aposta certeira. Na cor mostarda ele revitaliza o visual adicionando um toque quente a produção. Arremate com acessórios em animal print. Fica perfeito!

A blogueira do Fashion Coolture astou nos poder doas acessórios ara compor o look com blazer mostarda 

Outra opção para usar a cor mostarda é através de peças estampadas. Em casos como esse uma boa dica é balancear o look com peças mais básicas e em cores neutras para deixar que a estampa protagonize o visual.

 

A febre dos anos 90 voltou!

Com certeza vocês já viram por aí, nas vitrines, passarelas e nas ruas, camisetas, bolsas e acessórios com logomarcas enormes. A logomania, febre dos anos 90, ganhou força novamente e tem ganhado o coração das fashionistas.  

A logomania era um estilo muito comum no passado e esse movimento foi muito explorado pelos designers, que sabiam do poder das marcas e seu valor agregado.

Pouco discreta, a logomania preza por estampas grandes e sem a preocupação da discrição. Por esse motivo, é preciso ficar de olho para não exagerar demais e não pesar no resultado final do look.

A moda é feita de ciclos, ou seja, aquilo que se tornou ultrapassado, um dia retornará aos holofotes. Seja pelas releituras, com fortes referências a tendências antigas, ou sob o conceito de algo retrô, o que é cada vez mais comum.

Thássia Naves com acessórios Gucci

A logomania fez esse caminho, e mesclou um pouco desses dois recursos, visto que algumas marcas recolocaram essa tendência nas ruas por meio de peças retrô, como é o caso de marcas como Gucci, Tommy Hilfiger e Guess, enquanto outros optaram pelas releituras mais modernas como Balenciaga e Moshino.

A blogueira Mariah Bernardes gosta de misturar peças esportivas com outras de alfaiataria formando

looks modernos e atuais dentro da tendência da logomania. 

Essa aposta tem aparecido em diversas peças, como camisetas, bonés, calças, meias e shorts. O linha esportiva é outra forte tendência favorecida por um movimento cada vez mais comum, que consiste em mesclar o fashion com o underground. Essa combinação tem resultado em um número crescente de colaborações de grandes grifes com marcas de streetwear.

As peças com grandes logos geralmente chamam bastante atenção, é preciso cuidado para obter equilíbrio e fazer o uso com muito estilo. Se optar por alguma peça mais chamativa o resto do look precisa ser "sequinho" para não ficar over demais. 

Uma outra dica é apostar nos acessórios. Um look mais discreto deixando os acessórios como pontos de cor e atração no visual. É uma forma de não cair nas armadilhas fashions, afinal, menos é sempre mais nessas horas. 

Até a próxima! 

 

 

Da escola para as ruas! As mochilas voltaram

Já tem um tempinho que o acessório tão popular nos anos 80 e 90 está de volta. As mochilas ganharam status fashion e o nosso coração. 

Tudo começou em 2014 no desfile de primavera/verão da Maison Chanel. Desde então elas se tornaram desejo absoluto no mundo inteiro!

As mochilas atuais são mais charmosas e elaboradas. As peças ganharam formas e cores mais divertidas, modernas. Tecidos tecnológicos, couro, veludo ou mesmo a sarjas, são usadas no mood atual. Elas complementam desde looks mais arrumados aos despojados. São bolsas extremamente versáteis que vão do trabalho ao happy hour com muito estilo.

A Blogueira Mariana Medeiros do @bacanamaneiro é fã das mochilas e adora fazer looks com esse acessório. 

Na hora de combinar a mochila ao look, vale a “regrinha” das bolsas tradicionais: a bolsa deve acompanhar a produção, ou seja, a roupa e o acessório precisam falar a mesma língua. Mas, com relação às cores, não existem regras. Optem por aquela que tem a ver com o estilo pessoal e que esteja dentro da cartela de cores de vocês. 
 

Os mdoelos estruturados são os meus preferidos. Cabem tudo e dão aquele charme a mais na produção. 


Elas trazem um ar urbano para as produções da estação. Uma das apostas são as mochilas com mood utilitário, com inspiração militar e em denim. Versáteis e genderless (sem gênero) se destacam  pela praticidade em possuir espaço de sobra para carregar todos os pertences com conforto e sem perder o estilo. 
 

Os modelos mini também estão muito em alta. Esse é Fendi. 

Até a próxima! 

“No make-up make-up”


A 45º edição da semana de moda de São Paulo terminou e além de ficar por dentro das últimas tendências da moda, também descobrimos o que vai estar em alta no universo da beleza na próxima temporada. 

Fotos: Agência Fotosite/Reprodução/FFW.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A make natural apareceu nos desfiles de marcas como Água de Coco e Amir Slama.  Uma pele bem feita e iluminada, olhos levemente esfumados e boca apenas com gloss ou batom levemente rosado. Esse é o mood do verão. 

Amir Slama 

Esta maquiagem mais leve, com menos elementos, também chamada de “no make-up make-up”, foi vista nos desfiles das últimas duas semanas de moda internacionais. Modelos com pele natural e sem efeitos especiais foram vistas nas passarelas de grifes como Giambattista Valli, Isabel Marant, Stella McCartney, Off-White, Etro, Christopher Kane, Michael Kors e Lanvin. O conceito de “menos é mais” foi ratificado durante a São Paulo Fashion Week.  


Esse estilo de make prova que nada substitui a beleza natural, devemos sim realça-la. O segredo é não exagerar e adotar produtos que ajudam a deixar o visual fresh, como blush pêssego, rímel, sombra discreta e um batom/gloss para aquele ar de saúde.

Glória Coelho 

Mas não se engane achando que esse aspecto superfresh não requer produtos e técnicas. O segredo é a preparação do rosto antes de começar a maquiagem. A pele deve ser radiante e uniforme. Para isso precisa estar muito bem cuidada e hidratada.

Lenny Niemeyer 

O produto-chave dessa etapa, é o óleo facial – prefira os desenvolvidos com derivados de plantas – porque eles têm ação umectante e emoliente, impedem a desidratação e reestabelecem o equilíbrio da pele. Água termal, séruns, primers e hidratantes leves também são bons aliados.

 

Salinas

Outra tendência que vimos nos desfiles de Samuel Cirnansck e Fabiana Milazzo foi a sombra em os tons de rosa. Deve ser usada na pálpebra móvel bem esfumada para manter o aspecto natural. Caso prefira usar a cor apenas como um detalhe, aposte no rosa cintilante no canto interno dos olhos para iluminar o visual. 

Fabiana Milazzo 

Samuel Cirnansck

O vinil voltou com tudo!

O Vinil, aquele material proximo ao couro, mas com uma textura mais maleáve e reluzente, é um dos grandes hits dessa temporada de inverno. Foi destaque nas passarelas mundiais e é peça-chave em muitas coleções de marcas renomadas como ao Tufi Duek. Mais Sana, vinil não é muito quente para se usar no Piauí? 

A minha resposta é sim. Dá para investir em peças com esse material, só não dá para sair vestida de vinil dos pés a cabeça porque o calor daqui não te permite isso. Quer dizer,  é uma questão de escolha. Se você se identifica e acha que segura o look, o estilo pessoal sempre vai estar acima das regras. 

No street style das capitais da moda (Nova York, Londres, Milão e Paris), o material apareceu em roupas e acessórios. Há quem curta uma produção com pegada rocker, mas o jeito mais  moderno de usar essa tendência é misturando vinil com peças esportivas. 

Combine as peças em vinil com tecidos mais leves e neutros e garanta um look que vai do sensual ao mais rock’n’roll.

As T-Shirts são uma ótima opção para um look mais rocker e descontraído. 

O vinil combinado com peças de tecidos mais leves é opção que pode ser usada em climas mais quentes.

A minha peça preferida é, sem dúvidas, a mini saia. A proposta da blogueira Thássia Naves é super usável em qualquer clima. 

 

Se você não sente à vontade para sair com uma peça de roupa porque acha o material ousado demais pode investir em bolsas e/ou sapatos com esse acabamento. É uma forma comedida de ter um toque de brilho no look. 

Sapatos com detalhes em vinil transparente estão em alta. 

 

 

 

Posts anteriores